sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Imperdoável










Operário e CSA.

As duas únicas derrotas do Botafogo sob o comando do Enderson Moreira.

Coincidentemente, com falhas gritantes do goleiro Diego em ambas.

Ontem, então, falha dupla no mesmo lance. 

Primeiro, pelo excesso de confiança em tentar sair jogando com os pés como se fosse o Neuer, sendo que sequer é plenamente confiável com as mãos. Em seguida, um cálculo bizarro de tempo e espaço na bola que levou de cobertura.

Ao final do jogo, o treinador amenizou a situação:

"- O Diego foi responsável diretamente por muitas vitórias. Cometeu um erro. O goleiro, quando erra, é difícil ter alguém que possa salvar. Ele tem toda a minha confiança. É trabalhador e dedicado, não se omite".

Não é para ser crucificado, concordo. Mas também não dá para passar a mão na cabeça, pois o erro não foi casual Foi por querer fazer algo que não tem absoluta capacidade. O bom profissional é aquele que, antes de tudo, reconhece seus limites.

Depois da derrota para o CSA, eu dormi com dois pedidos aos Deuses do Futebol: Retornos do Carli e Gatito com o máximo de urgência.

Diego, Douglas Borges, Gilvan...
...definitivamente não dá.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

23 comentários:

Anônimo disse...

Ricardo
Eu tenho observado nos jogos que assisto que esse goleiro erra a maioria das saídas de bola, seja com a mão ou com os pés.
Mas não temos opções.Mais uma do planejamento Freeland.
Agora sem confiança, a tendência é piorar, caso seja possívelisso.
Tb tem efeito negativi pro time, não poder confiar no goleiro.

Sergio disse...

Um bom time começa com um bom goleiro e depois monta-se uma boa defesa. Em posts anteriores escrevemos que esse Gilvan é muito ruim e parece que ele apenas confirmou aqui que só esse departamento de futebol não quer ver e admitir. O mais grave e que com esse cara até o Kanu que vinha bem se perde. Melhor seria colocar o Mezenga.
Quanto ao goleiro, duas vezes em falhas grotescas é para ele procurar outra profissão ou sair do Botafogo, não dá. Falhas acontecem, mas desse jeito é de fazer o time que já não ia muito bem broxar de vez.
Outra coisa que tem de ser corrigida é o sapatinho alto. Esses caras tem que entender que estão longe de serem a última bolacha do pacote e, se não suar o tempo todo não ganha nem do Ibis. Abs e SB!

Marcio disse...

Entendo a declaração do E. Moreira, já que só pode contar com o D. Loureiro e/ou D. Borges... Na verdade, para o E. Moreira, Fernández não é desfalque.
Especificamente sobre as falhas do D. Loureiro, precisamos falar um pouco do trabalho do F. Tenius, já que é um treinador especialista na função; além disso, tenho observado umas dificuldades nos goleiros no que diz respeito às saidas do gol em cruzamentos, inclusive com o Gatito, o que parece ser um problema do futebol nacional ou uma determinação de que bola cruzada é da defesa e não do goleiro.
Por mais que o futebol moderno exija a participação do goleiro com os pés, não há como ignorar as condições dele executar tal tatefa, considerar o risco.
O Canhota sempre fala que quando percebia os seus passes, lançamentos, "descalibrados" partia para o jogo mais simples. E ele é um CRAQUE que jamais confundou confiança com excesso de confiança.
Infelizmente não mais se joga futebol com o raciocínio, os jogadores são apenas executores de tarefas e por isso esses erros absurdos.
SA!!!

Adelson disse...

Eu sigo otimista em relação ao G4, mas com muitos receios diante da limitação do elenco. 3 pontos contra o Sampaio Correia é imperativo, caso contrário, perderemos toda a gordura.

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, desde o jogo passado ele tava querendo entregar a paçoca pensando que é o Neuer.

Sergio, sim. O Gilvan é tão ruim que impacta diretamente no Kanu e até nos laterais. Ele é horrível.

Marcio, para mim, goleiro tem que ser bom debaixo das traves. Pés, na maioria das vezes, para dar chutão. Você conta nos dedos os Neuers ou Cenis da vida. E aí me vem o Diego e quer se passar por um desses. Dá nisso! rs

Adelson, a limitação do elenco é parelha com o que temos na Série B. Por isso os demais não assustam. O que precisa é de seriedade.

Abs e SA!!!

Jacob disse...

Tenho minhas dúvidas em aproveitar o Gatito nessa reta final. Até pegar o ritmo de jogo etc, acho arriscado. A menos que o time esteja bem tranquilo em pontuação. Diego errou feio. Temos que lembrar que passamos um jejum de muitos anos com muitos barangas no gol. Diego é bom? Não. É ruim? Não. Mediano. Essa posição exige alguém bom e que esteja apto. Não sei se o Gatito estará pronto. Não apostaria nessa mudança apesar desses 2 erros grosseiros. Já fez boas defesas que também nos salvaram. Então, não o crucifiaria nessa reta final. Carli sim, é diferente. Já tá no ritmo e impõe respeito e seriedades.

Marcio disse...

Rodrigo, justamente é esse o problema, Neuer e Ter Stegen, por exemplo, antes de saberem jogar com os pés, são excepcionais no que diz respeito as suas funções primeiras, debaixo das traves ou para buscar a bola nos cruzamentos.
O que sou totalmente contrário é querer que goleiros apenas medianos na sua função primária exerça com qualidade uma secundária; essa situação apenas serve para maximizar o risco de dar M.
Só para comparações, vivem os professores falando sobre a exigência moderna dos volantes entrarem na área adversária... Porra, o Busquets que está entre os melhores nem sabe o que é a área adversária. E isso não tem nada de moderno, considerando o que fazia o Paulo Roberto Falcão.
Se eu tenho um goleiro espetacular que não sabe sair jogando com os pés e outro mediano que sabe, fico com o espetacular.
Apenas por hipótese, no futebol atual alguém iria colocar o Oliver Kahn, Peter Schmeichel ou Van Der Sar no banco por não jogarem com os pés?
E isso não quer dizer que sou contra o jogador que faça uma outra função, muitos jogaram e jogam em duas, três funções sem problema algum; isso não é uma novidade. Mas se não for bom na primária...
Cara, o importante é fazer primeiro o mais simples, depois se puder incrementar, que seja.
Mas o problema está em todos, do técnico ao ponta esquerda em querer fazer o que não tem competências.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pai, sou mais o Gatito sem ritmo do que o Diego. Na pior das hipóteses, ele intima os adversários!

Exato, Marcio. Eu penso igual a você.

Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Salve, Rodrigo e amigos. Nessa, de goleiro jogando com os pés, lembro do grande Jefferson, goleiro extraordinário e fraco com a bola nos pés. E vi várias entregadas de goleiros europeus, Courtois era um destes. E também entregadas de defensores. Coisas do futebol muderno...

O Botafogo vem jogando, e até bem direitinho, desse jeito, tocando a bola com confiança desde a defesa, muitas vezes com o Diego L. participando. E não é aquela coisa pavorosa do "barrocabol", em que ficávamos de posse da bola torcendo para o tempo passar mais rápido e esperando um gol cair do céu.

O problema, aliás, ontem foram inúmeros problemas, mas me limitando ao goleiro, o problema foi que ontem, na hora de passar a bola, sei lá o que deu na cabeça do cara, deu um bug, e ele não satisfeito em entregar no pé do adversário ainda me saiu com aquela patética tentativa de defesa.

O Diego L., se não fossem os problemas do Gatito e do D. Cavalieri, seria apenas o 3º goleiro. Entraria uma vez na vida outra na morte. E teria menos chances de falhar. Jogando seguidamente vai dar uma ou outra entregada. Está longe, bem longe, de ser um bom goleiro.

Osso foi termos contratado o Douglas Borges, que me parece bem pior que ele.

Falando em pixotadas de goleiros, para desopilar o fígado, olha que saída espetacular do nosso Milton Raphael, em jogo pelo Sampaio Correia:

https://www.youtube.com/watch?v=nqIN0T2inaI

Abs.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, isso que é mais doido. O Douglas Borges com certeza é pior do que o Diego. E ainda assim foi contratado também! Que drama! hahahah
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Rodrigo, certamente os "planejadores" que montaram o elenco para esse ano, que é crucial para a sobrevivência do clube, contrataram o Douglas Borges contando de ele ser o titular. E o cara falhou bem mais que o Diego Loureiro e acabou barrado. Mais por suas falhas que pelas qualidades do Diego.

Sei lá, a ter o Douglas Borges talvez fosse melhor ter mantido o Andrew, acho que era ele, que acabou por sair do clube.

Abs.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, coisas do Freeland.
Abs e SA!!!

Adelson disse...

Rodrigo, exatamente pelo equilíbrio que há entre vários times da série B é que não vejo nada garantido. Continuo confiante no G4, mas não desconsidero a possibilidade de ficarmos fora dele. Estamos na reta final, todos os times vão reunir forças para tentar algo. Não será fácil.

Marcio disse...

Fácil explicar o porquê da contratação do Douglas Borges.
Provavelmente porque ele foi eleito o melhor goleiro do Carioca/2020.

Nada contra o jogador, óbvio, pois o Botafogo depende da boa performance dos seus contratados para chegar aos objetivos propostos.
Entretanto essa é mais uma do departamento de futebol/inteligência do clube e explico com outra situação semelhante.
O Botafogo precisava de centroavante em 2016... Foi a São Paulo e contratou o A. Aquino que não era o artilheiro do Linense... O artilheiro do paulista/2016 foi o Roger, que atuava pelo Red Bull; na sequência foi contratado pela Ponte Preta.
Para a temporada 2017 o Botafogo lembrou-se do Roger e o contratou para ser a referência no comando de ataque. Ou seja, veio jogar "1 ano" após ser artilheiro do paulista.

SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

O pior de tudo é que quando a gente se empolga com a fase do time, sempre tem alguma coisa que acaba dando errado, e isso parece que faz parte da cultura botafoguense, clube que adora nos sacanear. Mas ter que aturar essa falhas bisonhas é pior ainda.
Samico, a maioria dos goleiros brasileiros saem muito mal do gol, isso é histórico. Um dos poucos goleiros que saia bem e dizia que área era dele foi o Manga.
Fora do Brasil cansei de ver grandes goleiros, inclusive os argentinos, uma escola fantástica de goleiro, pelo menos na minha época. Um que me chamou a atenção foi o Dassaiev, goleiro da União soviética em 82. Cruzamento na área mesmo na marca do penalti era dele. ABS E SB!

Salomon disse...

Rodrigo,estamos vendo o clube se preparar para receber público no N.Santos no domingo.Com todas as exigências do protocolo da covid, será que a torcida vai comparecer?
Foram colocados à venda 4.999 ingressos.Sem querer ser corneta,a média de público do Botafogo antes da pandemia girava em torno de 7 a 8 mil presentes.Com a obrigatoriedade de fazer o teste 48 horas antes do jogo,apresentar certificado de vacinação e outras coisas, além da derrota de ontem,sei lá.Tomara que eu me enganei e vá um bom público ao jogo.
Abs

Marcos Antonio disse...

Carli apesar de suas condições físicas precárias é um líder.
As 2 vitórias contra Coritiba e remo fora de casa o carli teve muito a ver.
Quanto ao gatito que estava sendo um dos melhores goleiro do Brasil sua volta é urgente.
Gilvan é fraco.

Marcos Antonio disse...

Tanto goleiro bom por aí só o Botafogo que não sabe contratar.

Rodrigo Federman disse...

Marcio, são os critérios mais amadores do mundo.

Sergio, pois é....quando estamos na crista da onda sempre surge uma coisa bizarra.

Salomon, eu sou contra retorno da torcida em algumas cidades e outras não. Fica injusto. Por mim voltava só ano que vem.

Possa crer, Marcos Antônio.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

O Goiás foi derrotado pelo Vila Nova no inicio da 26ª rodada.
Muitos jogos se tornarão decisivos, pois com um pouco mais de 10 rodadas a serem disputadas, tem clubes que estão correndo do rebaixamento e outros sonhando com o acesso; e isso não permite entrar em campo como se fosse um amistoso pré-churrasco.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Com certeza, Marcio.
Abs e SA!!!

Rico disse...

Mesmo ainda brigando pelo acesso, precisamos olhar para 2022. Muitos dos emprestados por outros clubes não ficarão.

"Oyama está emprestado pelo Mirassol ao Botafogo até o fim da temporada e recebe, cerca de R$ 15 mil de salário – um dos vencimentos mais baixos de todo o elenco. A ideia do empresário do volante é levá-lo para o futebol do exterior.
– Em relação ao futebol de fora, isso aí a gente trabalha com todos os atletas. Se a gente vê potencial para trabalhar uma situação lá fora, a gente trabalha. Mas não tem proposta, não tem nada por enquanto" – frisou o empresário Ricardo Almeida.

Em situação parecida a do Oyama temos Daniel Borges, Mezenga, Carlinhos, Barreto, Pedro Castro e Marco Antonio. Além de Warley, Navarro e Gatito que também tem contrato apenas até Dezembro.

Rafael, Kanu, Carli, Chay, Diego Gonçalves e Ronald tem contratos mais longos.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Rico. Já precisamos começar a pensar em 2022 logo.
Abs e SA!!!