quinta-feira, 22 de maio de 2014

E seja o que Deus quiser
























Autor da jogada que resultou no gol botafoguense (marcado pelo Zeballos) na noite de ontem, o Carlos Alberto foi elogiado pelo técnico Vagner Mancini:

"- Foi muito boa a participação dele, demonstrou que pode nos ajudar bastante, segurou a bola. Levou perigo junto com o Emerson. Vem de uma inatividade, mas vai ajudar muito ao longo de toda a temporada".

Realmente, na derrota para os gaúchos, o CA foi um dos que mais lutou (algumas vezes até além da conta) e se esforçou (enquanto teve pernas). Sem contar, é claro, o fato de ter sido responsável pela única jogada diferente do time em 90 minutos. Justamente a que resultou no gol.

Diante disso, concordo que ele ajudou. 

E mesmo sendo um "doido", no atual momento do Botafogo, chego a conclusão (e eu jamais pensei que diria isso) de que é melhor depositarmos as fichas e esperanças em CA e também no Sheik do que no restante do grupo. 

Dos dois, podemos esperar de tudo, de bom e ruim...
...mas ao menos são os únicos que não se deixam intimidar com adversários e torcida rival.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

15 comentários:

Alberto disse...

Fala, Rodrigo!

Com muito pesar e preocupação sou obrigado a concordar inteiramente com você.

Veja a que situação chegamos.

Faltam 42 pontos!

Um abraço,
Alberto

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Alberto. Sinal de desespero!
Abs e SA!!!

alex disse...

Agora só falta contratar o jobson ....rs

Acho que tambem vou começar a contar....

Rodrigo Federman disse...

Alex, com certeza vão aceitar o Jobson de volta.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Não, o Jobson, não.

O presidentista já disse que ele não volta. Não enquanto ele estiver presidente.

Mas, como o que ele fala não se escreve...

Parece que vai ter promoção para o próximo jogo, contra o Vitória.


Quem foi mesmo que falou que não faz promo por que a torcida do Botafogo fica teclando nas redes sociais e quando tem promo não comparece ?

O que foi que mudou ?

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, a palavra do Nininho não vale nada. Por qualquer centavo a mais ele muda de lado sem a menor preocupação.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pessoal, eu vi outro jogo. O primeiro tempo do time, muito desfalcado, foi o melhor do ano. Campo complicado, juiz caseiro + Grêmio violento. Mas o time tocou bem a bola após o gol e segurou o ímpeto do adversário.

Aliás, esse estádio do Juventude na verdade é um chiqueiro.

O problema é que vários jogadores simplesmente morreram no segundo tempo. Carlos Alberto, Bolatti, Airton e Zeballos, francamente, estão longe de ter um nível decente de preparo físico para jogar futebol profissional. Piada.

Daí entram os fraquíssimos Gegê e Sassá. Fica muito, muito difícil de segurar. E olha que o time do Grêmio não tem nada de mais...

Estamos evoluindo taticamente, mas sem a parte física não dá.

Só o Sheik e o Gabriel estão no nível ideal.

Vamos trabalhar essa turma aí no período da Copa "Seu" Moraci Santana !!

Abs
Pablo

Rodrigo Federman disse...

Pablo, eu não gostei. O 1º tempo foi "menos pior" porque não levamos grande sufoco, mas atuamos recuados demais, sem ligação alguma do meio com ataque.
Abs e SA!!!

ari dias disse...

Eu também custo a acreditar que o CA pode ser a salvação do time, salvação pelo menos do meio de campo, pois não temos jogadores de armação. Não temos armadores e não temos um atacante que infernize a zaga adversária, o Emerson ficou isolado lá na frente e quase não foi notado no jogo.
SALVEM O BOTAFOGO (Entrarei também na contagem regressiva)
FALTAM : 42 PONTOS.

Rodrigo Federman disse...

É, Ari. Prefiro o Emerson vindo de trás, livre por todo o ataque também.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO disse...

O time está físicamente MORTO em campo. Em todos os jogos dos 15" do segundo tempo em diante o time anda em campo e a maioria tem caimbras... Espero que nosso novo "craque" de preparação física resolva urgentemente esse problema.

Rafa Marques disse...

O Mancini tem que entender que ele deve adotar o esquema de acordo com os jogadores que tem. Não dá para se ter um meio-de-campo com três marcadores e apenas um armador, que não é grande coisa. Assim perdemos todo poder de criação. Para piorar o Bollati é lento, não marca bem e não arma. Faz o simples: coloca um centro-avante fixo, deixa o Sheik como segundo atacante, recua o Zeballos para meia, junto com o C. Alberto. Jorge Wagner e Bollati nunca mais.

ACORDA MANCINI!!

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Paulo.

Rafa, o principal ponto que concordo é com a efetivação do Ferreyra ao lado do Sheik.

Abs e SA!!!

Léo disse...

Realmente o rapaz acima viu outro jogo. O Botafogo fez um péssimo 1°tempo, só não levou sufoco devido a má atuação do Gremio na primeira etapa. Mas mesmo no 1° tempo o time era inofensivo no ataque e atabalhoado na defesa, além da conhecida saída de bola a base do chutão.

Rodrigo Federman disse...

Léo, também vi o jogo parecido com o que você resumiu.
Abs e SA!!!