terça-feira, 26 de março de 2019

Incomodado?
















O Alex Santana é a grata surpresa nesse início de 2019 conturbado do Botafogo.

No meio da zona tática e completa ausência de um meio de campo e ataque, ele tem se destacado pelo vigor físico e gols.

Agora, vocês repararam que nos dois últimos gols marcados, ele mal comemorou? E mais: Foi substituído e saiu de campo visivelmente chateado com alguma coisa?

Claro, ninguém gosta de ser trocado em um jogo, mas diante de um time que vive de chutões da zaga para o ataque, acho que o próprio Alex pode estar de saco cheio desse esquema (?) montado pelo Zé Ricardo.

O fato é que algo acontece(u), afinal, mesmo que a partida não valha nada, dificilmente um atleta deixa de comemorar quando marca gol(s).

Alguém mais reparou isso?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

segunda-feira, 25 de março de 2019

Medíocres e conformados





Nada como uma declaração final melancólica, após uma participação vexatória em um campeonato de categoria técnica abaixo da média, né?

Após o empate de ontem contra o poderoso Americano, o meio campista João Paulo falou:

"- As coisas aconteceram de um jeito que a gente não esperava. Faltou brilho nos olhos, não tivemos intensidade. Temos que mirar o que temos pela frente, o que passou, passou".

Claro, para eles já passou, afinal, todos estão com salários pomposos em dia e não são cobrados pela diretoria. O curioso é a reflexão de que faltou brilho nos olhos e intensidade na última rodada do estadual. E o JP que desculpe, mas curioso e injustificável. O jogador que entra em campo com a camisa do Botafogo é obrigado a correr e se entregar sempre, independente do adversário ou torneio.

Chega dessa mesmice, conformismo com a mediocridade. Esse elenco molenga reflete em campo a postura e declarações do seu comandante técnico que fica do lado de fora.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

domingo, 24 de março de 2019

Vexame confirmado





Como era esperado, o Botafogo dependia de resultados de terceiros, mas sequer fez a sua parte na tarde deste domingo.

O empate de 2 a 2 com o fraquíssimo Americano apenas confirmou a eliminação do GLORIOSO no patético campeonato carioca de 2019. Isso, com dois turnos vergonhosos, onde sequer chegamos em uma semifinal.

Mesmo que o estadual não tenha mais o peso de antigamente, é inadmissível a campanha e coleção de vexames do Botafogo no campeonato. Em minha opinião, mais do que motivo para demissão do irritante Zé Ricardo.

E esse revolta toda é porque eu nem assisti o show de horrores desta tarde, hein? Preferi arrumar algo para fazer na mesma hora, pois esse Botafogo não anda me fazendo bem.

Como não tenho argumentos para falar do empate e das apresentações individuais dos atletas botafoguenses, deixo o espaço aberto para os comentários dos amigos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Combinação de resultados











Vencer o Americano.

De preferência, goleando.

Torcer por derrota do Flamengo no clássico contra o ECTD.

De preferência, com mais de um gol de diferença.

Torcer contra a Cabofriense, que enfrenta o ameaçado Madureira.

Tudo isso, para se garantir em segundo lugar no grupo e ganhar a oportunidade de disputar a semifinal da Taça Rio para, só então, continuar na briga pelo bicampeonato estadual.

Tudo isso, atuando mal em pelo menos 75% dos jogos no ano de 2018.

Como há coisas que só acontecem com o Botafogo, vamos aguardar o relógio marcar 18h e a rodada terminar, né?

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sábado, 23 de março de 2019

Difícil jogar sozinho
















Um dos destaques do Botafogo no início da temporada, o volante Alex Santana foi avaliado pelo técnico Zé Ricardo:

"- Vem mostrando um potencial e crescimento muito grande. Tem muito a evoluir na questão física, de manter intensidade durante os 90 minutos. É um jogador pesado, que depende muito da parte física. Às vezes conduz demais a bola. Escuta a mim e aos companheiros. Tem astral muito positivo. Fico feliz de que tenhamos indicado um jogador que está dando resultado e que hoje pertence ao Botafogo".

Por que será que ele conduz demais a bola? Por que será que depende bastante da parte física? Será que o "problema" é do jogador... ou pode ser do péssimo esquema tático e montagem do time feita pelo treinador?

Amigos, o Botafogo atua em dois blocos: Defesa e ataque. Não há transição ou jogadas por baixo no setor do meio de campo. Logo, quando o Alex recebe a bola, olha para os lados não e não vê ninguém, procura na frente e percebe dois extremos engessados e enfiados nas pontas e ninguém se aproximando. Ou seja, fica difícil.

Pode ser o Alex Santana, Busquets, Kanté ou Pogba...nesse meio de campo inexistente do Botafogo, todo volante se veria obrigado a prender demais a bola ou tentar resolver algo sozinho.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sexta-feira, 22 de março de 2019

Fracos
















Palavras do técnico Zé Ricardo, após a vitória de ontem:

"- Hoje procuramos passar a mensagem para eles de que precisávamos vencer, de preferência bem. Fizemos um primeiro tempo péssimo. Talvez essa necessidade de fazer um placar grande construiu ansiedade no nosso plantel, e o primeiro tempo foi muito abaixo da crítica. No intervalo, em vez de perder tempo com bronca, procurei dar uma reajustada na equipe. A gente se encontrou na partida, criou as oportunidades e fez os gols".

Meu comentário:
Um plantel com vários jogadores experientes, salários de três dígitos...
...e que sente pressão por ter que golear o pior time do campeonato carioca.

Na boa, o que podemos esperar desse mesmo elenco (além do treinador que afirma não dar bronca, mesmo tendo visto seu time ser dominado pela Portuguesa) jogando a série A ou fases mais agudas da Copa do Brasil e Sul-Americana? Isso é...se conseguirmos suportar a "pressão psicológica" para chegarmos nessas fases, né?

Patético, ZR! Patético!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 21 de março de 2019

Goleada sem graça (isso é incrível)





As chances continuam mínimas, mas o Botafogo ainda vai para a última rodada do campeonato carioca podendo se classificar para a semifinal da Taça Rio.

O problema é que para isso, além de golear o Americano, precisará torcer contra Flamengo e Cabofriense. E é aí que mora o maior problema, pois não vejo tanta dificuldade em vencer o time de Campos com boa margem de gols, afinal, eles são tão fracos como a Portuguesa, que nesta noite levou 4 a 1 do GLORIOSO.

Ah, mas nada de empolgação! 

Por incrível que pareça, o resultado não mostrou o que foram os 90 minutos. Quer dizer, o Botafogo até mereceu a vitória. Mas por conta da fragilidade absurda da Lusa, nem dá para avaliar muita coisa positiva.

Já os pontos negativos, acreditem, mesmo com a goleada, consigo enumerar mais preocupações do que boas observações por parte do Botafogo.

Continuamos com um time mal organizado, escalado, espaçado, sem qualquer jogada ensaiada, etc... 

E amigos, repito: Contra o pior do time da primeira divisão do Rio de Janeiro!

Algo precisa ser feito em General Severiano! Para ontem! Por mim, mesmo após a vitória, não dá mais para o Zé Ricardo. Não mesmo!

Só a gente para reclamar em uma noite vitoriosa, né?

Pois é...eu prefiro ser realista ao invés de tapar o sol com peneira.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 4 x 1 Portuguesa

1- Cavalieri: Não parece fora de ritmo - 5,0

2- Marcinho: Dispersivo a beça - 4,5

3- Marcelo: Quem mais demonstrou vontade - 5,5

4- Gabriel: Seguro - 5,0

5- Cícero: Muito lento - 4,5

6- Jonathan: Errou alguns domínios fáceis - 4,5

7- Rodrigo Pimpão: Uma boa jogada em todo jogo - 4,5

8- Alex Santana: Em alguns lances segura demais a bola porque não tem companheiros no meio de campo - 5,5

9- Diego Souza: Melhorou no segundo tempo, quando se apresentou mais - 5,0

10- Ferrareis: Para quem busca uma vaga, ficou devendo - 4,5

11- Erik: Por incrível que pareça, foi o pior do time - 4,5

12- Luiz Fernando: Nada agregou - 4,5

13- Wenderson: Fez o básico - 5,0

14- João Paulo: Dá mais mobilidade ao setor - 5,0

Zé Ricardo: Perdido...e ainda engessado nas ideias e convicções - 4,0

Para cumprir tabela





Jogo protocolar, apenas.

Penúltima rodada do Carioca 2019 para o Botafogo, que conseguiu ser precocemente eliminado das Taça Guanabara e Rio.

E vergonhosamente também, fica o registro.

Jogo para os fortes, loucos ou os que moram nas proximidades do Estádio Nilton Santos. Fora esses, até pela televisão será difícil acompanhar.

Mas é o Botafogo em campo, seremos masoquistas e estaremos juntos.

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 20 de março de 2019

Uh, El Loco!






















Registro de agora a pouco, aqui em Vitória, em uma ação promocional do Rio Branco, atual clube do uruguaio.

Respeito quem pense o contrário, mas para mim, o cara foi, é e sempre será ídolo.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!