sábado, 20 de janeiro de 2018

Buscar a vitória e a confiança





Segunda rodada do Carioquinha.

Primeiro clássico, envolvendo Botafogo e ECTD.

Duelo de dois clubes com graves problemas financeiros e técnicos.

Dois times que buscam ganhar a confiança gradativa dos seus torcedores.

No caso do Botafogo, a oportunidade de amenizar um pouco a fraca estreia da última terça-feira.

E apesar do momento ruim do ECTD, vencer um clássico sempre aumenta o gás.

Não podemos perder essa chance.

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

16 comentários:

Celso Ricardo disse...

Como perdemos o último jogo para o FluminenC?
Gilson foi o caminho, junto ao VL.
E o Abel, não tem nada de bobo...

Rodrigo Federman disse...

Celso, naquele jogo o Abel matou o Mr. Everest no segundo tempo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Não há outro resultado esperado que não seja a vitória, já que deixaram dois pontos pelo caminho e frente um adversário de menor poderio.
Outra também que caso consigam uma boa vantagem no primeiro tempo, não fiquem satisfeitos e passem a cozinhar o jogo; se tiver a chance de massacrar, devem fazê-lo. Isso se o Time do BOTAFOGO tiver essa capacidade, óbvio.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Isso aí, Marcio.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Rodrigo, infelizmente não pude participar do tema de ontem, relacionado às discussões a respeito da melhor formação tática para o time. Para o jogo de hoje, mudaria o esquema tático. Achei interessante a sua ideia a respeito de um 3-5-2. Mas te confesso que ainda preferiria um 3-6-1. Também nunca gostei da ideia de ter um centroavante isolado, sem poder dividir as responsabilidades ofensivas com um companheiro de ataque. No entanto, a considerar que não temos laterais, somado às recentes contratações do Botafogo, penso no time jogando da seguinte forma: Carli centralizado, Igor Rabello na esquerda e Marcelo na direita. Como ala esquerdo, Valência e, na ala direita, Leandro Carvalho (Ezequiel seria opção, mas preferiria colocá-lo em outra posição), no meio João Paulo, Luiz Fernando e Renatinho. Esses, bem como os alas, com responsabilidades de atacar e voltar para marcar até o meio de campo. No ataque, Ezequiel, com responsabilidades apenas ofensivas. Mas testaria nessa posição de homem de ataque Brenner, Pimpão e Marcus Vinicius. Aliás, na minha visão seria a única POSSIBILIDADE do Marcus Vinicius realmente dar certo, já que o mesmo não parece ser obediente taticamente, não é muito chegado à marcação, não é raçudo e também não enxergo esse bom passe que alguns afirmam que o mesmo tem. Não acho que dessa maneira o homem de ataque ficaria isolado. Enfim... Seria uma opção.

Rodrigo Federman disse...

Silas, poderia ser também. O importante é tentar algo diferente. Até mesmo para ter cartas na manga, né?
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Com certeza, Rodrigo. O que não pode é o torcedor botafoguense sofrer a cada jogo, tendo que aturar Gilson e Arnaldo nas laterais, uma dupla de zaga com certa qualidade, porém lenta e Pimpão como uma espécie de meia atacante. Aliás, parece que o Pimpão segue mal. Seria opção, mas para começar no banco ou ser testado como centroavante (sabe-se lá se daria certo).

Silas Simas disse...

Rodrigo, acabei "escalando" sem querer o time no 3-5-1, rsrs. Esqueci de mencionar o volante de marcação que cuidaria mais da marcação mesmo. Nesse caso, não sei quem deveria ser escalado, já que o Airton não renovou contrato. Mas no caso do seu 3-5-2, minha formação seria quase a mesma, porém com o Ezequiel jogando como atacante de lado, e sem um primeiro volante fixo (o que alguns poderiam considerar loucura). Mas talvez o time ficasse meio vulnerável, sei lá. Por isso eu tentaria primeiro um 3-6-1, embora também goste da ideia do 3-5-2. O lance é o Tigrão saber usar, improvisar e mexer no esquema tático com as peças que tem e que parecem prestar para alguma coisa.

Eziel Junior disse...

show de horrores esse jogo meu deus....

Rodrigo Federman disse...

Concordo contigo, Silas.

Eziel, primeiros 45 minutos sofríveis.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Tem de melhorar muito para ficar ruim e com o agravante que a maioria já fazia parte do elenco em 2017.
O futuro começa a parecer sombrio.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Verdade, Marcio. Horrível.
Abs e SA!!!

Sergio disse...

Vi os 10 minutos finais e fiquei irritado com esse bando do Botafogo em campo. Inacreditável como é fraco esse time e sem talento nenhum. Só vi 10 minutos e fiquei P da vida, imagina quem viu tudo. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, foi assustador de tão ruim.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo e turma.
Não vi e não gostei hehehehe
Pelos relatos de vocês, foi pior do que a derrota pro Goianiense. Então, muito ruim. Interessante como alguns jogadores curtem não fazer uma forcinha pra jogar 20% melhor. Correr um pouquinho mais, uns 15% pelo menos. Não entendem que ruim que corre a torcida até respeita. As vezes até vira ídolo. Empatar com esse time do Fluminense é pior do que perder da Portuguesa.
Paulo, sofrendo aqui no litoral Gaúcho. Sem pay-per-view (ainda bem).

Rodrigo Federman disse...

Paulo, o futebol apresentado foi horrivelmente igual! rs
Abs e SA!!!