sexta-feira, 5 de julho de 2013

Desvalorizando















E quem diria que após um início avassalador com a camisa do Botafogo, o atacante Bruno Mendes atualmente não passa de segunda ou terceira opção entre os reservas do setor, hein?

Falam em problemas de indisciplina, justiça (envolvendo empresários, clubes, etc.), mas o fato é que o rapaz é apenas um bom jogador. Longe de ser aquela sumidade que muitos torcedores pareciam ter encontrado no final de 2012.

Uma aposta que cada vez mais vai perdendo valor de mercado.

Dizem que o futuro do Bruno pode ser um empréstimo para o Náutico ou Criciúma.

Bom, desde que alivie a nossa folha salarial, ok. E se vier uma grana para o Botafogo, melhor ainda.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

9 comentários:

ari dias disse...

Dizem que é chegado a uma boemia, não sei se é verdade. Mas é uma pena, pois acreditei que ele seria uma boa opção para o Bota durante este ano.
SALVE SEEDORF, ÍDOLO.

Rodrigo Federman disse...

Ari, ele estava me surpreendendo, mas ainda bem que diferente dos muito que se encantaram rapidamente, sempre mantive 1 pé atrás, pois achava que muito ali era fogo de palha. Uma pena.
Abs e SA!!!

Vinicius Carvalhosa disse...

Botafogo dando aula de como queimar e perder uma boa promessa. Já mostrou ano passado que sabe fazer gol e criar jogadas, mas foi encostado esse ano após algumas atuações apagadas em favor do queridinho Rafael Marques (que jogou mal o tempo que precisou até melhorar um pouquinho).

Rodrigo Federman disse...

Vinicius, entre um e outro, eu tb prefiro o BM (como finalizador), mas se hoje o cara é terceira opção reserva, não tem porque ficar onerando a nossa folha. Pra mim o OO já deixou claro que não conta mais com ele.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pode ter vários problemas fora de campo , mas em campo com esse esquema só o protegido do treineiro que joga,RM.

Rodrigo Federman disse...

Fato, Alex. rs
Abs e SA!!!

Moisés Domingues disse...

Porque contrataram esse tal de Elias ao invés de ficar com o BM que é mais jovem

Anônimo disse...

Quem gosta de promessa é político.

Rodrigo Federman disse...

Moisés, o OO pediu...

Pois é, Anônimo.

Abs e SA!!!