segunda-feira, 12 de maio de 2014

Bem posicionado

















Autor de três gols na vitória sobre o Criciúma, o apoiador Daniel foi bastante elogiado pelo técnico Vagner Mancini:

"- Daniel, desde que cheguei, tenho observado nos treinamentos que se tratava do único jogador de velocidade, agudo que temos no elenco. Tive um carinho especial com ele. Mesmo diante do Bahia faltou um pouco de profundidade. Você tem de esticar bolas e não posso depender do Emerson só para isso".

E em pouco tempo no clube, o VM já enxergou o posicionamento ideal para o Daniel render o que dele se fala e espera.

Jogador assim precisa ficar "livre", "solto" e com liberdade total para criar e preocupar os adversários...
...não para ter que se preocupar com avanços dos rivais. 

Era o que o "Estagiário" Hungaro pedia ao Daniel: Para voltar o tempo todo acompanhando os laterais dos adversários e, se sobrasse tempo - e fôlego -, tentasse alguma coisa na frente.

O Mancini pode não ser um gênio, mas é tão bom ter um técnico de verdade, né?

Faz uma diferença enorme.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

24 comentários:

Marcio disse...

Futebol é simples, coloca-se os melhores onde podem render mais e não o técnico querer que os jogadores se adaptem ao seu esquema preferido.
Mais isso quando se tem um técnico de verdade no comando, o que não tivemos até a chegada do Mancini.
Quanto ao campeonato, vamos jogo a jogo, pois trabalhando sério a melhora e os resultados virão.
Com relação ao último jogo, penso que quando o adversário é mais fraco, devemos vencer com autoridade, sem dar chances ao azar como diversas vezes vimos acontecer.
Esse resultado levanta a estima do grupo, como faz o próximo adversário entrar em campo com mais cautela.

Rodrigo Federman disse...

É isso aí, Marcio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Um técnico que conhece as caracteristica dos jogadores e não fica inventando, igual a alguns professores pardais por ai, era tudo que pedíamos. Só não inventar. Acho que VM pode fazer esse time render mais, assim como o garoto Daniel.

Marcelo Lopea

Rodrigo Federman disse...

Também acho (e espero), Marcelo.
Abs e SA!!!

alex disse...

Sabe o que parece, que alguns PROFESSORES gostam de aparecer mais que o time.... o mancini chegou e ja esta dando outra cara ao time que vivia descansando...

Rodrigo Federman disse...

É bem isso mesmo, Alex.
Abs e SA!!!

jeremias disse...

Ah treineiros e treinadores...nao pode de forma alguma apadrinhar jogador agora lodeiro jw qe se virem pra os dois serao bancos... FORA MAURICIO ARREGAO SUMA DO MEU FOGAO

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Jeremias.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Se por acaso a classificação na Libertadores tivesse vindo e fossemos eliminados nas oitavas, estava arriscado o Húngaro ter sido mantido e os danos ao time terem sidos maiores do que já são.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Uma pena, mas é verdade, Márcio.
Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

O futebol sempre foi assim. Tem os perebas, os bons, os craques e os carregadores de piano.
Os perebas e os carregadores de piano tem suas funções e valores... Que é deixar os bons e os craques jogarem. Simples...
E ratifico sua indagação, Rodrigo...
Como é bom ter técnico!!!

Anônimo disse...

Agora, sim, estamos jogando com forca maxima. Concordo q outro resultado como esse nao se repetira tao facilmente, mas ficou evidente a melhora do time com Bolatti e Gabriel, JW (e nao o Lodeiro), Daniel, Zeballos e Emerson. Esses sao os mais inteligentes que o elenco oferece. Enfim poderemos ter chances de torcer para um time com bom potencial de entrosamento.
A linha defensiva que ja vinha se esforcando taticamente (sem a bola) mas esbarrava na avenida da esquerda, agora, com a entrada do Jr.C. comeca a passar um pouco mais de seguranca. E com a posse de bola tem o suporte dos 6 jogadores q estao a sua frente que tem apresentado movimentacoes muito interessantes, oferecendo assim uma melhor transicao da defesa pro ataque. Edilson, por incrivel q pareca, contrariando a opiniao da maioria, tem jogado bem na direita e se destacando na funcao de volante, com boa entendimento com os companheiros do meio e colocando em acao uma boa visao de jogo, dando mais consistencia ao setor. Interessantissimo essa possibilidade!
Ate que enfim o Jefferson podera ter em seus companheiros o mesmo esforco que empenha em cada partida. Assim ate ele podera evoluir e quem sabe se tornar, nas "ultimas voltas" da sua carreira, um goleiro completo, devido a boa movimentacao e inteligencia de seus companheiros.
Sei que o Jorge eh o mais contestado pelos amigos leitores do blog, mas trata-se de jogador muito experiente que passa tranquilidade para os companheiros e se esforca muito para ajudar tanto no ataque quanto na defesa, e em ambas com melhor qualidade q seus concorrentes. Tivesse o Lodeiro ontem, como titular, tenho duvidas se poderiamos ter apresentado o mesmo futebol.
Essa equipe que esta sendo montada tem melhores condicoes de explorar o melhor que cada jogador pode oferecer, tanto que Wallyson que nao fez nada de diferente do q vinha fazendo nos ultimos jogos antes de ser barrado, conseguiu ser notado em sua movimentacao, fazendo otima tabela com Daniel e anotando mais um belo gol.
Parabens ao VM, um tecnico de verdade desempenhando o seu papel. Tomara que seja um trabalho prospero e duradouro.

Daniel Victor

Rodrigo Federman disse...

É isso aí, Vinny.

Daniel, agora vamos esperar por outra boa partida assim diante de um adversário mais forte e preparado.

Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO disse...

Fico pensando que desde o Cuca não temos um técnico minimamente decente. Se esses "professores" meia boca ficaram tanto tempo como técnicos imagina o Mancini. Acho que se depender desse critério vai se aposentar em GS.
Falando sério, é importante alguém que tenha leitura não só do jogo como também do jogador. Isso tá provado que ele tem. Já é um dado importante para a um bom técnico.

Unknown disse...

Bom, agora com a chegada do Vagner Mancini, vemos que o Daniel estava sendo queimado pelo estagiário Eduardo Húngaro, que por muitas vezes colocou o Daniel para fazer uma função na qual ele não está acostumado, pois tem atletas que não aguentam fazer função de atacar e impedir avanço do adversário, e é o caso do Daniel, e o Mancini parece ter visto isso, e tem tido atenção com o jogador, até mesmo pelo o jogador não estar com uma grande moral, pois durante o carioca, fez partidas muito irregulares, e era a principal esperança no inicio dessa temporada, e chegou com o peso de ser a grande revelação, mas há atletas que não conseguem trabalhar bem com essa pressão, e levando em consideração a idade do jogador, isso é até aceitável. Se o Vagner Mancini tivesse chegado no inicio do ano, teríamos passado da fase de grupos na Libertadores, e o Daniel poderia já ter deslanchado antes. Isso é para mostrar como ter um bom treinador faz a diferença, em pouco tempo ele fez muito mais do que o Eduardo Húngaro.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, e alguém que goste de atacar, e não apenas se defender.

Gabriel, cansei de dizer que o Daniel estava sendo mal utilizado!

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Exatamente, Rodrigo. O cara gosta de atacar. E o Doriva eh quem ajuda ele na construcao do ataque, vale ressaltar.

Daniel Victor

Sergio Di Sabbato disse...

Infelizmente não pude acompanhar o Botafogo e nem curtir a vitória de sábado contra o Criciúma pois perdi minha mãe no domingo. Mas pelo que andei lendo parece que o Mancini vai acertando o time e sabendo escalar e aproveitar melhor as características dos jogadores que tem a mão. Tomara que ainda dê tempo do Botafogo recuperar o tempo perdido com o EH. Abs e SB!

Anônimo disse...

Perdao. Doriva nao. Mauricinho.

Daniel Victor

Rodrigo Federman disse...

Daniel, que Doriva?

Caramba, Sergio. Meus pêsames neste momento de dor. Pode contar comigo para o que precisar, ok?

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Daniel.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Alguém sabe informar se o Moraci Santana já se apresentou o time vai correr 10 vezes mais com ele.
É um tremendo preparador físico tope de linha dos melhores do Brasil.


Beto Paulista

Anônimo disse...

Os três gols marcados, inclusive, serviu para que o jogador assumisse a artilharia do Botafogo no Brasileiro ao lado de Emerson Sheik. Daniel diz que nem sonhava com isso, mas comemora. “Fico feliz com isso. Sheik é um cara que sempre tive exemplo. Estar disputando artilharia com ele é muito legal. O que importa é o grupo mostrar as boas apresentações”, completou.

Rodrigo Federman disse...

Beto, parece que ele começará os trabalhos após (ou durante) a Copa.

Boa, Anônimo.

Abs e SA!!!