quarta-feira, 19 de março de 2014

Sem substituto















Para o próximo jogo do Botafogo na Libertadores (dia 02/04, contra o Unión Española, no Maraca), dois retornos e duas ausências.

Voltam Bolívar e Edilson, mas Gabriel e Ferreyra não poderão jogar.

Ambos levaram o terceiro cartão amarelo na vitória de ontem.

Na vaga do Gabriel, sem mistério: Bolatti.

Agora, no ataque...
...putz, com toda a limitação técnica que tem, o Ferreyra fará muita falta.

Não temos um centroavante de área e com faro de gol igual a ele. 

Precisaremos vencer para praticamente garantir uma das duas vagas do grupo na próxima fase e possivelmente teremos o ataque com Henrique e Wallyson. 

Pensaram nisso?

Com duas semanas de antecedência, já estou vivendo fortes emoções.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

32 comentários:

jfco disse...

Sinceramente rodrigo iria assum JEFF EDILSON JRCESAR GENERAL E DORIA MM BOLATTI LODEIRO JW DANIEL E CIDINHO axo mais confiante qe os doid citados vai qi a bila espirra e entra 1a0 e 10 pontos ganhos

alex disse...

Rodrigo. eu já colocaria o time titular para jogar sabado para castigar esse bando.....

Anônimo disse...

Pois é, não temos substituto para o Ferreyra e o Wallyson não está bem. Henrique é fraco.

A culpa é do Hungaro?

Abs
Pablo

Renan Bernarde disse...

Sem dúvida essa vai ser a atitude do EH, colocar o Henrique, não o acho mau jogador, porém o time vai ter que aprender a tocar melhor a bola, pois se chutar para frente ele não vai ganharataque. Eu gostaria muito de ver o Daniel jogando pelo lado esquerdo e o Wallyson no ataque. Acho que o time vai render mais. SA.

FLAVIO SILVEIRA disse...

não podemos ir a Argentina para disputar vaga.Temos q decidir, dia 2 no maraca e a ausencia do ferreira vai ser complicada, pois é o unico q sabe fazer gols nesse time.Wallysson mostrou mais uma vez q Inter e Cuzeiro, tiveram razão ao passa-lo para frente.Não vem jogando nada, morto em campo, se escondendo e pior, nem correndo está.No Henrique, nem falo, né...

Marcio disse...

Fará muita falta mesmo o Ferreyra. O trabalho que executou em campo, por ele e pelo time foi de arrepiar. è torcer para o Henrique ter uma atuação diferente das que tem tido normalmente.
SA.

Rodrigo Federman disse...

JFCO, não gosto do Edilson e Cidinho.

Eu também, Alex.

Pablo, ele tem muita culpa sim. Não sabe fazer o time jogar, independente das peças disponíveis.

Renan, eu acho o Henrique muito ruim.

Exatamente, Flávio.

Márcio, ele não tem reservas. Fato!

Abs e SA!!!

Lorismario disse...

Rodrigo. Sem dúvida o Ferreyra vai fazer falta. Por outro lado, sem o Ferreira os chutões deverão sumir ou pelo menos diminuir. A entrada do Henrique obrigará toque de bola. Pode ser que assim facilite para o Wallison (Pablo, a culpa é 90% do técnico sim. Não existe esquema tático com Ferreyra, com Henrique ou com qualquer outro atleta. Quando o time é bem treinado, o reserva que entra o faz no esquema traçado pelo técnico). Com Henrique em campo, e em casa o time vai jogar com mais aproximação entre os jogadores pois não haverá as opções do chutão e cruzamentos pelo alto. Será que o E.H vai treinar esta aproximação com toques rápidos entre o meio de campo e o ataque? Chutão para frente e cruzamentos não precisam ser treinados. Loris

Marcio disse...

Nessa batida, teremos de elevar a "capacidade de sofrimento", já que está institucionalizado que em Libertadores tudo é raça e tão somente raça e como desculpa, elevam times medíocres à potencias futebolística.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Loris, tenho minhas dúvidas se os chutões sumirão. Isso porque a equipe é muito mal treinada. Vai continuar a mesma coisa. É a minha impressão.

Marcio, elevar à nona potência. rs

Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

O mais chato de falar sobre os técnicos é a gente não conseguir ver o "dedo" dos caras nos times. Só vejo dois ou três que o seguem isso. No Botafogo, o último foi o Cuca.
Um exemplo: no jogo retrasado, no Equador, um pasto e o time dando toquinhos. Aí jogam no Maracanã, que é tapete, e ficam dando bicudas.
É ou não culpa do treinador?

ari dias disse...

Vai ser difícil mesmo, ruim com o Tanque, pior sem ele no ataque. Temos que contratar um substituto para a ausência de Tanque.
Ontem ele fez a melhor partida dele pelo Botafogo, jogou por ele e pelo Wallyson.
SALVE A LIBERTADORES.

Anônimo disse...

Rodrigo.

Como assim (como diria a Gimenez) não temos substituto?
Engano seu meu caro. Temos e vamos com o "possante" Henrique. Só não sei te dizer pra onde, mas que vamos, vamos. rsrsrs.

Patinhas.

Rodrigo Federman disse...

Vinny, concordo. Cuca é, aliás, o único entre todos os brasileiros. O resto é resto (falando de treinadores).

Ari, e jogou também por quase todos os outros, pois na linha ninguém esteve melhor do que ele.

Patinhas, isso foi para me animar? Hehehehe

Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Declaração de Eduardo Húngaro:
"- Henrique é merecedor de tudo que ocorreu hoje (quinta-feira). Que ele tenha uma sequência de muitos gols. Tem valor, currículo e trabalha intensamente. Nos treinos, sempre se destacou nas finalizações. Ele superou algo difícil. É algo que vários artilheiros já passaram. Mas também não pode criar uma euforia -

Ele gosta do Henrique. Então é responsável por ele.
Em um clube sério, EH já teria vazado...

Ricardo disse...

Vamos deixar de lado as lamentaçoes e
procurar as soluçoes para o ataque terá que ser o Henrique mesmo e para
a comissão técnica levando em conta a
péssima situação financeira do clube
quais seriam as soluçoes encontradas
hoje no mercado para assumir como treinador eu não me lembro de algum
treinador barato e que possa dar um padrão de jogo ao time.
Sds Alvinegras
Ricardo

Rodrigo Federman disse...

Celso, que tristeza!
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, então ao invés de trazerem Deivid e Fabricio Carvalho, que tragam apenas um dos dois e um técnico.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

No caso do BOTAFOGO, estar com onze em campo não significa estar jogando com onze. Alguns até atrapalham com a sua inoperância.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Com certeza, Márcio. Concordo.
Abs e SA!!!

Unknown disse...

Rodrigo, nessas horas é que faz falta o fato do Zeballos não ter chegado antes ao Botafogo, pois sabe-se que em janeiro tinha uma grande chance dele vir para o Botafogo, mas ele acabou fechando com o Olímpia, mas o negocio acabou encrencando e ele veio para o Botafogo, se ele tivesse fechado antes com o Botafogo, ele poderia ter sido inscrito na Libertadores. Agora, temos uma grande perda que é a do Ferreyra, pois embora tenha limitações técnicas, é a melhor referencia que temos nesse time, um jogador que é lutador e nunca desiste. Infelizmente, não há duvidas de quem será o substituto do Ferreyra, será o Henrique, que nesse ano, até melhorou, tem 5 gols na temporada, incluindo 1 na Libertadores, mas também, pior que o ano passado não dava para ser pior. Ainda não é um jogador que possa assumir a referencia do Botafogo, até mesmo pelo fato dele ser um segundo atacante adaptado para a posição de atacante de referencia, pois quando surgiu, sempre foi o atacante que jogava fora da área, e não dentro dela. E o Wallyson, será que foi apenas um lampejo aquelas duas boas partidas que fez contra o Deportivo Quito e San Lorenzo? Já estou considerando muito essa ideia. Ficar sem marcar gols, faz parte, grandes atacantes já ficaram varias partidas sem marcar, mas o Wallyson, além de não estar marcando gols, está sendo uma peça totalmente nula, tem um tempo que ele não atua bem, não se apresenta para o jogo, como aconteceu ontem por exemplo.
Então, para a partida do dia 2, teremos esse problema, de não termos um matador lá na frente, sendo assim, os meias terão de chegar mais a frente, pois esperar gols de Henrique e Wallyson fica meio difícil. Pode acontecer, sim, pode sobrar uma bola lá na frente e um dos dois marcar. De positivo fica é que o Bolatti vai começar jogando, que o Eduardo Húngaro perceba que ele tem que ser titular dessa equipe, pois tem uma qualidade de passe, a equipe quando ele joga é outra, deixamos de lado as ligações diretas e começamos a por ela no chão.

Rodrigo Federman disse...

Gabriel, mas de toda maneira, muita calma em relação ao Zeballos também, né? Querendo ou não, é uma aposta. Nos dois ou três jogos do estadual ainda não deu para sentir qual vai ser a dele. Mas concordo que na próxima fase da Libertadores ele já merece uma chance (pelo menos) na disputa com o Wallyson.
Abs e SA!!!

Gil disse...

Fala Rodrigão,

Sem contar a disposição, garra, e luta para manter, disputar e retomar a bola. Ontem a torcida aplaudiu e cantou o nome dele quando ficou em uma roda e não parou de correr atrás até que conseguiu dividir e cedeu um lateral no ataque. Qualquer outro jogador desistiria. Pensaria na vaidade de não ficar na roda de bobo.

Pela primeira vez sai de um jogo do Botafogo com muita dor de cabeça, literalmente.

A torcida demonstrou mais uma vez que, se algum dia, quem estiver no poder conseguir montar um time competitivo faremos lindas festas. E olha que tem muita gente que não cansa de criticar o maior patrimônio do clube.
Além de incentivar, como em todos os jogos da Libertadores, fizemos as substituições e barramos o faltoso “EX jogador do esgoto da Gávea. Como os atuais dirigentes gostam de contratar os refugos do esgoto da Gávea!

Foi cristalino que a torcida chamou o Bollati para substituir o Gabriel que desapareceu após levar cartão amarelo.
Foi cristalino que a torcida não permitiu a entrada do Airton, quando foi chamado pelo que se diz treinador, Eduardo Húngaro.
Muito gozado foi a explicação dele após o jogo para a quase entrada do Airton:”Eu pedi ao auxiliar para chamar os dois. O Airton tinha treinado bem na lateral. Estávamos sendo atacados. Conversei com ele e o Junior Cesar para ver quem estava mais confiante. O Junior fez a função e me decidi por ele. Mas tenho certeza de que o Airton iria se sair bem."

Quando a torcida viu que o Airton foi chamado e começou a tirar colete vaiou muito. Nisso o Eduardo Húngaro gesticula, pula, e manda vir o Júnior Cesar. Só depois de muita vaia ele “ AFINOU”. Foi tão visível que conversamos (Eu e Danilo) sobre isso.

Ficou mais que provado que não temos técnico, preparo físico, e que a única coisa que o time faz muito mal é ficar trocando passes laterais improdutivos que não conseguem dar sequência após, no máximo, três toques. Perdemos todas.

Imagino como Bolatti deva estar revoltado por ser reserva nesse time!
Se não fosse os dois chutes no travessão do Jorge Vagner, diria que ele e o Wallyson são balões japoneses!
Temos o melhor o goleiro do Brasil e como disse o Danilo, um dos cinco melhores do mundo! Qualquer outro goleiro levava aquele gol que foi desviado no Dória. Que reflexo! Que defesaça!

Na saída do estádio não houve cânticos e expressões de felicidades. Teve inúmeros comentários sobre o péssimo futebol que estamos jogando e o medo de um mata mata na Libertadores.

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Rodrigo Federman disse...

Gil, lembro desse lance do Ferreyra. De fato, um lance que ganha o apoio do torcedor. Em relação ao EH, fiquei sabendo desse ocorrido (Aírton x Jr. César). Amigo, isso mostra que o cara não sabe ler uma partida e não se garante. Ou seja: Treinero de juvenis mesmo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O pior é que se o Húngaro é assim, fico imaginando o auxiliar dele.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Márcio, todos discípulos de OO...
Abs e SA!!!

Jallin Habei disse...

A culpa pelo elenco limitado é da diretoria, que é quem contrata.
Mas a culpa de estarmos quase em Abril e o time ser um bando em campo, que toma pressão o jogo inteiro do fraco Independiente Dell Vale, e que faz a pior campanha do Botafogo em toda a história do Camp.Carioca, é do Hungaro sim, que é quem treina.

Rodrigo Federman disse...

Jallin, se é que treina de verdade, né?
Abs e SA!!!

Unknown disse...

Nos temos tecnico? Respostas, deixem na portaria de GS.

Rodrigo Federman disse...

Ronau, em minha opinião, não.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

O ataque do Botafogo já é uma ataque de nervos, sem o Ferreyra, imagina, vai piorar muito. Outra: Bolatti reserva nesse time? Precisamos urgentemente de um técnico que dê um padrão de jogo a equipe, chega de chutão, muito embora esses times da libertadores sejam um bando, alguns menos desorganizados, outros, uma M. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, e que tenha coragem para mudar o time titular, pois está claro que algo precisa ser feito.
Abs e SA!!!