quinta-feira, 19 de julho de 2018

Surpresas (positivas e negativas) a cada jogo




Palavras do atacante Rodrigo Pimpão, sobre a derrota de ontem:

"- A equipe deles foi cirúrgica quando chegou na frente, fizeram os gols nas chances que tiveram. O Cássio teve uma noite muito feliz, não deixou que saíssemos com um empate, até com uma vitória. Eles foram melhor nas finalizações e foram embora com a vitória".

Bom, vamos por partes: O RP falou a verdade. Entre duas equipes fracas, o goleiro do Corinthians fez a diferença lá atrás e os seus homens de frente também mostraram que no futebol, quem não faz, leva.

Agora, especificamente sobre o Botafogo, amigos...
...o elenco alvinegro é tão ruim que nossas avaliações e palpites lembram uma sanfona. O "melhor" é sempre o que está de fora.

No caso do Pimpão, por exemplo, até a parada para a Copa do Mundo, era quase consensual que ele não poderia ser titular. Suas últimas partidas haviam sido sofríveis. E ontem, quem diria, entrou e mudou positivamente o jogo. Dos seus pés saíram os lances mais perigosos, inteligentes e esperançosos. Assim sendo, no "efeito sanfona", hoje eu digo que começaria com o RP entre os onze contra o Flamengo, no próximo sábado.

E vocês?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

35 comentários:

Celso Ricardo disse...

Bom dia a todos.
Como os atacantes da base do Botafogo são ruins! Não aparece um que preste, nos últimos anos.

Marcio disse...

Rodrigo, atualmente o Pimpão tem de jogar, pois pelo menos aparece no jogo; tanto que reclamamos que erra muito. Os outros não erram, pois não participam; que situação...
Agora, continuam não concordando com a fala de que o resultado não veio por causa do Cássio, pois ele está lá para isso.
Goleiro está para evitar gols e centroavante para fazê-los, pelo menos naquilo que entendo como ideal no futebol.

O que está passando batido na temporada é o seguinte, o BOTAFOGO está com o saldo ZERADO.
vejam os números:
Copa Sul-Americana, 3 gols marcados e 2 sofridos em 2 jogos;
Brasileirão, 16 gols marcados e 16 sofridos em 13 jogos;
Copa do Brasil, 1 gol marcado e 2 sofridos em 1 jogo;
Carioca, 20 gols marcados e 20 sofridos em 17 jogos;

Um total de 40 gols marcados e 40 sofridos em 33 jogos.

Um ataque limitado com obrigação de fazer 2 gols por jogo para conseguir a vitória é flertar com o desastre.
O BOTAFOGO é Time para vitória de um a zero, mas com essa relação de gols marcados/sofridos, o cenário é preocupante.
Mas internamente acreditam estar tudo bem, em um bom caminho....

SA!!!

lucas lima disse...

Bom dia rodrigo e amigos do blog , derrota que mostra a diferença entre um jogador preciso (Romero) e outros que desperdicaram (kieza , rabello , carli ) sei que o Cássio teve muito mérito mas vi lances que se fossem um definidor poderia ter matado o jogo ! Saudações alvinegros !

Rodrigo Federman disse...

Só o Vitinho, Celso.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Concordo Rodrigo. O mesmo já aconteceu nesse brasileiro com o Valencia.

Para o próximo jogo minha formação ideal seria:

Jefferson
Luis Ricardo
Carli
Rabelo
Moises
Matheus
Jean
Leandrinho
Valencia
Pimpao
Kieza

Resende

Adriano Ferrarez disse...

Prezado Rodrigo,

Atuações bisonhas dos dois laterais: Gilson entregou a bola do 2o. gol dos Gambás e foi fraco em outras ocasiões; Luis Ricardo é a displicência em pessoa, ficou dando passes de calcanhar (eu contei dois ou três que mataram ataques do Botafogo). Se o Botafogo tivesse entrado com Aguirre, Kieza e Pimpão (como os media anunciaram antes do jogo) o resultado poderia ser outro. Notou-se que após o trio estar em campo houve uma melhoria significativa da equipe. Ezequiel é mais um jóia nossa, mas o moleque tem que entrar no 2o. tempo para incendiar o jogo com sua rapidez. Esse João Pedro é ruim de pedra. Leo Valencia tem se destacado como antes da copa, é o cara que nesse grupo além de raça tem futebol para desequilibrar. No geral foi um bom jogo apesar do placar devido a atuação do Cassio "Joe Ramone". Estou otimista!!! Agora é ir com tudo pra cima dos mulambos para acabar com essa palhaçada do "segue o líder". Senta a pra, Fogão!!!

Celso Ricardo disse...

Meu amigo,Vitinho foi em 2013.

Anônimo disse...

RODRIGO e amigos,não pude assistir a partida pois são 4 horas de fuso horário.
Meu caro amigo,não fique aborrecido comigo,o LEVI foi sutil,mas eu vou direto ao assunto.JEFFERSON é um ex goleiro em atividade,e a meu ver,vendo os melhores momentos,ele falhou nos dois gols,particularmente no primeiro.
É claro que não o culpo pela derrota,pois só vi os gols,mas ele não é mais um goleiro confiável.Não o podemos isentar e só culparmos os outros jogadores.JOTA.

Anônimo disse...

Ricardo
Será que Pimpão vai ser a esperança do Botafogo ?
A coisa esta feia.....

Rodrigo Federman disse...

Exato, Marcio. Acaba sendo por eliminação em uma análise de ao menos se esconder ou não ter medo de arriscar. Ainda assim, pouco demais em se tratando de Botafogo.

Lucas, mas convenhamos que esse Romero também é bem fraquinho.

Resende, eu preferia ir sentindo o Leandrinho voltar aos poucos do que já colocar de titular. Estamos falando de Leandrinho. ehehhehe

Fala, Adriano. Só não penso igual ao estado de espírito. Diferente do amigo, não estou nada otimista. rs

Eu sei, Celso. Falei apenas que ele foi o último.

Jota, eu não vi essas falhas. Respeitosamente, não concordo mesmo.

Ricardo, para a gente ver o ponto que estamos.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Não está dando pra entender essas críticas ao Jefferson.
Não vi falha em nenhum dos gols, talvez o segundo gol ele poderia ter tentado ir nela, mas mesmo assim, foi um chute cruzado de um atacante que apareceu livre dentro da área.
Sabemos que ele não é o mesmo Jefferson de antes, mas é muita má vontade com o cara, ta doido.

Será que parte da torcida quer o Saulo no gol?
Resende

RICARDO SOUZA disse...

Apareceu, chama-se Vitinho. Infelizmente por incompetência deixaram o cara sair após menos de 1 ano...

Rodrigo Federman disse...

Resende, eu respeito, mas também não vi essas falhas.

Sim, Ricardo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo.

Depois da eliminação do Brasil o que de melhor aconteceu, é ver o nosso centro-avante "Platinado" comandando o nosso poderoso ataque.

Quem falou que esse Kieza é jogador de futebol, deve ser um retardado mental.

Patinhas.

Abel Santos disse...

Essa desculpa idiota de que o adversário teve apenas duas chances e aproveitou não cola mais. A copa foi decidida assim. Time bom hoje é aquele que joga por uma a duas bolas e aproveita. Tem que ter eficiência.
Times que tinham a posse de bola foram derrotados na copa. O futebol está uma merda só. Virou combate físico e tático, e não de talentos e posse de bola. O que importa agora é eficiência. A Espanha teve 78% de posse da bola contra a Rússia... e daí? Perdeu.
E o Botafogo não tem nada que lembre uma time minimamente eficiente. Se pensar que pode continuar com esse discurso defasado, vai pro buraco.

Marcio disse...

O pior é que sempre surgem noticias sobre sondagens ao Fernandez...
Pois bem, considerando que a diretoria só tem como forma de arrecadação a venda de jogadores, periga vendê-lo caso alguém faça uma proposta concreta, nem precisa ser "aquela" proposta.
E como o Jéfferson vai se aposentar, creio que é o momento correto, periga iniciar o ano com o Saulo no gol, pois eu não acho que contratarão outro goleiro e se fizerem, virão com algum do arrebenta toco.
Eu não confio nesse departamento de futebol "profissional".
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Patinhas, é desanimador demais. Um cara com currículo inexpressivo em clube grande que aqui é titular absoluto. Não pode dar certo mesmo.

Claro, Abel. Até porque, futebol se resume apenas em bola na rede. Não podemos aceitar mais essa muleta.

Marcio, não duvido que ele sairá. Até porque, o presidente, em desespero já deixou claro que quer vender gente.

Abs e SA!!!

Daniel BFR disse...

Time bom é aquele que aproveita as chances que tem, uma duas ou cinco. Bota na rede. Mas é preciso qualidade.
E sem a bola, pára o jogo ainda no campo adversário com faltinhas, e "morde", ou seja, tenta dar o bote mas sem fazer falta, quando marcando no seu campo de defesa, ao invés de apenas cercar.
Em resumo, firme mas leal na defesa, e eficiente no ataque. O time que faz é o time que costuma vencer.
Posse de bola, assim como n° de finalizações, são parametros que costumam trair quem se baseia por eles. Imagina de 60% da sua posse, quantos % foi tentando algo do meio pra frente e quanto foi tocando pro lado/trás ou carregando lentamente a bola. Dessas finalizações vou ser franco.. GRANDE DEFESA do Cássio ontem só aquele lance que defendeu primeiro com as mãos e depois o pé. As outras defesas, um goleiro dito "de Seleção" (e vai, ele tem sim seu valor), tem que pegar fácil.

Celso Ricardo disse...

Respeitando a quem discorda mas, Jeferson se colocou mal no primeiro gol, estava desconcentrado e não pulou na bola. Poderia ter defendido? Não sei,nem ele, já que assistiu passivamente à bola. No segundo, não fechou o ângulo, não foi arrojado e, mais uma vez, não pulou na bola. Inaceitável para quem já foi o melhor do Brasil.

Rodrigo Federman disse...

Daniel, mas convenhamos que o Corinthians é tão ruim quanto. O que me preocupa é que conseguimos ser ainda piores.

Possa crer, Celso. Respeito, apesar de não concordar.

Abs e SA!!!

Daniel BFR disse...

Não acho "tão ruim quanto" pois eles tem a "qualidade" de um Rodriguinho, que muda o jogo com 2 minutos..
mas concordo que eles não são nada demais, mas por causa da parte defensiva deles que caiu nessa temporada. Eles tem esse estilo cirúrgico já a alguns anos.

SA!

Rodrigo Federman disse...

Daniel, ok, até concordo, mas reforçando minha impressão de que nem Rodriguinho enche meus olhos.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Outra coisa que me incomodou foi ver os jogadores do Botafogo,ao término do jogo,sorrindo, parabenizando felizes o goleiro Cássio pela partida. Não vemos os caras putos com uma derrota, não sei se me fiz entender. Nem os da base, todos tranquilos...

Rodrigo Federman disse...

Entendo e concordo, Celso.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Não tem relação com o BOTAFOGO, mas esse Pedro do Fluminense vai mostrando que tem intimidade com o gol,
São 15 gols em 30 jogos, o problema é encontrar um "professor" que o coloque para marcar o volante adversário.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, tomara que nunca coloquem esse cara para ter que marcar zagueiros antes de se preocupar em marcar gols.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Engraçado como o Lindoso gosta de se intitular o líder intocável do Botafogo.
Vá gosta de dar entrevistas longe.

Marcos Antonio

LEVI PEREIRA disse...

Ué!
Faço críticas ao Jefferson porque ele tem se mostrado um mal goleiro, com alguns poucos lampejos de excelência, ora bolas!
Eu não posso mexer na estrutura mesma da existência para "desacontcer" fatos consumados. Não há como negar que houve um jogo entre duas Alemanhas na copa de 74, o que me conduz à incontornável conclusão de que a Alemanha não detém quatro títulos mundiais, mas apenas um. A antiga Alemanha Ocidental é que venceu três vezes. Impossível desfazer essas modificações no mundo fenomênico. Napoleão foi derrotado em Waterloo e não existe a mais mínima hipótese de que tal fato seja retirado do mundo dos eventos ocorridos.
Numa palavra, eu não tenho opinião sobre fatos. Limito-me a reconhcê-Los. Opinião eu as guardo para hipóteses, para potências não realizadas em atos.
Não tenho opinião sobre as atuações do valente Jefferson nos últimos muitos meses. E nem poderia ser de outra forma. Ele tem sido de uma inutilidade escancarada, assim como outros jogadores de linha, justiça seja feita. Não se trata de uma questão de opinião, mas sim de saber reconhcer fatos, ocorrências havidas, sem querer ser repetitivo.
Sim, ele foi um goleiro acima da média, com alguns defeitos notórios, como por exemplo, não saber sair do gol. Sim, foi importante para o Botafogo em momentos em que suas atuações foram fundamentais para a história do clube, como naquele jogo em que pegou o pênalti de um mulambo qualquer(o tal que prefere a Vila Cruzeiro ao Lago Como, em Milão) e que valeu o título do estadual de 2010. E Sim, tem falhado amiúde, sem mencionar que tem demonstrado uma notória insegurança nos jogos, como foi ontem.
Arrematando, trata-se somente de constatar fatos, com olhos de ver. Não é opinião. E é por reconhcer uma sequência de fatos negativos em relação ao Jefferson - no que toca às suas atuações como goleiro - que me valho da suprema ousadia de tecer-lhe críticas.
Se algum goleiro entrou ontem em campo, foi o do adversário cujo nome sempre esqueço. E não custa relembrar que o arqueiro fulano de tal estava há um mês sem jogar, pois esquentava o banco de reservas lá dos amarelos.
E o espaço aqui sempre foi aberto e é por isso que passo de vez em quando, ainda que para apontar as falhas de um ou outro jogador, sem olhar para nomes ou para a história de quem quer que seja. Aliás, aqui é o único cenário em que falo sobre futebol. Rectius: sobre o Botafogo.

Marcio disse...

Rodrigo, o Fluminense fez 15 gols no campeonato brasileiro e o Pedro marcou 7; só que ele foi a campo em 11 das 13 rodadas.
E há quem tente de qualquer maneira retirar a importancia da atuação individual, colocando tudo na conta do grupo, do coletivo, como se estas não estivessem intrinsecamente ligadas.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcos Antonio, o problema é que o Botafogo mesmo que deu toda essa moral a ele.

Levi, sobre o Jeff, reconheço que não é mais o mesmo. Mas ainda assim, acho que ele está no nível do que tem por aí no futebol brasileiro. Ou seja, não identifico no gol, nosso grande problema.

Pois é, Marcio. Nessas horas os professores somem.

Abs e SA!!!

Kal disse...

Será que ninguém irá se pronunciar a respeito do comentarista (?) Villaron que chamou o Botafogo de "BoStafogo" em plena transmissão do premiere? Ontem o vagabundo se desculpou alegando "ato falho".
Essa diretoria é a pior da história.

Rodrigo Federman disse...

Kal, o clube deve cobrar explicações públicas do Premiere/SporTV.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

A diretoria nada cobrará, se fosse para reclamar dos Torcedores, já estariam bradando.
Parece que o citado comentarista pediu desculpas pelo twitter... Na verdade, inicialmente, deveria fazê-lo no mesmo canal o qual proferiu tal ofensa.
Por isso sempre prefiro assistir aos jogos com o volume zerado, já que os comentários desses caras não me dizem praticamente nada.
SA!!!

Anônimo disse...

#OPINIÕES#, ali em cima, #eu as guardo#, em vez de OPINIÃO. Errei, corrijo.
Levi.

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Marcio.

Valeu, Levi.

Abs e SA!!!