sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Deveria ter sido mais cedo




Autor do importante gol da vitória sobre a Chapecoense, o Luiz Fernando falou sobre a chance mínima de rebaixamento do Botafogo:

"- Não podemos pensar assim (permanência garantida), ainda temos mais quatro batalhas para lutar até o final por coisas maiores. Nosso primeiro objetivo era não ser rebaixado, mas ainda não tem nada concreto".

Em seguida, elogiou o grupo alvinegro:

"- Muitos falam que esse grupo é um grupo só para contar, mas é um grupo do caralho. Não podemos ficar brigando lá embaixo, ali não é lugar para o Botafogo, o Botafogo tem que brigar lá em cima. Começamos o campeonato mal, agora vamos trabalhar ainda mais fortes para almejar algo lá em cima".

Em relação ao risco de série B, entendi o que ele quis dizer. Pés no chão para terminar da maneira mais digna possível esse campeonato. Mas quanto ao "trabalhar mais forte"...
...por que só agora? Faltando quatro, cinco, seis rodadas?

Um pouco tarde para dar tempo, inclusive, de almejar "algo lá em cima", né?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Risco (quase) zero















Em um jogo bem chato de ser assistido, o Botafogo venceu a Chapecoense por 1 a 0, chegou aos 44 pontos e praticamente se livrou de qualquer risco de rebaixamento para a série B em 2019.

Ainda não estamos matematicamente aliviados, mas a probabilidade é imensa e só uma desgraça completa pode nos rebaixar.

Confesso que agora estou aliviado. Finalmente!

E para essa sensação, o Botafogo não precisava jogar bonito nesta quinta-feira. Era preciso vencer os catarinenses. "Apenas" isso.

Foi o que aconteceu.

Não fizemos um grande jogo, mas chegamos ao terceiro jogo seguido colecionando três pontos. Rodadas que nos deram essa liberdade.

Mas nada de aliviar. Só quando a "matemática do mal" nos descartar.

Agora vamos focar no domingo, em casa, diante do Internacional.

Vencer mais uma vez e continuar subindo na tabela.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 1 x 0 Chapecoense

1- Gatito: Sem trabalho - 6,0

2- Marcinho: Boa partida defensiva - 6,5

3- Carli: Um gigante pelo alto - 6,5

4- Rabello: Seguro na maior parte do jogo - 6,5

5- Dudu Cearense: Não comprometeu, mas não é mais jogador profissional - 5,5

6- Moisés: Alternou momentos no jogo - 6,0

7- Luiz Fernando: Apesar do gol, não apareceu tanto - 5,5

8- Matheus Fernandes: Sentiu falta de um companheiro mais dinâmico ao seu lado - 5,5

9- Brenner: Disparado o pior. Uma peça nula em campo - 4,0

10- Valencia: Erra demais porque não se esconde (pelo menos) - 5,5

11- Erik: Não esteve em uma tarde empolgante - 5,0

12- Rodrigo Pimpão: Melhorou o ataque pela direita - 6,0

13- Marcelo: Deu mais mobilidade na proteção - 5,5

14- Renatinho: Nem tocou na bola - Sem nota

Zé Ricardo: Precisa testar outras situações e mudanças durante os jogos - 5,0

Confronto direto















O Botafogo venceu o Flamengo no sábado passado e a Chapecoense surpreendeu o Santos em São Paulo.

Logo, a distância do GLORIOSO para os catarinenses (primeiro na zona de rebaixamento) caiu para apenas quatro pontos.

E os dois se enfrentam hoje a tarde...
...em Chapecó. 

Ou seja, aquele jogo conhecido como "de seis pontos". Ao Botafogo, não perder de jeito algum. Caso contrário, tende a voltar o drama nas últimas rodadas. Em caso de empate, seguimos administrando a situação. E em um triunfo botafoguense, só sair para o abraço e praticamente dar um adeus definitivo ao risco maior.

Jogo tenso! Não podemos ter medo.

Pra cima deles, Fogão!

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Fechar logo
















Notícia retirada do site Lancenet:

"Botafogo recebe proposta e o volante Matheus Fernandes deve ser vendido por R$21 milhões.

Meio-campista é um dos jogadores mais promissores do atual elenco alvinegro, e deve ser negociado com o Genoa, da Itália. Negócio está avançado, mas ainda não concluído".

Meu comentário: Se o Botafogo tivesse o mínimo de saúde financeira, eu sinceramente tentaria/esperaria um pouco mais. Ainda acho que o Matheus Fernandes tem bola (e mercado) para render mais dinheiro. Só que a realidade é bem diferente. E considerando o fato de termos passado em branco na janela do meio do ano - além da situação caótica dos cofres alvinegros -, não podemos mais esperar.

É vender logo que chegar a proposta no papel.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Ele e mais dez














Notícia retirada do site Lancenet:

"Decisivo: com Erik titular, Botafogo tem aproveitamento de G6".

Com o atacante iniciando os jogos, o GLORIOSO somou aproximadamente 55% dos pontos disputados. Foram cinco vitórias, três empates e três derrotas.

Bom, em minha opinião, não existe mistério: Está dando certo? Erik e mais dez até a última rodada.

Mas que fique claro: Está longe de ser um craque e/ou um jogador para ser considerado titular absoluto do Botafogo em 2019 (caso o contrato de empréstimo seja renovado).

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Impacto positivo




Quando o grupo tem confiança em um jogador, o rendimento acaba sendo diferente. Na maioria das vezes, para melhor.

Isso ficou visível nas duas últimas rodadas com a volta do Gatito ao gol alvinegro. E no clássico do sábado passado, ainda tivemos o retorno do Jefferson ao banco. Ou seja, o melhor goleiro do futebol brasileiro e um ídolo do clube (que também já foi recentemente o grande arqueiro no país).

O próprio técnico Zé Ricardo falou sobre o impacto positivo para todos:

"- O fato é que a volta dele (Gatito) aos gramados, e hoje a do Jefferson, traz uma experiência que é necessária nos momentos difíceis. O Gatito e o Jefferson facilitam a vida dos jogadores mais novos".

Quando a dupla de zaga volta a ser firme, os dois laterais (bastante questionáveis) conseguem certo destaque e até uma pegada maior no meio de campo...

Não é simples coincidência.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

domingo, 11 de novembro de 2018

Essa é a postura




Palavras do técnico Zé Ricardo, após a excelente vitória de ontem:

"- Os detalhes são importantes e quando a gente fala de performance e alto nível... Os atletas que lá estão também me conhecem. Tinha uma igualdade, mas o fator determinante foi a entrega do grupo. Esse é o Botafogo que eu sempre enfrentei".

E o jogo de ontem só comprovou que no atual futebol brasileiro (nivelado por baixo), se os times teoricamente mais fracos correrem mais do que os adversários, as chances de surpresas aumentam de forma considerável.

O Botafogo foi o exemplo do sábado.

E que esse seja o espírito nas rodadas finais.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sábado, 10 de novembro de 2018

Vitória maiúscula














O Botafogo não se importou com o "cheirinho horrível" do outro lado, venceu o Flamengo por 2 a 1 e deu mais um passo considerável para se livrar da zona do rebaixamento.

E convenhamos: Além da importância natural de uma vitória, contra eles é sempre melhor, né?

Foi na garra, afinal, aqui é tradição! Não é moda!

Sem condição alguma de dar pitacos ou notas. Por isso, espaço aberto para os comentários dos amigos.

Botafogo 2 x 1 Flamengo!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Mais do que três pontos




Não bastasse ser mais uma "decisão" para o Botafogo, o jogo de hoje a noite é contra o nosso maior adversário.

Aquele jogo que mesmo quando não vale nada, vale muito. 

Aquele confronto que fazemos questão de vencer até em jogo de bolinha de gude.

E para o Botafogo não tem jeito: Está em jogo a permanência na primeira divisão em 2019. Quis o destino que um desses jogos vitais fosse/seja contra o Flamengo.

Então, que os nossos atletas se desdobrem e busquem os três pontos à qualquer custo.

Pra cima deles, Fogão!

Obs: Não estou em casa e também não conseguirei acompanhar o clássico. Volto logo após o apito final aguardando as considerações dos amigos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Agora vai!















Notícia retirada do site Lancenet:

"Botafogo tenta melhorar eficiência do ataque para escapar da degola.

G
lorioso tem dos piores números de gols do Campeonato Brasileiro, e passou sufoco contra o Corinthians". 

Em seguida, uma outra reportagem. Desta vez, do site Globoesporte:

"Kieza retorna aos treinos e tem chances de voltar ao time contra o Flamengo sábado.

Centroavante se recupera de lesão no pé direito e deve ficar à disposição".

Brenner, Aguirre e agora, o retorno de Kieza!

Quem animou, levanta os braços?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

R10 de araque

















Voltando ao jogo do domingo passado, o técnico Zé Ricardo falou sobre a escalação de dois armadores (Valencia e Renatinho):

"- Tínhamos entendido que poderíamos continuar com a estrutura tática, mas com um jogador com boa capacidade de criação. O Renatinho esteve atento às triangulações, mas queríamos que, com a bola, tivéssemos mais trocas entre eles. Em alguns momentos funcionou, noutros nem tanto".  


É por essas e outras que, hoje, considero o Zé Ricardo fraco como treinador. Se não tem peças para um determinado esquema, deveria montar o time de acordo com os atletas disponíveis, e não forçar uma situação. Principalmente por termos um elenco tecnicamente limitado.

Outra coisa: Não dá mais para Renatinho. Pelo amor de Deus, devolvam esse rapaz ou se livrem dele para o primeiro interessado que aparecer. Entre ele e o Valencia, mesmo que o chileno erre demais, não há comparação. O Valencia ao menos não se esconde, corre o tempo todo e faz cara feia. 

Renatinho é um dos jogadores mais irritantes que vi passar pelo Botafogo nos últimos tempos.

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Olha o chapéu...

















Emprestados pelo Corinthians ao Botafogo, o Yago, Moisés e Jean só poderiam ter enfrentado o seu clube (no final de semana passado) mediante a pagamento de multa por parte do GLORIOSO.

Sem dinheiro, o Botafogo sequer cogitou as hipóteses. Tanto é, que o zagueiro e o lateral esquerdo realmente nem foram selecionados. Já o Jean, dizem, por intermédio  direto do deputado Rodrigo Maia, acabou sendo liberado após uma solicitação formal entre os clubes e sem o pagamento de multa.

Ótimo! Até aí, perfeito para o Botafogo, afinal, o "não" nós já tínhamos, né? Além disso o Jean é importantíssimo e titular absoluto do time. E no final das contas, fez um bom jogo contra o seu "dono".

Mas teve algo intrigante nisso aí...

No documento oficial (assinado pelo presidente do clube paulista) apareceu o seguinte ítem/condição de liberação do volante para o jogo:

"Como estamos em negociações para a contratação para um atleta do clube carioca, aceitamos liberar o atleta Jean para disputar a partida em questão, sendo a multa contratual estabelecida em favor do Corinthians utilizada para facilitar a contratação por nós pretendida".

O jornalista Thiago Franklin, em primeira mão, revelou que o jogador botafoguense em questão é o Marcinho (o Globoesporte ainda cita o nome do Matheus Fernandes).

Na boa? Se for verdade, é/será algo bizarro demais!

Não que o Marcinho seja craque. Longe disso. Mas também não é o pior lateral do mundo. Fora que, se trata de um jovem, com mercado (inclusive sendo citado pelo Tite), etc. E pior: Por causa de uma liberação para um jogo apenas, sem qualquer citação à troca e/ou negociação em definitivo do Jean. 

Vamos aguardar as preocupantes cenas do próximo capítulo...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!