sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Esquema para a volta




No jogo de ida, por jogar no Niltão e ciente da ausência do Luan (principalmente) e Geromel, o Jair Ventura resolveu ser mais ousado e tentou algo novo na formação inicial botafoguense.

Eu já critiquei várias vezes quando ele mudou a maneira do time jogar, mas confesso que diante das circunstâncias apresentadas, na quarta-feira concordei com a tentativa do Jair. Se eu fosse treinador, faria o mesmo.

Agora, com o 0 a 0 levando para os pênaltis e qualquer empate com gols nos favorecendo (além da possível volta do Luan no tricolor  gaúcho) em Porto Alegre, como o JV fará?

Sem aceitar sermos massacrados e abdicarmos do jogo, acho que o ideal seria voltar à velha maneira do Botafogo de 2017. Ou seja, fechar a casa de maneira ordenada e explorar em velocidade os contragolpes. Nossa marca registrada até então, né? Por essas e outras, acredito que o Jair começará com o Lindoso no lugar do Valencia e o João Paulo um pouco mais adiantado como "falso 10".

E de novo, se ele optar por isso, também terá o meu "de acordo".


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

33 comentários:

VinnyMarques disse...

Também concordo com o feito no jogo passado, e também voltaria com o Lindoso. É o que temos pra hoje.
Uma pena que Valência, Bruno, João Paulo e Pimpão não jogaram absolutamente porra nenhuma contra o grêmio. Coisa que o JV não poderia advinhar, né? Esse time merecia o Aírton jogando como no ano passado, nesse meio...

Rodrigo Federman disse...

Verdade, Vinny. O nosso meio sente muito a ausência do Airton.
Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Rodrigo acho que independente do time que jogar, o que não podemos é ter a postura que tivemos contra os mulambos pela Copa do Brasil, nem a postura contra o grêmio, Jair precisa encontrar um equilíbrio na nossa forma de jogar, essa de ficar muito atrás esperando adversário não dá muito certo, como eu disse é preciso encontrar o equilíbrio, e os jogadores pararem de errar tanto passes.

Anônimo disse...

Ricardo
Eu entraria com o Valência no lugar do JP
Sds

Rodrigo Federman disse...

Claro, Ivo. Mas pelo menos isso melhorou na quarta. O problema é ver como eles reagirão com a pressão adversa da torcida dos caras agora.

Ricardo, eu acho que é se abrir demais em Porto Alegre.

Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Eu gostaria de ver o Leandrinho, toda vez que entrou o Leandrinho jogou bem, o problema é que ele se machuca demais, mas é um jogador que gosto de ver jogar.

Rodrigo Federman disse...

Ivo, mas nem adianta mais falar de Leandrinho nesse ano. Bola para frente.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Não estou muito certo que deve sacar o Valencia nesse segundo jogo; nesse primeiro confronto eu já não achei que o chileno deveria ter sido substituído, embora eu não tenha criticado a decisão do Jair.
Não é de hoje, mesmo com três volantes, que observo espaços para os adversários trabalharem na intermediária e uma certa deficiência na proteção à defesa.

Um trecho do que comentei após o fim do primeiro tempo do jogo frente ao Nacional no NILTON SANTOS; o meio campo Escalado foi Lindoso, M. Fernandes, B. Silva e João Paulo.
Neste jogo conseguimos os dois gols rapidamente, mas os defeitos apresentados, segundo avaliei, foram idênticos aos do confronto frente a equipe gaúcha. E o jogo contra os uruguaios foi em 10 de agosto.

Fim de primeiro tempo e resultado magnífico.
Para o segundo tempo, precisa melhorar a marcação no meio campo, pois há um espaço entre a linha de defesa e volantes; além disso, também ter uma maior tranquilidade na organização das ações ofensivas, pois velocidade não é pressa.

Por isso não estou certo de que a saída do Valencia seja a solução.

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, eu pelo menos começaria com o time que veio jogando a Libertadores. E dependendo do andamento, guardando o Valencia para termos alguém diferente, já que depender apenas de Guilherme é dose. Rs
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Pode ser, Rodrigo.
O risco, que sempre há, é justamente o andamento do jogo; receio por essa situação de segurar o jogador e só colocá-lo em campo quando o resultado é praticamente irreversível, como muitos professores fazem.

Mudando de assunto:
E o Jorge Wilstermann sapecou três a zero no River Plate e vai com uma excelente vantagem para o segundo jogo na Argentina.
É a Libertadores mais uma vez provando que futebol se resolve dentro de campo e que orçamento alto não é a solução absoluta.
SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Sério? Quer dizer que a contusão que ele teve no jogo contra os mulambos foi muito séria? Confesso que estava por fora desse detalhe.

Rodrigo Federman disse...

Marcio, mas acho que o JV também pode esperar até a última hora e manter esse mistério, dependendo da presença ou não do Luan, que inegavelmente é o único que pode desequilibrar. Sobre o JW x River, engraçado que aí ninguém vem com a justificativa do orçamento menor, né?

Sim, Ivo. Ligamentos do joelho. Vai operar. Prazo, se não estou enganado, 6 a 9 meses.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,aqui no Sul,um bobalhão que escreve no pasquim chamado ZERO HORA,para fazer a alegria de alguns gremistas alienados,afirmou que o jogo no Rio seria mole e em casa seria só para cumprir tabela,etc.Foi sacaneado e agora mudou o tom.É lógico que no nível atual,os jogos são parelhos,ninguém desequilibra porra nenhuma.O jogador regular pode ter um dia MB e o melhor pode estar em um dia ruim.
Os gremistas da família e alguns que conheço estão cabreiros,pois sabem que apesar dos alardes da mídia,o time alterna bons e maus momentos.Vamos torcer para que na próxima quarta estejam em um dia ruim.
Qualquer resultado será normal e o meu palpite é que será empate(0x0) e venceremos nas penalidades graças ao GATITO.JOTA.

Marcio disse...

E sem contar, Rodrigo, que os "sábios" comentaristas brasileiros afirmaram que eles seriam goleados pelo A. Mineiro no jogo de volta, aqui no Brasil, na fase anterior.
Tem muito exemplo bom para o BOTAFOGO retirar das Libertadores.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Jota, eu li essa coluna. E gostei. Deixemos essa arrogância com eles, pois no final, nós que daremos a última risada.

Exatamente, Marcio. Basta querer e parar de se vitimizar sempre quando enfrenta adversário tecnicamente superior ou com elenco mais recheado e caro.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

O Grêmio tem dois jogadores que precisam ser parados ou dificultar seus movimentos, Artur e Luan. Este não jogou, aquele dominou o meio de campo, alias, sua atuação lhe deu a convocação para a seleção. É torcer para que os jogadores que foram muito mal como B.Silva, Pimpão, M.Fernandes mal J.Paulo mal, voltem a jogar bem.
A pressão também estará com eles, alguns jogadores "performam" melhor longe de suas torcidas.
Dino.

Rodrigo Federman disse...

Dino, o Arthur ainda vi pouco (mas o que vi até agora, gostei). O Luan, concordo. Esse tem que ser bem vigiado.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO DE MELLO TAVARES disse...

Eu tenho uma tendencia a achar que o meio de campo tradicional tem mais folego do que com o Valencia e isso pode ser importante, mas ao mesmo tempo penso que o Valencia é um jogador para prender um pouco a marcação do Grêmio na intermediária deles, caso contrário chamaremos demais eles para o nosso campo e por mais que tenhamos um sistema defensivo forte, acho muito arriscado jogar tão fechado assim. Outra questão é que eles vão pra cima sim. E o que pode decretar nossa vitória (ou empate) é a capacidade de articularmos bons contra ataques. Será que o contra ataque é jogo para o Roger (mais pesadão)? O Valencia com o Pimpão não deixaria esse contra ataque mais leve? Só não pode ser um contra ataque baseado nos lançamentos do Carli ou do Igor. No jogo do Rio todas as bolas alçadas assim ficavam na cabeça dos zagueiros deles. Esse jogada tem que ser feita pelo João Paulo e através de lançamentos rápidos e por bolas em meia altura ou baixas. O B S pode participar delas também...
Mas pelo amor de Deus, vamos treinar bater penalti essa semana. Não que o time seja ruim nesse quesito, mas depender só do Gatito é sentar demais numa vantagem que não depende só dele.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, o problema é que eu acho que o JV seria capaz de tirar qualquer jogador, mas nunca o Roger. Aí não tem jeito: É bola pro coitado do Pimpão correr feito um louco.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Dois problemas graves contra o Grêmio no 1º jogo: espaçamento do meio campo e a falta de deslocamentos, por isso o Botafogo apelava para os chutões, e cruzamentos inúteis do lado do campo para o Roger. Acho que o time no sul deve sim jogar com cuidados defensivos sim, mas escalaria o mesmo time que jogou no rio, mas sem trazer o LV para armar, prá mim ele é atacante que flutua pelos lados do campo, como jogou contra o flamengo.
Realmente o Artur é bom jogador, mas convenhamos, sempre marcado a distância e com um espaço imenso para trabalhar. Quanto ao Luan, é bom jogador, pode fazer a diferença, mas não é nenhum gênio, então se for bem vigiado dá para resolver o problema. Me lembro na década de 70 e 80 que o flamengo tinha um time muito bom mas sempre penava prá ganhar do Fogão e isso quando conseguia. Tinha um jogador do Botafogo chamado Ademir Vicente que quando jogado o Zico não via a cor da bola, então, é só saber marcar que dá prá resolver.
Mas que vai ser uma parada dura, isso vai, mas como o Botafogo é um clube predestinado em algumas ocasiões, quem sabe se quarta que vem será esse dia. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, foi o que mais me irritou na quarta: um time estático, sem qualquer movimentação. Principalmente no meio de campo, onde só o Arthur levou todos nossos jogadores na maior tranquilidade.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O segundo gol frente ao Bahia é uma demonstração de que a movimentação é importante. A jogada saiu pela ponta direita, cruzamento feito pelo Pimpão que normalmente joga pelo lado esquerdo, e concluída pelo Bruno Silva que estava na área como um verdadeiro centroavante.
Só os grandes gênios podem "executar" sempre os mesmos movimentos com inteiro sucesso.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Isso aí, Marcio.
Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Como é azarado esse Leandrinho Rodrigo, uma pena, é um jovem de grande potencial, agora mudando de assunto, é claro que nenhum de nós quer nossos jogadores convocados para a seleção, pois já fomos muito prejudicados por essa tal seleção, mas alguns de nossos jogadores, como Igor, Bruno Silva, João Paulo, Pimpão não mereciam pelo menos ser lembrados, por tudo que tem feito na temporada.

Enéias Teles Borges disse...

Concordo 100%

Rodrigo Federman disse...

Ivo, eu detesto a seleção brasileira, mas independente disso, não acho que esses citados são jogadores selecionáveis.

Valeu, Enéias.

Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Acho que nenhum Botafoguense gosta da seleção, pois como disse foram anos só sendo aproveitados e nada ganhando em troca, só perguntei mesmo a título de curiosidade, também acho que os citados por mim não são selecionáveis, mas diante dos que o Tite vem convocando, tirando o Arthur, acho que os nossos tem bem mais bola.

Marcio disse...

Nem os do BOTAFOGO e nem alguns que figuram na lista fazem por merecer.
A verdade quase que absoluta é que esse negócio de seleção há muito perdeu o seu encanto.
Aliás, o futebol tem muito mais interrogações do que certezas.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ivo, mesmo não vendo nada de excepcional nessa convocação, não acho que os citados sejam melhores do que os chamados pelo treinador.

Marcio, futebol é 100% bu$ine$$.

Abs e SA!!!

Leonardo13 Germano disse...

Bom dia Rodrigo!

Dessa vez penso diferente. Acho que jogavamos com "4 volantes" por absoluta falta de opcoes.

Com Leo à disposicao, conseguiremos manter um esquema bem conservador e defensivo, sem prescindir do talenyo de uma armador abilidoso (Leo).

Jogar com Bruni, Joao Paulo e Mateus já é bem defensivo, sobretudo com o retorno do Vitor (marca melhor) e o Pimpao mais contido na marcacao.

Rodrigo Federman disse...

Leonardo, mas penso que tudo deve ser avaliado antes de qualquer escalação: adversário, campo, situação na tabela, etc. Por isso eu iria um pouco mais precavido, porém, sem covardia.
Abs e SA!!!

WAYNE disse...

Saudações Alvinegras.
VINGANÇA, palavra está na minha garganta e nos meus pensamentos. Lembrança do jogo contra o Flamengo em que Renato Gaúcho ficou parado deixando o amigo dele jogador chutar para fazer o Gol contra o Botafogo, perdemos o Campeonato Carioca e ele foi comemorar com os jogadores do Flamengo na Churrascaria Gaúcha. Temos que vencer essa.
É um traíra.
Abs SA

Rodrigo Federman disse...

Wayne, acho que devemos ter o objetivo de devolver a eliminação na Libertadores ao Grêmio. Isso é ainda mais relevante.
Abs e SA!!!