quinta-feira, 16 de agosto de 2018

O empenho voltou
















O Botafogo conseguiu reverter o placar adverso do jogo no Paraguai, venceu o Nacional por 2 a 0 hoje a noite e se garantiu na próxima fase da Sul-Americana.

O próximo duelo será contra o Bahia.

E a julgar pelo jogo desta quinta-feira, se atuarmos com o mesmo empenho, podemos eliminar os baianos. 

Mas repito: O espírito precisará ser idêntico ao desta segunda partida diante do Nacional, pois diferente dos últimos compromissos, desta vez sim, vimos um time brioso, lutando, correndo, enfim, se entregando em todas as bolas com vontade.

Desta maneira, conseguimos compensar a falta de qualidade técnica. 

Aliás, apesar do bom jogo e da classificação, continua evidente que o Botafogo atual é limitadíssimo. Por isso, a necessidade de sempre atuar com a faca entre os dentes. Mas, com uma urgência a ser corrigida ou, pelo menos, minimizada: A incrível falta de pontaria ou inteligência nos últimos lances ou conclusões.

Tirando os dois gols e duas bolas na trave, poderíamos ter feito outros quatro ou cinco gols. Não fizemos por insuficiência técnica mesmo. Só que os próximos adversários certamente não serão tão fracos como a equipe paraguaia. Logo, o Zé Ricardo precisa trabalhar finalizações à exaustão.

Diante disso tudo, por hoje ficou de ótimo tamanho, mesmo assim.

Valeu pela classificação e pela entrega. 

Parabéns para o time...
...e para a linda festa proporcionada por mais de 35 mil botafoguenses no Niltão.

Que a sintonia continue no domingo, contra o Atlético, pelo Brasileirão. Certamente não será a moleza que enfrentamos agora a pouco.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 2 x 0 Nacional (PAR)

1- Saulo: Um espectador dentro de campo - 5,0

2- Marcinho: Correto, sem comprometer - 5,5

3- Carli: Ganhou praticamente tudo - 6,5

4- Rabello: No mesmo nível do companheiro de zaga - 6,5

5- Rodrigo Lindoso: Bom primeiro tempo. No segundo, cansou - 6,0

6- Moisés: Saúde de um búfalo - 7,0

7- Renatinho: Um engodo. Fraco e frágil - 4,0

8- Matheus Fernandes: É o motorzinho do meio de campo, seja na defesa ou apoio - 6,0

9- Aguirre: Muita luta e pouca técnica - 5,0

10- Valencia: O cara do jogo. Não se esconde, se apresenta e não tem medo de arriscar - 7,0

11- Luiz Fernando: Bons lampejos, mas ainda carece de mais regularidade - 6,0

12- Gilson: Um lance patético, no melhor estilo Gilson de jogar bola - 5,0

13- Brenner: Não conseguiu aumentar o poder de fogo do ataque - 5,0

14- Rodrigo Pimpão: Conseguiu ser mais participativo e dinâmico do que o Renatinho - 5,5

Zé Ricardo: Conseguiu dar um pouco mais de solidez defensiva ao time - 5,5

45 comentários:

Leonardo Valadao disse...

Rodrigo,grande vitória hoje,time jogou com raça, é isso que esperamos de um time muito limitado,se jogar assim não vai ter vaia,quem destoou para variar foi o Renatinho, jogador que nao tem noção da importância da camisa que veste ,fora que parece ser de vidro...no mais gostei do time no sentido de entrega.

Rodrigo Federman disse...

Exato, Leonardo. Cobramos sempre isso: raça. Até porque, sabemos que exigir mais do que raça de um elenco tecnicamente fraco é querer demais. Mas por hoje, valeu bastante.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Será que reapareceu o bicho?
Amigos,desculpem, mas não sou"mulher de malandro". Não vai ser com um joguinho que vou me enganar. Não gosto desses caras, não confio neles. Vamos ver a sequência...

Sergio Di Sabbato disse...

Parece que dei sorte e vi uma boa apresentação do Botafogo. Se não é um time brilhante pelo menos não faltou luta. Uma coisa irritante é esse Renatinho. O Aguirre é fraco mas luta, idem o LF, mas o Renatinho é uma mosca morta, jogador inútil.
Gostei do time e também achei que o LV hoje jogou bem. Pode não ser nenhuma sumidade, mas não se esconde. Grande vitória e tive um feliz retorno. Vamos ver domingo. Abs e SB!

Anônimo disse...

Rodrigo.

O time mesmo aos trancos e barrancos reverteu o jogo. Por este motivo, e por ter se empenhado ao máximo vou poupa-los das minhas críticas.
Agora é manter a pegada, de outra forma não tem jeito. Quanto ao perna de anão, não se esconde e fez um gol e tal, mas cá pra nós foi bizarro em alguns lances.
Pra mim, o leão do jogo foi o Carli sendo acompanhado de perto pelo Rabelo.

Nota mil pra torcida que acreditou e fez a festa.

Patinhas.

Christiano da Silva Guimaraes disse...

Bom jogo, time com empenho, show da torcida, mas foi o adversário mais fraco do ano. Que time horroroso esse Nacional.
Não nos iludamos com isso.
O Palmeiras suou um litro em cada um dos confrontos contra o Bahia na Copa do Brasil.
Fiquemos atentos!

Anônimo disse...

Boa vitória poderia ter sido fácil mais não foi.
Além da vitória e a excelente renda a premiação foi ótima para os cofres combalidos de General Severiano.
Além de uma vaga na Libertadores na fase de grupos.

Primeira fase: USD 250.000 (R$ 832,5 mil)

Segunda fase: USD 300.000 (R$ 1 milhão)

Oitavas de final: USD 375.000 (R$ 1,2 milhão)

Quartas de final: USD 450.000 (R$ 1,5 milhão)

Semifinal: USD 550.000 (R$ 1,8 milhão)

Vice-campeão USD1.200.000 (R$ 4 milhões)

Campeão – USD 2.500.000 (R$ 8,3 milhões)

Marcos

Rodrigo Federman disse...

Celso, ainda sim, motivado apenas pela paixão (torcer muitas vezes é só isso...rs) prefiro elogiar quando vence com méritos e criticar sempre que fixa devendo. Hoje prefiro ficar só nós bons momentos.

Sérgio, já está convocado para o jogo de domingo. Hehehe

Patinhas, gostei bastante da dupla de zaga e do Moisés também. Mas o Valencia, em minha opinião, foi o cara.

Sim, Christiano. Não podemos desconsiderar a gritante fraqueza do adversário.

Abs e SA!!!

Tiago Almeida disse...

Rodrigo, brenner, kiesa e Aguirre juntos da uns 800 mil por mês se juntar os treis não dar um Ricardo Oliveira que ganha 400 mil no Galo isso é falta de planejamento.

Rodrigo Federman disse...

Marcos, não foi simples, mas até que achei um jogo fácil.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Tiago.
Abs e SA!!!

Fabio Lucas disse...

Discordo de Aguirre e do Renatinho jogaram bem e com o tempo iram evoluir no time principal nao vejo nada faltando o Botafogo no máximo um homem gol...
Pra mim o Ze Ricardo achou a formação ideal do Botafogo desse ano nesse jogo e daqui pra frente. E outra o pior jogador pra mim foi Matheus Fernandes como uma vez um amigo meu me disse sera que se tira Matheus fica so Fernandes??

Rodrigo Federman disse...

Ok, Fábio. Eu já penso e vi diferente.
Abs e SA!!!

Leonardo Valadao disse...

Achei o comentário do Celso desnecessário, são esses jogadores que vamos 'aguentar' ate o final do ano,nao adianta reclamar...pelo menos jogaram com raça...se perder e dar o sangue em campo está ótimo...agora mesmo na vitória cornetar os jogadores que correram muito,acho tremenda babaquice.. hoje são esses jogadores que vestem a camisa do clube que vc diz que torce...nao vai ter futebol bonito, só espero entrega...

Marcio disse...

Bo primeiro tempo o BOTAFOGO teve a posse da bola e não soube o que fazer; faltou uma maior tranquilidade ao meio campo para organizar as jogadas; mesmo assim fez o seu gol através do Lindoso, o mesmo que antes teve um gol invalidado por impedimento do Rabello. Ressalto que não achei que o Rabello estivesse i;mpedido.
No segundo tempo o BOTAFOGO voltou pressionando a equipe paraguaia e criou algumas boas oportunidades e contou com a falta de sorte em duas finalizações que encontraram a trave. Depois optou por esperar as oportunidades de contra-ataques, que apareceram e foram desperdiçadas.
Já praticamente no fim do jogo, Valencia acertou um belo chute, que definiu o placar.
Em resumo, o placar era para ter sido muito maior e, obviamente, uma tranquilidade também maior, pois quando o placar ainda estava 1 a zero, os paraguaios quase conseguiram o empate; o que iria complicar demasiadamente o BOTAFOGO..
Se faltou técnica,, a raça se fez presente.
SA!!!

Anônimo disse...

Assisti aos últimos quinze minutos do jogo. Do muito pouco que vi, gostei do Valência, o que não significa muita coisa, dado o histórico do chileno no Botafogo e do time como um todo.
Se há algo que me irrita de verdade, é constatar que essa gente corre quando é preciso, mesmo contra uma equipe medíocre, como é esse Nacional paraguaio.
Estou com o CELSO. Sou cético em relação a esses caras. Ainda espero pelos 47 pontos. Quanto à Sudamericana, MUITO CEDO ainda para me deixar levar pela empolgação. Sim, gostei da vitória e da classificação, mas assumo ainda uma posição extremamente discreta e conservadora quanto ao desenvolvimento nesta Série B da América.
Alguém, não sei quem exatamente, perguntou pelos críticos do Sr. Lindoso: eis-me aqui, PRESENTE! Quero esse cara fora do Botafogo. Ah, mas fez um gol. Obrigado, Sr.Lindoso, por cumprir minimamente a função para a qual o Sr. é regiamente pago.
Fora, Lindoso! Não sei se fui muito sutil...
Levi.

Abel Santos disse...

Eu estava em um curso. Não pude ver o jogo e ainda nem vi os lances. Mas, pelos comentários, muito esforço e nenhuma técnica. Valeu pelo resultado. É o que importava para hoje.
Sei que não podemos nos enganar... batemos em um bêbado com os olhos vendados em noite de tempestade... vamos ver o que acontecerá este fim de semana...
O Bahia será osso duro na sul americana... é um time tão franco como o nosso... Mas temos que comemorar cada resultado positivo... então... vamos confiar por uma surpresa com o Atlético-MG.

Rodrigo Federman disse...

Leonardo, eu não achei desnecessário. É a opinião dele. Tem o meu respeito, mesmo que eu não concorde integralmente. E isso é independente de irmos com esse time até o final, se terão reforços ou não.

Marcio, ainda falta um cara que coloque a bola e chame para o jogo. Tipo o Maicon fez ontem no jogo do Maracanã. O espaço entre defesa e ataque ainda continua muito grande. Concordo contigo.

Hahaha. Levi, tem quem se contente com Lindoso sempre! rs

Abel, perdeu um jogo interessante. Ao menos o time foi brioso. Independente da fragilidade do adversário, o Botafogo sempre tentou superar as suas limitações com muito empenho.

Abs e SA!!!

Leonardo Valadao disse...

Rodrigo , quando falei desnecessário foi que o time hoje,eu falei hoje, não merecia critica,todo mundo sabe que o time é limitado,mas pelo menos jogou com raça e ganhamos.. saudações alvinegras.. não tenho nada contra essa pessoa.

Rodrigo Federman disse...

Leonardo, sei que não é nada pessoal, mas apenas quis dizer também que cada um pode ter uma opinião diferente, né? Eu, por exemplo, hoje avalio o jogo e o resultado mais na sua linha, mas nem por isso achei o comentário do Celso desnecessário, afinal, foi a visão dele. Só isso. rs
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

E se eu achar seu comentário babaca?

Fabio Lucas disse...

Mas como o amigo Tiago Almeida colocou e nem um pertence a gente Kieza+ Aguirre+ Brenner ainda bem rsrs. Assim que eles sairem iria atras de um jogador igual ou melhor do que Ricardo Oliveira, talvez Wilson Morelo, Andre Chavez, Ramon Abila, Leandro Damião ou sei la e 2 de 150 mil para forma elenco tipo Cassiano, junior brandao, Roberson, Bergson, Mike, Petterson alem de subir para o profissional o Igor Cassio daria mais oportunidade ao Renan Gorne.
E entendi o porque o Moises nao joga no Corinthians deu raiva um hora que foi falta e o Leo Valencia iria meter ele no caixa e o Moises fominha bateu e outra em que se ele capricha-se no passe tinha 3 contra 1 zagueiro so que ele errou

Rodrigo Federman disse...

Celso, está tudo devidamente explicado (no comentário seguinte do próprio amigo). Vamos apenas nos respeitar. E bola que segue.
Abs e SA!!!

Abel Santos disse...

Vi agora apenas os melhores momentos... não consegui ver o jogo todo ainda... mas vi que Leo Valência engatou a 6ª marcha... ele de fato é aguerrido e não é preguiçoso...
Mas que time que perde gol!!! que coisa sinistra!! e quase levou ou empate ao 25 do segundo tempo...

Rodrigo Federman disse...

Fábio, eu só queria ter metade do seu radar de jogadores. Não conheço a maioria dos citados.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Abel, foi um único lance deles no jogo todo. Já da gente, pelo menos seis chances reais. Hoje eu só reclamo dessas bolas fatais desperdiçadas. Nada mais.
Abs e SA!!!

Fabio Lucas disse...

Moises nao errou mandou uma pedrada e o Leo Valencia hoje foi perfeito legítimo camisa 10 da seleção do Chile

Marcio disse...

Rodrigo, falta também alguém que lidere o Time dentro de campo, que oriente essa aproximação e movimentação entre os setores
Observe que quem tem a bola quase nunca tem mais de uma opção de passe à frente; sem opções, a bola sempre retorna para os zagueiros que acaba lançando-a para frente, deixando de ter a posse absoluta para uma posse eventual, já que estará na dividida.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ok, Fábio. Acho que exagerou um tanto, mas ok.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Bom, Marcio...pela moral e status que goza (e eu ainda não entendo o motivo), creio que isso deveria vir do camisa 5. Heheheh
Abs e SA!!!

Rui disse...

Hoje o Moisés jogou muito. O Valencia e o Lindoso fizeram o mais importante: gol. Carli e Igor gigantes. O Pimpão entrou muito bem.
Uma das melhores apresentações do Botafogo na temporada . Não deixou o adversário jogar e os jogadores colocaram o coração no bico da chuteira.

Rodrigo Federman disse...

Rui, concordo em grande parte, mas também não dá para desconsiderar a fragilidade gritante do adversário, né?
Abs e SA!!!

MARCOS OLIVEIRA disse...

Mesmo nas vitórias, o nosso sofrimento faz parte. Pela má formação do time, que nitidamente é fraco. Mas, hoje, teve um final feliz. Leo Valencia fez um belo gol e grande partida, assim como o Moisés voltou a convencer, com uma partida brilhante. Carli seguro a maior parte do tempo, mas bobeou naquela chance que quase resultou em gol do Nacional. Os outros fizeram o que sempre fazem: Nos deixam putos na maioria das jogadas, com erros bobos. Temos que melhorar para ganharmos do Bahia hoje. Abs e SAN!

Rodrigo Federman disse...

Marcos, é bem por aí mesmo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pra ser breve: da arquibancada dá pra ver melhor o jogo pelo campo inteiro. Deu pra perceber um time mais equilibrado em campo com alguma movimentação mais interessante.
O Aguirre é um embuste.
O Valência pela sua dedicação merece destaque.
O Moisés é um cavalo puro sangue.
Enfim acho que jogamos bem. A questão é a limitação técnica individual que prum time profissional de série A é sofrível. Mas é o que tem e com o que vamos até o final.
Casa cheia. Incrível=> pagantes mais de 38.000. Presentes => quase 36.000. Ou seja, 2000 pagaram e não foram. Com certeza não chegaram à tempo. Levei 1:20 hr de Copa até o Niltão (saindo 17:00hr).
Outra coisa:esse estádio olímpico é horrível. Não tem acústica alguma. É distante kilometros do campo e a arquibancada. Só seu vizinho de cadeira te ouve. Teve lotação praticamente de 100% e não parece estar lotado . É bom porque é nisso. Economizamos e gera receita mas em termos de estádio no estilo alçapão tá léguas e léguas de distância de ser .
Jacob

Cleberson disse...

Ser Botafogo é diferente demais, tem que ser apaixonado, não é pra qualquer um, tem que ser escolhido. Ser Botafogo é se dedicar, amar, sofrer, na verdade é inexplicável, e se um dia o Botafogo me matar do coração, saibam que morri feliz! E mais: TEM QUE RESPEITAR O GLORIOSO BOTAFOGO! AQUI É BOTAFOGO

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Pai. Foi mais ou menos o que vi da TV também.

Isso aí, Cleberson.

Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Valeu a vitória, ok.... Mas o adversário era a a baba do quiabo cozido em água de salsicha. Muito ruins...
Nosso time não troca 3 passes no meio campo... E tem uma dificuldade inacreditável pra fazer gols.
Ganhamos ok. Que sirva de motivação... Mas não me empolgo. Muita coisa a melhorar.

Rodrigo Federman disse...

Vinny, sim. O Nacional brigaria contra o rebaixamento no campeonato carioca. Isso não pode ser deixado de lado.
Abs e SA!!!

Daniel Cananea disse...

Nas oitavas o Bahia e nas quartas provavelmente o Atlético-PR.
Temos OBRIGAÇÃO de estar nas semifinais da Sulamericana.

SA!

Rodrigo Federman disse...

Daniel, difícil pensar nas quartas antes de começarmos os embates das oitavas.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Chega sim!
Tudo certo ganhar! Mas vamos dar vez para os meninos da base!
Chega de pagar milhões para ganharem um time fácil E ainda ficarem na vitrine

E os meninos da base ter que ir levar porrada em times B e C
Times de várzea
E ainda serem chacoalhados como horríveis e ainda
Serem queimados no próprio time de formação
Enquanto esses jogadores de fora ganham muito e molezinha vão para time A porque estavam na vitrine um tempão ganhando a vez dos meninos
Chega de tanta vergonha e descaso
Acorda!!
Careca

Rodrigo Federman disse...

Careca, desde que os jovens da base sejam realmente bons. Não apenas por serem da base.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Concordo.

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Fatos.
Abs e SA!!!