domingo, 6 de maio de 2018

Descuido custou caro















Em um campeonato tão nivelado como o Brasileirão, não se pode cometer erros. Principalmente fora de casa contra um adversário considerado entre os principais favoritos.

O Botafogo errou feio na marcação de escanteio e levou o gol do Cruzeiro, que nos custou mais três pontos na tabela de classificação.

Aliás, todo mundo sabe que o Dedé é gigante e fortíssimo por cima...
...e mesmo assim, não tiveram atenção especial com o zagueiro cruzeirense, que cabeceou sem chance para o Jefferson.

Uma pena, pois o GLORIOSO nem fez uma partida daquelas ridículas. Pelo contrário, soube administrar bem o primeiro tempo, sem dar chances para os mineiros. No segundo tempo, também estivemos razoavelmente bem...até o erro crucial. Daria para voltar pelo menos com o empate de Minas Gerais.

E se nosso setor de criação e ataque estivessem em um dia minimamente aceitável, quem sabe até uma vitória. O problema é que hoje o Botafogo parece ter entrado em campo ligado apenas do meio para trás, pois na frente foi uma lástima. Seja pelo centro, direita ou esquerda, um festival de nulidades. Nem mesmo com as mudanças. 

Por falar em mudanças, passou da hora do Alberto Valentim perceber que não dá pra o Brenner sair tanto da área, né? É melhor pensar em como fazer a bola chegar no camisa 9, pois de nada adianta o cara voltar se não tem qualquer habilidade ou inteligência para segurar, levantar a cabeça, etc.

Enfim, primeira derrota no Brasileirão. Agora já estamos cinco pontos atrás do líder. Em quatro rodadas. Não dá para desconsiderar. E isso nos obriga a vencer o ECTD na próxima segunda de qualquer jeito. Antes, porém, ratificar a classificação na Sul-Americana diante do Audax (Chile) na quarta-feira.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 0 x 1 Cruzeiro

1- Jefferson: Sem culpa no gol. Ainda fez três belas defesas - 7,0

2- Marcinho: Errou quando afunilou. Mas melhorou na defesa - 5,5

3- Carli: O melhor jogador da linha. Ganhou praticamente todas - 7,0

4- Rabello: Não chegou a comprometer, mas teve uma falha que quase resultou em gol - 5,5

5- Rodrigo Lindoso: Aquele futebol de sempre, que não acrescenta em nada - 5,0

6- Gilson: Teve problemas na parte defensiva - 5,0

7- Rodrigo Pimpão: Praticamente não viu a cor da bola - 3,5

8- Matheus Fernandes: Foi o mais lúcido e participativo no meio de campo - 6,5

9- Brenner: Fora da área é uma nulidade. Até briga, mas não ajuda em nada saindo da sua posição - 5,0

10- Valencia: Tentou alguns chutes e levantamentos. Mesmo assim, é pouco - 4,0

11- Renatinho: Ciscou bastante. Produziu nada - 4,0

12- João Pedro: Desconto por se estreia, mas não me empolgou na primeira impressão - 4,5

13- Kieza: Em nada acrescentou - 4,0

14- Luiz Fernando: Voltando de contusão bem sumido e discreto - 4,0

Alberto Valentim: Precisa corrigir alguns posicionamentos e maneira do time jogar - 5,0

46 comentários:

Abel Santos disse...

A sina está desenhada... perdemos os jogos "perdíveis" ... empatamos jogos "ganháveis"...
Vencemos apenas o time reserva do Grêmio. Vai ser um ano duríssimo. Se não fizermos o dever de casa contra os times mais limitados, estaremos ferrados.

Anônimo disse...

Ricardo
Já estou achando que o Valentin está perdido.Internet insistindo com alguns jogadores e as mesmas mudanças.
Esta voltando o fantasma do rebaixamento, não pela partida de hoje, mas mas pelo conjunto da situação.

Rodrigo Federman disse...

Abel, ainda está cedo para qualquer prognóstico. E nossa tabela inicial não foi igual de alguns outros clubes, que hoje lideram.

Eu não acho isso, Ricardo. É falta de material humano mesmo.

Abs e SA!!!

Sergio disse...

O material humano a disposição do AV é muito fraco, mas o time está bem montado. Do meio prá frente o time do Botafogo é uma lastima.
Resultado normal tomando um gol de escanteio novamente numa falha da zaga, numa jogada repetida pelo Cruzeiro o jogo inteiro.
Caso a parte a arbitragem caseira, que umbors não tenha sido responsável pelo resultado, operou o Botafogo. ABS e SB!

Abel Santos disse...

Ok. Rodrigo, concordo. Mas, se quisermos escapar do rebaixamento, não podemos deixar escapar pontos contra os times limitados. Contra o Sport só empatamos por milagre no fim do jogo.
Temos agora o Flu, América e o Vitória... se não sairmos, ao menos, com 7 pontos nesses três jogos... o bicho vai pegar...

Rodrigo Federman disse...

Sergio, o que falta mesmo é qualidade. Existe uma maneira de jogar visível. A qualidade que é sofrível. Principalmente quando precisamos de elenco.

Sim, Abel. Mas hoje, em teoria, era um jogo que "poderíamos perder". Ruim mesmo foi o empate com o fraco Sport (mesmo fora de casa).

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
Oliveira Cruzeiro jogou no meio da semana.
O Botafogo só treinou e hoje parecia que estavam mais cansados.
Quando agente vai ganhar uma disputa de bola ?

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, o condicionamento do time continua ruim. Os caras morrem a partir dos 20 minutos do segundo tempo. Sempre.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,por essas e outras que prefiro opinar partida a partida.Não vi ninguém desequilibrar pelo Cruzeiro,como alguns apregoavam.
A meu ver,quem desequilibrou foi o AV,que mais uma vez teve a ousadia em escalar três inúteis no ataque.PIMPÃO pode ter feito gols importantes,etc,mas é um zero a esquerda no momento.BRENNER,dentro ou fora da área é um perebão que briga com a bola o tempo todo.Alguns poderão dizer que está fazendo gols,mas os que faz são os tais imperdíveis.Quanto ao LV,não consigo entender,pois corre,corre e corre,mas não chega a lugar nenhum.
Não entendo que mesmo em um grupo apenas razoável,o treinador não encontre 3 jogadores menos ruins para colocar em campo.
Enfim,em um longo campeonato medíocre como o atual,tudo é possível,haja vista o lixão paulista que hoje penou para empatar em casa com o timaço do VOZÃO.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Jota, não ver ninguém deles desequilibrar é uma coisa...dizer que eles não tem um time/elenco melhor que o nosso é outra. Para isso, basta ver quem tem conquistado títulos, quem está na Libertadores. Contra fatos não há argumentos, amigo. Mas repito: Concordo que o futebol brasileiro é nivelado e qualquer um pode vencer o outro, mas se pudesse escolher, eu preferia ter esse elenco cruzeirense com a camisa do Botafogo do que o nosso atual. E aposto que se fizer uma pesquisa, pelo menos 90% dos botafoguenses concordarão comigo nessa. rs. Quanto ao AV, sim amigo....ele parece ser bom, deu uma melhorada significativa no time e também tem poucas peças, mas como todos treinadores, tem umas cismas que irritam. Essas que você citou, por exemplo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Tirando o Jefferson e os 4 zagueiros TODO o resto do meio pra frente horrorosos. CARLI sem dúvida o Xerife e melhor jogador do Botafogo em campo. Já tô começando a achar o Matheus uma versão 10%melhorada em relação ao Lucas Zen, ou seja, não me empolga com esse papo de base; de promessa etc... nem falo do Valência pra não ter que falar o que não quero. Temos 3 jogadores apenas que escolhem camisa em qualquer dos outros 19 times: Jefferson, Gatito e Carli.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

Pai, discordo da avaliação sobre o Matheus. Eu gostei dele no jogo. Pelo menos até sofrermos o gol, quando aí tudo piorou de vez.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Derrota em um jogo onde o empate era muito possível e a vitória difícil por falta de maior qualidade.
No primeiro tempo o BOTAFOGO controlou bem o jogo e não permitiu à equipe mineira maiores oportunidades, tanto que o técnico deles tentava ganhar na base da reclamação.
Além disso, o BOTAFOGO nas poucas chances de sair para o ataque com perigo, foi parado com faltas, chamadas técnicas, e com a devida permissão do soprador de apito.
Todavia, esses fatores não podem esconder a falta de qualidade dos elementos encarregados da criação, Pimpão, Valencia e Renatinho, não ajudaram em praticamente em nada.
E assim terminou o primeiro tempo, onde o BOTAFOGO marcou, pouco criou e só ameaçou em uma cobrança de falta do Valencia que beliscou o travessão.
No segundo tempo o BOTAFOGO voltou com Luis Fernando no lugar do, mais uma vez, inútil Pimpão e o panorama não se modificou, o BOTAFOGO marcava, pouco criava e por consequência não ameaçava.
Até que em uma jogada mais do que esperada, a única deles, um escanteio cobrado para o Dedé, "marcado" pelo L. Fernando, e gol do Cruzeiro...
Ainda entraram João Pedro e Kieza; o primeiro vou esperar mais jogos, mas o Kieza, se não fosse por força de contrato, deveria ser dispensado.

Algumas observações:

1- Não sei qual o critério adotado pelo Valentim para organizar a defesa em cobranças de faltas e escanteios dos adversários.
Hoje o gol foi do Dedé, que é bom na jogada aérea e deveria ser marcado por algum jogador com capacidade, no mínimo similar, o que não ocorreu em momento algum, pois no primeiro tempo, em uma jogada confusa, quem estava na marcação era o Marcionho.
Não custa lembrar que no jogo frente ao Sport, em uma falta cobrada pelo Marlone o Rogério obrigou o Gatito a fazer uma defesa espetacular; Carli, Rabelo e Brenner, estavam na barreira...

2- O meio campo marca à distância e se o Jean for o que muitos têm dito, bom marcador, penso ser urgente a sua efetivação na proteção à zaga.

3- Pimpão, Renatinho e Valência não se movimentam nem um pouco, iniciam o jogo na posição determinada e por lá permanecem até a substituição ou o término do jogo; se na posição inicial as coisas não estão fluindo, tentar um outro posicionamento, trocar com um companheiro pode trazer soluções, já que alterará a organização defensiva do adversário. O que cabe ao técnico também perceber, óbvio.

4- O Brenner não pode sair da área de forma alguma, somente na saída para o intervalo e ao final do jogo. Fora da área é uma completa nulidade.
A outra situação é alguém avisar ao Gilson que não se marca à distância, somente com os olhos.

5- Renatinho, Luis Fernando, L. Carvalho e outros novatos precisam ser avisados que estão no BOTAFOGO é preciso um pouco mais de doação, mais ânimo. Ou deixam o acanhamento de lado ou não vão progredir.

6- Para ajudar os jogadores em relação ao que escrevi na observação número 5, o BOTAFOGO poderia pensar em alguém acostumado a grandes jogos, para chamar a atenção desses caras no campo de jogo.
Esse papel poderia, repito, poderia ser do D. Cearense, mas ele se mantém por ser importante fora de campo... Não vai acontecer, mas o que adiantaria ter um cara importante fora de campo e o Time brigando para não ser rebaixado?

7- O valentim já tem uma boa amostragem do que tem dado certo e errado e com quem pode contar; espero que a teimosia não prevaleça.

Para terminar, vamos para o clássico frente ao Fluminense...
Quem é o representante do BOTAFOGO na cbf? Que tabela é essa?
Esse papo de dizer que todos jogam contra todos é para enganar trouxas, pois uma boa sequência é tudo que uma equipe pode desejar e uma má largada pode comprometer toda uma disputa.
O BOTAFOGO é muito bonzinho.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Marcio. Concordo com praticamente tudo. Principalmente com a sua observação de número 5. Depois esses caras não entendem porque logo voltam para Paranás da vida, né?
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,lembro ao amigo que opinei sobre a partida de hoje,o que aconteceu em campo,e não disse que nosso grupo é melhor,apenas falei que nenhum dos citados desequilibrou nada.
Sempre comento que o pereba de hoje é o herói amanhã,haja vista o grande GILSON SANTOS desequilibrando contra o Grêmio,rsrsrs.JOTA.

Anônimo disse...

O que eu assistir da partida,um Botafogo bem organizado e com jogadores com limitação técnica.

Jeferson, bom

Marcinho,Regular hoje inverteu bom na marcação e fraco no apoio

Joel Carli, muito bom

Gilson,apesar de alguns torcedores pegar em seu pé,está longe de ser um horror pregado por alguns torcedores, bom

Lindoso, regular

Matheus Fernandes, bom

Renatinho, regular

Valencia, regular

Pimpão, fraco, boa opção para reserva, nada mais que isso.

Brener, responsável direto pelo gool; já que a obrigação de marcar o Dedé era sua nas descida do zagueiro,subiu com o Dedé de olho fechado, parece que joga com sono, além de perder as poucas oportunidades criadas da equipe.

Luis Fernando, voltou e não jogou nada, ruim

Kieza, não deu para observar em campo,entrou muito tarde e era para ter saído o Brenner, regular.

João Vitor, não deu para observar em campo, regular.

Alberto Valentim, time bem montado,organizado taticamente,o time com limitações técnicas gritantes.
Não jogou com medo, bom.não sofremos, pois estava enfrentando um adversário que viera de várias goleadas.

Tiquinho







Pix disse...

Falta é BOLA do meio pra frente. Valentim não é mágico. Jean no lugar de Lindoso, Aguirre no lugar de Valencia e LF iniciando no lugar do Pimpão.

Marcio disse...

Pois é, Rodrigo.
No meu modo de entender, um jogador do BOTAFOGO não deveria de precisar de trabalho motivacional, pois jogar neste clube e por consequência disputar grandes jogos deveria ser suficiente.
Entretanto, reconhecendo que não posso acreditar que o meu pensamento seja correto e muito menos uniforme, ainda bem, não custa ao BOTAFOGO fazer um trabalho, demonstrando a esses caras de onde eles vieram, o ganho que estão tendo neste momento ao jogar no BOTAFOGO e as possibilidades maiores e melhores no futuro.
Se vai ganhar o jogo não podemos afirmar, pois vários fatores fazem convergir ou não nesse sentido; agora, é preciso ter em mente que cada partida é uma decisão e assim ter fome de vitórias.
Não estou dizendo que não correm, que fazem corpo mole, mas no momento um jogo do BOTAFOGO é bem mais do que um jogo
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Jota.

Tiquinho, humildemente discordo quanto ao Gilson.

Pix, essas mexidas deveriam ser para ontem.

Marcio, concordo plenamente. Esses caras precisam acordar para a vida.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Observaram o Lindoso, no primeiro tempo, gesticulando para os companheiros?
Gesticulando e com a faixa de capitão, poderão achar que contratamos o Xavi...
SA!!!

Anônimo disse...

Comentário sobre a partida do canal botafogo e para observar as opiniões.

Melhor em campo: Matheus Fernandes

Como jogaram:

Jeferson (7) Teve uma saída em falso do gol e uma defesa excelente. Não teve culpa no gol. Deve rever a partida e prestar atenção nas saídas de gol de Fábio e não ficar dentro do gol.

Marcinho (6) Bem ofensivamente, melhor defensivamente que nas partidas anteriores. Andou tentando lançar a bola pro jogador mais distante

Carli e Rabello (7,6) Zaga segura pelo chão, falhou no jogo aéreo.
Gilson (7) Fez duas boas ultrapassagens pela esquerda, mas não encontrou ninguém no cruzamento.

Lindoso (6) boa partida.Foi substituído por Kieza (quem?) que até agora não disse ao que veio, mesmo tendo jogado pouco tempo nesta partida.

Matheus Fernandes (7,5) Muito bom nos desarmes. Muito preparo físico e qualidade no futebol apresentado.

Renatinho (5) Mais ciscador que armador. Andou sofrendo faltas que mereciam cartão amarelo, mas o juiz só viu as infrações de jogadores do Botafogo.

Pimpão (3) fazia uma função tática, na falta de futebol ofensivo. Foi substituído por Luiz Fernando (zero) que falhou no gol e errou quase tudo.

Valencia (6) Esteve presente nos poucos bons momentos ofensivos alvinegros. Também ajudou na marcação. Foi substituído por João Pedro (6) que mostrou intimidade com a bola.

Brenner (4) Brigou com a bola na maior parte do jogo.

Valentim (6) Sua equipe tem uma grande dificuldade ofensiva. As prováveis saídas de Pimpão e Valencia nos próximos jogos deve ajudar a resolver este problema. Exceto João Pedro, as outras substituições não surtiram efeito.

Tiquinho

Rodrigo Federman disse...

Marcio, a nulidade e burocracia desse cara me tiram do sério.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Tiquinho, concordei com algumas dessas notas e avaliações.
Abs e SA!!!

Mauro Tavares disse...

O Cruzeiro hoje foi com time titular, porque era fundamental a vitória. Não fosse a falha na marcação o jogo terminaria 0x0. O time do Cruzeiro é muito mais qualificado que o nosso, e o jogo foi duro para eles. Nosso maior problema, como já destacado antes, é que do meio para frente não conseguimos criar nada, por falta de inteligência e talento. O Renatinho precisa entender sua função em campo, ele deve ser o principal articulador do time. Por incrível que pareça, na mediocridade geral, entendo a titularidade do Valência, pois é o que bate melhor na bola, além ajudar na defesa. Agora é ganhar do Fluminense, a derrota de hoje é administrável, desde que a vitória venha no domingo.

Lasmar disse...

TIME JOGOU RELATIVAMENTE BEM, MARCINHO É SELEÇÃO(NÃO RIAM), BASTA CONTINUAR HUMILDE QUELOGO LOG0 TÁ NA EUROPA, MAS APÓS DRIBLAR PRECISA SOLTAR LOGO A BOLA, NÃO ENTENDI PIMPÃO COMO TITULAR, EM MINHA OPINIÃO ERA JOGO PARA MARCUS VINÍCIUS, KIEZA AINDA NÃO DISSE AO QUE VEIO; E PARECE QUE TEM O PERFIL DE JOGADOR,QUE CHEGA FAZ UNS GOLZINHOS E LOGO SE ACOMODA APENAS PARA RECEBER O SALÁRIO DO CLUBE.

Rodrigo Federman disse...

Mauro, bom comentário. É isso mesmo. Mas só uma correção: O clássico será na segunda.

Lasmar, MV não dá mais. O cara não entra em forma nunca. Deveria ser mandado embora, isso sim.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sobre a temporada do BOTAFOGO até o momento, alguns números:

Jogou 23 jogos, venceu 10, empatou 6 e perdeu 7; Marcou e sofreu 27 gols.
Um aproveitamento de 52,17% dos pontos disputados.

Detalhando os números, temos;
Campeonato carioca: 17 jogos, 8 vitórias, 4 empates e 5 derrotas, 20 gols feitos e 20 sofridos;
Copa do Brasil: 1, jogo e 1 derrota, 1 gol feito e 2 sofridos;
Campeonato Brasileiro: 4 jogos, 2 empates e uma derrota, 4 gols feitos e 4 gols sofridos;
Copa Sul-Americana: ! jogo, uma vitória, 2 gols marcados e 1 gol sofrido.

Levando gol todo jogo, vencer será extremamente complicado, já que o ataque é econômico e não por acaso, vencemos menos da metade dos jogos disputados.
A média de gols sofridos no brasileiro é de 1 gol/jogo e a geral é de 1,17 gol/jogo.
Temos um problema e não necessariamente ele está na zaga, pois, de certo modo, se comporta razoavelmente bem; ouso afirmar que a solução passa inevitavelmente pelo meio campo.

SA!!!

VinnyMarques disse...

Quase unânime que ofensivamente somos uma lástima... Pimpão, Valência, Renatinho ciscador, Luis Fernando, Marcus Vinicius, Brenner, Kieza, Leandro orelha... Cara... Não da! Chega a dar pena e raiva de tão ruins... Vamos ver esse JP... Ainda tenho esperança que Moisés, Aguirre e algum milagre...

Rodrigo Federman disse...

Marcio, e eu serei ainda mais ousado: O camisa 5, que teoricamente deveria ser o protetor principal do setor defensivo.

Vinny, realmente, do meio para frente é muita quantidade...mas pouca qualidade.

Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

"Valentim diz que empate diante do Cruzeiro seria o placar mais justo: ‘Perdemos na bola aérea’"
"...Ele disse que 50% dos gols sofridos por sua equipe em 2018 são de bola aérea. “
Bom, AV não disse que o empate seria mais justo,nem falou sobre o percentual de gols tomados em jogadas pelo alto. Ele NÃO quis falar sobre isso.
Que o site Fogaonet fique mais atento.
Só pra constar.

Marcio disse...

Do modo como está trabalhando o meio campo do BOTAFOGO, me parece que a entrada do Aguirre poderá não alterar o panorama.
Corremos o risco de reclamarmos que o uruguaio sai da área e tudo o que escrevemos constantemente por aqui.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Celso, o trabalho do FogãoNet é louvável (como ideia e objetivo), mas particularmente acho fraco quando analisam e/ou dão seus pitacos em reportagens.

Marcio, a chance disso acontecer é real mesmo.

Abs e SA!!!

Gernaldo Silva disse...

Tem organizacao, falta material humano, qualidade. Nas primeiras 4 rodadas pegamos 3 melhores times do brasileiro, ao meu ver. Agora, temos condições de trocar pontos com qualquer um.

Saudações Gloriosas

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Gernaldo. E dois deles, com times titulares.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Quando saiu o anuncio da contratação do Kieza, também falaram que ele aceitou reduzir o seu salário, para poder jogar no BOTAFOGO.
Segundo disseram, o seu salário no Vitória era de 240 mil reais... Reduziu para quanto?
E não tenho receio que é caríssimo pelo futebol que tem apresentado; além disso, a entrada do Aguirre no Time, poderá jogá-lo para a terceira opção de ataque.


https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/fim-da-novela-botafogo-chega-a-acordo-com-vitoria-e-fecha-com-kieza.ghtml

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, não é oficial, mas me falaram que continua não sendo menos de 200k.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, jogador caríssmo, considerando o que está entregando ao CLUBE, entrou aos 31 do segundo tempo e nem, digamos, uma correria aprontou.
Não jogou no São Paulo, Cruzeiro, Fluminense... Por que jogaria justamente no BOTAFOGO?
Tomara que eu eu possa escrever que errei, mas eu não acredito; estamos em maio, caminhando para a metade da temporada.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, eu não fico surpreso. Bastaria uma rápida analisada no currículo dele. Sempre fracassou em grandes clubes de grandes centros e se destacou apenas nos centros mais periféricos (em se tratando de futebol). Ou seja, difícil imaginar que vamos queimar a língua no futuro com ele.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo.

Esse time do Botafogo é igual a maioria dos adversários. Mas tem alguns detalhes que me irrita profundamente. A lentidão é uma delas, a outra é marcação sempre frouxa e a distancia e a terceira é a inoperância do ataque, os caras não jogam coletivamente. É cada um por si, ninguém passa a bola e ninguém se apresenta, e fica tudo na mesma. Outra situação horrível é o numero de vezes que os zagueiros e o meio campo atrasam pro goleiro ou então ficam cruzando bolas dentro da nossa grande área de um lado para outro. O treinador precisa corrigir essas falhas. Sobre o jogo, foi muito fraco.

Patinhas.

J. Daniel disse...

Se a diretoria acha que esse time é o ideal para o brasileiro, estamos fritos. Valência, Brenner, Pimpão e outros, são jogadores de série B ou C. Não digo isso, baseado no jogo de ontem, mas o nosso querido Fogão, vai brigar para nao cair. Saudações Alvinegras!!!

Guga Vide disse...

Comentário equivocado quando ao Jefferson. Ele não precisa de lição do Fábio. Fábio jogava adiantado porque o Botafogo ia mais no contra ataque. O Cruzeiro, ao contrário, construía jogadas até a pequena área, além de chutarem muitas da linha de área. Goleiro adiantado nessas situações leva gol fácil.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Guga.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Patinhas. E muito disso atende pela titularidade absoluta do Lindoso.

Sim, J.Daniel.

Abs e SA!!!

Fatos disse...

E desses 6 pontos somou 1

Marcio disse...

Se a bola naquela cobrança de falta executada pelo Valencia tivesse entrado e não beliscado o travessão, a avaliação sobre a atuação do Fábio seria diferente. Posicionou-se mal ao acreditar que o chileno iria "apenas" jogar a bola ma área e não fazer a cobrança direta. Às vezes a sorte ajuda na avaliação final.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio.
Abs e SA!!!