segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

A maior alegria seria...




No dia 30/01/18 o Botafogo anunciou a contratação daquele que seria o seu "super atacante" para a temporada.

Kieza, cujo último ano minimamente decente havia sido em 2015. Depois disso, foram anos medíocres de um atacante medíocre com um currículo medíocre. Tanto que, quando teve oportunidade de mostrar algo em clubes do "grande centro" do futebol brasileiro, fracassou e não deixou saudade alguma nas torcidas do São Paulo, Cruzeiro e ECTD.

Mas o Botafogo...
...insistiu no Kieza, que com salário de 3 dígitos, falou na sua chegada em General Severiano:

"- Estou muito feliz de poder voltar ao Rio de Janeiro e jogar em um grande clube, como o Botafogo, realizando o sonho do meu pai, que é botafoguense doente. Toda minha família está em festa. Estou muito contente de poder representar uma grande camisa, como a do Glorioso. Espero ser muito feliz, poder fazer o que mais sei, gols e ajudar a equipe da melhor forma possível. Chego muito motivado em fazer um ótimo ano e dar alegrias a essa torcida maravilhosa".

Bom, não tem mais jeito, né? O Botafogo já queimou muito dinheiro com esse jogador. Não tem como voltar atrás, até porque, o contrato do K9 (!!!) vai até dezembro de 2019. Ou seja, se não aparecer um interessado, jogaremos mais alguns milhões no lixo. Mas como sonhar ainda não custa nada, Deus queira que apareça algum clube de qualquer parte do mundo e leve esse rapaz para bem longe.

Já realizou o sonho do pai dele. Agora o Kieza precisa cumprir a sua palavra na chegada: "Dar alegrias a maravilhosa torcida do Botafogo".

Basta pedir para sair! Simples assim!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

27 comentários:

Anônimo disse...

Ricardo
Pior saber que não só ele mas vários outros medíocres continuarão recebendo para se arrastarem em campo.

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, e muito provavelmente, como titulares.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,se o estrupo é inevitável relaxa e....
Dos três inúteis ainda prefiro o KIEZA,pois briga menos com a bola.Só espero que não tenham a audácia de renovar com o BRENNER.
Que sejam dadas oportunidades para os jovens da base.JOTA.

Silva disse...

Como já falei em outras vezes a maior culpa é de quem contrata e não de quem é contrato! Já era do conhecimento de todos o futebol medíocre do Kieza,assim como os problemas físicos do Marcos Vinícius que o impede de ter uma sequência de jogos. O que quero dizer com isso é que todas as contratações do Botafogo são tragédias anunciadas! Como por exemplo renovar com o Brenner e esperar que ele seja artilheiro ano que vem, ou então trazer o Aguirre,um completo desconhecido,como se fosse algum craque,ou salvador da pátria! Cobrar um futebol de qualidade desses Perebas é perda de tempo! Precisamos cobrar de quem contrata esses inúteis,ou então nada mudará!!!

Rodrigo Federman disse...

Jota, eu já acho, entre os 3, ele disparadamente o mais irritante, para não dizer pior! heheheh

Com certeza, Silva.

Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Rapá hoje acordei cedo e li minha noticias diárias começando pelo Fogaonet. E incrível no titulo de umas das noticias esta dizendo assim "Dudu Cearense se despede do Botafogo: ‘Uma das temporadas mais difíceis da minha carreira’ "

Como pode ter sido a mais difícil da carreira dele se ele mau entrou em campo??

Tem cada declaração que eu não consigo entender...

Eziel Junior disse...

E sobre o Kieza sinceramente é atacante de time pequeno. Ele como titular no time ano que vem será um desrespeito ao torcedor. Espero muito que essa diretoria contrate um atacante que pelo menos faça gols ou que de oportunidade para gorner.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, deve ser difícil demais morar em condomínio de luxo no RJ, ganhando bem e sem precisar trabalhar! hehehe! Já Kieza, nos custará muito caro...mais um ano ainda.
Abs e SA!!!

J PRATTI disse...

Erro enorme na escolha de um nome parã a posição no caso centroavante (Kieza) lamentavel, mas é possível mas no nosso caso erramos em três nomes.
Aguirre Brenner e Kieza.
Seria ótimo para o Botafogo se livrar dos tres.
Infelizmente os contratos não nos permitem no momento .
Sds.

Rodrigo Federman disse...

JPratti, até concordo, mas juro que gostaria de ver a mesma sequência de oportunidades que foram dadas ao Kieza e Brenner para o Aguirre. Até para ser ainda mais justo na avaliação final.
Abs e SA!!!

J. Daniel disse...

Nomes como o de Luiz Ricardo, Dudu Cearense, João Pedro, Marcelo Baiano, Renatinho, Brenner, principalmente estes, não tem como continuarem no Fogão. Pedem a saída, também, de R. Lindoso, Gilson, Moisés, Léo Valência, Pimpão, Saulo, Kieza, Aguirre, dentre outros, mas o torcedor tem que entender, que na atual realidade financeira do clube, a diretoria (lerda por natureza), não vai encontrar no mercado, jogadores para substituir todas as peças que pedem para repor. Óbvio, que se negociarem I. Rabello e/ou M.F., vai ser necessários contratar outros atletas para o lugar desses dois e mais dois ou três jogadores (sadios) para o ataque, que foi o ponto fraco do clube nesta temporada.

Rodrigo Federman disse...

J.Daniel, mas que venham alguns pelo menos melhores do que esses.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Em clubes chamados grandes foram 24 jogos no Fluminense e 6 gols marcados, 1 jogo no Cruzeiro e mais 2 no São Paulo; veio para o BOTAFOGO e fez 43 jogos e 10 gols marcados..
Um total de 70 jogos e 16 gols marcados, média de 0,23 gol/jogo.
Vale dizer que antes de chegar ao BOTAFOGO ele tinha a média de 0,22 gol/jogo, 6 gols em 27 jogos, no BOTAFOGO a sua média é de 0,23 gol/jogo, ou seja, manteve a média confirma que não deveria ter sido contratado
Na carreira tem média de 0,39 gol/jogo, 135 em 350 jogos.
Se olharmos a carreira, fatalmente o Kieza deve ter a média dos centroavantes que andam por aí, já que não temos mais centroavantes que saibam fazer gols, um mero detalhe, já disseram;
Todavia, não se pode desconsiderar quais campeonatos o individuo disputou, pois 15 gols na Premier League vale mais do que 25 no campeonato húngaro, por exemplo.

O Kieza teve a sua melhor fase nos anos de 2015 e 2011. Marcou 29 gols em 50 jogos pelo Bahia em 2015 e 27 gols em 47 jogos pelo Náutico em 2011.
Só que nos referidos anos, Bahia e Náutico jogaram a série B.
Vale dizer que em 2012 ele fez 13 gols em 20 jogos no brasileirão, série A, pelo próprio Náutico.
Entretanto, esse fato não faz valer a sua contratação agora em 2018.
Três centroavantes na temporada e nenhum deles correspondeu, embora o Aguirre seja o que menos oportunidades recebeu, mas seria mais produtivo ter apenas dois e dar oportunidade para alguém da base, pois certamente não faria pior. Não há como.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, e aí, a velha pergunta: cadê os responsáveis por mais esse crime de lesa-pátria ao Botafogo?
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, sem desconsiderar o fato dele não ser um jogador desconhecido, o que desobriga a acompanhar uma boa quantidade de jogos para aferir a sua capacidade técnica e forma de atuação.
Obviamente que a minha análise é muito superficial, pois não sou estudioso de futebol e nem trabalho no ramo; entretanto, me parece claro que a chance dele retornar o que está retornando seria de 8 em 10; se amanhã começar a jogar bem, modifico o meu posicionamento inicial.
Não faz muito tempo, o BOTAFOGO também apostou no Anderson Aquino, o resultado todos sabemos.
A questão é saber até quando vão continuar apostando em veteranos, ou quase, que jamais apresentaram rigorosamente nada...
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, a sua análise, superficial ou não, foi muito mais precisa que a do "setor de inteligência" do Botafogo.
Abs e SA!!!

Marcelo Botafogo disse...

Só não esqueça de levar o amigo soneca, cara de boloyde brener.

Rodrigo Federman disse...

Marcelo, tem que sair muita gente. Muita mesmo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E o Jair Ventura foi demitido no Corinthians...
Aquele do discurso do Everest, teria sido rebaixado se um clube fosse, pois em 28 jogos no campeonato brasileiro, conquistou 29 pontos, média de 1,03 ponto/jogo; 7 vitórias, 8 empates e 13 derrotas.
Não se trata de discutir os porquês da demissão do referido professor e sim que quando estava no BOTAFOGO foi valorizado além da conta, inclusive era utilizado o famoso "tira leite de pedras"...
Aquele fracasso no brasileiro do ano passado, quando o BOTAFOGO deixou escapar uma vaga na Libertadores também passou pelo Jair Ventura, os seus resultados subsequentes comprovam.
O BOTAFOGO precisa deixar de lado determinadas idolatrias baratas, deixar de tratar qualquer boa fase como se fosse uma conquista épica... O BOTAFOGO precisa é de um projeto para o futebol.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, aquele que tantos disseram que fazia milagres e que não poderia ser criticado, né? Tudo de pior na carreira dele. É o que desejo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, o fato é que andamos a valorizar demasiadamente quem pelo clube passa e faz um trabalho, digamos, apenas razoável.
Vejamos o que aconteceu com os ordenhadores de pedra após saírem do BOTAFOGO.
René Simões: Saiu do BOTAFOGO e logo assumiu o Figueirense, agosto de 2015. Menos de um mês depois foi demitido após derrota para o Avaí;
R. Gomes: Deixou o BOTAFOGO em agosto de 2016 e foi trabalhar no São Paulo; em novembro do mesmo ano foi demitido da equipe paulista;
Jair Ventura: Demitido em dois clubes da série A no mesmo ano. A sua campanha já citei no comentário anterior.
Todos estes foram tidos como se fizessem além do que a capacidade do elenco do BOTAFOGO permitia...
Por que todos os outros clubes não os toleraram por muito tempo?
Observe que o discurso da falta de dinheiro dominou o clube de uma tal forma, que técnicos e jogadores sempre citam as dificuldades financeiras para poder exaltar uma 10ª colocação em um campeonato qualquer.
Cara, não há dificuldade financeira que justifique uma derrota para a Aparecidense... Qual o orçamento deles?
O BOTAFOGO é uma mãe; simples assim.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, e grande parte da torcida corrobora com isso. Precisa ficar bem claro também. Mas depois, a culpa é nossa...os chatos e corneteiros, como um bobalhão comentou em post anterior.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Verdade, Rodrigo.
Outro dia mesmo, um irmão de CAMISA me questionou sobre o que eu faria se fosse dirigente do BOTAFOGO...
Respondi que não sou dirigente e por isso não sou obrigado a dar soluções; quem está obrigado a dar soluções são aqueles que se candidataram por livre iniciativa aos cargos disponíveis no CLUBE.
Em qualquer esfera, se o individuo conhece as condições e aceita a tarefa, deve ser cobrado sim, pois, afinal, toda função é para dar solução às demandas existentes.
O combinado não está caro.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Marcio. É o que respondo também. E vou além: Digo que justamente por amar o Botafogo e reconhecer meus limites, nem passa pela minha cabeça administrar o clube. Não tenho capacidade para tanto (admito). Logo, adoraria que ao invés de tratarem o Botafogo como um clubeco amador, os candidatos também fossem capazes de fazer a mesma reflexão.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Ele é ruim, mas Brenner é pior. E fica sem contrato daqui a 27 dias. Renovar com ele seria uma burrice sem tamanho.

Marcio disse...

Rodrigo, observe que na época de eleição, quando surge um candidato "novo" de CLUBE, os outros dizem que o mesmo não tem história e tudo o mais.
Os que tem história, logicamente, dizem que foram isso e aquilo nas gestões tais e tais e prometem dar soluções aos problemas; colocar o BOTAFOGO no seu devido lugar, de onde jamais deveria ter saído.
Quando acabam por vencer as eleições e assumem, começam com a ladainha de herança maldita, passivo de outras gestões e todas aquelas coisas que estamos cansados de ouvir.
Esquecem-se, como por encanto, que se o passivo vem de longe e foram isso e aquilo no CLUBE em gestões passadas, tem História, também ajudaram a dar causa aos problemas que hoje estão enfrentando.
Fala sério! "Mea culpa" eu ainda não vi fazerem.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fatos, juro que considero Brenner menos horrível. Ao menos não é chupa-sangue.

Exatamente, Marcio.

Abs e SA!!!