segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Um tempo...





Palavras do volante Rodrigo Lindoso, após as duas primeiras partidas da temporada:

"- Não é que a gente estranhe o novo esquema. Estamos é em processo de adaptação. É questão de adaptação. São treinadores diferentes e precisamos de um tempo para nos adaptar, além de um tempo para recuperar a parte física".

Ok, Lindoso...
...então nos diga: Quanto tempo para entenderem o que o Felipe quer? E quantos meses precisam para entrar em forma (antes de começarem a reclamar de cansaço)?

É muito mimimi. Principalmente porque o elenco é pelo menos 75% igual ao do ano passado.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

35 comentários:

VinnyMarques disse...

O Botafogo sempre tentando ignorar a lógica que não se consegue resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa. Ano após ano a mesma merda, os mesmos erros. Por isso 23 anos sem ganhar porra alguma.
Masoquismo tem seus limites.

Rodrigo Federman disse...

Vinny, mas sempre desculpas novas. hehehe
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Lindoso...representa a mediocridade da Diretoria.
O que aconteceu com o dinheiro da venda de B. Silva? Investido em Dudu,Brenner,Gilson e Arnaldo? São 5 milhões. CINCO MILHÕES!!!
Já sei! Pagaram as premiações do ano passado.

Rodrigo Federman disse...

Celso, acertou (nas duas questões). rs
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Janeiro, Fevereiro e inicio de março- A pré-temporada foi curta e o time vai evoluir fisicamente no decorrer da temporada;
Outubro, novembro e dezembro- A temporada foi muito puxada e o Time sentiu a parte física.
Após a última rodada do brasileiro- Agora é descansar para voltar mais forte no próximo ano.

Conversa fiada, pois a maioria esmagadora não chegou ontem no BOTAFOGO e assim, um mínimo de entrosamento deveria ser mostrado. Errar passes de dois metros não se relaciona com o fato do técnico ser novo ou antigo.
Pega o Time do Barcelona, onde o Valverde chegou e de cara perdeu o Neymar e ganhou o Paulinho (ninguém acreditava que o Paulinho fosse dar o resultado que está dando). Pois bem, embora a ideia da posse de bola esteja no DNA da equipe, o jogo praticado agora, com o Valverde, é diferente do da época do L. Enrique, que era um pouco mais agudo.
Taticamente estão melhores hoje.
Ou seja, o problema não é o inicio de temporada, final de temporada, meio de temporada... O problema, como disse o Vinny, é fazer as mesmas coisas todo o ano e esperar resultados diferentes, é insistir com jogadores que tratam a bola de Excelência...
E outra, se há dificuldade em assimilar o esquema proposto pelo Felipe, que o chamem para conversar e explicar as dificuldades, propondo, inclusive, alternativas.

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, é bem isso mesmo. Eles têm desculpas para todos os meses, estações e períodos do ano. Impressionante.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Só para constar:

André Luis, atacante, 23 anos, pertencia ao BOTAFOGO até dezembro de 2017 e esteve emprestado ao Figueirense, Ypiranga e Rio Verde. Iniciou 2018 como titular do Figueirense.
2017- 15 gols em 27 jogos;
2018- 2 gols em 2 jogos.

Enquanto isso, renovaram com o Tanque até 7653 e o Mufarrej diz que está procurando um atacante de área que esteja dentro do orçamento...
Qual a lógica disso? Custava dar umas chances ao A. Luis?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, e não é nada, o Lindemberg começou a trajetória dele com passe para gol no Paysandu. Lembrando que os números de passes para gols dele na nossa base era muito bons também. Mas aí renovam com o poderoso Gilson...
Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Nossa base só serve para os outros, Márcio. Só para os outros... O Lindenberg também começou bem...
É muito fdp pra pouco clube.
Chega a ser inacreditável!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Vinny.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Muito boa a observação do Márcio. Einstein definiu loucura da seguinte maneira: "fazer sempre as mesmas coisas da mesma maneira e esperar resultados diferentes". Só que no Botafogo não é loucura, é incompetência mesmo, inclusive porque os dirigentes são sempre os mesmos. Só mudam o sofá de lugar.
Vou repetir o que escrevo há tempos: com esse elenco de jogadores que erram passes simples de 2 metros ou menos não dá para fazer muita coisa, exceto se treinar fundamentos. Claro que ninguém vai virar nem craque e muito menos bom jogador, mas pelo menos vão errar bem menos. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Concordo plenamente, Sérgio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo, acompanho seu blog há tempos. Não há nenhuma possibilidade dos dirigentes do Botafogo olharem o que o pessoal escreve aqui? Não conhece ninguém que possa fazer esta ponte? Roberval

Rodrigo Federman disse...

Oi, Roberval. Legal saber disso. Sinceramente, não conheço ninguém lá dentro e nem sei se eles tomam conhecimento do que falamos por aqui. Mas muita coisa seria de grande valia, né?
Abs e SA!!!

Marcio disse...

João Paulo:

"O clássico foi parelho. No primeiro tempo fomos melhores, no segundo eles tiveram mais controle. Vamos seguir trabalhando, vamos conversar e acreditar no trabalho. Estamos treinando bem durante a semana. É um começo, estamos numa crescente. Melhorou a nossa transição defensiva. A gente não deu chances claras para o Fluminense. Eles chegaram em contra-ataques e bolas paradas. Avalio que o time está crescendo, estamos evoluindo."

http://www.lance.com.br/botafogo/joao-paulo-cre-botafogo-evolucao-temporada-crescente.html

Penso que foi o melhor (menos pior) do BOTAFOGO frente ao Fluminense.
Entretanto, não aceito o argumento de que não deram chances ao adversário, que eles chegaram somente em contra-ataques e bolas paradas; essa situações são variáveis de um jogo, pertencem ao futebol, como diz o Luxemburgo.
E quando o BOTAFOGO venceu algum jogo utilizando uma dessas armas, o elenco valorizou menos o resultado?
Mais um pronunciamento que não me diz rigorosamente nada.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, demos várias bobeadas e espaço sim. Nessa o JP foi mais um a entrar no hall dos discursos prontos e que pouco agregam algo útil.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Qualquer profissional tem que se dedicar para alcançar algo.
São horas de estudo/treinamento diários. Mas é claro que se não derem os meios,não chegaremos a lugar algum. Dois laterais e um goleador e o time pega outra cara. Com os 5 milhões de B.S conseguiríamos pagar o salário de um bom goleador. Para onde vai o dinheiro das vendas,das recisões?

Rodrigo Federman disse...

Celso, você respondeu em comentário anterior: para garantir renovações justamente desses laterais horríveis, de Dudu, Lindoso...e trazerem algumas apostas. Uma pena.
Abs e SA!!!

Dejair de Assis Cunha disse...

Aguém lembra quando foi a última vez que o nosso craque Pimpão marcou um gol? Só o nosso time pra aguentar um atacante que não marca gols e ainda ser titular absouto. Falta de entrosamento não engulo pq apenas 3 peças foram embora (Roger, BS e Vicky Luis), de resto, todos já jogam juntos há um tempão. Não me agradei com esse novo técnico. Com todo respeito, prefiro que o Botafogo caia logo na fase de grupos da Taça GB para que alguma coisa seja feita logo, pois caso esse time se classifique vai mascarar muitos problemas, aí depois vem Copa do Brasil e a gente vai tomar sufoco de time da série D, vem Sulamericana e somos eliminados de cara e, depois sofrência no Brasileirão.

Rodrigo Federman disse...

Dejair, acho que foi na Vitória sobre o Nacional, pela Libertadores. Isso também tem muito de culpa desses malditos professores do futebol moderno que pedem para atacantes de preocuparem menos em marcar gols...mas concentrem em marcar laterais adversários.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Sabe qual é o problema, Rodrigo? A nítida impressão que tenho é que no Botafogo não se contrata objetivando um retorno técnico. As contratações são encaradas como investimento para a possibilidade de uma futura "boa venda" (e nem "boa venda" conseguem fazer, mesmo quando é plenamente possível). Quando a diretoria contrata várias apostas, sabe que a maioria não dará retorno algum técnico e/ou financeiro. Mas há sempre aquela esperança de entre todos os contratados aparecer UM que proporcione esse esperado retorno financeiro. O que acontece é que na prática, esse monte de refugos acaba gerando um prejuízo maior aos cofres do clube. E mesmo uma venda, como a do Bruno Silva (principalmente da forma como foi feita), não gera mais retorno do que o que o clube gasta com as apostas que faz. No entanto, NÃO É POSSÍVEL QUE A DIRETORIA, OS CONSELHEIROS E/OU TODOS AQUELES QUE TÊM INFLUÊNCIA NAS DECISÃO TOMADAS NO CLUBE AINDA NÃO TENHAM PERCEBIDO ISSO! NÃO É POSSÍVEL!!! É por isso que eu desconfio em "outros interesses", seja em termos de $ ou de amizade mesmo com empresários, jogadores, dirigentes que gostam de "fulano" e etc.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Silas. Ganhar títulos está cada vez mais como objetivos secundários em GS. Quanto mais participar como coadjuvantes que não atrapalham em nada, melhor (para eles).
Abs e SA!!!

Fatos disse...

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/airton-e-apresentado-pelo-fluminense.ghtml

Estamos praticamente em fevereiro e o cara vai levar (de acordo com ele mesmo) quase mais um mês pra estar a disposição. Ah, detalhe: se recuperando de uma lesão que teve ANTES de lesionar a tíbia contra a mulambada.
Ainda tem torcedor que acha que ele faz falta...


ps. O que OBVIAMENTE não avaliza a renovação de Dudu.

Rodrigo Federman disse...

Fatos, tecnicamente ele faz falta sim. Em condições, faz diferença em meio à mediocridade.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Premiações é dose pra leão.

Fatos disse...

"..jogadores que tratam a bola de Excelência.."

Esse é o X da questão. Os jogadores contratados são 80% desse (baixo) nível. Pode colocar Tite, Guardiola, ninguém da jeito. O time do Botafogo joga sem um atacante sequer próximo das suas tradições desde que Dodô saiu. Essa é a verdade. Nosso setor se ataque em 2017 foi sofrível. Ganhar alguma coisa assim só com muuuuita sorte mesmo. Mas a sorte acabou, como alguns alertaram na época.
Nossos laterais titulares são fraquíssimos, precisam chegar rápido na tal "forma física ideal" porque atualmente sequer conseguem marcar. FC tem crédito comigo só por tentar não jogar o tal "futebol reativo", e acho prematuro avaliá-lo por 2 jogos.

Fatos disse...

Difícil de engolir.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Fatos.
Abs e SA!!!

Silas Simas disse...

Eu quis dizer "decisões tomadas" e não "decisão tomadas", rs. Pois é, Rodrigo, as decisões tomadas pelos dirigentes do Botafogo refletem intenções completamente diferentes se comparadas aos anseios da torcida.

Marcio disse...

Marcelo.

"No ano passado, não tive a oportunidade de jogar pelo lado esquerdo. Caso o Rabello saia, eu posso jogar no lado esquerdo"

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/ao-vivo/reapresentacao-do-botafogo.ghtml


Tudo é questão de vontade e treinamentos. E que não precise o Rabello sair para jogar do outro lado, que seja trabalhado e caso haja necessidade por qualquer outro motivo, que o Marcelo esteja pronto para jogar.

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Silas.

Marcio, mas não...para quem enxerga futebol moderno, isso é impossível de ser feito. Pronto, o próprio Marcelo nos deu razão.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo, outro sobre a declaração do Marcelo. Ganhando o que ele deve estar ganhando e com a idade que tem, eu jogaria em qqr posição.

André

Rodrigo Federman disse...

André, é legal que demonstrou vontade de atuar.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Pois é, Rodrigo.
Hoje utilizam um discurso emproado na tentativa de transformar o futebol em algo de outro mundo.
No futuro, quando se passarem uns 10 anos de aposentadoria do Messi, os "professores" da época se levantarão para dizer que "O Messi não jogaria no futebol de hoje porque isso e aquilo"...
Espero que um dia apareça um Romário (nem vou citar o Garrincha) para subverter mais uma vez essas verdades que tentam aplicar no futebol.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio. Os caras são mimados ao extremo. Isso cansa, irrita e me faz cada vez mais ter antipatia por todos (ou quase todos).
Abs e SA!!!