terça-feira, 1 de maio de 2018

Outras funções




No  ano passado, o Botafogo tinha os seguintes volantes no elenco: Lindoso, Matheus Fernandes, Bochecha, João Paulo (se considerarmos que ele também pode fazer essa função), Aírton, Dudu Cearense.

Por questão de "custo x benefício", era sabido que o Aírton não continuaria em 2018. 

Até aí, ok. Dos que restaram, havia uma quase unanimidade: Dudu não tinha/tem mais a menor condição física e técnica de atuar como profissional. Tanto é verdade, que pouco entrou em campo na temporada passada. Aí o que a diretoria faz? Renova com o volante.

Vira o ano, continuamos com todos...
...mas o departamento de futebol botafoguense resolve trazer mais dois jogadores para a posição: Marcelo Baiano e, mais recentemente, o Jean.

Pergunto: Então por que renovaram com o Cearense?

No último domingo, o jogador esteve em um programa da ESPN e revelou que foi muito importante e determinante para selar a paz entre o ex-treinador Jair Ventura e o Camilo durante um treinamento. 

Ah, então está explicado, né? E justificado também.

O Dudu Cearense foi premiado com a renovação contratual (mesmo sem merecer) porque é o animador de vestiário, criador de "bordões" para vídeos e redes sociais do clube e apaziguador de tretas internas.

E depois aparecem as desculpas de orçamento limitado pare reforçar o elenco que realmente entra em campo, etc.

Nada contra o homem Dudu, mas o Botafogo não é casa de caridade. E para fazer o que ele "faz" atualmente em General Severiano, já temos gerente de futebol, psicólogo e analista de marketing digital.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

49 comentários:

Anônimo disse...

Ricardo
E ninguém dentro do Botafogo conteSta e/ou crítica.
Li hoje que o Botafogo teve um superavit de 53 milhões o ano passado.Onde está esse dinheiro?
Com certeza sendo gastô com Dudu, Baiano e muitos outros mediocres

LEVI PEREIRA disse...

Apaziguar JV e o Mito? Não precisava. Aliás, o que poderia ter feito, era alimentar a fogueira da discórdia entre ambos. Teria nos poupado tempo e dinheiro, com a saída antecipada de ambos. Poderia ter aproveitado a ocasião para sair também.

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, boa parte foi mal empregada.

Hahaha. Verdade, Levi.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Quer dizer que o Cearense é um grande apaziguador... Deveria usar o colete azul...
O BOTAFOGO precisando de gente para resolver dentro das quatro linhas e jogador vai para entrevista dar mostras de capacidade diferente a de jogar futebol.
Só no BOTAFOGO para determinadas coisas acontecerem e determinados nomes que não apresentam rigorosamente nada se eternizarem.
Discutir se há ou não dinheiro não pode impedir que se discuta a forma como é gasto o que tem em caixa.
Dizem que há profissionalismo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, isso se chama planejamento. Afinal, para que serve o Anderson Barros (ou servia o Lopes), né? Pra que servem os estagiários do marketing? O Dudu faz o trabalho de todos esses. E em um único nome na CLT. Jogada de mestre do Botafogo! hehehe
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,como não posso provar que existe 10,20 ou 30 por cento em certas renovações,vou para o lado da casa de caridade alvinegra,rsrsrs.
E não é só o DUDU,o motivador,há outros casos de jogadores com idade avançada que renovam por quantias absurdas para não jogarem ou entrarem por necessidade absoluta.
Dou razão quando muitos questionam que não há falta de grana e sim são bons rapazes que fazem caridade com o dinheiro alheio.Só rindo muito,pois em uma empresa séria quem ousasse pensar em "caridade" desse tipo com funcionário seria, no mínimo,advertido.
Segundo soube,a ideia da figura é tentar ser treinador da base alvinegra,começa com qualquer Sub e vai subindo,pois sabe motivar até os pernas de pau.
Desculpe meu amigo,só mesmo levando na galhofa.JOTA.

Marcio disse...

Se relação com o BOTAFOGO.

E a declaração do Simon, o ex-árbitro?

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Jota. Essa de falta de dinheiro só cola com quem é muito ingênuo.

Não vi, Marcio.

Abs e SA!!!

Guga Vide disse...

Rodrigo, não vejo nada de mais nisso. Líderes unificadores são importantes para qualquer time e qualquer grupo de trabalho. Reparei como o elenco reverenciou o Tio Dudu na comemoração do campeonato carioca apesar do mesmo não ter jogado coisa alguma. Melhor gastar dinheiro com um Tio Dudu mediador (que trouxe o Carli de volta) do que em varias “peças” inúteis dentro e fora do campo. SA!!

Rodrigo Federman disse...

Discordo por completo, Guga. O cara é pago com salário para ser jogador. Não "líder de vestiário". Se é para ser isso, que encerre a carreira, o vínculo e assine um novo (com salário, inclusive) de "líder de vestiário".
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Foi isso, Rodrigo:

"Simon admite erro e diz ter marcado 'perigo de gol' de Obina em 2009

Só mostram uma parte. Não foi escanteio (para o Palmeiras), era tiro de meta (para o Fluminense). Depois, foi cobrado o escanteio, o zagueiro afastou, deu rebote e o Obina fez. Apitei antes. Hoje, assumo que errei. Era tiro de meta, fiquei com a pulga atrás da orelha. O cara dá perigo de gol. Muitas vezes dá certo, essa não. Eu via a fita para ver onde errei. Vi que a gritaria era enorme. De fato, o lance era tiro de meta, foi um equívoco. Tentei acertar e acabei errando. Se acontece o gol, o outro lado iria reclamar, pois era tiro de meta."

http://www.lance.com.br/futebol-nacional/simon-admite-erro-diz-que-anulou-gol-obina-para-compensar.html

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Marcio.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O Claiton, volante que jogou no BOTAFOGO em 2006 vai fazer estágio com o Valentim...
Esqueceram a forma como ele deixou o CLUBE?

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, o Botafogo não se dá o respeito.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, pois é! E o pior é que nada disso me surpreende mais.
SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
Ou seja, em 2006 o Botafogo já tomava volta do flamengo.E depois de 12 anos continuam amadores.
Uma pergunta que faço sempre : Como conquistar novos torcedores com tamanha submissão e amadorismo ?

Abel Santos disse...

A diretoria do Botafogo estás sem rumo, os escassos recursos estão sendo mal utilizados. E o tempo passa e nenhuma notícia animadora vem.
Cadê Aguirre? Será que entra contra o Cruzeiro? É a minha última esperança de alguém no time tratando a bola com classe.
Vendo o jogo do Grêmio na libertadores (até agora aplicando um sonoro 4x0 no Cerro Porteño), vejo que tivemos sorte de enfrentar seu time B. Contra o time A não teríamos chance.
Eu sou um eterno pessimista com este elenco do Botafogo... é um elenco para ficar na parte de baixo da tabela lutando para não cair... estou torcendo para que times como o América-MG, Sport, Paraná e Ceará não me "decepcionem" e fiquem abaixo da gente.

Rodrigo Federman disse...

Não mesmo, Marcio.

Ricardo, depois a culpa é da torcida.

Possa crer, Abel.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

E ainda tem um fato, tem vários jogadores renegados em outros clubes nesse time do Grêmio, só que por lá, verdade seja dita, o empenho é máximo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Também tem isso, Marcio.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

#foraclaiton

Fatos disse...

Essa foto tá muitp boa kkkk
não podia ter escolhido melhor

Uendel disse...

Não entendi

Marcio disse...

Preparador do Botafogo pede ‘calma’ em preparação de Aguirre

Em entrevista à Rádio Globo, Capella detalhou o processo de preparação que Aguirre vem passando para poder estrear. E preferiu não dar uma data concreta de quando o reforço poderá finalmente entrar em campo com a camisa do Fogão.

“O Rodrigo jogou a última partida dele em novembro, e em dezembro ele fez a cirurgia no joelho. Ele já treina com o grupo, se dedica diariamente. Foi feito para ele um planejamento detalhado com a fisiologia, a nutrição, preparação física e departamento médico. Conseguimos elevar a força física e a massa magra dele. Isso um atleta que está com cinco meses sem atividades com o grupo e sem jogar, voltando na semana passada”, declarou o preparador físico do Botafogo.
“É um período que é curto. Essa semana ele vai continuar treinando e é questão de tempo para o Rodrigo poder jogar. Precisar um jogo eu ainda não consigo, vai do dia a dia. É momento de termos calma, porque ele vai nos ajudar muito”, completou Capella."

https://www.torcedores.com/noticias/2018/05/preparador-do-botafogo-pede-calma-em-preparacao-de-aguirre?enable-feature=new_layout

Não custa lembrar que o Aguirre está emprestado até a metade de 2019...
Como tem novela no BOTAFOGO para um contratado começar a jogar; é bem capaz de ir a campo somente depois da Copa.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Uendel, explicado em comentário abaixo.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Abel,meu nobre, não sei se seria assim contra os titulares do Grêmio. O Furacão, que não é isso tudo,arrancou um empate, na casa do Grêmio. Com o tricolor completo.

Rodrigo Federman disse...

Fatos, essa foto mostra a função dele. Rs

Marcio, começa a me cheirar como um "vale a pena ver de novo".

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, tomara que quando começar a jogar o Aguirre faça a diferença, mas inicialmente eu o vejo somente como mais um a tentar ajudar, baseado do que assisti do seu jogo na Libertadores/2017.
E se confirmar ser um jogador de mais força do que técnica, como penso ser, vai demorar a entrar no jogo.
SA!!!

Abel Santos disse...

O Grêmio tem renegados e jogadores sofríveis, como muitos outros clubes. Mas... no time tem gente que chama o jogo para si, e sabe o que faz com a bola. É essa a diferença.
Com o nível baixo do futebol praticados pelos clubes sul-americanos, dois ou três jogadores de bom nível técnico (não quer dizer craque) e um elenco esforçado podem fazer um time ganhar até a libertadores.
É tudo o que o Botafogo não tem. E pelo jeito, Aguirre será mais um Montillo.

Rodrigo Federman disse...

Celso, mas o time do Atlético é bem legal também.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Marcio. Para mim também.

Abel, sim.

Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

E aí vem Claiton como estagiário do A. V. FODA

Rodrigo Federman disse...

Vinny, é difícil exigir respeito dos outros quando o próprio Botafogo não se dá o respeito.
Abs e SA!!!

Enéias Teles Borges disse...

Rodrigo, pensei assim também. É como se ele fosse o pacificador do clube.

Anônimo disse...

Há o entendimento que aqui é um espaço para discutir, aprimorar, enaltecer a transparência do futebol botafoguense dentro e fora das quatro linhas.
Sissi

Rodrigo Federman disse...

Enéias, com salário de jogador.

Não tenha dúvida disso, Sissi.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Concordo com ressalvas que o elenco do Grêmio tem jogadores que fazem a diferença... E explico:
Reconhecendo a valor de quem decide, é preciso que exista um ambiente saudável de cobranças visando a conquista de grandes objetivos.
Em 2013 o BOTAFOGO contava com a maior contratação da história do futebol brasileiro, Seedorf, já que por ser estrangeiro, não "voltou" para casa, e mesmo assim fomos eliminados de forma vergonhosa na Copa do Brasil e a conquista da vaga na Libertadores veio no apagar das luzes (fora o desmonte do Time que iniciou a temporada).
E ainda disseram que o holandês desejou mudar tudo no CLUBE, entre outras coisas... Um quase problema.
É possível imaginar alguém do Grêmio falar que jamais conquistaram a libertadores duas vezes seguida e fazer referência ao Everest?
Permitir que alguém que saiu de forma conturbada retorne ao CLUBE para um estágio?
Não digo que os discursos internos sejam recheados de fanfarronice, mas que não sejam depressivos como "Davi venceu Golias" e outras bobagens mais; que sejam na linha da resposta dada pelo Valentim ao repórter que o questionou sobre ter vencido os reservas do mesmo Grêmio.
Independente de qualidade de elenco, o BOTAFOGO precisa sempre ter um espirito inconformado, entrar para ganhar; se vai ou não é outra coisa...
Aliás, três coisas chamam a atenção nesse inicio de ano:
1- Flamengo perde para o BOTAFOGO e entra em crise;
2- Palmeiras vem jogar no NILTON SANTOS, não consegue a vitória e passa a ser contestado;
3- BOTAFOGO vence o Grêmio e questionam sobre eles terem jogado com "reservas"...
Que estória é essa de acharem que contra o BOTAFOGO são 3 pontos garantidos e que vitórias nossas são por "defeitos" dos adversários?
Nesses últimos tempos, mais do que a "qualidade" do Time, me incomoda algumas posturas, dentro e fora de campo
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fecho total contigo, Marcio.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, certas coisas no futebol são meio que inadmissíveis.
Ontem assistindo ao jogo entre R. Madrid e Bayern ( ninguém tem peito de marcar penalidade máxima contra os merengues!), o James Rodriguez que fazia uma boa partida, fez um gol e não comemorou; depois, um jogador do Real caiu sozinho e a bola quando chegou aos pés do colombiano, ele jogou-a para fora, atendendo ao muitas vezes esdrúxulo "fairplay'; isso aos 39, 40 minutos do segundo tempo.
O jogador do Real caiu, saiu de campo, voltou, foi substituído e consumiu uns dois minutos ou mais nessa cena.
Não comemorou gol, praticou o "fairplay", tudo muito bonito, mas quem paga o salário do colombiano é o Bayern, quem vai desembolsar uma "pequena" quantia para adquirir definitivamente os seus direitos é o Bayern... E o cara faz isso?
Não estou dizendo que faltou empenho ou coisa semelhante, mas é estranho alguém ter tanta reverência por um adversário.
Fosse eu diretor, ele estaria fora do clube.
O Gérson Canhota critica esse tipo de comportamento e eu penso da mesma forma. Se não vai comemorar um gol, que cobre os salários lá e não aqui.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Penso exatamente assim também, Marcio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Márcio,
Quanto a comemorar ou não o gol, não penso que isso seja essencial, muito embora aquele gesto idiota de levantar as mãos como que a indicar que não vai comemorar traduza uma pieguice sem fim. Não quer comemorar?, ok, mas sem aquela ceninha ridícula. Marque o gol e volte correndo para o meio de campo.
No tocante ao tal de fair-play, isso me irrita demais. No dia em que pararem com essa babaquice, as ceras param também. Treinador, eu proibiria o time de jogar a bola para fora por qualquer cera, mesmo sabendo que o mundo politicamente correto cairia sobre a minha cabeça e mesmo ciente de que eu não teria o fair-play em meu favor . Claro, há as exceções, raras, mas eu não pararia o jogo, principalmente num cenário como o de ontem, aos quarenta e tantos do segundo tempo, valendo uma final na competição mais importante para o clube. O árbitro que assuma a responsabilidade de paralisar o jogo. Aliás, ele, árbitro, está ali para detectar se está ou não havendo simulação por parte do coitadinho que está "se contorcendo em dores".
Fair-play?, numa paisagem daquela?, depois de um pênalti claríssimo não marcado pelo juiz?
Aconteceu o mesmo naquela final de copa, em que o time da CBF perdia de dois a zero para a França e um fulano de tal vestido de amarelo praticou o tal fair-play: tomo um esporro eloquente do Edmundo, se não me engano.
Off-topic, desculpem-me. Só quis comentar o que o Márcio falou.
Abraços.
Levi

Rodrigo Federman disse...

Levi, mas ontem o James praticamente pediu desculpas por ter marcado gol. Hehehe. Foi patético.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Eu vi a cena, Rodrigo. Patético é pouco. Aquilo é a expressão babacóide de bom mocismo comportadinho. Esbarrou naquele estado de subserviência quase que explícita. Mereceu perder, não somente por conta do tal de "recuso-me a comemorar e ainda faço biquinho", mas também pelo fair-play na hora mais errada possível. O Real Madri, penhorado, agradece o serviço prestado.
E outra, para tentar manter minha coerência, não faço a menor questão de que ex-jogadores do Botafogo não comemorem um ou outro gol contra nós.
Para encerrar, foi pênalti claríssimo, repito, do lateral torcedor botafoguense. O juiz não marcou, quiçá, como punição ao James Rodriguez, para deixar de ser idiota.
Levi

Rodrigo Federman disse...

100% contigo, Levi.
Abs e SA!!!

Rui disse...

PVC falou isso dia desses, sobre a imprensa ter criado um senso comum que qualquer um dos times queridinhos da mídia tem obrigação de vencer o Botafogo com uma perna amarrada nas costas, que se não vencer é uma vergonha.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Rui.
Abs e SA!!!

Pix disse...

Pior foi o treinador tirá-lo (o melhor em campo!) para colocar um volante (que nem tocou na bola) faltando 10 minutos pra acabar o jogo.

Pix disse...

Tudo bem, pela regra é pênalti, ok...
Mas que porra de regra escrota e injusta da porra!
Bola mal cruzada, e jogador sem nenhuma intenção de tocá-la. Em resumo, ele não levou vantagem no lance, não abriu os braços, por exemplo. Futebol Nutella do c@r@lh0

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Pix.
Abs e SA!!!