sábado, 26 de julho de 2014

O maior problema é fora de campo
















Apesar das dificuldades, o técnico Vagner Mancini demonstra otimismo com o futuro do Botafogo na temporada:

"- O torcedor tem que esperar e ser positivo no que acreditamos. Vamos melhorar e chegar lá em cima. Dá tempo para todo mundo e o Atlético-PR, do ano passado, é exemplo. Estava na zona de rebaixamento, subiu, garantiu vaga na Libertadores e foi finalista da Copa do Brasil. O campeonato não está decidido. Quatro vitórias, em sequência, dão uma soma de pontos que faz você ultrapassar sete, dez equipes. Lógico, que temos que ter um time arrumado".

É possível, claro. O problema maior é que o "extra-campo", querendo ou não, influencia dentro das quatro linhas. E o Furacão do ano passado não tinha esse lance de salários atrasados e sem nenhuma perspectiva. 

Por mais que técnico e jogadores digam que não influencia, eu realmente não acredito.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

27 comentários:

Marcio disse...

O grande problema do BOTAFOGO sempre foi fora dele.
Desta forma, minhas avaliações sobre o trabalho do Mancini e do time sempre serão menos críticas do que deveriam.
Não há como fazer um trabalho de excelência onde as condições oferecidas também não são excelentes.
Com todas as ressalvas que podem ser feitas, como no caso do Ferreyra, não vejo outro nome melhor do que ele para estar no BOTAFOGO.
Tenho confiança que conseguirá os melhores resultados possíveis nessa conjuntura.
SA!!!

Marcio disse...

Um outro assunto é o "presidente" dizer que pensou em pedir licença do campeonato por causa da falta de recursos.
Como se sente um contratado do Clube ao saber esse tipo de coisa?
Com essa declaração, ele igualou o BOTAFOGO a esses clubes que desistem de disputar series inferiores do falido campeonato carioca e/ou brasileiro.
Nada é tão ruim que não possa piorar.
Se a Presidente Dilma estivesse bem informada, perguntaria a ele o porquê do CLUBE se encontrar nessa situação.

Jacaré disse...

Coitado do Mancini! Mas, ele tá certo, tem que manter o otimismo, sempre... isso é pessoal de cada um!

Quero saber onde estão as "Donas Lúcias" que vinham aqui lamber o saco do omissão??!!!

Teve "uma" aí que disse que a "gestão omissão" foi a melhor que o Botafogo teve na sua história!!!

KKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!

A máscara desse verme tá caíndo, inclusive para seus simpatizantes!

Pra mim, nunca vi o clube numa situação tão vexatória como esta. Nem quando foi rebaixado, a coisa estava tão patética e descontrolada dessa forma!

Tá tão feia a coisa, que o Corinthians "mandou" o Sheik não entrar em campo amanhã! Não pagou, não joga, sem contar o lance do Lodeiro!

Esse dentista, pra atingir o patamar de péssimo, tem que melhorar muito!

Gil disse...

Rodrigão,

Como demora o final do ano!
O dentista deveria ser proibido de pisar em qualquer solo Botafoguense após o mandato. Ele e toda a CORJA que trouxe, inclusive aqueles que já faliram e rebaixaram o clube.

Você viu a postagem do Juca Kfouri?
Viu a entrevista por telefone do Bebeto na ESPN?

Pobre do atual Botafogo!
Pobre de nós, Torcedores!

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Rodrigo Federman disse...

Concordo contigo, Marcio. Sobre o time e principalmente sobre o bobalhão do presidente.

Jacaré, daqui uns anos o Nininho terá uma reputação pior que a do Borer. Falta pouco.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

E a Flapress aproveita dessa crise financeira do Botafogo pra desviar atenção do lanterninha do campeonato. Espero que amanhã o jogadores honrem a camisa glorioso do Fogão, porque as últimas pardidas o que se nota é a falta de vondade por parte dos jogadores.

Marcelo Lopes

Rodrigo Federman disse...

Gil, ele devia ser preso, amigo!

Marcelo, mas essa crise aqui também é real. Foi criada pela péssima gestão do MA.

Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Mas...cadê o Gotardo ???
Eu quero esse emprego...

Marcio disse...

Se o tal PROFORTE sair, os "Donas Lúcias" ou "os de sempre" virão dizer que se não fosse pelo "presidente"...
A única solução possível no momento seria a renúncia geral.
SA!

Marcio disse...

Bebeto de Freitas acusa sonegação de R$ 95 milhões no Botafogo e ataca: 'Esse presidente não é homem'

http://espn.uol.com.br/noticia/427999_bebeto-de-freitas-acusa-sonegacao-de-r-95-milhoes-no-botafogo-e-ataca-esse-presidente-nao-e-homem

E agora?
O que dirá o "presidente"?

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Celso, se ele ao menos conseguir controlar o ambiente interno, já estará fazendo muito, pois sem dinheiro e com a situação em que o clube está (devido ao Nininho), pouco pode fazer.

Não dirá nada, Márcio. Agora que está todo mundo revelando os podres dele, certamente ficará mais escondido do que o costume.

Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Rodrigo, você já reparou que toda vez que o Botafogo vai enfrentar essa merda de clube chamado lixo, quando estes estão em crise aparece uma crise sem pé nem cabeça no Botafogo. E isso não é de hoje não, já faz tempo. Que tristeza o comando do Botafogo atual. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, se bem que dessa vez a crise existe, e real e enorme mesmo, né?
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Eu concordo que há uma crise e muito séria no Botafogo por conta desse sujeito colocado no poder pelos cardeais que destorem o Botafogo ano após ano, mas só depois que esse presidente ameaçou sair do campeonato é que a crise parece ter mudado de lado e isso sempre acontece quando precisam levantar aquelas porcarias. O lixo além da crise financeira e moral está em crise no futebol, já faz tempo, mas de repente esquecem tudo e passam acrise para o Botafogo. Depois daquele maldito almoço em 2009, da implosão dop clube dos 13 pelo pseudo, quando o Botafogo passou a ganhar muito menos que o lixo, e das vezes que o Botafogo ressuscita o time da praia do pinto, eu começo a desconfiar que esse dentista não pode ser botafoguense. Se é, odeia o Botafogo. A crise é séria e real, mas que é esquisito mudar o foco de lado, isso é. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Ah, sim. Quanto à isso, de pleno acordo, Sergio.
Abs e SA!!!

arbusto disse...

Botafogo, por favor, faça a justiça, a moral, e o bem prevalecerem neste domingo.
Evoque os deuses do futebol.
Ilumine-se e inspire-se em sua Glória, seu passado, seus guardiões. São Nilton, São Garrincha, São Heleno, e tantos
outros.
Contra o mal e contra as trevas, confio em tua estrela, a iluminar o caminho dos justos e dos nobres. A subjugar a prepotência, a arrogância, a mentira.
Botafogo, contra tudo e contra todos, Deus é convosco.

Amém.

Anônimo disse...

Leia abaixo o direito de resposta de Maurício Assumpção:

Processo trabalhista

“Sobre a questão do processo no ato trabalhista, que ele diz que eu sou fraudador: nós tínhamos o ato do ano passado, e o tribunal entende que a companhia Botafogo tem participação nessa situação, e o Botafogo e seus advogados veem como participação diferenciada. É uma questão discutida juridicamente.

O Botafogo propõe um novo ato trabalhista dentre as seis opções que o próprio tribunal deu pra escolher. Ou seja, não existe mais percentual de participação: agora, o próprio tribunal deu seis opções de pagamento com valores fixos saídos diretamente do contrato da transmissão de televisão. É isso que pleiteamos voltar. Se possível, conseguir voltar ao órgão especial do tribunal; no dia 7 será votado se o Botafogo tem um novo ato trabalhista”.

Possibilidade de tirar o Botafogo do Brasileirão

“Em que contexto falei aquela frase? A presidenta se mostrou sempre por dentro de tudo o que estava acontecendo e estava querendo informações sobre as penhoras dos clubes. Eu disse que a parte do Botafogo 100%, e ela “Essa é uma situação muito grave”. Eu falei: ‘Tão grave é, só para a senhora ter uma ideia, que se a gente não estivesse aqui nessa reunião eu poderia pedir ir à CBF e pedir para sair do Brasileiro, pois não teria condições de manter o time, de jogar’. Foi dentro desse contexto, esse era o motivo da reunião. A decisão dela foi convocar uma comissão com representantes do Ministério do Esporte, Controladoria Geral da União e do Ministério da Fazenda com clubes na próxima semana. Ela tenta aprovar essa questão até setembro.

Candidato a cargo público

“Verdade, me filiei a um partido, assim como o presidente do Vasco é e tem cargo publico, assim como aconteceu com a Patricia Amorim quando assumiu o Flamengo. Falaram primeiro que eu ia me candidatar a vereador e não fui; depois a deputado estadual ou federal, e não me candidatei. Ficam me acusando de querer usar Botafogo para a parte política, mas isso não aconteceu”.

Timemania

“O bloqueio das penhoras fiscais está acontecendo independente da saída por um tempo apenas da Timemania. Eu sempre evitei falar um pouco dessas questões para preservar o clube. Mas chega uma hora que extrapola qualquer tipo de situação e não tem como não dar uma resposta. Um sujeito desequilibrado que um dia disse que se jogaria da Ponte Rio-Niterói”.

Rodrigo Federman disse...

Isso aí, Arbusto.

Anônimo, quem não conhece o Nininho até acredita nessas palavras bonitinhas dele.

Abs e SA!!!

Jacaré disse...

Palavras do omissão sobre os jogadores do Bota:

" Agora, são seres humanos, que têm problemas em casa, têm filho, têm mulher, mãe, pai, é claro que isso atrapalha."

Ou seja, agora a culpa pelo mal desempenho do time é da "família" do jogador!!!

Cara, tem que rir demais!!! É muita cara de pau desse imbecil!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Rodrigo Federman disse...

Jacaré, boa cara de pau nisso!
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Nem cachorro quando cai do caminhão de mudança fica tão perdido quanto aos "gestores" do BOTAFOGO.
SA!

Rodrigo Federman disse...

Não mesmo, Márcio. rs
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O "presidente" disse que não se candidatou a nenhum cargo eletivo.
Excluindo os "Dona Lúcia" e ele próprio, quem mais votaria nele?
E ainda citou a P. Amorim e o Dinamite.
Só pode ser sacanagem.
SA!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, são os eternos "co-irmãos".
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO disse...

Leitura imperdível: BLOG DO JUCA - UM DESASTRE CHAMADO MAURICIO ASSUMPÇÃO

Eduardo Samico disse...

Realmente, Dinamite e P.Amorim são belíssimos exemplos para o omi$$o presidentista.

Tanto na política dita partidária, quanto na política esportiva.

Exemplos de gestão (palavrinha-conceito tão em moda quanto o insuportável "planejamento"), de ética, de resultados obtidos, de transparência.

Não se candidatou e agora não deve se eleger nem para síndico do prédio onde tinha o consultório dentário.

Que volte para o ostracismo, de onde nunca deveria ter saído.

Abs.

Rodrigo Federman disse...

É, Paulo. Li no dia que o JK escreveu. Foi direto na ferida.

Disse tudo, Eduardo.

Abs e SA!!!