quarta-feira, 20 de setembro de 2017

O preço da falta de um 9




O Botafogo lutou, atuou melhor (principalmente no primeiro tempo), perdeu gols incríveis e em uma bobeada, se despediu da Libertadores com a derrota por 0 a 1 para o Grêmio.

Ok, o time foi valente, guerreiro, não se intimidou, mostrou ser cascudo e surpreendeu demais na competição, mas desculpem, eu não consigo aceitar uma eliminação. Ainda mais quando ela vem por uma incompetência do departamento de futebol.

Entre erros e acertos, alguns bons "achados" e outras "bombas", mas é inadmissível que se monte um time para o principal campeonato do continente com Roger titular absoluto do comando de ataque alvinegro. E vou além: É imperdoável que as demais opções ofensivas sejam Pimpão (de titular), Guilherme e Brenner. 

Amigos, disputamos a Libertadores com um atacante que nunca se destacou em clube grande (e olha que o currículo dele é extenso), outro que é voluntarioso, porém não é é para ser titular em Libertadores e duas opções no banco que eram terceiras ou quartos nomes nos seus ex-clubes.

Dito isso, não consigo falar sobre a derrota de agora a pouco.

Custou caro esse time brigador sem um atacante minimamente razoável...
...e ficou evidente quando vimos nosso adversário atuar também de maneira medíocre, mas se classificar justamente porque tem um 9 aceitável para o padrão do futebol brasileiro.

Se alguém quiser falar sobre o jogo, o CB está liberado...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 0 x 1 Grêmio

1- Gatito: Quando a bola chegou nele, se fez presente - 6,5

2- Arnaldo: Não comprometeu e atuou sério - 6,5

3- Carli: Ganhou quase todas - 7,0

4- Rabello: Boa partida, mas a sua falta burra (atacante de costas) resultou no gol dos caras - 6,0

5- Rodrigo Lindoso: Aquele futebol que não aparece - 6,0

6- Victor Luís: Não foi tão ofensivo, mas no final tentou criar até como meia - 6,5

7- Matheus Fernandes: Mal no lance do gol e com vários erros de passes - 5,0

8- Bruno Silva: O melhor do meio de campo. Principalmente na primeira etapa - 7,0

9- Roger: Uma nulidade completa. Não serviu para nada, literalmente - 3,5

10- João Paulo: Mal a beça. Caiu muito de rendimento - 4,5

11- Rodrigo Pimpão: Pecou em dois lances capitais - 4,5

12- Guilherme: Entrou só para mostrar que não era quarto reserva a toa no Grêmio. Peladeiro que não acrescente em nada - 4,5

13- Valencia: Foi colado em campo quando o time passou a atuar apenas com chutões. Não teve como criar - 4,5

14- Brenner: Um bonde que é outro que não tem a menor condição de vestir o manto preto e branco - 4,5

Jair Ventura: Escalou bem e montou boa estratégia. Não teve culpa, apesar de trocar todo mundo sempre...menos o Roger - 6,5

63 comentários:

João Pedro disse...

Não dá cara, um time com Roger, Pimpão e Arnaldo não pode fluir...Ainda tem o João Paulo q é o batedor de faltas q não passa uma bola pela barreira, todas são na barreira, podem observar.

O Roger é titular e respeitado pela reportagem com a filha dele, não joga nada, só faz gol de bola desviando nele, o atacante q corre mas nunca chega! Pimpão, apesar da super entrega nos jogos (o q é louvável) é um cara q toma decisões extremamente equivocadas (burras) em campo, sobre o Arnaldo prefiro nem comentar.

O time jogou muito bem, mostrando q aquela desgraça daqueles dois jogos contra o Flamengo não fazem sentido, a única explicação é frouxidão. O Grêmio não é melhor q o Botafogo, o detalhe é q a zica pro nosso lado é grande.

*Obs: O gol do Grêmio foi falta e tivemos um penal claríssimo no 1 jogo. A arbitragem influenciou demais no duelo.

Alberto disse...

Perfeita a sua análise, quase nada mais a acrescentar. Acho que colocaria o Valencia pra jogar no lugar do Lindoso. Parabéns aos craques do mapeamento de mercado por terem montado esse ataque primoroso. Deu no que deu, ou não deu. Um grande abraço a todos!

Anônimo disse...

Não tem muito o que falar. Um dado somente mostra a falha do time e de quem o comanda. Foram 4 jogos (flamerda e gremio), nas maiores decisões do ano, ou seja, 360 minutos, sem marcar um golzinho sequer. O que será? Não temos um 9 e sim um poste. Abs e sa jorge

higor disse...

Rodrigo, eu não estou em condições de comentar, pois já briguei com muitos botafoguense que tá orgulhoso do time etc. Comigo infelizmente não tem essa. Bastante frustrado e pensando em férias.

abs

Alberto disse...

Contrata um bom zagueiro e coloca o Carli como 9 que é melhor que todos esses bondes. Infelizmente essa é a nossa realidade.

Eduardo Samico disse...

Quem tem Roger joga com 10 jogadores.
Sei não, ainda no 1o tempo eu pensava se não seria melhor trocar o poste inoperante pelo Leo Valencia.
Jogamos bem melhor que o limitado time gaúcho no 1o tempo.
Depois do gol, mais uma vez, não tivemos forças para buscar o empate.
Time valente, mas com Roger não dá. Além da falta de habilidade e de técnica, ele se posiciona mal,se coloca reiteradamente em impedimento.
Lance emblemático dele foi naquela cobrança de falta do Vitor Luiz. Que, aliás, não é nem sombra do que foi em jogos passados.
Bem, resta-nos o Brasileiro, brigar por vaga na Libertadores 2018.
Abs.

Anônimo disse...

De novo, futebol não necessariamente premia quem joga melhor.
Futebol fornece os galardões para o time que faz gols e não os toma.
"Jogamos melhor" no primeiro tempo? So what? Cadê o principal, o gol? (para o Parreira, aquele da Dona Lúcia, gol é detalhe).
Não adianta jogar melhor - ou mais bonito - se não fizer os gols necessários. Simplesmente odeio esse tipo de análise que ouço aqui e ali.
O BOTAFOGO JOGA SEM ATACANTES! Sem atacantes fica difícil fazer o gol. Foi assim no jogo da ida, em que não fizemos o gol. Foi assim na semifinal da Copa do Brasil e a história se repete como tragédia e como farsa.
Não dá para entrar em campo tendo Roger como titular. Pela enésima vez, esse cara é um traste inútil. Pior que inútil, atrapalha quem tenta jogar. Para piorar ainda mais, não há atacantes de qualidade no banco. E como para o pior não há limites, vai ser mais do mesmo no próximo ano, uma vez que ouvi por aí que o contrato do sujeito foi renovado.
Chega por hoje. Nem consigo pensar direito.
Levi

Rodrigo Federman disse...

João Pedro, concordo plenamente contigo.

Pois é, Alberto. Reconhecer a boa campanha, ok, mas é imperdoável que montem tão mal um elenco. O Barcelona tem folha infinitamente menor que a nossa...e aí?

Jorge, e aí vai culpa do departamento de futebol e treinador, principalmente. O Roger é um bonde, mas não pediu para ser contratado e nem tratado como gênio como o mkt do Botafogo tem feito.

Higor, sinto o mesmo que você. Reconheço a campanha, mas não consigo aplaudir, elogiar e/ou falar em receber um time eliminado em aeroporto. Em minha opinião, isso é atestar "pequenez" demais. É deixar claro que não faz a menor questão de voltar a ser campeão. Basta fazer boas aparições e brilharecos.

Abs e SA!!!

Ivan disse...

Impressionante a mediocridade do departamento de futebol. Ainda dizem que querem manter o time pro ano que vem. Não dá pra ter Brenner, Pimpão, Roger, tanque e Guilherme como opções de ataque. Ponho na conta do treinador, que poderia tirar o Roger e deixar o pimpão, que considero e menos pior. Dá desânimo de pensar nessas renovações.

Ailton disse...

2 jogos da Copa do Brasil + 2 jogos da Libertadores. 4 jogos, 360 minutos sem fazer 1 gol! Precisa dizer mais alguma coisa? Sem comentários. Levar gol é normal, anormal é chegar nessa altura dos dois campeonatos e não fazer. Os números falam por si. Espero que mandem esse Roger pra pqp. Nem a Ponte Preta vai querer.

Anônimo disse...

E para não deixar de dizer tudo, o amigo aí acima, o João Pedro falou exatamente o que penso do Pimpão.
E essa de ficar enfatizando a luta do time, a entrega do time, a campanha do time, o orgulho do time na Libertadores...
Passo!
Levi.

Sergio disse...

Infelizmente faltou experiência tanto ao MF que falhou ao não subir e a falta desnecessária do IR, pois o jogador estava de costas e não tinha perigo algum. Mas o que me deixa mais irritado e ter que aturar as opções de atacantes. O Roger é uma aberração, fosse minimamente razoável o Botafogo venceria esse jogo.
Pimpão mal, JP mal, MF ainda carece de experiência e sentiu a pressão, mas tem futuro. E para piorar, o banco do time é triste.
Mas há de se cumprimentar o time, que foi brioso e não fez feio: perdeu hoje no detalhe, e também não dá pra criticar o CEP, fez o que deu para fazer. A grande esperança era o Montillo, deu errado, não conseguiram contratar nenhum atacante de peso, uma pena, pois apostar nesse ataque é contar muito com a sorte. Mas enfim, ficamos tristes, mas sabíamos que faltava aquele algo mais, mas apesar disso o time se comportou muito bem. Destaque para o BS, que joga todas e não foge da responsabilidade, merece o nosso respeito. Valeu pela campanha da LA, mas a eliminação foi dose, principalmente porque foi mais time hoje, mas bola prá frente. Agora é pensar no brasileiro e tentar disputar a LA do ano que vem, mas por favor, arruma pelo menos um bom atacante. ABS e SB!

João Pedro disse...

Bem, esse é o melhor Botafogo q já vi, tenho 26 anos, na minha concepção os jogadores estão de parabéns, o Jair está de parabéns (pela Libertadores), vamos ser campeões de algo com constância, se sempre chegarmos na Libertadores e na Copa do Brasil consequentemente vamos ser campeões uma hora, o difícil é pq é muito tempo sem titulo, isso frustra, no entanto não somos botafoguenses POR TÍTULOS, agr é conseguir a vaga pra Liberta e manter a base pro ano q vem, obviamente torcendo pra um time Chinês vir aqui e levar Roger e Arnaldo...Ainda quero ver o Pimpão com alguém melhorzinho.

Zabumbeiro de Zona disse...

Assim como na Copa do Brasil, faltou ao time do Jair Ventura se impor como mandante no Niltão lotado. Em mata-mata, empatar em casa é péssimo. Agora, é levantar a cabeça e tentar uma vaga na próxima Libertadores. Pelo menos, entrega e suor não faltou a esse limitado time do Fogão. Que o CEP tenha aprendido a lição e reforce o time para a próxima temporada. FELIZ 2018, BOTAFOGO!

Assaf disse...

Derrota deve ser credidata ao Rabello, falta inútil que resultou no gol e que acabou com o esquema de jogo, que por sinal estava perfeito.

Anônimo disse...

Clube em situação falimentar. Receita toda comprometida com indenizações etc... erros em contratações? Sim. Claro e evidente. Vou na contramão da maioria, senão, de todos. Fui em todos os jogos da Libertadores no Niltão. Time limitado e esforçado. Há muitos anos não chegamos tão longe na Liberta e na CB e ainda estamos pontuando pau a pau entre os 6 melhores. Prefiro ver a metade do copo com água do que a metade vazia.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, pensei exatamente isso durante o primeiro tempo. Já estava claro que o Roger só estava atrapalhando. O Botafogo não pode ser refém de Roger. É se contentar com pouco.

É exatamente isso, Levi. E em quatro jogos decisivos, quando precisou de apenas dois gols...não teve atacante minimamente razoável. Se isso não é erro de planejamento, não sei como qualificar.

Ivan, pelo que andei lendo, tentarão manter quase todos e nem pensam em grandes reforços. É não querer voltar a subir escada, né?

Ailton, pois é...esses números já falam mais que mil palavras.

Sergio, não consigo acreditar que o lance do Rabello foi falta de experiência. Ali é burrice mesmo. Imperdoável fazer uma falta naquela posição com o cara de costas e sem qualquer chance de oferecer perigo.

João, eu reconheço a boa campanha e tal, mas não consigo parabenizar eliminação. Mas óbvio, respeito quem pense assim.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

O jogo apresentado foi bom, principalmente no primeiro tempo onde marcou forte a equipe gaúcha, não permitindo que quase criassem jogadas de perigo. Além disso, o BOTAFOGO teve inúmeras oportunidades de contra-ataques e chances de gols; entretanto errou muitos passes no meio campo e pecou nas finalizações.
No segundo tempo, o "quem não faz leva" se fez presente e o Grêmio chegou ao gol da classificação; o Jair ainda tentou com as substituições, mas Guilherme e Brenner são inoperantes e o Valencia deveria ter entrado mais cedo. O chileno poderia ter entrado no lugar do M. Fernandes, como ocorreu, ou do J. Paulo, que também estava muito mal no jogo.
Não desconsiderando a "falha" do M. Fernandes, que deveria ter disputado a jogada com mais decisão, e o Rabello, que fez a falta de forma tola, quem mais me irritou foi esse tal de Roger. Esse camisa nove não ataca uma bola jogada na área, sempre está atrás de toda a linha de defesa e nunca onde a bola vai cair; isso porque dizem que é experiente e por vezes capitão do Time.
Enquanto atacantes forem elogiados por marcarem os adversários, o gols continuará sendo um detalhe.
SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo e turma.
Já escrevi umas 50 vezes sobre mandamentos do futebol. Coisas que você não pode fazer em campo e leva à punição. A minha frase nos treinos e jogos do Cruzeiro RS : "enquanto não aparecer um cara que chute com a bunda, não se faz falta em jogador de costas". Tudo que um jogador de costas pro gol quer é que o zagueiro o derrube, pro nada se transformar em chance.
Estava do lado da minha filha, gritando "não faz a faltaaaaaaaaa!". No mesmo lance, na primeira ele já tentou derrubar o cara, o cara se reequilibrou e ele perseguiu e passou a perna do cara de novo. MUITO BURRO. Nota zero pro Igor Rabelo. Causou a derrota.
Também não consigo comemorar derrota e muito menos de um time que em 4 jogos decisivos não fez 1 gol sequer.
Paulo, de POA
(arrasado).

Anônimo disse...

A equipe é guerreira, mts vezes por falta de qualidade, mas é guerreira!
Agora, como podemos ganhar um título desse tamanho se o técnico olha pro seu banco e vê: Brener, Dudu Cearense, Renan Fonseca, Emerson Silva... sem contar Roger, Lindoso, Arnaldo...
Agr, com tanta gente ruim no elenco, num é melhor contratar 2 ou 3 mas que sejam efetivos e de real utilidade ao Botafogo e ao técnico?
Falta de dinheiro ou de inteligência e/ou competência ?
Agr é lutar no brasileiro por uma nova vaga e que o novo presidente identifique esses erros e os corrija imediatamente antes da temporada se iniciar!

Filipe.

Joao Paulo SP disse...

Fala Rodrigo,
Eu gostaria muito de ver o Botafogo voltar a ser aquele clube de primeira grandeza no futebol brasileiro. Entra ano, sai ano o meu desejo é que consigamos titulos relevantes mas parece que esta caminhada será sempre ardua para nós. Mas enfim... sabíamos das nossas limitações, mas ser eliminado é uma sensaçao muito ruim. Tivemos recentemente 4 partidas decisivas e foram zero gols marcados. Dificil aceitar isso.
Sobre o jogo de hoje, fomos muito bem no primeiro tempo. Gostei do que vi. Varias chances criadas e segurando bem o Gremio. Concordo integralmente com voce em relacao ao Igor Rabelo e suas faltas. No primeiro tempo ele deu esta mesma chance ao Gremio de alçar bola proximo ao nossa area em falta no Barrios. Nao e possivel que nao haja atencao neste aspecto. Insistindo em agir assim, o gol do Gremio veio. Nao quero nem crucificar o Matheus ( embora ele tenha ido mal ) mas quem permitiu que a jogada se desenhasse foi o comportamento do nosso zagueiro. Enfim.... espero que agora no Brasileiro haja gana para que estejamos novamente na Libertadores do ano que vem pq penso que temos que tornar a nossa participacao nesta competicao algo mais frequente. Pq so assim, um dia, e contando com uma conjuntura que nos permita melhores investimentos tenhamos reais condicoes de lutar por algo grande.
Grande abraco!

Junior disse...

Beleza, bater no Roger, no Jair, Lindoso jogaram nada, mas tem que falar desses moleques (Matheus e Rabello) também, na minha opinião, eliminados por culpa dos dois... Nem em várzea se marca como o Matheus marcou o Barrios... Acho errado pegar o momento agora e querer jogar a eliminação no rabo do Roger, Arnaldo e etc... A gente ta frustrado por ter anos sem ver o Botafogo campeão, não vamos por 22 anos sem título nas costas desses caras que chegaram ai agora.,. É difícil, mas é melhor valorizar o nosso e reforçar pra ano que vem, o melhor possivel pra próxima Libertadores, que achar que só tem lixo no elenco atual

Rodrigo Federman disse...

Zabumbeiro, duvido bastante de bons reforços para o ano que vem. Infelizmente...

Assaf, não credito apenas a ele. Ele falhou feio, mas houve incompetência ofensiva, péssima montagem de elenco. Um conjunto de fatores.

Pai, respeito, mas acho que parabenizar boa campanha é se resignar e conformar com o que vier de surpresa positiva. Se o Botafogo (clube) fosse uma Ponte Preta, me contentaria com meio copo cheio.

Marcio, você falou o mais importante: Enquanto os técnicos pedirem para atacantes ajudarem a marcar adversários primeiro e deixar para treinar finalizações e técnicas ofensivas, nos contentaremos sempre com empates e vitórias magras...com gols de volantes ou laterais. Malditos professores no maldito futebol moderno. rs

Paulo, também gritei a mesma coisa na hora. Lance burro! E não teve um puto de companheiro para gritar a mesma coisa ali dentro de campo, né?

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Filipe, se sempre alegarem falta de dinheiro, prefiro que na próxima temporada, ao invés do CEP buscar mais Brenners da vida, que ele vá no Equador, por exemplo, e traga os olheiros e diretoria de futebol do Barcelona. Ou será que o custo do futebol deles é igual ou maior que o nosso? Duvido.

Oi, João Paulo! Sim, todos queremos. Mas acho que a primeira mudança precisa ser a postura. Reconhecer boas campanhas é justo, mas não consigo parabenizar eliminações (mesmo com dificuldades).

Junior, não é jogar no rabo. É apontar falhas quando forem individuais, coletivas e estratégicas. Fazemos sempre.

Abs e SA!!!

Sergio disse...

Eu acho que criticar a diretoria por não conseguir contratar jogadores de peso e complicado, pois o Botafogo atualmente só contrata 0800. Conheço um amigo íntimo do CEP é ele me contou que o CEP simplesmente não tem mais tempo para a família e seus negócios. O CEP costuma dizer que o Botafogo tem que vender o almoçar para comprar o jantar. Escrevo isso porque dá a impressão que contratar é a coisa mais simples, mas sem grana é complicado. Talvez o erro tenha sido jogar todas as cartas num jogador caro como o Montillo aí invés de tentar contratar um 2ou 3 bons jogadores. Porém, falar isso agora que deu errado é mole.
Também não podemos deixar de esquecer algumas contratações e despesas equivocadas, mas o pior de tudo é aturar o Roger, esse me tira do sério.
O que não podemos é deixar de reconhecer o esforço do clube para sobreviver e nos últimos 3 anos têm crescido, então temos é que torcer para que esse trabalho bem feito continue. É nesse momento que devemos apoiar o clube e o time, que sabemos das suas limitações, mas nunca deixou de lutar, por isso merece o nosso respeito. Triste, mas no fundo no fundo sabíamos que faltava algo e, no momento decisivo pesou. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, não falamos em jogadores de peso. Falamos em montar um elenco uniforme, bem analisado, pesquisado, peneirado.
Abs e SA!!!

luciano cavalheiro disse...

Botafogo caiu de pè, foi por detalhe não soube se aproveitar do mau momento do gremio que com a saida do pedro rocha e luan fica um time comum, mas o time esta de parabens devido ao seu investimento.

Ailton disse...

Não adianta meter o pau no time. Que culpa tem o Roger de ser ruim? Que culpa tem o Guilherme? Qual a culpa do Pimpão, de não ter armador pra servir ele? E que culpa tem o Jair, de olhar pro plantel e ter que escolher os menos piores? A culpa é do delegado e todos do departamento de futebol. É culpado sim, por perder Montillo, Airton, Camilo e não conseguir repor. Independentemente do motivo de cada um. A culpa é do complexo de vira-lata da cartolagem. Não há mentalidade vencedora na cúpula. Há um "estar melhor que antes", apenas. Há apenas o medíocre "o importante é não cair". O time fez o nelhor que podia. Os perebas não têm culpa de ser perebas. Culpados são os eternos derrotados que escolhem mal, contratam mal e se contentam com pouco.

Rodrigo Federman disse...

Luciano, eu respeito quem se contente apresentando sempre essa justificativa (que repito, sei que é importante). Mas não consigo aceitar assim apenas. O Barcelona tem orçamento/investimento menor que o nosso. O tal clube boliviano que meteu 3 no primeiro jogo com o River, ídem. Com pouco investimento fica mais difícil, lógico, mas com inteligência, dá para se montar elencos mais homogêneos.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ailton, também acho que muito da responsabilidade (prefiro essa palavra à culpa) é de quem montou o elenco (da maneira aleatória, por dvds e empresários), mas no caso do treinador, também tem sua pequena parcela, afinal, alguns ali foram indicações diretas dele.
Abs e SA!!!

Ailton disse...

Rodrigo, mas o Jair acerta mais que erra, devemos reconher. Responsabiliza-lo pela derrota não é justo sem o responsabilizarmos também por termos ido tão longe com esse time limitado. Jair gera essa dicotomia. É inexperiente, mas amadurece bem e deve ser mantido. Se dessem a ele um bom armador e um bom atacante, sabemos que ele os utilizaria com inteligência. O problema é não dar munição pra um cara que tem vontade de sair atirando.

Marcio disse...

Repito, quem mais me irritou no jogo de hoje foi o Roger...
Ele demonstrou toda a sua incapacidade ao ficar impedido no lance do rebote do goleiro em cobrança de falta do V. Luis.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ailton, não o responsabilizei pela derrota. Apenas disse que ele não pode ser isento de parcela de culpa na montagem meio capenga do elenco, afinal, tem dedo dele ali também. Na fama e no fracasso, tem a participação dele (além do Lopes, é claro).
Abs e SA!!!

Sergio disse...

O problema é sem grana conseguir isso. Vejo o Palmeiras, flamengo, Cam, Santos, com muito mais grana e jogadores de "peso", todos dançaram na LA. Repito, quero ver alguém conseguir contratar sem grana para pagar as exigências das dondocas e de seus empresários.
Veja quantas tentativas o Botafogo fez com jogadores razoáveis e não conseguiu nenhum.
Nesse ponto concordo com o Jacob: prefiro ver o progresso de um clube com a maior dívida trabalhista do país que vem crescendo ano a ano do que procurar culpar uma gestão que tenta fazer o clube sobreviver. O clube ainda respira por aparelhos e, todos nós achávamos que esse time ia brigar para não cair e ficou entre os 8 melhores da CB e da LA.
É óbvio que ninguém gosta de perder e principalmente do jeito que foi, mas o Botafogo atual vive praticamente de favores e do esforço de alguns abnegados. Repito: ter um elenco equilibrado sem grana é nessa crise absurda, só contratando um gênio. ABS e SB!

Ailton disse...

Não sei se esse time nas mãos de outro técnico iria tão longe. Mas, enfim... Jogadores como Roger e Lindoso não são ruins de ontem pra hoje. Desde o início do ano são criticados e seguem aos trancos e barrancos, ofuscados e impulsionados por uma equipe limitada mas comprometida. A maquiagem de ora MF estar bem, ora JP, ora BS, dera a falsa impressão de que estávamos formados e não precisávamos repor as peças que caíram. Podíamos ter contratado na janela. Trouxemos mais refugos de empresários na crença de que o Jair salvaria a pátria. Antonio Lopes é um velho caquético ultrapassado que já chegou até a dar voz de prisão a um árbitro no Paraná por supostamente estar roubando seu time. O que queremos com um velho desse? É o que você falou, orçamento não é desculpa quando vimos times com muito menos dinheiro jogando mais futebol. Pra mim, é tudo uma questão de mentalidade. Se investiram, com resultado, em um técnico jovem e inexperiente, pra que manter um departamento de futebol rudimentar? O Antonio Lopes tb não apontou arma pra cabeça de ninguém pra estar na posição dele.

Marcio disse...

Canales, Joel, Aquino, Maranhão... O chileno veio contundido, os outros até as portas da Sede de General Severiano sabiam antecipadamente que não daria certo. Teve também o Tassio...
Se somarmos os valores gastos, veremos que não é foi pouco dinheiro jogado fora.
SA!!!

Sergio disse...

Falar de times sul americanos em termos de elenco, primeiro tem que ver a realidade desses países, cujos salários estão muito abaixo dos daqui, eles aproveitam o que tem e tem bons jogadores, coisa que no nosso país fica só no nome é os melhores vai embora. Tenta montar um elenco equilibrado como desses times citados aqui no Brasil. É muito fácil falar em falta de ambição, mas só vejo times contratando bons jogadores quando há grana. Veja o Fluminense, Palmeiras, Corintians e etc, quando não tinha grana passaram muitos e muitos anos sem ganhar nada. O nefasto teve ambição é o o que aconteceu com o clube.
Meu primo foi conselheiro do Botafogo na gestão do Teté e ainda pegar a fase do Emil, pergunta pra ele porque o Botafogo conseguiu montar um bom elenco. O Emil tirou o Maurício dos mulambos porque tinha grana é o Carlos Alberto Dias também, este já tinha inclusive vestido a camisa do lixo e o Emil mandou buscá-lo na Gávea e ele acabou jogando no Botafogo. Ambição sem grana é papo pra boi dormir. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, de longe o mais irritante foi o Roger. E bem lembrado. Não dá para aceitar toda hora a desculpa de falta de dinheiro quando lembramos do tanto que já foi investido com jogadores que só sugaram dinheiro. Alguns vieram, nem jogaram e ficaram recebendo.

Sergio, sem grana sempre fica mais difícil. Mas aí surge e inteligência de verdade. Bom, exemplos de casos assim existem. Mas não é trabalhando com Lopes que vamos mudar esse panorama. Pelo menos é a minha opinião.

Claro, Ailton. Não dá para garantir também que o JV terá sucesso um dia com um elenco qualificado. Agora, precisa haver coerência e inteligência de verdade no departamento de futebol para montar o elenco e assim facilitar a vida de todo mundo para os resultados aparecerem e não sobreviverem à base dessa ladainha infinita de falta de dinheiro, etc.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Agora é reagrupar e buscar a vaga direta na fase de grupos da Libertadores 2018. Sem esquecer que é preciso melhorar sempre e os erros cometidos na montagem do elenco não podem ser esquecidos por causa da boa campanha.
Espero que as avaliações estejam sendo feitas e a próxima temporada sendo pensada, mesmo com eleições batendo à porta.
SA!!!

VinnyMarques disse...

Eram necessários 2 gols nessas duas "decisões". 1 contra os molambos e 1 contra os gaúchos.
Não conseguimos. É isso é inaceitável.
Faltou quase tudo, mas principalmente qualidade.
Nem fomos tão mal, arrisco dizer que fomos melhor que eles, mesmo com Pimpinho, Roger e JP mal pra cacete e o Matheus e o Igor, cabaços, doidos pra entregar a Paçoca.
Não dá pra jogar sem decidir. Na hora H, caneladas, recuos pro goleiro adversário e bicadas pra longe. E essa foi a tônica desse time.
Não sei o que dizer. Não sei o que pensar.
Cabeça cheia...

Clovis Jonas Pinto disse...

Fala Rodrigo.

Eu não parabenizo em nada esse time. Um time que joga 4 partidas decisivas e não marca um gol, é fraco.

Eu mesmo pensava que ia acontecer com o Grêmio, o mesmo que contra o Flamengo. Não só eu, toda a Imprensa, principalmente à Gaúcha.

Eu sei que temos uma dívida faraônica, é que o CEP faz boa gestão, quanto a isso, não tenho dúvidas.

Mas enquanto isso, passamos mais um ano sem ganhar merda nenhuma e lá se vão 22 anos. Porra, o quê alimenta uma torcida? Títulos.

Portanto esse time é um bando de fracassado que passou pelo Botafogo, tirante um ou dois jogadores.

O que o Botafogo tem de sensacional mesmo é sua Torcida, que se mantém apaixonada com um clube que não dá nada em troca.

Muito chateado e decepcionado (mais uma vez, em tantas)

Abraço e SA.

Ivo Santos da Costa disse...

O Matheus Fernandes errou passes, entregou bola no pé dos adversários, deixou o atacante deles subir como quiser pra fazer o gol é o pior do time é o Roger, explica isso.

Vinicius Carvalhosa disse...

Achei tb que o Gatito deu mole no gol. O lance foi rápido, mas a bola foi em cima dele e parece que dava pra pegar se ele não tivesse desde o início preocupado em pedir falta em vez de defender a bola...

Duas eliminações, 4 jogos sem fazer gol e dois gols tomados com cara de que o Jefferson pegaria...

J. Daniel disse...

Fomos eliminados jogando futebol de alto nível, salvo algumas excessões, como o Rodrigo citou, que não podem continuar no plantel do nosso querido FOGÃO. Para a próxima temporada, a diretoria tem que se focar em manter os atletas que se destacaram, e contratar 3 ou 4 jogadores de ponta, que honrem o manto Alvinegro. Basta de refugo. A torcida merece mais respeito. Saudações Alvinegras!!!!

Leonardo13 Germano disse...

Bom dia!

Rodrigo, muito dificil mais essa eliminacao. Seremos lembrados como 2007... me perdoe a sinceridade em externar meu ponto de vista: hj nao somos mais um time grande. Vivemos da eterna nostalgia do passado. Gremio ganhou na camisa e na tradicao ontem, algo que o Botafogo nao consegue mais fazer. Times como Atletico Paranaense, Sport e ate a Chapecoense estao na frente da gente em titulos.

Quando somos melhores, perdemos. Quando somos piores, perdemos. Quando o jogo é equiibrado, perdemos. Uma sina de 1999 até hj.

Enfrentanos adversarios que as vezes chegam só com as camisas, e eles crescem, como time grande faz em decisao, e no final perdemos.

Espero que a saude financeira permaneca e a politica de austeridade vai e precisa durar anos e anos. Todavia, espero ainda mais que o clube consiga se reencontrar e agir e ter resultados de time grande num futuro proximo.

Abraco e espero que alguem consiga ter um bom dia.

Leonardo13 Germano disse...

Outro ponto de ontem foi a ausencia de Leo Valencia. O unico meia qualificado do time, em plena ascencao de seu futebol, responsavel direto pelas ultimas vitorias do Botafogo no brasileiro.

Apesar da postura tatica, faltava talento para produzir as jogadas e matar o jogo. Esse talento estava no banco de reservas.

Depois do gol doa caras, já era.

Uma pena...

Rodrigo Federman disse...

Marcio, não creio que reconhecerão erros ou falhas na montagem do elenco. Tanto que querem renovar até com Dudu.

Vinny, isso mostra que o grupo não é homogêneo. Há muito tempo não temos um setor ofensivo tão ruim.

Clóvis, eu penso nessa linha também. Reconheço a campanha boa e surpreendente, mas não existe parabéns para quem perde. Nunca vi isso.

Ivo, já expliquei.

Vinicius, não vi vacilo do Gatito.

J.Daniel, manterão quase todos e aposto que virão novos Brenners da vida.

Leonardo, não acho que perdemos na camisa. Até porque, jogamos melhor. Em minha opinião, perdemos por completa incapacidade e incompetência. Principalmente do setor ofensivo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Perdemos uma partida fácil de ganhar no primeiro tempo, perdemos para a inteligência e sorte do Renato Gaúcho, que percebeu seu time dominado fez uma substituição e corrigiu já que o Grêmio voltou muito melhor no segundo tempo e o nosso treinador que faz uma boa campanha, não percebeu que já era para voltar no intervalo com o Léo Valença no lugar do Matheus Fernandes, que já tinha dado mole em uma jogada no primeiro tempo que o Grêmio acertou a trave,Matheus Fernandes fazendo a sua pior partida com a camisa do Botafogo, destoando o meio campo com vários passes errados, Jair não percebeu e quando fez a substituição já era tarde.
O Grêmio gastou 25 minutos depois do gool, fazendo cêra que é a malandragem do futebol.
Infelizmente apesar do nosso treinador tá fazendo um ótimo trabalho, na hora de modificar uma partida, deixa muito a desejar com substituições que nunca dá resultado.
Botafogo hoje é um time que apesar da luta é feito para fazer boas campanhas.
Títulos só no coração da gente.
Outra do Jair não engoli e de sua falta de experiência, Lucas Barrios é um jogador forte na bola aérea, será que o Matheus Fernandes era o cara para tá marcando ele, com Carli,Rabelo,Bruno Silva,Roger todos altos e com mais poder de marcação.
Jair falta muito ainda para ser um técnico de ponta.
Um recado ao Jair, jogar 04 partidas decisivas e não marcar um mísero gool não dá para chegar a lugar nenhum.

Marcos Antonio

Pix disse...

Só acho um absurdo colocar algum tipo de culpa no Rabello. Acontecem DEZENAS de faltas o jogo inteiro, e o Botafogo mesmo teve várias e cobrou pra dentro da área também. A falha foi do elogiadíssimo Matheus Fernandes, e ponto.
Colocar a culpa no Igor é como se culpasse quem cortou a bola quando se toma um gol no escanteio. ..

Pix disse...

"Atletico Paranaense, Sport e ate a Chapecoense estao na frente da gente em titulos" ???????

TÁ LOUCO?

O BOTAFOGO É BI CAMPEÃO BRASILEIRO, E CAMPEÃO DA CONMEBOL(ATUAL SULAMERICANA)... E O TRÊS CITADOS?!??!

Rodrigo Federman disse...

Marcos, também achei uma falha ter demorado tanto para entrar o Valencia. E quando entrou, o time já não passava a bola pelo chão. Ou seja, matou a característica que poderíamos aproveitar do gringo.

Pix, pois é...acontecem muitas faltas igual a feita pelo Rabello. E desculpe, quem comete esse tipo de falta burra tem que ser responsabilizado também.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sobre o Jair, o que serve de atenuante é que muitas dessas situações também são inéditas para ele, tanto quanto é para o Time. Assim, penso que falta alguém com mais tarimba ao seu lado e esse nome poderia ser o Lopes; o Delegado já foi campeão brasileiro, Libertadores e Copa do Mundo (Coordenador Técnico).
Não sei se o Jair e/ou o Lopes aceitariam agregar forças nessa situação, mas de nada adianta, por exemplo, o Lopes participar somente de aspectos internos, quando poderia ser mais proativo no campo e bola.
Sobre o futebol do BOTAFOGO, infelizmente ele tem jogada ensaiada alguma e jamais apresentou uma variação de jogo, como por exemplo, dois atacantes de velocidade (Pimpão e Guilherme); um outro pecado é a espera pelos 20 minutos do segundo tempo para fazer a primeira substituição.
O Jair pode sair do lugar comum e o BOTAFOGO pode melhorar a sua linha de trabalho no Departamento de Futebol/Inteligência.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, ainda mais quando o Lopes - e aí é minha opinião - não dá conta das internas (no que diz respeito à reforços e renovações no elenco).
Abs e SA!!!

alex disse...

Bom dia Rodrigo e amigos,( estava sumido pq estava dando certo na libertadores e botafoguense é um pouco superticioso..rsrsr)

Desde do inicio do ano sabiamos desse elenco limitado , o que esperar dele ?
Qual era o planejamento da diretoria ?
Deram prioridade a libertadores , pois agora não adianta culpar ninguém ( Lopes realmente é fraco)
não temos dinheiro para contratar etc etc..
Não é conformismo Rodrigo , é a realidade acho que chegamos longe , principalmente pelo elenco que temos (um " ataque de nervos" que não faz gols)

Parabens ao Jair e aos jogadores ..e principalmente a torcida que fez um belo espetaculo nas arquibancadas..

Rodrigo Federman disse...

Fala, Alex. Quanto tempo, cara!? Eu dormi (mal, mas dormi um pouco) e amanheci do mesmo jeito: Reconheço a campanha surpreendente, as dificuldades dentro e fora de campo, mas ainda não consigo parabenizar eliminação em quarta-de-final, amigo.
Abs e SA!!!

Leonardo13 Germano disse...

Eu respeito a dor dos colegas, já que se for igual à minha, deve ta incomodando muito.

Respondendo ao colega que citou a questao dos titulos: nao sei a idade dele, mas os jovens de 20 anos tem mais motivos para torcer para Sport do que para o Botafogo. Ate eles têm Copa do Brasil, mais socios, melhor panorama financeiro...sei que isso é duro, mas é a realidade. O flumisense tem torcida e potencial de receita analogos ao nosso. Já jogaram a serie C. E olhem a diferenca de titulos.

Com todo o respeito a quem está satisfeito, eu nao consigo aceitar. Time grande jamais pode achar bom ser eliminado, no mesmo ano, nas semi do carioca, semi da Copa do Brasil (ambos para o maior rival), quartas da libertadores, certo de wue nao vai ganahr nada por mais um ano, e estar em setimo no Brasileito como consolacao pela briga no G6.

Pensamento de time pequeno! E parece que estamos nos acostumando a isso. Lamentavel!

Se o Gremio fosse eliminado, penso que seria diferente e até daria para ter um diacurso mais ameno, sendo gremista.Eles estavam na 17 participacao e ganharam duas vezes o torneio, inclusive o mundial. Copa do Brasil já ganharam algumas vezes e podem morder o campeonato brasileiro desse ano. Dá para perceber a diferenca?

Rodrigo, hoje ta dificil. Putz

Rodrigo Federman disse...

Leonardo, eu nem digo que jovens têm mais motivos para torcer por outros clubes. Isso é relativo e bastante pessoal, mas é inegável que nos últimos 20 anos, vários clubes médios e até pequenos já fizeram coisas que o Botafogo não conseguiu. E por isso eu sou contra ficar parabenizando eliminação e/ou comemorando G45 em um campeonato. Precisamos mudar essa mentalidade.
Abs e SA!!!

Leonardo13 Germano disse...

Boa, Rodrigo. Vc ta mostrando um equilibrio nas resposas que eu nao consigo hj . To muito puto e nem Sulamericana tem como consolo. É de lascar.

Joao Paulo e Mateus cairam muito e isso explica a queda do rendimento do time com os "4 volantes". Jair só mexeu no time quando tomou gol, como de costume dele. Diferenca lara Renato Gaucho, que corrigiu o time ainda no primeiro tempo.

Leo tinha que ter entrado.

WAYNE disse...

Saudações Alvinegras.
Rodrigo.Parabéns pelo seu comentário viu o que nós vimos.Sua avaliações também.
Acima vemos Mesmices. Comentários repetidos, de jogos anteriores.
PIMPÃO, ROGER, MATHEUS FERNANDES, BRENNER,GUILHERME, VALENCIA fazem tudo em sintonia em todos os jogos. JAIR, também. A sorte dessa vez não se fez presente para nós. Triste que o JAIR não foi o mágico das vezes anteriores. Trocou seis por meia dúzia, como dizendo a ele mesmo, vamos vê o que acontece.Bem que venha o BRASILEIRO.
Abs SA


























Flavio Silveira disse...

Acho que não se trata de parabenizar.Temos que pensar grande, e nisso vc está certo, mas as limitações financeiras nos impede.Botafogo ainda vai passar por momentos bens ruins.O Kosh, que vc conhece, defende inclusive a insolvencia do Botafogo.Criar um novo CNPJ.Fazer como Fiorentina, Napoli na Italia.Ano que vem precisaremos de 60 milhões para tocar o futebol e o dinheiro não se sabe de onde sairá.Será um ano pior ainda.A verdade que o trabalho tem que ser valorizado e mantido.Principalmente Jair ventura.É uma continuidade , paciência de Jó.Não temos outra saida, ou então, dissolve o clube e começamos do zero.Com essas dividas, não temos muito o q esperar.O grande legado que fica disso tudo, e nisso , hj, agora, depende mais da torcida do que de quem comanda, é o resgate de nossa torcida e esse apoio permanecer.No mais, é o Botafogo seguir como se fosse uma comunidade, ainda que pequena pelas limitações financeiras, mas grande na história e ciente que as dificuldades exigirão mais paciencia ainda.

Flavio Silveira disse...

E outra coisa:discordo plenamente do discurso que hj o dia está ruim, que o mundo vai acabar.Esse sim é o discurso derrotista.Já o vi o Glao aqui em Minas ser eliminado de forma até vergonhosa numa quarta feira e na semana seguinte ter 30, 40 mil no mineirão.O botafoguense tem que entender que perder faz parte e é um conjunto de fatores que determinam essa derrota.Quer dizer q a média de 30 mil no Nilton santos, vai se tornar de 3 mil por conta da derrota de ontem?.Botafoguense tem que entender que no domingo , ele tem que almoçar com a familia e ir ao campo para ver o time jogar, não importando se vai perder ou não.Se a diretoria tem suas limitações , o torcedor do Botafogo tem que parar de se impor limitações.O discurso derrotista já vem sendo incutido na cabeça do botaoguense, pela midia principalmente, faz decadas.Ou damos um basta nisso, como torcedores, ou então fecha as portas e façamos do clube um América.

Vitor José Biolchi disse...

Parabéns, Botafogo! Raríssimas vezes eu vi, desde os meus sete anos de idade, um time que tanto me orgulhou. Parabéns Roger e Pimpão, que se entregaram à marcação e a função tática e - muitas vezes chegaram sem pernas para o arremate decisivo.

Só que tem no peito este amor e este jeito sabe bem o que é ser Botafogo.

Mentalidade pequena? Ouço isto, de anti-torcedor, ou de torcedor da 'quinta coluna' desde 1974.

Parabéns jogadores, sem exceção!!! Parabéns Jair (que eu vi com ressalvas em 2016...) inclusive pela entrevista de hoje, defendendo e sentindo por estes jogadores e homens briosos, provando assim ser um grande gestor e, mais ainda, como PESSOA HUMANA.

Rodrigo Federman disse...

Leonardo, eu também teria colocado o Valencia logo na volta do vestiário. Até porque estávamos bem e deveríamos aproveitar o momento e até surpresa que causamos no Grêmio.

Valeu, Wayne.

Claro, Flavio. O momento é difícil, mas o mundo não acabou. Não mesmo. Isso que nos difere da torcida modinha. Agora, não dá para parabenizar eliminação em quartas. Eu ainda não consigo. hehehe

Bom, Vitor. Então, eu devo ser anti-torcedor para você.

Abs e SA!!!