segunda-feira, 19 de março de 2018

Insubstituível




Palavras do técnico Alberto Valentim, sobre a grave contusão do João Paulo na tarde de ontem:

"- Perda enorme. Não só para mim, mas para o Botafogo. É revoltante, gente. Revejam o lance. Botafogo perdeu um jogador no mínimo seis meses. Não pode ter uma qualidade dessa de arbitragem. Quatro para ajudar, ninguém viu? Não é possível, está difícil".

De fato, se o Rildo tivesse sido expulso (e seria o correto), o resultado poderia ser bem diferente. Por exemplo, o Paulinho, autor do gol da vitória, substituiu o próprio Rildo quando esse também saiu machucado minutos depois.

Bom, mas agora não tem jeito e nem adianta lamentar mais. Perdemos o nosso melhor jogador de liga pelo restante da temporada. Sim, amigos....apesar do AV ter falado em mínimo de seis meses, eu duvido muito. Se não conseguem tirar o Renatinho do DM por causa de dor no dedo do pé, não será o João Paulo com duas fraturas. Na verdade, eu só torço para que não cometam as mesmas "merdas médicas" que fizeram com o Jefferson e Luis Ricardo.

E ah, que a diretoria vá atrás de um reforço de peso para o setor, pois se ficarmos com Lindoso, Marcelo Baiano, Dudu Cearense como opções por ali, ferrou! 


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

42 comentários:

Anônimo disse...

Rodrigo e turma.
Já achava que o nosso Brasileirão seria lutar contra o rebaixamento. Com o João Paulo, nosso melhor jogador. Sem ele, vira uma luta desesperada contra o Z4. Com mais uns 4 ou 5 times (o Fluminense junto, mais América, Ceará, Paraná, Vitória, o próprio Vasco e o Inter).
O problema não é trazer um cara pra posição do JP. É trazer um cara pra posição dele, e que jogue pelo menos 70% do que ele vinha jogando. Arrisco dizer que não vamos encontrar. Nem parecido. E a liderança do cara? Se tivéssemos um jurídico eficiente, seria de entrar na justiça pedindo reparação patrimonial, cobrada do atleta Rildo e solidariamente do Vasco. Pra começar a moralizar o futebol e acabar com esses banditismos. Esse animal (covarde porque depois inventou lesão pra sair de campo) é capaz de visitar o JP no hospital pra tentar amenizar o que fez. Devia ser eliminado do futebol. Deu um golpe que no taekwondo é proibido.
E falando em liderança, a volta do Carli é necessária. Agora, o líder que restou.
Paulo, de POA

Rodrigo Federman disse...

É, Paulo. Será bem mais complicado sem ele. Até porque, as opções que restam não animam. Esse Marcelo Baiano já me mostrou ser bem fraquinho. E ainda tem a titularidade absoluta pela temporada inteira para o burocrático Lindoso.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
Realmente tem coisas que só acontecem com o Botafogo.
Sempre o melhor jogador que vem atuando sai contundido por longo período. Enquanto os que não jogam nada viram titulares.Talvez a explicação de raramente ganharmos uma dividida...

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, o azar nos assombra. Impressionante.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
Um jogador do Palmeiras será julgado por declarar que : na dúvida, é sempre a favor do Corintias.
Alguém tem dúvida que isso acontece tb com o flamengo ?
Esta na hora de levantarmos isso nas arquibancadas.

Anônimo disse...

Meu caro RODRIGO,concordo plenamente que ele é insubstituivel.
Quanto ao que o amigo afirmou,dizendo mais uma vez terem sido "MERDAS MÉDICAS" nos casos JEFFERSON e LR,sou obrigado por uma questão de justiça,a discordar,mais uma vez,respeitosamente,de sua afirmação.
Não sei quem disse isso a vc,mas quem o fez está muito mal informado sobre o acontecido ou criou o fato por não gostar de A ou B.
Na época,quando aqui o DM era malhado diariamente no caso do goleiro,escrevi que era uma contusão grave,atípica para um jogador de futebol,de difícil recuperação.
Citei que a contusão era temida por atletas de alto nível do basquete americano,que após as cirurgias não conseguiam voltar a jogar e eram obrigados a parar com o basquete.
Disse tudo isso,apenas porque um grande amigo levou um tombo da escada e teve essa grave contusão.Acompanhei-o nas visitas a renomados especialistas nesse tipo de cirurgia.Todos disseram a mesma coisa,com mínimas diferenças no tempo de recuperação.Na época,até comentei com um deles sobre o caso JEFFERSON e ele,em OFF,me colocou a par das "realidades" que não foram divulgadas e isentou o DM do clube.
Quanto ao LR,não posso afirmar se houve ou não a tal MERDA MÉDICA,pois não tenho informações sobre o caso.O amigo poderá acreditar ou não no que falo,sem qualquer problema.
Caso não acredite,pode continuar malhando à vontade,é um direito seu inquestionável e eu não mais falarei sobre o assunto.JOTA.

Anônimo disse...

Reforço de peso? Essa diretoria?
Só se for o Zarate, lembram? Bem acima do PESO...
Essa do João Paulo ainda servirá de desculpa para um eventual fiasco.
Levi.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Ricardo.

Jota, o simples fato de terem feito uma cirurgia, esperado um tempão e depois realizarem novas cirurgias, confirmando depois que a primeira avaliação havia sido plenamente satisfatória/precisa, me desculpe, mas impossível não imaginar/pensar que tenham sido casos de açougue. Tanto que depois de um tempo, o médico responsável do clube, curiosamente (e coincidentemente) fora demitido, mesmo que não tenham alegado os verdadeiros motivos.

Levi, pois é, eu não espero nada. No máximo, trarão um novo Marcelo Baiano aí, encostado em algum futebol poderoso como o israelense ou tailandês.

Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Não ganhamos nenhum clássico esse ano. E detalhe Vasco e florminense não tem time melhor que o nosso. Do Botafogo so espero o pior daqui pro fim do ano.

PAULO FERNANDO disse...

MENSAGEM DA FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, através do árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro: PORRADA LIBERADA (se o exemplo vem de DENTRO, tá liberada também FORA DO ESTÁDIO!!!!).
Depois perguntam porque a violência nos Estádios!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Eziel!

Paulo, o 7 a 1 cada vez faz mais sentido e segue atualizado.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

No contexto atual do Time do BOTAFOGO, o João Paulo se mostrou imprescindível, pode ter errado muito na parte técnica, no empenho jamais.
E esse empenho "colaborou" em sua contusão, pois se pipocasse, o adversário não teria lhe acertado; além disso, mesmo depois de ver o lance dentro de campo e depois ter a confirmação da gravidade do ocorrido, os jogadores do BOTAFOGO continuaram chegando de forma macia nas divididas. O segundo gol do Vasco é uma mostra da maciez de tratamento, o jogador recebeu livre, com todo o tempo do mundo para pensar no que fazer, o mesmo já havia ocorrido naquele gol do Vinicius Junior e mais recentemente no gol sofrido do Volta Redonda. Linha defensiva no melhor estilo "arame liso"; não estou pregando a violência e tenho certeza de que futebol não é briga, mas quando se sabe que do outro lado não aliviam, todos pensam duas vezes mais.
Na Copa de 78, na Argentina, onde o jogo dos anfitriões contra o Brasil ficou conhecido como "A Batalha de Rosário"; nesta partida a pancadaria rolou solta e dos dois lados. Logo no inicio do jogo o zagueiro brasileiro Oscar levou uma cotovelada do atacante Luque e quando teve a oportunidade, retribuiu.
O que disse o Gérson Canhota, pela entrada dada no peruano De La Torre, pelas eliminatórias para a Copa de 70:
"Com o De La Torre, a bronca foi lá no Peru. Tudo começou lá. Ele me deu uma pancada sem bola e eu não consegui deixar lá. E aí, quando tive a oportunidade, foi aqui no Maracanã. E ele deu azar. Pronto, acabou. Azar foi dele dessa vez. Foi pior que o meu azar. Ele era (violento). E eu também tive que entrar."
Voltando ao J. Paulo, se vier alguém, será apenas mais um na tentativa de se firmar, buscando um espaço, ou seja, nada de jogador para assumir a posição.

http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,copa-do-mundo,a-batalha-de-rosario,1513564

http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/noticia/2016/12/canhota-sem-filtro-basta-no-cigarro-paz-com-pele-e-ira-com-lei-de-gerson.html

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio. Ainda assim, comparado com todos os companheiros, nem acho que o JP tenha errado muito na parte técnica nos últimos jogos.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, há no grupo os que erram menos pelo simples fato de nada tentarem... Há jogadores que se apresentam para o jogo e jogam mal e aqueles que não jogam pelo fato de não se apresentarem para jogar.
O J. Paulo está no grupo que pode errar e se apresenta para jogar, tanto que até citei o fato de que se tivesse pipocado naquela bola, o adversário não teria lhe acertado.
O BOTAFOGO tem entrado em campo de um modo meio blasé e as exceções são poucas, nessa está o João Paulo e por isso fará falta.
SA!!!

PAULO FERNANDO disse...

Também não acho Rodrigo e nessa discordo do Marcio. O João Paulo é o único jogador no Botafogo que tem técnica mais apurada e na minha opinião é titular em qualquer clube do Brasil. Sou realmente suspeito pois acho ele um baita jogador.

Rodrigo Federman disse...

Ah, sim! Aí concordo total, Marcio.

Então, Paulo...o Marcio acabou de explicar com mais detalhes o comentário anterior. Aí eu já fechei com ele.

Abs e SA!!!

Sergio disse...

Que triste coincidência: há uns 3 ou 4 anos o Botafogo vem perdendo jogadores importantes por contusões graves ocasionadas na maioria por jogadores adversários. Triste sina do Botafogo, além de estar numa situação calamitosa em termos de elenco ainda perde seu melhor jogador. Ano passado foi o Aí que vivia um bom momento. No caso do LR, salvo engano, ele se confundiu sozinho por culpa daquela porcaria de gramado da arena da ilha. Infelizmente o grande problema é que a arbitragem é sempre isenta de todas as barbaridades que ocorrem em campo, exceto se forem jogadores do Botafogo, para esses a regra e mais regra. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

É, Sergio. Para piorar, estamos com uma maré de azar absurda. E só com nossos principais jogadores. Não acontece com aqueles que estão lá há anos sem fazer porra nenhuma em campo! ehheheeh
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Rodrigo e como sempre temos os mesmo problemas com departamento medico. Como explicar esse tempo todo de Renatinho na DM? Tava pensando se fosse uma fratura no dedo já era pra ele ter voltado a jogar, ou seja, já estou começando a achar que amputaram o dedo dele por que não é possível que um problema no pé deixe o jogado tanto tempo parado.

Sobre João Paulo acho que esse ano já era... Os médicos deram 4 meses eu já no mínimo uns 8 meses. A serie B esta logo ali...

Rodrigo Federman disse...

Eziel, o JP em 2018 já era. Deram 6 meses. Vai dar uns 9, possa crer. Além do Renatinho, tem ainda o MF, Leandrinho...
Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Vamos lá. Não adianta mais reclamar, né? Vamos de que? Bochecha? Matheus? Marcelo no meio e Carli de volta na zaga? E no ataque? Pimpinho? O horroroso Ezequiel? Falência? Não sei o que pensar...

Rodrigo Federman disse...

Vinny, eu pensaria no 352, pois não temos alguém que faça minimamente o papel do JP.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Rodrigo já foi tentado o 352 e foi um fiasco. Não adianta colocar um esquema que nunca foi treinado. Eu também colocaria 352 se fosse treinado desde do inicio do ano. Mudar agora acho que seria um tiro no pé. Nesse ultimo jogo pra mim a derrota veio em cima do marcinho. Ele tomou um baile do Paulinho... AV percebeu isso e não fez nada pra mudar. Se vc assiste o jogo ali na beira do gramado e ve seu lateral tomando bola direto do ponta adversário por que não colocar mais um pra ajudar o cara na marcação daquele lado? Era apenas fazer o simples mais não fez...

Rodrigo Federman disse...

Eziel, foi testado de maneira maluca, sem qualquer planejamento ou treino, com Gilson, Arnaldo, Brenner, Pimpão...situação diferente.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Não creio que havia necessidade de colocar alguém para ajudar o Marcinho a marcar, pois quem substituiu o João Paulo foi o Marcelo baiano, ou seja, volante de ofício que, em tese, deveria ter melhor noção de marcação do que o o João Paulo.
Ficamos com o Marcelo e o Lindoso para marcar no mmeio campo e se o Vasco colocasse um recém-nascido em campo, o mesmo levaria vantagem, tamanha frouxidão na marcação.
Não é possível admitir que não esteja determinado antecipadamente quem faz as coberturas e ou dobra de marcação, dependendo do lado que se desenvolve o jogo adversário.
Posso estar até exagerando, mas faltou postura dos jogadores, vontade de entrar em campo para decidir e sair com a vitória.
SA!!!

Pix disse...

Qualquer clube forçou a barra. Ele não seria titular no Palmeiras, Gremio e no Cruzeiro, por exemplo, se eu fosse treinador. E gosto bastante do futebol do JP.

Rodrigo Federman disse...

Pix, no Grêmio eu acho que ele brigaria legal por uma vaga. E no Palmeiras, se for com o Bruno Henrique, ídem.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, estou de pleno acordo.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO disse...

Pix, discordo, acho que ele briga pela titularidade em qualquer clube do Brasil, mas respeito sua opinião.
Quanto a marcação na direita, ano passado o Jair Ventura, muito criticado por mim e muitos do blog pela sua obviedade, ao menos fechava bem os espaços das laterais com o Bruno Silva na direita e o Pimpão na esquerda. Claro que sacrificava ofensivamente o time, mas fechava. A tal ponto quer parte da torcida elogiava o fraco Arnaldo que tinha seu trabalho minimizado pelo Bruno. Cabe ao Valentim buscar uma solução tática para essa questão, afinal o técnico é ele e ganha para fazer exatamente isso, buscar soluções no elenco. O Ezequiél não me parece a melhor solução. Eu não tenho dúvida que temos que jogar em um 4x3x1x2 ou até, se bem treinado, em um 3x5x2.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, eu também acho que ele briga por vaga em praticamente todos os meios de campo, menos no do Cruzeiro. Quanto ao esquema do ano passado, O problema maior mesmo é que nos falta um jogador com as características do BS.
Abs e SA!!!

Abel Santos disse...

Não sou médico... mas achei patético tentarem por em pé João Paulo... o cara estava com dois ossos quebrados e os médicos não perceberam a gravidade da situação? São esses médicos que avaliaram as condições de Montillo e Aguirre?

Rodrigo Federman disse...

Abel, ali deve ter sido o massagista e o roupeiro. Também achei ridículo que não tenham reparado na hora que o cara quebrou a perna.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sem necessariamente discordar dos comentários sobre a marcação e/ou marcadores, quando um defensor precisa de ajuda exagerada, como ocorria na época do Ventura, cabe refletir o tipo de contratação efetuada para o sistema defensivo.
Isso me faz lembrar que quando o adversário chuta para o gol, os goleiros brasileiros distribuem broncas a 3/4... Obviamente não digo que o adversário deve fazer o arremate sem ser incomodado, mas muitas reclamações dos goleiros não fazem sentido algum.
Não pode deixar chutar; bola cruzada na área a obrigação de cortar é sempre da defesa... E o goleiro?
E se o Pimpão, por exemplo, tem tanto empenho na marcação, ajudando sobremaneira o lateral, não seria melhor que mudasse de posição e fosse efetivado como lateral?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, ou o Pimpão como ala, em um eventual 352.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO disse...

Desculpem mas o Pimpão de ala seria expulso jogo sim, jogo não. A marcação dele é dura demais, com muitos carrinhos e jogadas que beiram a deslealdade, não que ache ele maldoso, mas não vejo o perfil de marcação, só sabe cercar. Vez por outra ele tem sucesso nessa jogada por baixo e consegue gerar um bom contra ataque, mas é pouco para ser efetivado como ala. Na minha opinião um ala tem que ser um lateral que saiba jogar no meio, caso do Luis Ricardo na direita. O próprio Moisés pode ser o ala esquerda.
Mas apaga tudo o que escrevi em cima, pois não acho o 3x5x2 o melhor esquema. Ainda acho o 4x2x2x2 o mais adequado para esse time, desde que dobre a marcação nas laterais. Hoje a zaga e as laterais estão expostas e aí tanto o Carli quanto o Marcelo Benevenuto acabam pagando o pato: o Lindoso é essa moleza e o Marcelo parece ainda fora de forma. O Matheus tem que retornar ao time. Na frente o Marcos Vinicius não tem condições físicas de ser um jogador profissional (infelizmente) e o Léo parece uma tomada em curto circuito! Nos resta aguardar 2 jogadores que podem dar liga: Renatinho e Leandrinho, mas ambos alugaram um quarto na enfermaria! Tá difícil para o Alberto!

Rodrigo Federman disse...

Paulo, mas aí é tudo questão de treino e instrução. Eu vejo o Pimpão completamente maluco porque muitas vezes quer ajudar na marcação à qualquer custo. Isso por conta da maldita lei que colocaram de que atacante atualmente precisa marcar adversários antes de atacar.
Abs e SA!!!

Pix disse...

Brigar por vaga é uma coisa, ser O TITULAR é outra.

SA!

Pix disse...

Concordo plenamente.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Pix.
Abs e SA!!!

Pix disse...

Respeito muito sua opinião, mas mantenho a minha com convicção.
JP é um bom jogador, tecnica e taticamente, além de se entregar em campo, mas no deserto técnico que é o nosso elenco, ele acaba parecendo ser mais do que realmente é.
Fará uma falta colossal pra nós, mas num elenco como do Palmeiras, Cruzeiro e Fla por exemplo, seria apenas mais um bom jogador lesionado, e com substitutos à altura.
AQUI no Botafogo que ele é imprescindível.


SA!

Tiago Almeida disse...

Calma Rodrigo o Luciano naninho vem aí kk.

Rodrigo Federman disse...

Tiago, ou Camilo. Hehehe.
Abs e SA!!!