sábado, 24 de março de 2018

Titular, nunca. Quebrar galho, de vez em quando




O atacante Kieza vinha em um bom momento (marcando gols e atuando razoavelmente bem), quando se machucou e desfalcou o GLORIOSO nos dois últimos confrontos contra o Vasco.

A solução do técnico Alberto Valentim foi recorrer ao reserva imediato, Brenner. E foram dois gols (um em cada partida), sendo importante principalmente na quarta-feira passada, quando - na reta final do confronto - até saiu para atuar mais fora da área, fugindo bastante das suas características.

Questionado sobre o peso desses gols, o Brenner falou:

"- Trabalhei depois do jogo contra o Flamengo, aquela fase ruim que passamos, mudança de treinador... Fui para o banco e fiquei quietinho. Procurei trabalhar o máximo possível, aprimorar minha forma física porque esse ano a pré-temporada foi muito curta. Não deixar cair que é o mais difícil. A oportunidade apareceu e venho ajudando o Botafogo. Quando o Kieza voltar, o Aguirre chegar, a dor de cabeça é do professor. Importante é que estou fazendo meu trabalho, quietinho".

Uma coisa é verdade: O Brenner não parece ser criador de casos. Fica na dele, parece se dar bem com o grupo e deixa a impressão de que sabe dos seus limites técnicos e tenta compensar essa ausência com vontade. É claro que prefiro um atacante técnico à um apenas voluntarioso, mas na mediocridade do atual futebol moderno, o rapaz pode compor elenco e entrar de vez em quando no abafa, etc.

Mas claro, para o Brasileirão precisamos de muito mais do que Kieza e Brenner (o Aguirre ainda não estou contando, pois sequer disputou uma partida oficial e, por enquanto, ainda é uma aposta).


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

17 comentários:

Sergio Di Sabbato disse...

Brenner e Kieza na minha opinião são opções para o banco, embora reconheça os golzinhos importantes que eles têm feito. O Brenner por exemplo, tem menos domínio de bola e que o Kieza, e a arma maior deles é a cabeçada, precisamos de um jogador mais habilidoso, e não sei se o Aguirre é esse jogador. Também é bem verdade que raras vezes os atacantes do Botafogo nos últimos anos tem recebidos bolas rasteiras para conclusão, e isso é culpa do nosso meio campo. Continuemos a torcer e muito para que apareça alguém tanto para o ataque quanto para o meio, não apostas, mas para assumir a titularidade de cara, muito embora não acredite que essa diretoria trará alguém de peso e, aquele papo do montenegro de trazer um grande jogador, prá mim é a famosa "conversa prá bio dormir". Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Fecho contigo, Sérgio.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Rodrigo parece que o meio campo esta longe de una solução. Quando VC vê em noticiários o Botafogo cogitando a possibilidade de ter Camilo de volta isso já deixa claro que o meio não mudará nem tão cedo. Essa diretoria gosta muito de fazer mais do mesmo impressionante.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, espero que não levem a sério essa história de Camilo lá por GS.
Abs e SA!!!

Abel Santos disse...

Se Camilo voltar, que seja para jogar o que jogou no segundo semestre de 2016. Se assim não for, que fique por lá.
E por falar em contratações, os Jogos Botafogo x Vasco e Flamengo x Fluminense, somados, renderem menos que Palmeiras e Novorizontino.
Este é o resultado de um campeonato fracassado, com regras esquisitas e inusitadas. Cada vez mais os clubes estão tendo que se rastejar atrás da Globo, aceitando suas imposições e favorecimentos descarados ao Flamengo e Corinthians.

Marcio disse...

O Brenner é um jogador de técnica limitada, porém muito voluntarioso; particularmente eu acredito que não deveriam exigir que saía da área ou coisa semelhante, pois não ajuda e tem as suas limitações acentuadas, o vejo apenas como um centroavante centroavante e assim deve ser aproveitado.
E eu concordo com o que disse, sobre ter continuado trabalhando forte mesmo tendo ido para o banco, pois me pareceu estar em boa forma.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Abel, que ele não volte, pois aqueles 4 meses dele no início do Botafogo foram atípicos ao longo de toda a sua medíocre carreira.

Marcio, também acho. É cara para ficar lá na área, pois é grande e tem pouca técnica.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

O Camilo não está resolvendo no Internacional, onde no omento o Time não anda lá grandes coisas.
Por que acreditar que agora em 2018, repetirá aquele bom momento de 2016? Está dois anos mais velho... De mais um no elenco o BOTAFOGO está cheio, espero que seja somente uma especulação.

Quanto ao campeonato carioca, o regulamento é completamente esdrúxulo; só que os clubes têm muita culpa no cartório, pois mansamente aprovam as bizarrices e depois colocam-se a reclamar.
Disse o à época vice-presidente do BOTAFOGO, Mufarrej, em 04/10/2017:

"Nós vamos ter o campeão do primeiro e segundo turno com a vantagem do empate para a final. Acho que corrigiram a distorção que teve no ano passado, daquela final que todo mundo condenou a forma como foi realizada. Acho que nós evoluímos, com toda a certeza."

https://globoesporte.globo.com/rj/futebol/campeonato-carioca/noticia/carioca-2018-arbitral-define-datas-de-seletiva-e-segunda-fase-veja-1-rodada.ghtml

Se o cara fala em distorção e evolução, é porque no geral acredita ser bom o regulamento.
São todos culpados!

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Exatamente, Marcio.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Na boa dou graças a deus que o Botafogo é do rio. Se fosse um time paulista não resistiria aos times menores de lá.

E sobre o regulamento concordo com Marcio... Os clubes são os principais culpados nisso. Sinceramente, pra mim a FERJ deveria acabar e os clubes cariocas poderia se unir e criar uma liga carioca e prover esses torneios estaduais. Seria uma ótima ideia para futebol do Rio em todos os aspectos... Principalmente financeiro. Onde já se viu a federação lucrar mais que os clubes....

Rodrigo Federman disse...

Eziel, é muito relativo. Não dá para afirmar baseado no "se" ainda mais com os times do interior de SP. Enfim, só sei que nosso elenco é limitado e, hoje, me preocupo muito com o Brasileirão.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O BOTAFOGO emprestou o goleiro Matheus Cabral de 19 anos, para o sub-20 do Ceará.
Segundo a noticia, ficará até julho na equipe cearense para período de experiência.

https://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/botafogo-empresta-jovem-goleiro-para-o-sub-20-do-ceara.ghtml

Jamais vi o jovem goleiro em ação, mas não preciso dessa informação para escrever que sou totalmente contra esse tipo de empréstimo, utilizando a "experiência" como justificativa.
Por acaso a escola de goleiros do Ceará é de excelência?
Dos goleiros brasileiros de maior destaque, boa parte foi formada neste clube?
O garoto tem contrato até dezembro de 2018 e não será esse empréstimo curto que irá determinar ou não a sua renovação, pois se o emprestaram é porque tem outros em melhores condições...
O BOTAFOGO deve procurar exemplos em clubes que demonstram um trabalho melhor do que o seu.
Esse tipo de referência não serve praticamente para nada.
SA!!!

Marcio disse...

Para completar este último comentário, não custa lembrar que o BOTAFOGO empresta os seus jovens para equipes de menor potencial, com a desculpa de ganhar experiência, e contrata os jovens dessas mesmas equipes colocando-os à frente dos formados em casa.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, só servirá se ele chegar lá e for titular. Para ficar treinando, melhor o Botafogo, observando Jefferson e Gatito.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sim, Rodrigo...
A questão que vejo é mais ou menos o que fica nas entrelinhas.
Jogador jovem que o BOTAFOGO contrata, independente de onde venha, chega titular, os formados no clube eles emprestam para outros considerados menores para adquirir experiência.
Pergunto:
Qual o tamanho do BOTAFOGO?
SA!!!

Uendel disse...

Jair e seu futebol reativo... Em jogos decisivos, eliminatórios, suas equipes NÃO FIZERAM UM MÍSERO GOL NOS ULTIMOS SETE JOGOS, 0 a 0 e 0 a 1 contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, 0 a 0 e 0 a 1 diante do Grêmio, pela Copa Libertadores, sob o comando do Botafogo. Dois 0 a 0 com o Botinha de Ribeirão Preto pelas quartas de final do Paulista, e ontem 0 a 1 pro Palmeiras.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio. Nisso eu concordo contigo.

Uendel, o cara é muita arrogância e pouco treinador.

Abs e SA!!!