sábado, 9 de dezembro de 2017

O ano é um só




De férias e pensando no ano que vem (a princípio, ele permanece no clube), o técnico Jair Ventura deu a sua impressão sobre a temporada de 2017:

"- Resumo o ano em duas partes. Dez meses maravilhosos e um mês muito ruim. Nos primeiros dez meses passamos pela Pré-Libertadores, primeiro lugar na fase de grupos, oitavas de final e paramos nas quartas para o atual campeão da América. Não lembro de uma equipe que tenha feito jogo tão duro contra o Grêmio. Fomos até a semifinal da Copa do Brasil. Saímos por causa do drible do Berrío. Estudo muito os adversários, mas foi um drible que ninguém nunca tinha visto. Nos custou a vaga".

Futebol é bola na rede, gol e título. Por isso, discordo: Não tem nada maravilhoso em não conquistar o estadual e ser eliminado (independente do adversário) de duas competições no mata-mata. Principalmente porque não foi o drible do Berrío que nos tirou da Copa do Brasil. Foi o esquema covarde e a incrível marca de zero chutes a gol nos dois jogos contra o Flamengo. E olha que estavam com crise no gol e sem todos os reforços, hein? 

No final das contas, diferente da maioria, insisto: O mês desastroso falou mais alto do que os supostos dez maravilhosos.  Ficamos sem títulos e conseguimos a proeza de deixar escapar 96% de chances de classificação para a Libertadores de 2018. 

Isso pesa! E muito!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

49 comentários:

Celso Ricardo disse...

"Botafogo pede Eduardo Sasha mais R$ 4 milhões para liberar Bruno Silva ao Inter."Fogaonet
A se confirmar, fica demonstrado,claramente, que o Botafogo está sendo subtraído.
Vergonhoso...
Quanto às palavras de Jair Ventura, um imbecil que se acha.

Rodrigo Federman disse...

Celso, absurdo. Um reserva mais 50% da multa (parcelados) do nosso destaque, titular absoluto e seleção do Brasileirão. Isso se chama roubo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
Acho que temos que nos preparar para mais um ano de vexame.Não e ser pessimista mas encarar a realidade.
Ou seja; Se pra eles o ano foi bom mesmo sem conseguir nada, um Vice no Carioca em 2018 será muito comemorado.
Sds

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, fiquei impressionado com o que ele qualifica como maravilhoso. Imagina se um dia ganhar um único turno do estadual? Será a subida do Everest?
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

concordo com VC a partida contra os mulambos foi uma covardia com torcedor. Não faz sentido nenhum um time aguerrido como nosso time na época jogar de maneira tão covarde como foi contra os mulambentos. Pra ver como foi erro do treineiro que no jogo seguinte das quantas de final contra o grêmio o time era outro. É logico contra o grêmio eles estavam com sorte mais jogamos de igual pra igual...

Rodrigo ontem tava pensando perdemos a vaga na semifinal da libertadores na bola na trave de Bruno Silva. Se aquela bola entra talvez nosso time estaria no mundial hoje. Mais e futebol faz parte por isso que amo esse esporte.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, afirmar que estaríamos no mundial é muito "se" para o meu gosto. Hehehe
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Pow Rodrigo pelo menos na final da libertadores a gente iria. A gente não perderia não nunca pro Barcelona de guaquil. Faltou um pouquinho de sorte cara.

Rodrigo Federman disse...

Difícil garantir, Eziel. Na fase de grupos não conseguimos vencê-los.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Se analisarmos o time desde quando que ele assumiu pra hoje não mudou quase nada jeito jogar de Ricardo Gomes. A única diferença dos dois treinadores foi a motivação dentro de vestiário. Mais esquema tático não notei nenhuma diferença ate hoje. Com isso, chego a conclusão que Jair ainda precisa evoluir muito estudar mais pra chegar a ser um auxiliar que tecnico esta longe de ser. E fácil pegar o que ta funcionando e manter... O desafio e implementar novos conceitos, novas idéias, jogada ensaiadas e outros... Coisa que vemos no futebol do Botafogo desde do tempo de cuca.

Marcio disse...

Analisar a temporada separadamente e considerar ter sido maravilhosa os dez meses é de um exagero estrondoso; e para culminar com a falta de análise objetiva do que ocorreu, vangloria-se de ter feito jogo duro contra a equipe que se tornaria campeã da Libertadores e reduz a desclassificação na Copa do Brasil ao drible do Berrio.
Ninguém é louco de ter acreditado que seríamos campeões de tudo, pois o Time montado e a forma de jogo não permitiu tal pensamento; contudo, não pode a diretoria acreditar que a temporada foi perfeita e que todo o planejamento pode ser repetido.
E não custa redirecionar o planejamento inicial ainda durante a temporada para que um grande oportunidade seja aproveitada.
Esses falas do Jair não me convencem.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Eziel, realmente o que tinha de bom era o controle de grupo. A partir do momento que veio com a panela travestida em falsa meritocracia, se perdeu por completo.

Marcio, não convencem e ainda irritam bastante. Rs

Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Rodrigo, quanto às campanhas na Libertadores e Copa do Brasil, ficou claro que o Botafogo queria jogar. Hoje entendo que isso se deu em função do "bicho" por classificação. Jogador de futebol é mercenário mesmo. Para eles o que importa é dinheiro, seja porque sempre foram assim, seja por influência dos seus empresário ou as duas coisas. Visivelmente nas duas competições de "mata-mata" o time estava "dando o sangue". Estavam jogando muito mais que o normal, era pura raça, e aí os resultados apareciam. Conseguiam vitórias que em circunstâncias naturais não conseguiriam. Mas visivelmente não fizeram isso pelo Botafogo ou pela torcida que apoiou e empurrou demais o time (isso para mim sempre esteve claro) e nem mesmo por suas carreiras (cheguei até a pensar nessa possibilidade), mas sim APENAS POR DINHEIRO. Apenas pelo "bicho". Como o valor das premiações caiu com a eliminação, pararam de correr, de se esforçar. Basicamente parece ter sido isso. Tem toda a questão da "panela" e etc. Mas basicamente os jogadores corriam por dinheiro apenas, e quando a "fonte secou" (ou diminuiu consideravelmente), eles deixaram de compensar as limitações técnicas com a raça. O time "desceu ladeira abaixo" e os jogadores não se importaram com isso, pois sempre estiveram "lixando-se" para o Botafogo. Sabemos que tem toda essa situação do Jair não ter criado outras alternativas para o time, de ter escalado mal e substituído mal, o lance das prováveis "panelas" etc, mas basicamente esse time durante os citados 10 meses coreu apenas por dinheiro, pois tecnicamente é muito fraco. No meu entendimento foi isso.

Rodrigo Federman disse...

Foi mesmo, Silas. Isso ficou evidente depois que saiu a notícia de que ainda faltava acertar parte dos bichos. Aí os caras pararam de correr.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Verdade. Por diversas vezes,citei isso.

Rodrigo Federman disse...

Foi mesmo, Celso.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Pois é Celso e Rodrigo. Acho que isso ficou evidente para nós três em boa parte da torcida. Ou seja: Aquele desempenho do Botafogo antes das eliminações nos torneios de "mata-mata" foi uma grande falsidade. Aquele Botafogo foi um Botafogo que enganou torcida e imprensa. Pois sempre foi muito inferior em relação a aqueles resultados obtidos. A raça foi verdadeira, mas só existiu em função de dinheiro. Eu, como um torcedor que ama o clube, preferiria que o Botafogo não avançasse nas competições e nem demonstrasse aquela raça toda, mas que aqueles mercenários não recebessem os escandalosos 6 milhões de bicho. Isso é escandaloso! Principalmente em se tratando de um clube com gravíssimos problemas financeiros. Prefiro que os mercenários saiam no final do contrato, sem que os que dirigem o clube se preocupem tanto com o "sair de graça". Jogador de futebol tem mais é que cumprir contrato! E se quiser sair no final, que suma! Se for o caso, prefiro usar a base e se tiver que cair para a série B, cair com a base. E se tiver que subir, subir coma base. E se tiver que fazer ressurgir o GLORIOSO BOTAFOGO, fazer isso com a base, como sempre foi na história do clube. Sou a favor de investimento maciço na base! Pois para contratar porcarias, eu prefiro que o clube use só a base se for o caso. E que seja o que o futuro nos reservar. Quanto a pagamento de "bicho", entendo que todos os clubes deveriam parar com isso. Mas já que está totalmente enraizado na cultura do futebol, que os valores diminuam. Se tiver que pagar "bicho", que seja por vitória, não importando o peso da competição e em competições de "mata-mata", o valor dobrado pela classificação (sem pagamento no primeiro jogo) e só. Nada de 6 milhões, principalmente em se tratando de um clube afundado em dívidas como o Botafogo. E quem não estiver satisfeito e quiser sair, que saia. Que saia! Mas que cumpra o contrato até o final. Esse é o meu pensamento.

Rodrigo Federman disse...

Silas, estou de pleno acordo. Penso igualzinho a você.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Concordo com Silas. Mais como vc mesmo citou o bicho é algo considerado normal nos clubes brasileiros na verdade é normal em todas as competições mundiais. A champions liga paga mais ou menos 10 milhões de euros de premiações na primeira fase da liga. Infelizmente isso não tem como não mudar... Mais concordo que se deve mudar a maneira de como isso é repassado.

É o que digo cara o problema não é o time e nem limitações técnica e sim a postura de quem administra o clube. Enquanto tivermos amadores vamos ter os mesmo problemas.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, mas aí é premiação da competição. Não interna de cada clube. Há diferença.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Considerando como verdadeira a influência do bicho no desempenho final do BOTAFOGO e antecipo que concordo com as opiniões que acreditam ser este o fato da queda de rendimento, uma observação é necessária.
O BOTAFOGO ao dar incentivo exagerado na Copa do Brasil e Libertadores, "indicou" aos jogadores que o campeonato brasileiro teria uma menor importância.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ainda tem isso, Marcio. Bem observado.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Pois é, Rodrigo, concordo com o Márcio. Como você disse: "Ainda tem isso". Com relação ao que disse o Eziel, quero ressaltar que os grandes clubes europeus que participam da Copa dos Campeões, desfrutam de um poderio financeiro astronomicamente maior que o poderio dos clubes do Brasil, principalmente se formos comparar com as atuais condições financeiras do Botafogo. No caso a champions paga diretamente aos jogadores? Nesse caso, se for isso mesmo, como o Rodrigo disse, a situação é diferente. Mas ainda que os clubes pagassem esses valores, os grandes clubes europeus são riquíssimos. Ainda assim, sou contra pagamento de bicho.

Rodrigo Federman disse...

Silas, também sou totalmente contra bichos. Os caras já recebem muito dinheiro e ainda precisam de "incentivo" para buscarem vitórias? Mercenários.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Rodrigo, acabei de ler que o Botafogo dispensou um promissor lateral do sub 20 que fez 4 gols esse ano (dois em finais contra o Flamengo) e deu 9 assistências. O Manoel Renha disse que não foi por deficiência técnica, mas apenas porque o clube precisa cortar gastos. O garoto se disse bastante surpreso com a decisão do Botafogo, mas agradeceu ao clube e ao Phellipe (creio que se trata do Phellipe Tigrão) pelo que foi feito por ele enquanto esteve no Botafogo. Ou seja: A diretoria se comporta de maneira exatamente oposta ao que pensamos a respeito da utilização da base. Assim realmente vai ser difícil o Botafogo sair da situação na qual se encontra.

Rodrigo Federman disse...

Silas, muito estranha essa história. Bota estranha nisso.
Abs e SA!!!

Leonardo13 Germano disse...

Roubo é quando a subtração não é consentida pela vitima. No caso do Botafogo, chama-se burrice, que em General Severiano é sinônimo de Caca e Antonio Lopes.

Rodrigo Federman disse...

Leonardo, eu não duvido de nada lá no futebol profissional.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Apenas uma correção: O lateral era do sub 17 e não do sub 20. Mas a história de fato é bem estranha, Rodrigo.

Marcio disse...

Eu sou contra ao pagamento do chamado bicho. Entretanto, se isso é inevitável e tudo indica que é, que seja feito dentro de um critério minimamente razoável.
Em algumas oportunidades já vi relatos que determinadas equipes pagam bicho por vitória.
Se, por exemplo, uma equipe conquista 10 vitórias em 38 rodadas, acaba rebaixada e tendo de pagar bicho pelas 10 vitórias obtidas.
Qual a lógica disso?
SA!!!

Daniel BFR disse...

Creio que a diretoria começou bem a reformulação do elenco, não renovando com Jonas e Renan Fonseca, além de não investir na permanência de Victor Luis e Guilherme, e os empréstimos de Helton Leite, Fernandes e Vinicius Tanque.
Deveria em minha opinião acertar logo as renovações de Airton e Arnaldo, além de dispensar logo Gilson e Dudu Cearense.
A parte mais difícil obviamente pra essa diretoria é a contratação de reforços. Digo reforços de verdade, na minha opinião um camisa 9, um centroavante de lado e um lateral esquerdo. Mas deveriam ser jogadores inquestionáveis, o orçamento será mais curto e a grana tem que ser investida de maneira a não errar. Melhor pagar um caro e acertar do que pagar vários baratos e errar. Vamos explorar a base mais do que nunca, isso já foi dito pela diretoria essa semana. Espero que cumpram e não vejamos mais por exemplo Guilherme jogando onde poderia ter Ezequiel, por exemplo.


Titulares:

Jefferson
Arnaldo
Carli
Igor Rabello
LATERAL INQUESTIONÁVEL
Airton
Bruno Silva
João Paulo
ATACANTE INQUESTIONÁVEL
Valência ou Pimpão ou Marcos Vinicius
CENTROAVANTE INQUESTIONÁVEL


Reservas:

Gatito
Luis Ricardo
Emerson Silva (reserva experiente)
Marcelo (reserva jovem)
Yuri
Lindoso
Gustavo Bochecha
Matheus Fernandes
Leandrinho
Valência ou Pimpão ou Marcos Vinicius
Brenner


Opções(SÓ BASE):

Saulo
Marcinho
Helerson
Kanu
Lindbergh
Leandrinho
Ezequiel
Pachu
Renan Gorne


Gostaria de nomes como Vagner Love (vivendo fase ótima), Danilo Barcelos e Jonatan Álvez.


SA!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Silas.

É exatamente isso, Marcio.

Daniel, concordo com a teoria, mas dispensaria muitos desses citados também.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

https://www.fogaonet.com/noticia/autor-de-quatro-gols-e-nove-assistencias-no-sub-17-e-dispensado-botafogo-justifica/

Alguém sabe dessa estória? Não vi nenhum dos atletas jogar, mas lendo a notícia e os comentários fiquei com a impressão de que o Pedro Basseto joga mais do que os outros. Então, se for verdade, deixamos sair um atleta promissor jovem do sub-17 para ficarmos com 2 perebas do sub-20......será?

AC

Rodrigo Federman disse...

AC, história bem estranha. Se o menino é destaque, não faz sentido liberar. Até porque o custo de um menino desse não faz qualquer diferença na vida financeira do clube.
Abs e SA!!!

Daniel BFR disse...

Creio que um elenco com 3 jogadores por posição fica bom e equilibrado, um titular absoluto, um bom reserva e um garoto da base.

SA!

José Pinto disse...

Na minha opinião, ficou claro, que o amadorismo da diretoria, que deixou atrasar o bicho dos atletas, num momento que eles estavam de fato dando o sangue pelo clube. Poucos atletas jogam por amor ao clube, essa época já passou. Muitos querem se valorizar, para vôos mais altos, caso do BS. Depois de atuações dignas de um "selecionável", relaxou de tal forma, que a torcida passou a vaia-lo. Exemplo clássico de jogador mercenário. Quanto ao Jair, arrogante sim, mas tem muita competência. Eu o isento pelos fracassos, a equipe ficou sem opções no final. Apesar desses insucessos, torcemos por uma temporada melhor,conscientes das dificuldades financeiras do clube. Vai ser necessário muita criatividade .Abraço.

Rodrigo Federman disse...

Daniel, mas muitas vezes um garoto da base já pode ser RESERVA imediato. Não há necessidade para Emerson Silva se vamos subir Kanu e Helerson, por exemplo.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

José, eu respeito todo seu comentário, mas discordo completamente sobre o JV.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Esse caso do jogador da base me fez lembrar o caso do Edmundo.
Será que andou nu pela concentração?
Deixo claro que não estou comparando jogadores, até porque jamais vi o referido jogador dispensado em campo...
O que sei é que no BOTAFOGO as coisas são diferentes, tanto que dispensaram o Edmundo, que jamais deixou de arrumar confusões nos clubes em que esteve, só que também foi decisivo e deixou vários títulos.
Espero que a história não se repita.
SA!!!

Marcio disse...

O melhor Marketing são os títulos.

"...Mais uma edição do Feijão no Fogão aconteceu no município, reduto de alvinegros na Zona da Mata mineira, e contou com a presença do zagueiro Igor Rabello e do volante Matheus Fernandes, destaques do Glorioso na temporada 2017. Campeão do Mundo pelo Brasil em 1970, o ex-atacante Roberto Miranda também participou da festividade.
Porém, a presença de público não foi a esperada. De acordo com a organização, 100 pessoas estiveram no evento, que quando foi anunciado, tinha expectativa de contar com cerca de 300 pessoas. Porém, os organizadores acreditam que a perda da vaga na Libertadores na reta final do Brasileiro afastou os botafoguenses..."

https://globoesporte.globo.com/mg/zona-da-mata-centro-oeste/futebol/noticia/igor-rabello-e-matheus-fernandes-prestigiam-evento-do-botafogo-em-juiz-de-fora.ghtml

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Marcio. De nada adianta esse marketing oba-oba ineficiente. Seria muito mais útil ter títulos e menos festinhas. Mas título é algo que cada vez fica menos importante em GS.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Bruno Silva:

" O Itair (Machado) já teve uma reunião com a diretoria do Botafogo. Sou grato ao Botafogo, mas meu sonho é jogar a Libertadores, e o Cruzeiro vai jogar a Libertadores, como joguei com o Botafogo neste ano. O Inter também entrou em contato. Se eu for para o Cruzeiro, vou ficar muito feliz. É um time multicampeão."

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/bruno-silva-diz-que-familia-ja-pede-camisa-do-cruzeiro-vontade-e-de-jogar-em-minas.ghtml

O BOTAFOGO deveria se posicionar de maneira absolutamente firme. O cara tem contrato e fica dando declarações públicas de quer ir para outro clube; já que não há como impedir se o pagamento integral da multa for realizado, deveria o BOTAFOGO dizer em alto e bom som que não aceita jogador envolvido na negociação e que ele somente sairá com o pagamento integral da referida multa, nem mais um centavo.
Há coisas com muito mais valor do que o dinheiro e o respeito a uma Instituição centenária como o BOTAFOGO é uma delas.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, cada vez mais entendo (apesar de não concordar) o fato de sermos tratados como pequenos/médios por todos. O Botafogo não faz por merecer o devido respeito. Lamentável.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Não pode ser respeitado quem não se dá o devido respeito. Ou, como diz minha mãe, quem muito se abaixa o fundo aparece. O ex-jogador de, sei lá e com todo respeito, Vila Nova, Ponte Preta, Chap, queria "escalar o Everest" e jogar 2 LA em seguida ? Que não tivesse(m) ficado de molecagem por conta de atraso em pagamentos.
Abs.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, fecho contigo. Hoje o Botafogo é visto e tratado como pequeno. Gostamos ou não. Uma pena.
Abs e SA!!!

Daniel BFR disse...

Na verdade já temos jogadores nessa situação, como Marcelo e Matheus, e ainda no time TITULAR, como Rabello.

Daniel BFR disse...

Valorizar a base sempre será obrigação num clube falido e com poucas receitas.

Daniel BFR disse...

Ainda assim vejo o setor mais equilibrado com a subida dos dois da base e a manutenção do ES.
Senão será apenas Carli e os garotos.

Daniel BFR disse...

Assino em baixo

Rodrigo Federman disse...

Daniel, eu não vejo motivos e nem utilidade alguma manter o ES no elenco. Até porque, além de fraco, certamente não custa menos do que três dígitos.
Abs e SA!!!