terça-feira, 8 de maio de 2018

Sem cão de guarda





Conversei ontem com um amigo que acompanha o dia a dia do Botafogo e ele me garantiu: O volante Jean tem treinado muito bem, se destacando na marcação e também na movimentação.

Aí, pergunto: Contrataram o cara para não se testado? 

Até entenderia, se o titular do time fosse incontestável e indiscutivelmente melhor ou diferenciado. É importante ter um grupo homogêneo. Mas e se o tal titular não é nada disso? 

Precisamos urgente de proteção à zaga e alguém que dê algo além de trotes isolados na marcação. 

Jean, já!

Obs: E olha que eu fui dos poucos que não se empolgou quando o ex-Vasco foi contratado, hein?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

25 comentários:

Marcio disse...

Falam que para disputar várias competições é preciso ter elenco, peças para substituição e toda aquela conversa conhecida. Tudo conversa fiada, já que os treinadores escolhem onze titulares, mais um 3 ou 4 que sempre entram em campo e morrem todos abraçados.
Fui dar uma olhada no elenco e constatei que o número aumentou em relação a última vez que conferi, são nada mais nada menos do que 34 jogadores, mais do que 3 Times completos.
Alguns poderão argumentar que o nível não é bom... Isso eu não discuto, embora concorde, já que há um responsável, remunerado, pela formação do elenco e que deve ser cobrado.
Qual o custo de manutenção desses 34 elementos?
Só para servir de comparação, o badalado Palmeiras tem 29 jogadores no seu elenco principal; deste modo, a desculpa de que o elenco é curto e que não há jogadores disponíveis para fazer as substituições é uma grande mentira; se falta qualidade técnica, a culpa é de quem executou a montagem.
Ter 34 jogadores me parece um exagero para uma equipe profissional, pois duvido que o Valentim tenha tempo e/ou maneira de observar e dar a atenção necessária a todos.
Sobre o tema do Post, o Jean somente assumirá a titularidade, talvez, se alguém da posição se machucar e ele for escolhido para ser o substituto.
Mesmo sabendo que os números quando torturados dizem o que desejamos, o fato do BOTAFOGO ter sofrido 27 gols em 23 jogos na temporada é um sintoma a ser considerado e não necessariamente a culpa é direta da dupla de zaga.
E mesmo considerando os números com o Valentim no comando, também não são bons; são 19 gols sofridos em 16 jogos.
Que o BOTAFOGO jogue um futebol vistoso, também desejo, mas não custa fechar a casinha, pois é preciso pontuar para poder chegar mais longe.
Dito isto, que o Jean seja testado, já que todas as informações são favoráveis ao seu jogo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, além de concordar contigo, acrescento: se algum dia o Jean entrar, estou certo de que não será no lugar de quem deve sair. Bons entendedores entenderão. Rs
Abs e SA!!!

J A Pratti disse...

Tenho absoluta convicção de que enquanto estivermos com essa defesa com pontos vulneráveis clarissimos deveremos trabalhar com três volantes basta ver o jogo com o Palmeiras em que quase vencemos o jogo.
Concordo plenamente Jean já.
Obs. O Valentin custou para ver o óbvio Carli titular absoluto.

Sds

Rodrigo Federman disse...

J A Pratti, nem falo necessariamente de três volantes. Mas alguém que realmente tenha poder de marcação, pois, me desculpe quem goste dele, o Lindoso não protege nada.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Rodrigo existe alguem que goste do lindoso? Sinceramente esse so consegue enganar a imprensa esportiva e olé lá. Eu particulamente odeio futebol burocrático dele. E não entendo como pode lindoso ser titular incontestável no time. E sobre Jean acho que seria muito no meio campo pelo iria marca alguém algo que hoje apenas Matheus faz isso ali e porcamente digamos de passagem.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, não apenas dentro do clube. Uma pena que nessa história, existe apenas um prejudicado: O próprio Botafogo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Da série perguntinhas retóricas: quanto meses de salário já recebeu o Aguirre?
Levi.

Sergio disse...

Contra o ectd o MF tá fora, não seria a hora de usar o Jean? Mas com o MF depois desse jogo eu barraria o Lindoso ou então jogaria com Jean, MF, Lindoso e Renatinho, desde de que o Renatinho corra e pare com dribles desnecessários. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Levi, acho que dois. Nada mal, né?

Sergio, por que o MF está fora?

Abs e SA!!!

Lorismario disse...

Muito simples. Tira o Ruindoso e põe o Jean. Pronto. Se assim for feito o Mateus Fernandes subirá de produção pois deixará de marcar (e tomar a bola do adversário)por ele e pelo Ruindoso. Este só toca de lado e para trás. assim até eu. Loris

Rodrigo Federman disse...

Loris, é o que eu faria também sem pensar duas vezes.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Como estamos com vantagem e o adversário da Sul Americana é visivelmente fraco poderiam testar dois jogadores, o Jean e o Yago.

Sobre o Yago,não vejo necessidade de mudar a zaga, pois gosto da dupla Carli e Rabello, mas acho importante testar o Yago porque pode acontecer de precisar dele em um jogo grande, sendo que ele nunca entrou em campo com a camisa do botafogo.

Sobre o Jean, já que seu concorrente é capitão poderiam utilizar a "desculpa" de poupar o mesmo.

O mesmo pensamento também vale pro Gustavo B. pois deixou uma boa impressão contra o Palmeiras e uma má contra o Sport, então seria válido testá-lo novamente, mas devido à boa evolução do Matheus F. e a triste sina de "botafoguear" em jogos desse tipo não aconselho muitas mudanças.

Resende

Rodrigo Federman disse...

Resende, se ele não considerar o Marcelo como um "lateral direito", preferia muito testar o Marcelo ao lado do Carli. Não vejo qualquer necessidade de teste ao Yago. Já o Jean, concordo. E gostei da desculpa para, só assim, alguém conseguir tirar o "capitão". Ahahaha!
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E a entrada de alguém com maior poder de marcação, além de poder ajudar a Equipe não sofrer gols, fará com que o trabalho do ataque seja melhor visto.
Se em toda a temporada marcou 27 gols em 23 jogos, com o comando do Valentim foram 20 gols feitos em 16 jogos.
Dos 16 jogos, apenas em 5 a defesa não foi vencida, Nova Iguaçu, Cabofriense, Bangu, Flamengo e Vasco; o BOTAFOGO venceu esses 5 adversários por 1 a Zero.
Cobramos do setor de criação e ataque, com razão, mas ataque algum pode entrar no jogo com a obrigação inicial de fazer no mínimo 2 gols para vencer um jogo; ainda mais em um campeonato mais difícil, como o brasileiro, onde sofremos gols em todos os jogos.
Com os jogadores disponíveis, melhorar a performance do ataque é uma tarefa mais complicada, melhorar a defesa é, em tese, mais fácil se considerarmos o famoso "é mais fácil destruir do que construir".
Que o Valentim não ignore a realidade por causa da necessidade criada de fazer um jogo bonito, esta deve ser uma preocupação sequencial e não primordial.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Claro, Marcio. Protege a zaga e libera um pouco os jogadores que não têm qualquer cacoete de marcar. A presença do Lindoso sobrecarrega todo mundo.
Abs e SA!!!

Sergio disse...

O MF foi expulso contra o Cruzeiro, por isso está fora da partida contra o ectd. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, expulso? Só se foi após o apito final, né? Juro que não lembro ou não estou sabendo disso. Ou então eu "papei mosca".
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Uma excelente notícia.

Bota investe no combate às lesões e iguala Palmeiras em aparelhos "padrão Europa"

...Para quem sofreu muito com lesões musculares nas últimas temporadas, o clube vem modernizando sua estrutura desde o ano passado. E recentemente comprou um novo Kineo, aparelho de última geração para prevenção e tratamento de lesões usado por equipes como Barcelona, da Espanha, e Chelsea, da Inglaterra, por exemplo.
Agora com dois, o Alvinegro se iguala ao Palmeiras como os únicos do Brasil com um par completo desse equipamento – o Flamengo também tem dois, mas um deles uma versão menor, que faz só um dos três exercícios. A máquina, de origem italiana, tem como diferencial permitir variar as cargas de força em três tipos de movimentos: extensão, flexão e agachamento. E assim, criar "séries" individuais de acordo com a capacidade de cada jogador em cada uma das práticas.'

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/bota-investe-no-combate-as-lesoes-e-iguala-palmeiras-em-aparelhos-padrao-europa.ghtml

Muito bom saber que existe a preocupação com a estrutura e, mais ainda, que soluções são buscadas.
Proporcionar as melhores condições de trabalho se encaixa no que esperamos do profissionalismo e que as cobranças sejam feitas proporcionalmente às condições oferecidas.
SA!!!

Sergio disse...

Foi no finalzinho. Ele errou um passe e colocou o jogador do Cruzeiro em condições de progredir e fazer o gol, não teve outro jeito é o MF fez a falta, como já tinha amarelo, tomou o vermelho. ABS e SB!

Sergio disse...

Rodrigo, eu acho que me enganei, parece que o MF só tomou o amarelo. Acho que tô ficando gaga. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Boa mesmo, Marcio. Agora só precisamos condicionar melhor os jogadores, que morrem aos 20 minutos do segundo tempo.

Hahaha. Tranquilo, Sérgio. Foi o amarelo mesmo. Eu já estava preocupado. Rs

Abs e SA!!!

Marcio disse...

O Matheus Fernandes não foi expulso no jogo frente ao Cruzeiro; apenas recebeu o cartão amarelo, conforme pode ser confirmado na súmula do jogo.

https://www.cbf.com.br/competicoes/brasileiro-serie-a#.WvIWYogvyUk

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
Infelizmente o Botafogo está com uma fórmula terrível.Uma defesa que sofre vários gols e um ataque que faz muito pouco.Alguém advinha o que podemos esperar se não mudar a fórmula ?

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, o problema maior está no meio de campo, que hoje marca mal e praticamente não cria. O AV precisa identificar o ponto mais frágil por ali. Eu dei a minha opinião. rs
Abs e SA!!!