quinta-feira, 23 de maio de 2019

Só com gol espírita





Depois de mais uma vitória garantida pelo Erik, vamos a um exercício de imaginação?

Pensando bem, acho que está mais para exercício de preocupação, isso sim...

Alguém consegue imaginar o Botafogo (jogando essa bolinha) no sábado contra o Palmeiras sem o Erik?

Como chegaremos à baliza palmeirense se nosso meio de campo é improdutivo, lento e burocrático? Quem correrá por ele e pelo Diego Souza, visivelmente fora de série? Quem auxiliará o lateral lá na nossa defesa e depois correrá feito um louco para tentar um lance individual (já cansado) no ataque?

Enfim, mesmo longe de ser um craque, pergunto: Há vida sem o Erik no atual Botafogo?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

44 comentários:

Anônimo disse...

Ricardo
Segundo o Barroca :
- “Vitória muito importante pra gene. Você conseguir vantagem para o segundo jogo faz muita diferença. A equipe está em estágio de evolução. Nos últimos quatro jogos levamos apenas um gol. Ainda temos margem de evolução muito grande. A entrega e dedicação dos jogadores me dá sinais que vamos evoluir”, disse.
- “Tivemos um pouco de dificuldade no início do jogo. A gente precisava fazer um jogo mais vertical para ter o controle no campo de ataque. Depois que a gente fez essa leitura o jogo ficou na nossa característica. Tivemos 78% de posse de bola e criamos 14 finalizações e seis no gol. A nossa bola parada foi boa”.

O Barroca só pode estar de sacanagem........

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, meu medo é que ele realmente ache isso tudo. Espero que seja apenas da boca para fora para não perder a rédea do grupo.
Abs e SA!!!

Ivan disse...

Realmente complicado Rodrigo. Vou para o jogo aqui em Brasília no sábado e já estou me preparando para fortes emoções.
Tomara que alguém acorde e, nas próximas temporadas, façam contratações melhores. Barroca parece ter boa vontade, mas não tem como trabalhar melhor com um elenco mal montado como este. Se os titulares são fracos, olhando para os reservas, não tem ninguém que faça sombra ou seja melhor.
Fica realmente difícil.

Rodrigo Federman disse...

Ivan, vamos torcer por um milagre no sábado. É possível? Sim, mas sejamos realistas: Será bastante complicado. Ainda mais sem o Erik.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

A possibilidade do BOTAFOGO para esse jogo frente ao Palmeiras está no fato do Felipão não fazer um jogo mais elaborado em suas equipes.
Por certo tentarão jogar nos erros do BOTAFOGO e não jogar pressionando.
O Palmeiras conta com um sistema defensivo forte... O Barroca deve tentar bloquear o jogo e ter uma atenção especial com o Dudu e com o Scarpa, fora a casquinha do Deyverson, para que outro aproveite a segunda bola, que são os que criam mais jogadas de finalização.
O BOTAFOGO precisa fazer um jogo inteligente, que não permita espaços demasiados.
Fácil não é, mas alternativas devem ser buscadas.
SA!!!

Anônimo disse...

Com o que se tem visto em campo, o Botafogo joga para não cair para a série B.
A esperança é que haja pelo menos quatro equipes piores.
Repetitivo, sei, mas o Botafogo joga sem meio de campo e sem ataque. Tem um defesa de razoável para boa quando não se comete a imprudência de se escalar Gílson e o outro lá na direita cujo nome me escapa.
Os insistentemente citados Diego de tal, Cícero de tal, Pimpão de tal e duas outras mais nulidades não podem - como se diz? - adentrar o relvado. No máximo e no limite, um banquinho básico.
Levi

Rodrigo Federman disse...

Marcio, em compensação, a dificuldade é que ontem eles jogaram com o time reserva e virão com força máxima para cima da gente.

Levi, é isso mesmo! A realidade, dura e crua.

Abs e SA!!!

Ezieljr disse...

Rodrigo apesar de toda dificuldade acredito em um jogo bom do glorioso mesmo sem Erick. Ontem Palmeiras tomou um sufoco pra ganhar do Sampaio Corrêa. Todos nós concordamos que Palmeiras e o melhor time do Brasil hoje mais o glorioso costuma crescer nesse jogos... Assim é difícil acreditar numa vitória mais perde acredito que não vamos não.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, com interesse zero e todo cheio de reservas.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, eu que não tenho obrigação alguma, enumerei algumas situações do adversário; claro que superficiais.
Com o Elenco que o BOTAFOGO possui, não tenho duvidas de que é preciso variar o jogo, conforme o adversário.
Uma primeira mudança que faria seria a entrada do Marcelo na lateral direita, para fechar o corredor... Além disso, ganharia mais força nas jogadas aéreas provenientes do lado esquerdo de defesa.
O Barroca precisa pensar em um jogo que faça o Felipão sair da sua zona de conforto.
SA!!!

JorgeFS disse...

Não há! Com o Erik seria muito difícil sem ele só um desses milagres que acontecem a cada 10 anos, mas como dizem que tem coisas que só acontecem ao Botafogo!

Anônimo disse...

Quem deve entrar no lugar do Érik é o Luis Fernando.
Nunca vi o futebol que falam nele e começou o ano jogando nada, mas é o que temos.

A minha maior preocupação é a lentidão no meio campo.
Será que ele vai continuar com Bochecha, Cícero e João Paulo?

Na minha opinião, para TENTAR suprir a ausência do Erik, o Leo Valencia é o que tem mais a ajudar. Apesar dos muitos erros que conhecemos, ele é o único que movimenta o jogo todo e pode tirar um passe inteligente para frente e não somente pro lado e para trás.

Resende

Sergio disse...

Minha paciência foi pro espaço com esse time do Botafogo. Me recusei a ver esse desfile de incompetência dentro de campo, portanto não vi o jogo, e o mais grave: pela primeira vez em décadas andei pra saber o resultado. Ganhando ou não esse time não vai a lugar algum, é muito ruim tecnicamente e pior, indolente. Para agravar, o técnico insiste com jogadores que não tem a menor condição de serem titulares; a impressão que me passe é que essas escalações são impostas. Concluindo: volto às férias desse time. Mas o mais grave é que começo a não ligar mais, que se explodam, a paciência chegou ao limite. ABS e SB!

Marcio disse...

Um detalhe:
O fato do Carli está suspenso para o confronto frente ao Palmeiras inviabiliza a escalação do Marcelo na lateral direita.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, pois é, ainda perdemos a chance do Marcelo ser testado!

Jorge, sem o Erik a coisa complica ao quadrado!

Resende, me arrisco a dizer que, para variar, iremos com o eterno Pimpão!

Sergio, o mais irritante é a lentidão, burocracia e falta de vontade de vencer.

Abs e SA!!!

Marcelo Botafogo disse...

Oi amigos, eu ontem não não assisti ao jogo, e lendo hoje no jornal o histórico do jogo, fiquei feliz de não ter perdido meu tempo em assistir essa partida. o que resta é torcer para pessoas sérias com vontade de ajudar o clube assumam a diretoria e mude essa história, fora isso não vejo mais salvação .

Anônimo disse...

RODRIGO,felizmente tive um compromisso e não pude assistir a vergonha de ontem.Sim,pois jogar contra um time fraquíssimo,com um jogador expulso no primeiro tempo,os caras perderem um penalti e ainda levarem sufoco no final,é dose para mamute.
Pelo menos foi o que li hoje em vários comentários.Vou abrir o jogo com o amigo.Quando a torcida peitou e demitiram o P MANDADO 1,soube que estavam procurando um treinador que seguisse pelo mesmo caminho,ou seja,agradar empresários e dirigentes com escalação,etc.Quando o escolhido foi o BARROCA(pode ler em minhas Msg antigas)disse que ele deveria mostrar a que veio,escalando quem deveria e barrando os inúteis.As vitórias vieram,alguns torcedores o enalteceram e como evito polemizar fiquei calado.
Há poucos dias voltei a falar sobre ser ou não ser PAU MANDADO 2,e parece que agora já tem torcedores vendo que não há time que aguente jogar com 3 ou 4 jogadores parados em campo.Alguns confundem categoria com displicência,mas no baixo nível atual,quando o time caga sangue em campo,qualquer resultado é possível.Sobre o temor da partida de sábado,penso que se ele não escalar os inúteis e colocar gente que corra,tudo é possível,mas caso insista com CÍCERO,DS,GILSON,correremos sérios riscos de pagarmos um vexame.
BARROCA,torcedor não é cego e enxerga aqueles que não se empenham em campo.Insista com esse festival de besteirol e você será o P MANDADO 2.
Encerro,dizendo que mesmo com o elenco fraco,com disposição dá para encarar a maioria sem grandes sustos,pois vejo times com defesas piores do que a nossa mas vendem caro a derrota.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcelo. Não perdeu nada demais!

Jota, é verdade. Parece que não deixam os treinadores trabalharem por conta próprio no Botafogo. Ou melhor, escolhem a dedo quem aceita passivamente. Ou o Barroca muda a postura e escala o time da maneira mais razoável e correta ou vai ter muita dor de cabeça em breve. Não dá para ficar insistindo com os mesmos erros sempre.

Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Time lento, pesado. Parece ter 10 LINDOSOS em campo, tocando a bola pros lados e pra trás. Um saco de se ver. Chato pra cacete. Também vejo a NECESSIDADE de fechar o lado direito com o Marcelo. E sendo dos males, o menor, o perninha tem vaga nesse meio campo (Valência). E sem Erik, vamos de Luis Fernando. Não temos outro.

Rodrigo Federman disse...

Vinny, dá sono mesmo. Irrita e dá sono, tamanha apatia.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

O time de 1993 era fraco, um dos piores que o Botafogo já montou, tinha alma, lutava, conseguiu a façanha histórica de ser campeão sulamericano na Conmebol. Esse atual é ruim, mal treinado, mal escalado e o mais grave: indolente. O saco tá estourando, melhor, já estourou. Abs e SB!

Sergio Di Sabbato disse...

Nunca fui fão do Eurico Miranda, mas uma coisa tenho que admitir: amava o seu clube, fez lambanças, mas sempre tentou defendê-lo. Esse pequeno preâmbulo é para recordar um episódio, não me lembro bem o ano, em que os medalhões estavam enterrando o time, o que fez o Eurico, deu carta branca para o técnico colocar a garotada, mudar tudo. Resultado, o Vasco foi campeão com um time todo renovado. O que falta nesses dirigentes do Botafogo é dar respaldo ao técnico para poder escalar quem quiser, mas como essa turma tem o rabo preso, vai continuar essa porcaria.
E devo recordar que em 90, na única derrota do Botafogo contra o América de Três Rios o Emil espanou e mandou o Edu, então técnico do Botafogo modificar tudo. Botafogo campeão. O problema é que essa atual diretoria não tem atitude e muito menos pulso, por isso está essa porcaria. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, aquele time de 93 tinha brio! Isso conta muito!
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Scarpa está lesionado, e Felipe Melo e Raphael Veiga estão fora também. O problema é que a segunda e a terceira opção deles para essas posições são melhores que nossas primeiras opções.

Rodrigo Federman disse...

Fatos, e desses, o Veiga nem é o titular.
Abs e SA!!!

RICARDO SOUZA disse...

Tem. Ceará, CSA, Avaí e Chapecoense. Graças a Deus. Cair não cai. Mas tem que somar pontos e garantir o quanto antes, futebol é imprevisível e algum deles pode dar uma arrancada. Vide o Ceará do ano passado, quando O Lisca assumiu.
Eu, em tempos de futebol-businnes, vejo na folha salarial um grande indicativo, claro que não definitivo. A nossa é a 12ª entre os vinte elencos, então prevejo (Walter Mercado rs) terminar entre o 8° e 13° lugar, e isso graças a camisa que enverga varal.

RICARDO SOUZA disse...

Isso aí.

Daniel Cananea disse...

Jogo duríssimo, eles não perdem pelo Brasileirão desde a 15ª rodada do campeonato do ano passado, ainda mais em campo neutro. Mas por incrível que pareça acho que podemos conseguir um bom resultado. Tem time que melhora contra os adversários mais fortes, se jogarem como uma final temos chances, depende também do que o Barroca vai mandar à campo, com Gilson e Cícero começando fica muito difícil, Jonathan e Ferrareis no lugar deles.
Diego Souza tem que abrir o olho também, tem jogo que nem segurar a bola na frente ele consegue, ta um Kieza com salário triplicado, mas ainda tem crédito, o que não impede do Igor Cássio ir sendo testado entrando aos poucos com 30 minutos do segundo tempo. Ir ganhando "minutagem" como dizem os comentaristas de hoje rsrs

Fatos disse...

Mas ta jogando demais. Entrou no lugar exatamente do Scarpa, mas tem Zé Rafael, Hyoran, Moisés, Lucas Lima, etc

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Fatos.

Daniel, eu não acho...mas torcerei muito. Rs

Abs e SA!!!

Fatos disse...

Temos sim, Ferrareis e Igor Cássio (recuando DS)

Anônimo disse...

Engraçado, como é a vida,Erik, depois de jogar pra cacete no Goias, foi para o Palmeiras, depois emprestado para o Atlético Mg, ficando sempre na reserva, veio para o Botafogo, não achei uma boa, sua contratação na época.
Hoje reconheço, a mancada que fiz e não consigo ver o Erik, vestindo outra camisa, que não seja a nossa,Camisa do Botafogo,ficou certinha em Erik.
Voltando ao próximo jogo, botafogo sempre cresce nestes momentos e contra grandes adversários, 1x0 para o Botafogo,seria um baita resultado,depois das péssimas atuações que tivemos nos últimos jogos.

Marcos

Rodrigo Federman disse...

Marcos, qualquer 0,5 x 0 já será goleada.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Cabe ao Barroca buscar uma solução que surpreenda o adversário, treinar variações dentro do mesmo esquema.
O problema é que a maioria dos técnicos brasileiros não trabalham para ter soluções fora do manual de instrução.
E não adianta lamentar a ausência do Erik, pois desde 1387 sabiam que ele não enfrentaria o Palmeiras já que está emprestado; o confronto é pela 6ª rodada, ou seja, houve tempo para o Barroca encontrar uma solução viável.
Há jogadores que já jogaram em posições diferentes das que exercem atualmente; Yuri já foi lateral, Marcinho meia-atacante... Entre contratar qualquer um, não custa tentar o Marcinho em sua posição inicial, não se perderá nada com isso.
O que não é viável em alguns casos é fazer o trivial; como colocar o Pimpão para jogar no lugar do Erik. A chance de não sair nada de bom é elevadíssima.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, pior que hoje eu acho que essa última tende a ser a opção trivial do EB para sábado.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pimpão,á foi vetado pelo departamento médico.

Marcos

Adelson disse...

Sejamos realistas, a lógica diz que será uma vitória fácil do Palmeiras, com forte chance de goleada. Nossa única chance é a realidade de que o futebol é o único esporte em que as surpresas não são raras.

Rodrigo Federman disse...

Menos mal, Marcos.

Adelson, ainda bem que lógica não significa certeza.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sem relação direta com o BOTAFOGO, mas serve de exemplo.
Enquanto o BOTAFOGO nesses últimos tempos fica com essa conversa fiada de emprestar os seus jovens jogadores para que ganhem rodagem, fica com estorinha de que não podem queimar etapas, o Fluminense lançou mais um, João Pedro de 17 anos.
Já entrou em campo 10 vezes, 216 minutos, e marcou 7 gols (4 jogos no carioca e 1 gol, 3 jogos na copa do Brasil e 1 gol, 2 jogos no brasileiro e 2 gols, 1 jogo na Sul-Americana e 3 gols).
Só para efeitos de comparação, o Igor Cassio, 20 anos, foi a campo somente em 4 oportunidades, 73 minutos em campo.
O Igor Cassio é a solução? Não sei!
Só que tem um monte de jogador velho no elenco que sabemos de forma antecipada que nada resolverão e ainda fecha as portas dos jovens.

Vi as declarações do Fernando Diniz sobre o João Pedro e lembrei-me das do R. Simões quando da estreia do L. Henrique.

Fernando Diniz:

"A atuação foi iluminada, o que acontece com todos os grandes jogadores. Vemos isso com Messi e Cristiano Ronaldo. Estamos acostumados. Então, não é uma coisa muito comum e tem de comemorar mesmo. É fruto de merecimento"

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/fernando-diniz-elogia-joao-pedro-heroi-do-fluminense-a-atuacao-foi-iluminada.ghtml

R. Simões sobre o L. Henrique:

"Quando ele saiu de campo, fui no ouvido dele e disse: “A vida é uma roda gigante. Um dia você está no alto, no outro, embaixo”. A ideia é proteger de todas as comparações possíveis que vão surgir agora. Comparações com Jairzinho, com Túlio... tudo tem seu tempo"

https://extra.globo.com/esporte/botafogo/mae-nao-esconde-emocao-apos-estreia-de-luis-henrique-rene-simoes-pede-calma-mas-se-derrete-por-joia-ele-diferenciado-16662804.html

A empolgação em boim termo serve como motivação para manter o pique da remada, o Diniz, mesmo por certo vai orientar o jogador, mas isso não impede que se comemore e muito uma atuação de alto nivel; tanto que comparou com Messi e CR7.
Já no BOTAFOGO, a primeira providência foi baixar a bola, tirar o ímpeto... o "a vida é uma roda gigante" deveria ser conversa para o dia da reapresentação...
Cautela demasiada se transforma em medo, em falta de audácia.
O L. Henrique não vingou, pelo menos até a presente data, o J. Pedro ninguém pode prever...
Que o BOTAFOGO deixe de teorias e antes de contratar qualquer jogador, utilize sem medo os da casa.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, é por essas e outras que o Botafogo não desponta ninguém de impacto a bastante tempo. E quando o milagre acontece, logo sai a preço de banana. As coisas em General Severiano são sempre mais difíceis e inexplicáveis. Ah, e irritantes.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, quando surge alguém mais ou menos, logo aparece um dirigente bradando que precisa se desfazer do "ativo" para poder pagar salários de uma maioria que pouco produz.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Infelizmente, Marcio.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E coisa feia esse uniforme branco do BOTAFOGO, não pelas muitas marcas estampadas, parece inevitável, mas a forma como foram estampadas.
O "sou Botafogo" na camisa e o "STX" no calção... Acho que o Sou Botafogo deve estar por cima do logo da Caixa; é preciso um pouco mais de zelo, pois o Uniforme é a imagem do CLUBE.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, tudo feito nas coxas, de maneira amadora demais. Concordo contigo: Deveriam ter mais zelo com a imagem do clube. Pequenos detalhes que fazem grande diferença.
Abs e SA!!!