terça-feira, 23 de outubro de 2018

Culpa da torcida




Palavras do técnico Zé Ricardo, após a derrota do último sábado:

"- Momento de dificuldade, pressão, a torcida contra, isso vai fazendo que uns atletas mais que outros sintam um pouquinho mais. A pressão acaba interferindo no raciocínio, na técnica. Temos que trabalhar a parte mental dos nossos atletas para as próximas partidas".

Ah sim, agora a culpa, mesmo que indiretamente, é da torcida? Não podemos pressionar, amigos. Os guerreiros sentem e acabam não desempenhando todo o seu futebol de excelência. 

Ao invés de colocar essas sem vergonhas para correr debaixo do sol de meio dia e ficar treinando fundamentos básicos, vamos "trabalhar a parte mental", pois eles estão injustamente acuados, sem conseguir raciocinar e caprichar na parte técnica.

Mimados do cacete!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

42 comentários:

Anônimo disse...

Ricardo
Não duvido que que mais dias de descanso prós guerreiros que estão numa nobre luta.
O Botafogo já afundou e tentam justificar de maneira esdrúxula.
Em breve dirão que farão tudo para o clube voltar ao lugar de onde deveria ter saído.
E Pimpão cobrando salários. ...
E ainda confessa que está há 4 anos no clube mas não diz que foi só ganhando salários, sem conquistar rigorosamente nada...

Anônimo disse...

Ricardo
Mais um retrospecto contra o Botafogo...Dez anos sem ganhar do poderoso Atl.lá.
Cinco derrotas e dois empates.
Aos que não acreditam que viramos time pequeno....Pois estamos dez anos anos sem ganhar de um time médio!!!
Sem mais o que falar.

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, pois é.
Abs e SA!!!

Adelson disse...

Ele não disse que a culpa é indireta... Ele disse que é direta.
Nós assistimos os incompetentes e ainda temos que aplaudir.
Zé Ricardo entre em depressão antes do elenco, foi assim no Vasco.

edison silva disse...

Vergonha não está disputando nada e ainda perde jogo em casa que e obrigacao ganhar, agora pega furacão fora aí que nan ganha tem que dá o sangue nesse jogo se não vai cair e triste mas é isso

Rodrigo Federman disse...

Sim, Adelson.

Pois é, Edison.

Abs e SA!!!

Silva disse...

Bom, já que nós estamos atrapalhando o jeito é não ir mais aos jogos, assim eles vão ter mais tranquilidade e confiança para praticar um bom futebol e nos salvar da série B,talvez até consigam nos levar para a Libertadores do ano que vem!!! Zé Ricardo vai se ...

Anônimo disse...

Um amigo aí em cima citou o longo jejum contra o Atlético PR.
Não faz horas, escrevi, aqui mesmo, que o Atlético já se tornou maior do que o ex-Botafogo. Não tenho a menor dúvida disso. O clube paranaense já chegou a disputar uma final de Libertadores nos últimos anos. E ainda foi garfado no quesito estádio, pois fizeram com que fosse jogar a final em Porto Alegre. Conheço as dependências dos paranaenses em Curitiba, antes mesmo da reforma para a copa. Fiz lá uma visita guiada e fiquei impressionado! Coisa de clube que almeja algo além de um estadualzinho a cada cinco anos, o famoso me engana que eu gosto, o engana trouxas. No dia seguinte à visita, assisti ao jogo deles contra o Sport. Foi no ano em que os Corínthians foi rebaixado.
Claro que torcerei para não ser rebaixado, mas dá raiva assistir a um sem número interminável de descaso e de desmandos. E caso escape, no próximo ano será a mesma coisa, até que alguém abnegado e competente assuma o clube. Já falamos isso algumas vezes. É chover no molhado.
Torcida! Culpar a torcida! Que coisa mais velha, meu Deus!
Esses caras não têm a menor noção do que já passei como torcedor do Botafogo no velho Maracanã e no Caio Martins!
História já velha: no três a três contra o Flamengo, naquele ano de 1989, estávamos eu e um amigo de faculdade lá na Folgada do Russão. Descemos a serra e deixamos o carro na Novo Rio (sempre fazíamos assim), pois o estacionamento na área do estádio era um show de horrores. Tomamos um 606 (acho que era isso, linha Engenho de Dentro, salvo engano), que parava no Maracanã. Os caras fazem um a zero, gol de falta do craque deles em final de carreira e frango do Ricardo Cruz (chovia a metro!, bola molhada). O Botafogo empata no final do primeiro tempo com o Maurício. Na volta, fizeram dois...três a um e jogavam muito. Mas aquele Botafogo, que entrava em campo com jogadores usando uniformes com marcas diferentes (há fotos comprovando o tempo das vacas magras), não se entregava nunca! Dava gosto. Bom, Gonçalves, jogando ainda pros mofentos, atrasa uma bola no contrapé do goleiro deles, que aceita: três a dois. A partir dali, o Botafogo partiu pra cima e empatou já no final, gol de Vitor, ex-jogador deles. Depois, em entrevista, o Zico disse que o gol contra do Gonçalves ressuscitou o Botafogo... E chovia, e chovia e chovia mais ainda. Ficamos tão eufóricos com aquela "vitória" que saímos do estádio sob uma tempestade que não dava tréguas e tomamos o mesmo 606 que, adivinhem?, não estava indo para a Novo Rio, onde deixamos o Gol velho, mas para o Engenho de Dentro. Ônibus lotado de flamenguistas irritados até à medula e com poucos botafoguenses (eu e meu amigo não estávamos uniformizados). Eis que adentra o coletivo um moleque botafoguense muito, mas muito debochado. Fez a festa!, para alegria dos poucos botafoguenses que estavam no 606. A primeira frase do louco: TEM ALGUM FLAMENGUISTA AÍ? SE TIVER, É MEU AMIGO! TRÊS A TRÊS É JOGO DE AMIGO! Pensei que fosse dar problema, mas, até onde eu sei, não houve desdobramentos. Saltamos no Méier, tomamos o outro 606 que voltava, rumo à Rodoviária. E chovia, chovia muito...
Foi um dos dias mais divertidos como TORCEDOR de VERDADE daquele BOTAFOGO DE VERDADE! Por quê contei a história? Porque gosto de me lembrar dessas histórias e para dizer ao Zé Ruela (oops, Zé Ricardo) que abnegada torcida do Botafogo não tem nada a ver com Lindosos, Mufarrejs e Dudus Cearenses (como eu invejo o Dudu Cearense!, um dos salários mais fáceis do mundo!).
Contei para dizer que até ônibus errado eu já peguei para torcer para o BOTAFOGO DE VERDADE.
Levi

JrNelson disse...

Calor, torcida contra, os adversários tem muita qualidade,a bola é redonda e por isso atrapalha, etc... Esses caras tem desculpa pra tudo, menos assumir qualquer responsabilidade pelo trabalho mal feito, falta de tática, técnica e vontade...

Rodrigo Federman disse...

Silva, no fundo eu acho que isso que eles querem mesmo.

Levi, hoje, sem dúvidas, eles estão maiores. Sem comparação.

Pois é, JrNelson. Desculpa para tudo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Esse cara, tá escalando mal, substitui pessimamente e para completar o Kieza e o Brenner tem milhares de chances e o Aguirre tá descartado, quando entra é faltando 15 minutos ou para bater o penalty contra o Bahia.
Gabigool não fazia nada, com o Jair de técnico, Cuca entrou o cara é o artilheiro do brasileiro, jogando bem.
Queria vê o Cuca no Botafogo se ele não daria jeito no Aguirre.
Não é possivel o que o Louco Abreu falou do Aguirre foi mentira.
Reprisando.
Veja o que o Louco Abreu falou do Aguirre".
– Quem está no futebol conhece, ainda mais porque ele teve no Nacional-URU. Tenho pleno conhecimento das características que ele tem. É um centroavante que pode ajudar muito, mas não é artilheiro. Ele é um atacante que faz gols. Têm três tipos de atacantes: atacante que faz gol, o atacante que ajuda os outros a fazerem gols e o artilheiro. É um atacante que faz gols, muito forte, potente e que adapta rápido. Se o jogo é de jogar bem ou é para briga, também se adapta. Não tira a bunda da agulha. É raçudo. Para as características que o Botafogo tem, pode se entrosar muito bem e ser importante – comentou Abreu.

Marcos Antonio

Anônimo disse...

Ontem assistindo, comentário na rádio Botafogo, que tem alguns investidores, querendo colocar 150 milhões para fluxo de caixa e o Botafogo voltar a seu um time administrável,respirando, só há um porém, tem que mudar o estatuto e o futebol do clube, seja dirigido por esses investidores, segundo o que eu apurei,também existe a velha guarda que não aceita que o clube seja dirigida por esses investidores.(claro eles não mandaria mais no futebol do clube) fiaria ele com os outros esportes.
Saudoso Bebeto de Freitas falou na época que foi presidente que esses cardeais são o atraso do Botafogo.
Botafogo, tá mais do que na hora de se tornar o futebol profissional e sendo dirigido por investidores comprometido com o futuro do clube.
Com esses cardeais o futuro será negro e decepcionante para sua sofrida torcida.
Duvido que se o clube fosse dirigido por pessoas profissional teria feito renovações como foi feita de algumas figurinhas.

Mamá

Rodrigo Federman disse...

Marcos, o ZR está mostrando ser tão fraco quanto o elenco.

Mamá, prefiro não criar expectativa.

Abs e SA!!!

Renan Bernarde disse...

Essa deve ser a situação de mudança no estatuto que o CEP tanto fala.

Eduardo Samico disse...

Estava custando a culparem a torcida.
Gostei da ideia que li acima - esqueci o autor: que ninguém vá mais aos jogos. Quem sabe assim as crianças nao se sintam menos pressionadinhas ?
E "trabalhar a parte mental".. meodeps !! Tinha que trabalhar técnica, treinar fundamentos.
Canalhas !
Abs

Rodrigo Federman disse...

Renan, eles seguem enrolando.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, a culpa é sempre nossa.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

A pressão interfere na técnica? Como assim?
Não há como interferir negativamente em algo que é essencialmente ruim ou quase inexistente.
E a Torcida só perdeu a linha definitivamente no 54º jogo da temporada, mais especificamente o 30º do Campeonato Brasileiro, ou seja, o que mais teve foi paciência por parte do Torcedor, ainda mais considerando a eleiminação vexatória na Copa do Brasil.
São muitas desculpas para poucos resultados positivos.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, também me questionei isso: Como interferir negativamente em algo que é ruim por natureza.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Márcio, domingo estava assistindo o programa da tv Gazeta de São Paulo e os participantes era ex-jogadores Marcelinho Carioca,Vampeta e Muller.
Segundo informações no programa,Jair filho, técnico do Corinthians, treinou o time de um jeito e antes do jogo, teve que escalar um tal de Jonatas,que era ligado ao mesmo empresário do técnico, por imposição do empresário do mesmo e que o tal do Jonatas, ganhava 01 milhão por mês eu sinceramente não acreditei, no Corinthians e o mais grave, segundo os ex-jogadores não gostam disso e Vampeta,Marcelinho Carioca, falaram que aconteceu isso várias vezes, quando eles jogavam, o time era escalado de madrugada.
Você duvida que isso não esteja acontecendo no Botafogo,tem várias escalações que ninguém entende com insistência com vários jogadores.
Porque não insistiram com Yuri, porque não insistem com o Marcelo na cabeça da área,porque não tem oportunidadees Igor Cásio ou Renan Gorne, escalando sempre a patotinha,com as mesmas substituições sai Kieza entra Brenner.
O que Lindoso representa para ter tanta moral, como titular absoluto,NUNCA É SUBSTITUÍDO com todos os técnicos, exceto o Felipe Conceição o único que não viu nada no futebol dele.
Qual o motivo da contratação do Marcelo Baiano,Kieza será que na base não seria melhor para o clube e mais barato.
Um clube que está com tanto problema financeiro.

Mamá

Rodrigo Federman disse...

Mamá, os motivos nós sabemos bem quais são: $$$!
Abs e SA!!!

Marcio disse...

"A esperada obra do CT do Botafogo enfim está perto de começar. Mas, devido à crise financeira que o clube atravessa, a reforma será feita aos poucos e pode demorar alguns anos até ficar 100% pronta. A diretoria dividiu em seis etapas a construção do projeto, começando pelos campos. Após receber o orçamento de empresas do ramo, o clube irá escolher até o fim da semana a responsável pelos gramados e programou o início para novembro... as demais cinco etapas dependerão da captação de novos recursos, a partir da temporada de 2019, para saírem do papel."

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/devido-a-crise-financeira-botafogo-divide-obras-do-ct-em-seis-etapas-e-programa-inicio-para-novembro.ghtml

Fazem tantas parcerias,... Será que pensaram em ceder um espaço no uniforme para alguma empresa em troca de alguma execuçlão de parte da obra?
Espero que quando o CT for concluido, não precise iniciar alguma reforma por estar, digamos, defasado... Essa obra vai longe, muito longe.

SA!!!

Anônimo disse...

No Botafogo, mesmo sem corresponder, as substituições, são sempre as mesmas.
Marcinho ou Luis Ricardo, quando entra joga pior, do que o Marcinho, emprestaram Fernando sem dar uma oportunidade.
Moisés ou Gilson, quando entra joga pior do que o Moisés e o Yuri.
Kieza ou Brenner e os demais jogadores, qual o interesse teriam de treinar forte, para as modificações,Erik jogou bem no Góias como centroavante aqui ele é homem de marcação, são sempre as mesmas.
Não existe uma sacudidela, uma vez, final do campeonato carioca 02 partidas a primeira o vasco perdeu para o flamengo,Antonio Lopes era técnico do Vasco, mudou 05 jogadores de uma vez,para a outra partida, sabe qual foi o resultado o vasco ganhou e foi campeão.
Tem jogadores que não tem motivação para jogar, faz um mexida drástica e vamos vê o resultado.
Já começaria sábado, porque com esse time atual escalado por Zé Ricardo; já começa derrotado e pode tomar uma baita goleada, porque perder esse time perde antes de jogar,sem brio,alma e sem qualidade.
Ainda bem que não fui favorável a vinda desse Zé Ricardo, preferia Valdir Espinosa.

Mamá

Marcio disse...

Mamá, não se pode duvidar de nada nesse mundo, tudo é possivel...
SA!!!..

Rodrigo Federman disse...

Marcio, nisso a culpa também cairá no colo da torcida. De algum jeito. Anota aí.

Mamá, o ZR é fraquíssimo. Realmente me decepcionou demais.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
E os treinos só a partir das 16:00.Treinar pra que se a culpa é da torcida.
Estamos praticamente rebaixados....E nenhuma cobrança.

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Ricardo. Vida dura...
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Kieza:

"- Nunca andei com isso (pressão) na carreira. Se procurar... Se eu tiver duas ou três chances, vou fazer uma. Não tem pressão comigo. Atacante está para fazer e perder gols. Tenho tranquilidade, pois sei que ela chegando, vou marcar. Sou o artilheiro da equipe no ano. Tem jogos que deixamos de fazer por vários motivos. A bola teme em não entrar. A gente não sabe explicar. São circunstâncias dos jogos, decisões que não deveríamos tomar. Só quem está ali mesmo."

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/artilheiro-do-time-kieza-minimiza-pressao-por-gols-se-tiver-duas-ou-tres-chances-vou-fazer-uma.ghtml

Em duas ou três oportunidades vai fazer um gol?
Fala sério! Tem 10 gols em 40 jogos pelo BOTAFOGO; para ser mais específico, já que jogou 2813 minutos, 1 gol a cada 281,3 minutos.
E não custa lembrar que nem no fortíssimio carioca você teve esse aproveitamento de 1/3 das oportunidades.
E atacante não está para fazer e perder gols; ESTÁ PARA FAZER GOLS.
Da mesma forma o goleiro está lá para evitá-los...
Alguém contrata um cozinheiro para que queime o feijão?
Uma coisa é a eventualidade, perder um gol, o goleiro levar um frangaço, outra é essa desculpa esfarrapada de que só perde quem está em campo; isso é uma forma de esconder as claras deficiências.
O Kieza tem 135 gols na carreira, 6 a mais do que o Rogério Ceni, 129, que só batia falta e pênalti.
Com média de 0,39 gol/jogo, está mais do que comprovado de que não faz um gol a cada duas ou três oportunidades.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, calma...amanhã. Caso contrário, fico sem assuntos. Hahaha
Abs e SA!!!

Daniel Cananea disse...

Outro exemplo é o FluminenC 99% rebaixado de acordo com o Tristão Garcia, e o Cuca ao assumir barrou 6 jogadores,Luís Alberto zagueiro, etc, e só colocou GAROTOS DA BASE no lugar.
Resultado? Cada bola era como um copo d'água no deserto, o time engatou uma sequência de bons resultados, e conseguiu a improvável permanência na série A

Rodrigo Federman disse...

Exatamente, Daniel.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Foi mal, Rodrigo.
É que esses caras pensan que não assistimos aos jogos... Não tem como aturar essas desculpas esfarrapadas.
SA!!!

Adelson disse...

Levi comparou o Atlético-PR com o Botafogo. E tem razão.
Nós estamos caindo a cada ano... e eles se estruturaram e estão crescendo.
Vivemos muito da sombra do que fomos... um passado glorioso não garante o futuro.
Enquanto a VARIG reinava no Brasil, a TAM era uma pequena companhia no interior de SP. Hoje a TAM tem mais de 30% do mercado nacional e a VARIG não existe mais.
A realidade não é fácil, o apequenamento do Botafogo está caminhando para se tornar um processo irreversível.
Estamos a anos-luz de muitos clubes do Brasil, sem perspectivas de grandes conquistas nem a longo prazo.

Rodrigo Federman disse...

Tranquilo, Marcio. Concordo plenamente contigo.

Adelson, infelizmente é uma verdade.

Abs e SA!!!

Adelson disse...

Rodrigo, o pior de tudo é tentar entender como o Atlético-PR tem hoje uma estrutura invejável, com endividamento baixo, e nós estamos desse jeito.
O Grêmio e o Cruzeiro, com torcidas inferiores ao Botafogo, estão aí faturando títulos o tempo todo, sem contar com megas patrocínios como o Palmeiras tem.
Por que não conseguimos ser atualmente, ao menos, a metade de um Grêmio ou de um Cruzeiro? Por pura incompetência dos dirigentes. O saudoso Bebeto de Freitas foi o único presidente de respeito que tivemos nos últimos 40 anos.
Lamento todos os dias a situação em que estamos. Não consigo mais assistir ao show de horrores desse elenco tenebroso.

Marcio disse...

Quem assistiu ao jogo entre River Plate e Grêmio teve uma demostração clara do que signiica disputar uma partida de futebol.
O Grêmio foi lá sem o Luan e o Everton e não se intimidou com estadio cheio e muito menos com a invencibilidade dos argentinos.
O Renato disse que o Grêmio saiu um pouco do seu estilo, para poder "competir melhor"; Marcelo Gallardo, River, que encontrou uma adversário muito bem estruturado.
Apenas um chegará a final, mas que sair lamentará a desclassiificação e não a falta de empenho.
Para terminar, falam muito que os argentinos incentivam suas equipes do inicio ao fim, na fase boa ou ruim. Uma verdade! Só que não me lembro de ter visto algum clube argentino fazer um jogo preguiçoso, sem dedicação extrema.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Adelson, questão de profissionalismo, enquanto a gente aplaude amadorismo na gestão.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Marcio. Foi sem os dois melhores jogadores e jogou com coragem. Uma diferença gritante de quem pensa e atua como grande. Lembrando que recentemente eles mandaram embora profissionais do DM por julgarem que o trabalho lá não estava sendo bem executado. Enquanto isso, no Botafogo... viva o amadorismo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O Palmeiras é um caso à parte.
Quando o Paulo Nobre começou a emprestar dinheiro ao Palmeiras, a juros mais baixos, era unanimidade entre especialistas que não era uma boa, do ponto de vista econômico e administrativo.
O fato é que nesse ano de 2018 o Palmeiras já quitou a sua divida de quase 200 milhões com o ex-presidente, antecipadamente, já que o própio Paulo Nobre acreditava que receberia todos os valores em até 10 anos.
Não custa lembrar que o patrocinio master do Palmeiras é de um valor acima do mercado.
Pode ser que amanhã a história mostre que não foi o melhor caminho, mas hoje o Palmeiras parece ser de fato um outro clube.
O BOTAFOGO precisa estudar os muitos casos de clubes que saíram do buraco, Borussia Dortmund, River Plate, Barcelona que atá 1991 não tinha uma úncia Champions, e até o Glasgow Rangers que decretou falência em 2012 e retornou na 4ª divisão com uma nova identidade corporativa.
Quais casos podem ser adaptados à realaidade do BOTAFOGO? É preciso estudar os casos espalhados pelo mundo, pois falar apenas em politica de pés no chão e/ou contratações que caibam no orçamento é algo muito superficial para quem trabalha com muitos milhões de reais.

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, sem contar que conseguiram uma condição ímpar (extremamente positiva e favorável) no que diz respeito ao estádio.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, o Grêmio demitiu os médicos por causa do Jael e Andrè.
As informações dão conta de que no caso do Jael foi a demora pela realização de uma artroscopia; em relação ao André foi a sua liberação para o jogo contra o Internacional, pois havia relatado dores, foi liberado para treinar, foi para o jogo e teve a lesão na panturrilha agravada.

https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2018/09/16/gremio-demite-medicos-por-causa-de-sequencia-de-lesoes-do-time.htm

Cara, essa situação do André me fez lembrar do Fernández.
As dores que sentiu no punho direito em um treinamento antes do jogo frente ao Sport se relaciona com a contusão sofrida, efetivamente no jogo contra o Sport, no mesmo punho direito que o afastou dos gramados até hoje?
Lembrando que o Jota já explicou que, segundo as informações que recebeu, é uma contusão rara...
O meu questionamento não está no fato da contusão ser rara, acredito no depoimento do Jota, e sim se as duas situações se relacionam.

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/gatito-da-susto-sente-problema-no-punho-e-deixa-o-treino-mais-cedo-no-botafogo.ghtml

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/exame-aponta-lesao-no-punho-de-gatito-que-ficara-fora-por-ate-1-mes.ghtml

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Marcio. A diferença é gritante.
Abs e SA!!!