sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Seguro




Postagem bem direta para o debate entre os amigos do CB: Considerando o que o Gabriel vem jogando, alguém vê muita diferença e/ou sente saudade do Rabello?

Estou gostando dessa dupla formada por ele e o Carli.

E vocês?

Obs: Em tempo, não estou falando que o Rabello é fraco (pelo contrário, se trata de um bom zagueiro), hein?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

22 comentários:

Lorismario disse...

Acho que o número de partidas feitas pelo Gabriel ainda não nos permite uma comparação imparcial. Loris

Anônimo disse...

RODRIGO,IR é bom nas bolas altas,fraco no mano a mano e razoável com a bola nos pés,por isso não foi para a Itália como tentaram empurrar.Quem veio avaliar não aconselhou a compra.
No nível do futebol brasileiro atual,está na média.Prefiro o GABRIEL,para mim é mais seguro.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Loris, com certeza não, mas dá para lembrar do futebol que ele apresentou no Atlético e reconhecer que mantém o bom nível demonstrado por lá.

Jota, eu considero os dois muito iguais!

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Por enquanto o Rabelo não está fazendo falta; entretanto vale ressaltar que a quantidade de jogos do Gabriel é muito pequena.
O problema é que o nível está sendo mantido com um jogador que está emprestado, a experiência do Carli, por exemplo, não está ajudando a melhorar um jogador da casa.
SA!!!

Anônimo disse...

Gabriel quando tinha 21 anos era muito promissor, era mais falado até que Rabello agora com seus 23 anos, devido a lesão e a contratação de Maidana o Gabriel ficou em segundo plano e ficou uma imagem de ser um zagueiro comum/ruim.

Mas Gabriel é um baita zagueiro. Se Carli segurar o ano sem lesões, na minha opinião vamos ter uma zaga um pouco melhor que do ano passado, pois Gabriel tem certa velocidade e não é tão fraco assim no jogo aéreo igual falam.

Resende

Lucas disse...

Ainda é cedo pra fazer essa comparação, Gabriel jogou poucos jogos.

RICARDO ROCHA disse...

Um zagueiro tem que ser firme,coisa que IR não é. Excelente nas bolas altas,porém tem uma média de erros fatais por jogo bem razoável. Excelente troca.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio. E vale lembrar que os Atleticanos estão satisfeitos com o Rabello também. Pelo menos com que eu falei.

Resende, sim, mas o Rabello é superior no jogo aéreo.

Lucas, me baseio no que conhecemos dos dois jogadores como um todo também.

Ricardo, de fato o Rabello é, no mínimo, azarado em alguns lances. rs

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Tenho gostado bastante do Gabriel nesses poucos jogos. Inclusive acho que os dois formariam uma boa zaga.

Ricardo Palhares.

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, também tenho gostado dele.
Abs e SA!!!

fabio lucas disse...

Gabriel ta jogando muito graças a deus kkkkkkkkkk negocio da China pra gente

Rodrigo Federman disse...

Fabio, por que negócio da China?
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Disse o Ricardo Palhares em seu comentário:

"Tenho gostado bastante do Gabriel nesses poucos jogos. Inclusive acho que os dois formariam uma boa zaga."

Pois é, Ricardo, talvez o A. Mineiro tenha pensado nisso quando contratou o I. Rabelo e nos emprestou o Gabriel, já que o outro zagueiro contratado, Réver, terá 36 anos na temporada 2021 e não há como prever o seu rendimento.
Em 2021 Gabriel e Rabello completarão 26 anos e poderão estar em excelente forma; com essa idade, dificilmente jogarão na Europa, pois geralmente se interessam por jogadores mais jovens, o que não impede de serem valiosos no mercado nacional. Deste modo, restará o mercado "alternativo"...
Pensar nas temporadas futuras antecipadamente é uma obrigação de todo e qualquer departamento de futebol, pelo menos na teoria.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, pensei a mesma coisa. Juro! Pensei igualzinho! De bobo o Atlético não tem nada! rs
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo e turma.
Vejo um número muito grande de jogos na TV por ano (uns 10 a 12 por semana). Do Brasileiro, vejo tudo. Igor é muito melhor que Gabriel e vai ser vendido pelo triplo do que recebemos. Muito bom por cima (ponto alto) e por baixo. E tem formação superior, o que é demandado lá fora. Gabriel é um zagueiro deficiente sabidamente na bola aérea e no Atlético, quando titular, vinha falhando decisivamente. A torcida queria a sua cabeça, como nos a do Kieza. Vocês estão olhando o Gabriel (que está bem) contra os fracos pequenos do RJ. Veremos quando o furo for mais embaixo. Tiraremos a temperatura nos jogos de Campina Grande e Defensa Y Justicia.
Acho que o Igor será vendido na próxima janela. E o Gabriel ficará no Brasil.
Paulo de Poa

Rodrigo Federman disse...

Paulo, já cansei de ver jogos do Gabriel na época do Galo...juro, não vejo tanta diferença entre eles não. Na verdade, acho os dois bem parecidos!
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

É bom lembrar,que o Atlético Mg, vai pagar a metade do salário de Gabriel todo ano de 2019 e o Botafogo vai pagar integralmente em 2021


Mamá

Eduardo Samico disse...

Grande Rodrigo e amigos do Cantinho, objetivamente, dos poucos jogos disputados pelo Gabriel, e salvo excecões, contra adversários fracos, gostei do que vi (vi pouco).
Espero não estar enganado, acho que continuamos a ter uma zaga de respeito. O que não nos impediu de levarmos gols em quase todos os jogos em 2018.
Abs.

Marcio disse...

Rodrigo e Paulo, independente das suas opiniões, vou perguntar:
Quantos jogos do Gabriel o departamento de futebol/inteligência assistiu?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Mamá. Aí depois ele volta para lá.

Eduardo, nossa dupla de zaga é boa sim.

Marcio, quer a resposta mesmo? Heheheh

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sobre a defesa, considerando o comentário do Eduardo Samico, mesmo sabendo que média de gols sofridos é acima de 1 gol/jogo, fui pesquisar quantos jogos a defesa não foi vencida.
Desde o primeiro jogo da temporada 2018 até este último frente ao Defensa Y Justicia, o BOTAFOGO fez 68 jogos e somente em 21 a defesa passou em branco, 31% dos jogos.
Não por acaso o BOTAFOGO venceu 26 dos 68 jogos, 38% do total.
Considerando que o ataque fez 74 gols em 68 jogos, está claro que precisamos dar uma atenção especial ao trabalho de marcação.
Há muito tempo eu não consigo observar uma Equipe do BOTAFOGO muito bem treinada.
SA!!!


Rodrigo Federman disse...

Excelente pesquisa, Marcio. Isso realmente mostra que precisamos de treinadores que façam estudos assim.
Abs e SA!!!