domingo, 19 de abril de 2015

Preparação física: O que acontece?

















Passada a euforia da classificação de ontem, aguardamos o nosso adversário hoje a tarde.

Que venha o Flamengo ou Vasco.

Mas para os próximos dois jogos - além do confronto contra o Capivariano, pela Copa do Brasil -, algo precisa ser feito em relação à preparação física do grupo.

Contusões musculares em excesso desde o início da temporada já tem sido uma tônica em 2015. E ontem, confesso, me assustei com a maneira como nossos jogadores se arrastaram em campo por 45 minutos.

Não havia uma única exceção. Todos estavam esgotados.

Desculpem, sou leigo no assunto, mas isso não é normal.

Ou será que pode ser?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

40 comentários:

Celso Ricardo disse...

Bom dia , Rodrigo e demais blogueiros. Existe sim um motivo para o que está acontecendo na parte física. O grupo heterogêneo. O grupo, quase que completo, é formado por jogadores de diferentes lugares, com diferentes programações no trabalho físico. Renê prova , a cada dia , que ser treinador não é tão somente posicionar um time mas fazer com que os jogadores acreditem no que ele fala.

Rodrigo Federman disse...

Celso, 80% dos times também tem chegados de vários clubes e/ou egressos da base. Não acho que isso sirva como justificativa. Mas como eu disse, sou leigo no assunto.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Não , Rodrigo. Os clubes mantiveram a base . Nossa zaga inteira, de lateral a lateral é oriunda de diferentes lugares. O meio de campo, com exceção de Marcelo Matos, que veio de séria contusão, idem. O ataque tem apenas Jobson do ano passado. Acredite, isso faz muita diferença.

Rodrigo Federman disse...

Celso, o próprio ECTD não estava tão diferente. Exceto o Gum, a zaga toda nova. No meio, Jean e Edson. Na frente o Fred. Os demais foram contratados ou oriundos da base. Igual os nossos. A queda de rendimento físico de ontem me assustou e não acho que essa justificativa de elenco todo novo sirva 100% para isso.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Caramba, Rodrigo. Oriundo da base é a mesma filosofia de preparação física, meu amigo. Gilberto, Giaretta, Renan Fonseca, Carleto, Bill, Arão, Pimpão, Luis Ricardo formam 80% dos jogadores de linha. TODOS vindo de diferentes lugares.

Anônimo disse...

Pode ser o excesso de jogos: jogo complicado na quarta e outro tenso no sábado. Além do mais a forma como o time atuou no primeiro tempo, com a faca entre os dentes, só poderia dar nisso. MM e RP vinham de contusão, compreensível até, mas os restante do grupo realmente não dá pra entender.

Marcelo Lopes

Rodrigo Federman disse...

Celso, alguns deles, de clubes com preparação de ótimo nível. Desculpe, respeito a sua observação, de verdade, mas eu não penso assim. Acho que não serve como justificativa, mas repito: É o que apenas eu acho.

Marcelo, vários outros clubes estão jogando muitas vezes também. Só se estamos com azar.

Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Estamos em ABRIL!!! Isso é sim, falha da preparação, incluindo o planejamento.
Ou apenas o Botafogo joga duas competições?
Vejam o Curintias...
Lembra quando pedíamos pra ver alguns jogadores?
Entra a parte do poupar também.
Estouraram o Pimpão, o Jardel, o Roger, o Sassá...
Muito ruim. O departamento de futebol tem que cobrar explicações.
Off topic: Uma coisa me chamou atenção. Elvis se contundiu aos 30 SEGUNDOS de jogo!!! Não houve aquecimento?????
E... A incoerência do René, que vinha bancando o Tomas e substitui o Elvis pelo GG????

Rodrigo Federman disse...

Vinny, minha linha de raciocínio e "achismo" vai nessa linha também.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Não é qualidade de preparação, Rodrigo. É o tipo de preparação. Atletas vindo de diferentes realidades. Não é o que acho, é o que estudei. Existe um gráfico de preparação onde o atleta chega ao seu ápice em diferentes momentos, de acordo com o campeonato e filosofia.

Rodrigo Federman disse...

Ok, Celso. Repito: Respeito bastante sua opinião e estudos. Até considero (mesmo). Apenas acho que isso não justifica TODOS eles não conseguirem correr durante 90 minutos. Apenas minha impressão, leiga, repito novamente.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Vamos lá. Por exigência da torcida e suas tradições, o Botafogo precisou entrar no campeonato com espírito de vencedor, mesmo sem ter um time, nem ser o momento para isso. Agora, seria momento de trabalhar a equipe, o preparo físico etc. Mas não dá! Nós não queremos isso. Solução: ultrapassar limites.Entendem agora o porquê de RS não colocar o time titular na Copa do Brasil, no primeiro jogo? Mais um detalhe: não há incoerência em colocar o Gegê, há observação e humildade em reconhecer o erro.

Rodrigo Federman disse...

Celso, e no caso do Tomas, eu parabenizarei o RS sempre que NÃO utilizar esse rapaz. Seja para entrada do Gegê ou qualquer outro. Qualquer um, menos o Tomas.
Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Nos esportes coletivos, todos os grupos são essencialmente heterogêneos.
No futebol, por exemplo, os zagueiros tem treinamento diferente dos laterais, que tem treinamentos diferentes dos meias, e por aí vai.
São valências diferentes a serem treinadas. Impulsão, velocidade, resistência cardiorrespiratória...
O que não tenho visto, são essas valências em seus respectivos atletas. Talvez a impulsão nos zagueiros.
O Carleto é mortinho, desde o primeiro tempo. Arão também cansa no segundo. Jóbson cansa, enfim...
Por mais que o grupo seja heterogêneo, advindo de outros clubes, passado por outros processos de preparação, o ápice físico se dá no meio da temporada, equilibrando e homogeneizando o grupo e não pode, em ABRIL, os caras exaustos, estourando musculatura. Está errado, sim.
E falo isso como profissional da área.

Levi disse...

Difícil opinar. Bastante subsistentes os argumentos do Celso Ricardo. Leigo no assunto - vivo de textos legais -, não me sinto apto a comentar, mas que foi muito estranho, foi! Como disse ontem, vi somente o segundo tempo e não entendi o que estava acontecendo no jogo. Ganhou porque era o Botafogo em campo. Cético, até tendo a acreditar que alguns ectoplasmas do passado entraram em campo (brincadeira!). Enfim, passou para a final em cima do clube por quem tenho desprezo absoluto, mas esse despreparo físico tem de ser corrigido ontem!

Sergio Di Sabbato disse...

Mas a preparação física do Botafogo tem sido ruim faz tempo, mas esse ano o negócio tá complicado. Pode ser que os jogadores estejam se esforçando no limite, mas mesmo assim não consigo entender o porque de tantas contusões e tanto casaço, vai ver que é "coisas que só acontece ao Botafogo". Abs e SB!

Marcio disse...

Emitir opinião sobre um assunto que não se domina é complicadíssimo.
Embora possa entender os motivos do ocorrido ontem, grupo heterogêneo e etc, não me lembro de ter visto algo parecido; penso que há algo de errado, fora os motivos citados.
Só para constar, o Preparador Físico do BOTAFOGO, Marcelo Campello, é enteado do Carlos Alberto Torres e por ele foi indicado.
(http://extra.globo.com/esporte/botafogo/botafogo-enteado-de-carlos-alberto-torres-filho-de-jairzinho-integrarao-comissao-tecnica-14859097.html)
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Vinny, eu não sou profissional dessa área, mas penso exatamente assim também.

Isso mesmo, Levi.

Sergio, realmente não é de hoje! Mas esse segundo tempo de ontem foi assustador (preparação física).

Márcio, isso mesmo. A grande questão foi a diferença gritante entre os preparos dos dois times na noite de ontem.

Abs e SA!!!

Léo fogão disse...

Os dois times da grobo de lascaram. Kkkkk.

Rodrigo Federman disse...

Léo, mas calma que agora a arbitragem ainda é "deles".
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E jogaremos contra o vasco a final do campeonato.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pra cima deles, Márcio.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Vinny Marques,concordo que alguma coisa está errada. É a necessidade de vencer. Já pensou este time com as deficiências técnicas sem usar o máximo de seu potencial físico? Então, devido aos diferentes tipos de trabalhos de acordo com a posição e função desempenhadas pelo atleta,agora seria o momento de um trabalho aumentando o volume paulatinamente para depois fazer o que chamamos de polimento. Você tocou em um ponto importantíssimo quando citou as características diferentes de cada atleta. Parabéns.

Anônimo disse...

Rodrigo, só para lembrar aos chorões que o Santos está mandando a semifinal contra o São Paulo na Vila Belmiro que, mesmo com o Nilton Santos em obras, tem menos da metade da capacidade de público que nosso estádio (máximo 14.000).

Ah, em Minas o Galo mandou seu jogo contra o Cruzeiro no Independência.

Pra mim a final em dois jogos contra o Vasco tem que ser um em São Januário e outro no Nilton Santos.

Se a RGT quiser ela faz um fla-flu amistoso no estádio da Odebrecht domingo. Taça 50 anos da RGT.

Abs
Pablo

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Celso.
Abs e SA!!!

WAYNE disse...

BOA NOITE.
SAUDAÇÕES ALVINEGRAS.
MEA CULPA, MEA CULPA. PQ,CULPEI SEMPRE P RS. ONTEM APOS O JOGO ESCLARECEU QUE OS JOGADORES ESTAVAM SEM NADA, POIS O JOGO CONTRA O CO-IRMÃO PELA COPA BRASIL ESVAZIOU O FÍSICO E PSÍQUICO DELES. VAMOS PRA FINAL. VIVA O FOGÃO.
ESTIVE NO ENGENHÃO SAI FALTANDO 25 MINUTOS. FIQUEI RECEOSO DO CORAÇÃO DE OITENTA ANOS. OUVI PELO CELULAR.

Rodrigo Federman disse...

Pablo, seria justo mesmo.

Wayne, foi um teste para cardíacos mesmo.

Abs e SA!!!

higor disse...

Sou leigo no assunto também, opino única e exclusivamente pelos meus anos de pelada. Acredito firmemente em má preparação. O preparador físico do Botafogo é enteado do CAT, Marcello Campello, veio de um time da segunda divisão do carioca. Ou seja, o currículo do cara não parece ser bom, parece nepotismo. Acho que excesso de jogos e elenco heterogêneo é conversa pra boi dormir. Nosso time está esgotado por trabalho mal feito, acredito nisso.

Rodrigo Federman disse...

Exato, Higor. Meu achismo é esse também. E falo como peladeiro, apenas.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,um abraço do JOTA.Estou em SALVADOR,no Farol da Barra,e estava assistindo com amigos,os dois lixões serem eliminados.Que maravilha,já bebi todas,comi muito camarão e estou mais feliz que pinto no lixo.
Não darei opinião sobre a parte física para não ser do contra ou parecer ranzinza.Só digo o seguinte, se estivéssemos voando fisicamente teríamos sido campeões mais facilmente.
Só um fato me preocupa,são os nossos laterais.Todos fraquíssimos defensivamente,embora o Gilberto,de vez em quando,faça uma graça positiva ofensivamente.Sem paixões e analisando o jogo,veja que todos os perigos de gol ou gols dos adversários saem da esquerda ou da direita.O CARLETO trota em campo,não marca nem cerca,sempre está atrasado.Mas tem fã clube,pois chuta forte.Na direita,o GILBERTO e seu reserva são ruins e fracos defensivamente.Digo isso como preocupação,pois nem sempre um jogador joga bem todas as partidas, nem nossos antigos craques o faziam.Entretanto,nossos laterais jogam constantemente mal defensivamente.
Os atacantes e os meio campistas, acho que quebram o galho,mas laterais fracos e errando sempre podem complicar jogos fáceis.
Acredito que o RS possa tentar uma outra posição para aproveitar as qualidades ofensivas do GILBERTO e o clube tentar achar alguém para o lugar do inútil e marrento LE,que se julga o novo NS.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Jota, o problema que não temos reserva para o Gilberto. Enquanto isso, ele tem que cobrir lá mesmo. Eu adoraria ver o Gilberto como um meio campista aberto.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,o LUIS RICARDO não é lateral direito? Assisti a uma partida em que ele foi titular e a desculpa foi falta de ritmo,tamanha a sua fraqueza defensiva.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Jota, hoje em dia ele é. Mas começou como atacante. E na lateral, é infinitamente pior do que o Gilberto (na frente e atrás).
Abs e SA!!!

Marcos Oliveira disse...

Rodrigo e amigos, estou convencido de estamos enfrentando estes problemas físicos de nossos atletas, em grande parte, mas não totalmente, por falhas graves em nossa preparação. Isto é fato. Pois vejam: Nosso elenco é digamos, formado talvez com um limite mínimo de grana para a nossa camisa, com isso as limitações em todos os níveis, inclusive sobre os profissionais disponíveis no mercado. Não tenham dúvidas que a equipe de fisioterapeutas,preparadores físicos e até a equipe médica, está sendo formada, em cima desta "contenção" de investimentos. Os melhores cobram valores absurdos nos grandes clubes. Estamos limitados até neste sentido.SAN!

Rodrigo Federman disse...

Marcos, pode ser infelicidade também. Até penso um pouco assim. Mas aí seria/é coincidência demais.
Abs e SA!!!

Renan SP disse...

Rodrigo, também sou leigo no assunto mas acredito que esse resultado negativo da parte física seja uma junção de fatores
Primeiro,
Jogadores como Renan Fonseca, Giaretta, Tomás, Elvis, Bill, Pimpão e outros, vieram de times inferiores ao Botafogo, (clubes de segunda linha)
Com isso a preparação deles já não é a mesma de um clube de ponta e a pré temporada é curtíssima, oque dificulta muito.
Segundo,
Acho que a equipe responsável pela preparação física do time não é das melhores. Como os amigos informaram o cara é indicado pelo CAT ( enteado) e vindo de um clube pequeno do Rio. Ou seja, não é um profissional de currículo para trabalhar em um clube como o Botafogo.
Acho que o CEP deve tomar cuidado com isso e analisar com calma, pois o ano é longo de mais
Pro time morrer em Abril...
Um abraço
Aaa o Bill marcou em Clássico... Kkkk

Paulo Fernando disse...

O Corinthians eliminado reclamou disso, o São Paulo idem. Acho o argumento de que os jogadores vem de tipos diferentes de preparação sem históricos e dados e vindo de férias deve atrapalhar muito na geração de dados e informações técnicas importantíssimas no planejamento da preparação física do grupo. Hoje em dua, muitos sistemas e tecnologias são utilizados no levantamento estatísticos de dados, planejamento fisioterapeutico, etc...Não sou expert, mas um amigo que é me disse que o caso do Botafogo necessita de tempo para que os profissionais consigam ter dados suficientes para uma gestão eficiente da preparação física. Qualquer outra explicação parece ser uma simplificação do problema.

Santos Soares disse...

Acontece que o elenco é limitado tecnicamente e tem que se superar na base do esforço físico dobrado para vencer os adversários. Daí, tantas baixas por contusões.

San

alex disse...

Estamos mal de preparação fisica já tem mais de 3 anos....é falta de organização mesmo.

Rodrigo Federman disse...

Renan, penso por aí também.

Paulo, mas nenhum desses outros times se arrastou tanto e teve tantos contundidos. Sábado foi assustador.

Santos, existem elencos mais limitados que o nosso.

Também, Alex.

Abs e SA!!!