quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Briga pelo banco (em 2018)




Notícia retirada do site Lancenet:

"Brenner vive grande fase, supera média de Roger e encanta torcida.

Novo titular do Bota chegou sob desconfiança, mas tem cinco gols em 12 jogos e números superiores ao do antecessor. Alvinegros aprovam, mas Jair lembra falta de Roger".

E aí, você está encantado? 

Uma observação se faz necessária: De fato, a média é de quase um gol a cada dois jogos. Nada mal, considerando o nível do futebol brasileiro atual.

Mesmo assim, mantenho a opinião de que entre Brenner ou Roger, ainda acho o segundo "menos pior". O que não descaracteriza uma disputa bem parelha. Em compensação, continuo convicto de que o Botafogo precisa de um camisa 9 melhor para a próxima temporada.

Nessa "briga" Brenner x Roger tem que ser por uma cadeira entre os reservas. 

Nada além disso.

Os amigos pensam diferente?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

25 comentários:

Reinaldo disse...

Eu penso. Nessa briga um tem que ser o comandante da "barca" e o outro sub. Ruins demais

Anônimo disse...

Ricardo
Concordo.Dura realidade.
Disputa em quem é menos ruim.

Enéias Teles Borges disse...

Duvido que o Glorioso vai atrás. Ainda mais que o Corinthians quer Roger, que ficou valorizado. Temos é que manter JV, pois começar do zero em 2018 é péssimo negócio. Com ele pelo menos temos um ponto de partida. Demais disso: não existe um técnico barato que seja melhor do que ele.

SA

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Reinaldo.

Isso aí, Ricardo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,antecipadamente,desculpas a quem gosta,mas só inocente útil,ou aqueles que acreditam no que é publicado na mídia esportiva,pode ficar encantado com essa dupla.
Tenho alertado há dias,pois muitos esquecem,que todos os anos a história se repete.Está chegando a hora de faturar,ou seja,alguns dirigentes corruptos,empresários dos atletas e os próprios,que acham que um salário de cem mil é merreca.Os que se destacam,mesmo com contratos em vigor,dizem ter N propostas de clubes brasileiros e estrangeiros,tudo para pressionar os clubes a reajustarem os baitas salários que recebem.
Ninguém é inegociável,pagou a multa tchau e benção,e só espero que o CEP não abra mão disso e pague fortunas ao TLP ou a qualquer jogador desse grupo.JOTA.

Enéias Teles Borges disse...

Caso perca o JV (FogãoNet):

Dois nomes caseiros, então, aparecem como opção para o futuro: Felipe Conceição e Eduardo Barroca. O primeiro é auxiliar dos profissionais e tem estilo mais parecido com o treinador atual. O segundo é técnico do sub-20 e tem outra concepção de futebol, com uma valorização da posse de bola que tem recebido muitos elogios pelo futebol vistoso.

Anônimo disse...


Rodrigo.

A escolha é difícil, sinceramente não sei quem é o pior. O Roger é ruim pra caramba, e o Brenner não me enche os olhos, então joga a camisa pro alto e quem pegar entra de titular.

Patinhas.

Rodrigo Federman disse...

Enéias, só não sei se o JV será barato a partir de 2018...

De pleno acordo, Jota.

Difícil mesmo, Patinhas.

Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Acho o Brenner melhor, não me refiro somente a média de gols, mas o Brenner se posiciona melhor, dificilmente ele fica em impedimento, também ajuda na armação, me parece mais rápido e parece que tem mais habilidade.

Marcio disse...

Tecnicamente os dois, Brenner e Roger, deixam a desejar e por isso deveriam ser cobrados somente por posicionamento dentro da área e gols.
É claro que o futebol deve evoluir, se modernizar, só que também é preciso respeitar as características dos jogadores disponíveis e montar um esquema que privilegie tal situação.
Até o momento os números são extremamente favoráveis ao Brenner, não posso ignorar.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ivo, pelos mesmos motivos, eu já acho o Roger melhor (exceto pela questão do impedimento).

Marcio, mas fica difícil fazer essa comparação em números apenas, pois a quantidade de jogos é bem diferente e também o peso dos gols marcados por um e outro.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sim, Rodrigo.
Embora eu não tenha deixado claro, não desejei fazer a comparação entre ambos; quando escrevi sobre os números favoráveis ao Brenner, foi no sentido de que justificam a sua presença em campo. De uma forma ou outra, está dando retorno.
Não adianta fazer uma avaliação dentro do que exige o chamado "futebol moderno", sair da área para jogar, se eles têm capacidade técnica limitada.
Para terminar, creio que duas funções são meio diferentes no futebol; goleiro e centroavante.
Se o goleiro souber jogar com os pés é bom; contudo, não levar gols bobos é a primeira exigência. Já o centroavante, se não sair da área e tocar na bola somente uma vez e fizer o gol, já terá dado uma enorme contribuição.
Repito, não se pode exigir além do que o jogador pode oferecer e cabe ao técnico encontrar uma maneira de aproveitar melhor todas as virtudes.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Aí sim, Marcio. Fecho total contigo.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Mas, ele não pediu pra manterem o VT? Ah,o cara é bom pra ganhar dinheiro,pra jogar, não...

Marcio disse...

Rodrigo, acrescento que esses fatos momentaneamente positivos não pode permitir ao Departamento de Futebol/Inteligência dá-se por satisfeito com as opções disponíveis. Tem de buscar novas alternativas, do Oiapoque ao Chuí.
SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Nos bons tempos do futebol brasileiro os grandes atacantes, no caso específico dos centro- avantes, além de serem especialistas em fazer gols, também sabiam matar uma bola, abrir espaços, acertar passes, perceber onde se colocar e outras qualidades que nem o Roger e nem o Brenner tem. Ou seja, prá quem viu Dôdo, Túlio, e muitos e muitos outros não só do Botafogo, assistir Roger e Brenner é um exercício de paciência, pois a falta mínima de fundamentos é de doer. Apesar disso ainda conseguem fazer seus golzinhos, daquele tipo é só empurrar a bola, mas pelo menos há presença na área em alguns momentos.
Porém, dizer que a torcida está encantada é flórida, pelo menos no que me diz respeito e, quanto a qual escolher, estou com o Patinhas: joga a camisa prá cima e quem pegar joga.
Amigo, você não sabe o sacrifício que é ver certos jogadores vestindo a camisa do Botafogo. Só mesmo muito amor. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Celso, esse nem considerei, pois eu tenho um pé e meio atrás quando o JV fala alguma coisa. rs

Marcio, mas infelizmente esses fatos são considerados como definitivos para eles. Isso quando não renovam e dão aumento salarial por questões de consideração, etc...

Sergio, também me questionei se alguém, de fato, está encantado! hehehehe

Abs e SA!!!

Enéias Teles Borges disse...

Brenner precisa de uma sequência. Creio que ele vai crescer. Tem um pouco mais de toque de bola. Mais ágil.

Rodrigo Federman disse...

Enéias, não consigo ver isso.
Abs e SA!!!

Enéias Teles Borges disse...

Desmanche a caminho:

Corinthians quer Roger. Grêmio quer Guilherme de volta. Palmeiras quer o Vitor Luiz de volta. Cruzeiro quer Bruno Silva. Europa quer Igor Rabelo. Santos quer Jair Ventura. Muitos querem Jefferson e Gattito.

Cansei de ver o Botafogo ressuscitar defuntos e depois perdê-los depois que ficam vivos.

SA

Rodrigo Federman disse...

Enéias, dois emprestados. Normal os clubes quererem de volta. Mas eu não vi nada de Corinthians, Grêmio e Santos atrás ainda. Por enquanto, tirando o Bruno e Rabello, tudo especulação.
Abs e SA!!!

WAYNE disse...

Boa tarde.
Apenas como registro: Ontem assisti o jogo da Copa sul americana, e constatei que os jogadores parecem cansados, pois a bola era um peso enorme: imperava com isso, inúmeros passes errados, confusão de estratégia, sem padrão de jogo, enfim jogo ruim.
Será que o tônus musculares não aguenta mais jogos continuados. O campeonato Carioca está chegando, as férias tb.Apesar deles- jogadores- terem escolhidos essa profissão e os seus riscos, mas são humanos e não máquinas -ROBOT-. Me penalizo com eles.
Abs SA

Rodrigo Federman disse...

Wayne, acho que é mais ruindade geral no/do futebol brasileiro mesmo.
Abs e SA!!!

LUCIANA DO PARÁ disse...

Boa tarde.
Como registro e devido sua afirmação acima, ao WAYNE, creio estamos repetindo o clima da COPA, no BRASIL e podemos não ter alegrias esperadas na ALEMANHA, oba oba está demais. O TITE está deslumbrado, mudou a forma de jogar numa partida foi pro brejo,creio que copiou o estilo do BOTAFOGO,os jogadores saíram com língua para fora. Confetes e mais confetes nunca foi bom, me espelho no padrão de jogo do FOGÃO, com jogadores medianos, porém aceito por eles a mais de seis meses e mesmo assim o JAIR é sempre colocado tronco e chicotadas sem dó e piedade. Mas estamos subindo degrau e mais degrau. Amanhã será decisivo, esperemos. Mil desculpas pela comparação, mas contar o ovo no fio o fó não é bom.
O FOGÃO é nosso.
Abs SA

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Luciana.
Abs e SA!!!