sábado, 31 de março de 2018

Característica do elenco





Palavras do goleiro Jefferson, sobre a forma como o Botafogo enfrentou o Flamengo na última quarta-feira:

"- O grande vencedor é o que aguenta a batida. A gente realmente já está bem cascudo. Botafogo, não digo de ser sofredor, mas já tem essa identidade de aguentar o tranco, de aguentar a batida. Não é a primeira vez que a gente passa por isso. Claro que foi bem desgastante fisicamente e psicologicamente, mas nos dá experiência para os próximos jogos. Para a gente sofrer menos e jogar mais".

Eu concordo em termos. Acho que a maneira de atuar fechado e sem sair de peito aberto nem é por "costume", mas sim por característica do elenco. Definitivamente, não temos time para propor jogo. Do meio para frente, nossas opções são limitadas. E parece que o técnico Alberto Valentim percebeu isso em tempo (e diante do rival mais forte no RJ). 

Agora, vamos torcer para que ele mantenha a estrutura tática.

Se não dá para jogar bonito, que joguemos para vencer...
...mesmo que por 1 a 0 sempre!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

27 comentários:

Marcio disse...

Atualmente criaram até o termo "saber sofrer" para justificar um resultado, o que não está dito de forma direta no discurso do Jéfferson.
Creio que não se mede o desgaste apenas por se defender mais ou menos ou atacar mais ou menos; quem tem a bola precisa de uma capacidade excepcional para obrigar ao adversário se desgastar na marcação, quando não tem, começam a jogar a bola na área e consagram a defesa adversária.
O que ocorre muitas vezes é um desgaste por erros de posicionamento, quem se posiciona errado, corre mais...
Lembro que o Franco Baresi fez uma cirurgia no joelho, durante a Copa de 94, e voltou justamente na final, para marcar o ataque do Brasil com Bebeto e Romário no ápice da forma física e técnica, como de costume, fez uma partida daquelas.
Voltando ao BOTAFOGO, quando vemos muitas vezes um jogador retornar para ajudar na marcação e com isso baixar o rendimento físico com o avançar do tempo de jogo; acredito que com treinamento adequado e inteligência, o desgaste diminuirá quando encostarem no adversário mais próximo, impedindo que o mesmo se torne opção de passe. Tentar antever a jogada não é fácil, mas é uma vantagem excepcional.
No último jogo, foi mais abafa, desespero, da parte do adversário do que pressão organizada, tanto que o Jéfferson, na minha modesta opinião, não foi o melhor do jogo.
O caminho foi mostrado, o ponto de partida; agora é buscar o seu aperfeiçoamento e se o futuro permitir, variações.
SA!!!

Gernaldo Silva disse...

Exatamente, Rodrigo. Isso que tenho falado desde o ano passado. Não temos elenco, time pra ir pra cima. Por isso via como implicância com o treinador anterior quando se pedia pra mudar o jeito de jogar e ir pra cima. Espero que não chamem o atual treinador de covarde pelo fato de jogar de acordo com as limitações do elenco.

Saudações Gloriosas

Rodrigo Federman disse...

Exatamente, Marcio. É saber a hora precisa do bote, do Sprint, do correr, etc...

Gernaldo, mas o treinero anterior era diferente. Paneleiro e arrogante. Características que, por enquanto, não sinto no AV. E tenho amigos santistas que já não aguentam mais aquela mala pesada por lá.

Abs e SA!!!

Gernaldo Silva disse...

Bom, prefiro analisar resultados alcançados, vitórias etc. Não consigo perder meu tempo avaliando se treinador e bonzinho ou nao. Mas respeito quem leva isso em consideração.

Saudações Gloriosas

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Gernaldo. E com ele nada conquistamos.
Abs e SA!!!

J A Pratti disse...

Continuo preocupado com o buraço que fica a defesa quando o Marcinho avanca observem
É o pior quando o MARCINHO fica no um contra um e uma secao de terror para nossa defesa.
Mesmo com a atuação contra os mulambos ainda não acredito.
Torço para queimar a língua.
Vibrações alvinegras.

Rodrigo Federman disse...

J A Pratti, tudo depende também do trabalho e auxílio dos volantes (minha opinião).
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sem relação com o BOTAFOGO.

Como diz o Muricy Ramalho, "A bola pune". O Sevilla fez dois a zero no Barcelona e desandou a desperdiçar oportunidades de matar o jogo; e quem tem um extraterrestre em campo nunca está vencido, o Barcelona diminuiu e depois a bola se ofereceu ao argentino para acertar um chute que somente os diferentes fazem.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Não é que tenhamos que jogar na retranca, acovardados, contando com algum lance isolado e sem chutar ao gol adversário.
Temos é que brigar por todas as bolas, não fazer faltas idiotas e desnecessárias e impedir que adversários entrem tabelando em nossa defesa como se fossem Pelé e Coutinho.
E temos que ser eficientes no ataque. Nada de chutar 387 vezes ao gol e não marcar.
Quanto à postagem anterior, Rodrigo, só assisti ao compacto, mas concordo com os amigos: Carli não pode ficar de fora. E põe o Marcelo, o nosso, no lugar do Baiano. Que ainda não disse a que veio mas, pelo que li, dizem ser bom jogador, que demora a engrenar. Aguardemos, com ele no banco.
Ainda bem que o AV demonstrou não ser turrão como muitos outros treinadores costumam ser.
Abs.

Celso Ricardo disse...

Assistindo à decisão do Paulista,onde está Emerson Santos?
Que jogo ruim. JOTA não é Olavo de Carvalho,mas tem razão.

Marcio disse...

Voltando ao BOTAFOGO, nessa questão de técnicos, não podemos colocá-los em um patamar além do que de fato merecem.
Depois da quebra do jejum, o mais vencedor foi o Joel Santana, com dois títulos conquistados no Carioca. Não desmerecendo as suas conquistas, óbvio, já que é parte da história, o Joel jamais teve um estilo de jogo que me agradasse, mas foi vencedor.
Já o Jair, em duas temporadas, embora tenha obtido resultados razoáveis, jamais deu ao BOTAFOGO alternativas de jogo; o máximo da variação era deslocar o Diogo Barbosa para o meio campo, em 2016, e depois utilizar, em 2017 o Gilson da mesma forma que o D. Barbosa.
Hoje o Valentim, que inicia a sua trajetória, exceto na demora em trazer o Carli de volta à titularidade, colocou o Valencia no meio campo e depois o deslocou para a esquerda, utilizou o Pimpão, Ezequiel e L. Fernando na direita, M. Vinicius no meio... O vejo mais inquieto e vejo isso como virtude.
Se defender bem não significa jogar pelo empate e isso ocorreu em algumas oportunidades com o Time do Jair.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Eduardo. É o que eu penso também.

Celso, foi um jogo nervoso, tecnicamente feio.

Marcio, e justiça (além de alguns resultados surpreendentes) seja feita, a maioria de jogos com ele foram feios, sofríveis. A sorte sorriu muitas vezes (ainda bem).

Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Ao Celso Ricardo, a respeito do Emerson Santos, ele não foi inscrito no paulista.
Os inscritos:
Zagueiros: Edu Dracena, Luan, Juninho, Antônio Carlos e Thiago Martins
Abs.

Anônimo disse...

Valeu CELSO,obrigado.Apenas não me emprenho por conversinhas de empresários e da mídia ame$$trada,que enaltecem aqueles que intere$$am.O EMERSON,o LH,etc,nunca me enganaram e quando disse isso,quase apanhei.A minha sorte é que o estatuo do idoso me protege,rsrsrs.
A partida de hoje em SP foi medíocre,parecia um jogo de presidiários,facção A contra a B.Esse não é o futebol que já foi considerado o melhor do mundo.
Infelizmente,na atualidade,cultua-se a ideia de que tem que ganhar no grito,na marra,peitando juiz e adversário e aí não é futebol.UMA VERGONHA,DEPLORÁVEL.JOTA.

Sergio disse...

De molho vi dois jogos hoje:Sevilha 2X2 Barcelona. Belo jogo, e quando parecia que o Sevilha que poderia ter definido o jogo cede o empate, mas há de se contar com o fator Messi.
Depois fui ver o resto de Corinthians 0X 1 Palmeiras, que pelada, e como estamos mal no país, futebol de várzea entre dois dos considerados melhores times do país, não há nada que se aproveite.
Historicamente o Botafogo sempre foi um time que se fechava bem e saia no contra ataque, isto porque além de em outros tempos ter meio de qualidade, tinha atacantes. Ate me lembro de uma entrevista do PC Caju sobre TGB de 68 sobre a goleada em cima do flamengo, em que ele falou que o Botafogo sempre jogava no contra ataque, mas que naquele dia resolveu partir pra cima, e aí o flamengo não aguentou.
Jogar fechado não significa abdicar do ataque, e no caso do atual time do Botafogo nos sabemos que com esse elenco não dá pra atacar de qualquer modo. O que não pode é fazer como fez o Everest ano passado que em jogos decisivos praticamente abdicou do ataque, talvez querendo resolver nos pênaltis. O jogo amanhã vai ser difícil é toda a atenção será importante, principalmente pelo lado do Marcinho, que precisa aprender a marcar. ABS e SB!

Anônimo disse...

RODRIGO e amigos alvinegros,acabei de saber que a FERJ anunciará que vai suspender a decisão de amanhã.A fonte é quente e me garantiu que o TJD está analisando as súmulas dos jogos.Parece que Botafogo e Vasco escalaram jogadores irregulares.
Caso se confirme,devolverão os ingressos vendidos,nós e o Vasco perderemos por 1x0 e a decisão do CC começará quarta feira entre lixão e flores,com a primeira partida no estádio do "esgoto da lagoa" e a segunda no estádio das tricoletes.
Vamos aguardar mais essa vergonha amanhã.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, me arrisco a dizer que ele é melhor do que pelo menos três lá. Rs

Hahaha. Jota, só falta eles terem estádios. Hehehe

Isso mesmo, Sérgio. Jogar retrancado é estratégia...desde que, não seja covarde. Exatamente como fizemos na última quarta-feira.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Passei agora aqui pelo CB e vi o último comentário do JOTA!
Sério!, espero que se confirme o que ele disse e o campeonato seja decidido pelo DESPREZÍVEL 1 contra o DESPREZÍVEL 2. Seria a gota d'água, o motivo final para que eu me desligue definitivamente de acompanhar futebol, um jogo dinâmico, inteligente, plástico...praticado por analfabetos e geridos por filhos da puta!
E sim, pela primeira e última vez na vida, eu torceria para o DESPREZÍVEL ECTD, somente para vê-los ganhar mais uma VIRADA DE MESA.
Vem aí a COPA DO MUNDO: meu comentário, FODA-SE A COPA!
Levi.

Rodrigo Federman disse...

Levi, fecho contigo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO e amigos,desculpem a gozação,relaxa LEVI,hoje é primeiro de abril.Também quase caí nessa,rsrsrsrs.
FOGÃO vai ganhar hoje e domingo que vem.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Imaginei, Jota. Ninguém comentava nada a respeito. Rs
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Nem relacionado é, mas ganha 250 mil por mês num contrato de 4 anos. Escolha dele, dinheiro ao invés de carreira.

Fatos disse...

E na Libertadores nem relacionado é

LEVI PEREIRA disse...

Caí mesmo, JOTA! Mas em se tratando de Pindorama, eu não me surpreenderia se fosse verdade.
Boa Páscoa! Completamente off topic, desejar Boa Páscoa nos dias que correm traduz mais do que a expressão de uma celebração de um evento religioso, mas a reafirmação de valores judaico/cristãos (políticos e culturais) que forjaram o que somos.
E vamos torcer logo mais. Mesmo eu, que confiro um valor relativo aos estaduais, torço muito para que o Botafogo vença! Trata-se também de uma reafirmação de valores!
Boa Páscoa a todos!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Fatos. Cada um sabe aonde o seu calo aperta.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Excelente Páscoa para todos, Levi. E com vitória logo menos.
Abs e SA!!!