domingo, 28 de julho de 2019

Contra 14 é impossível





O Botafogo até voltou a marcar gols, porém, os dois de hoje foram insuficientes para um bom resultado.

Perdemos para o Flamengo por 2 a 3 e continuamos em queda livre no Brasileirão.

Hoje, diferente dos últimos jogos, eu vi um time brioso. Limitado, mas disposto, correndo e tentando superar suas evidentes limitações técnicas. 

O problema é que não bastasse o adversário ser bem melhor, ainda tivemos um fator determinante que jogou contra o GLORIOSO: Uma arbitragem tendenciosa, que se tivesse trabalhado de maneira correta e imparcial, teria expulsado três jogadores dos caras. Dois deles, aliás, responsáveis por gols diretos. 

Todos sabem que na maioria das vezes detesto jogar responsabilidade de nosso fracasso em terceiros. Só que neste domingo não dá para fazer diferente. Independente de algumas insistências e demora do Eduardo Barroca, não há outras palavras para classificar a derrota botafoguense: Fomos garfados.

Repito: Mantemos alguns erros que se não forem corrigidos, sairemos da próxima quarta-feira eliminados na Sul-Americana. Mas que ao menos tenhamos uma arbitragem justa, pois o que vimos neste domingo...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 2 x 3 Flamengo

1- Gatito: Está exagerando na confiança nas saídas de bola. E errando muito - 5,0

2- Marcinho: Partida fraca - 4,5

3- Carli: Bem por cima - 5,5

4- Gabriel: Só uma jogada errada. De resto, foi bem - 6,0

5- Cícero: Falta pegada para ser primeiro volante - 5,5

6- Jonathan: Muito tempo sem jogar. Ainda é melhor que o Gilson - 5,0

7- Rodrigo Pimpão: Perdeu outro gol feito - 4,5

8- Alex Santana: Lento demais - 4,5

9- Diego Souza: Apenas o gol de falta. Ainda é pouco - 4,0

10- João Paulo: Sem fôlego para defender e atacar - 4,0

11- Luiz Fernando: Melhorou na segunda etapa, quando foi a única jogada ofensiva - 5,5

12- Lucas Campos: Nada fez - 4,5

13- Lucas Barros: Não acrescentou - 4,5

14- Victor Rangel: Sem qualquer intimidade com a bola e presença de área - 4,0

Eduardo Barroca: Mais uma vez, fala e não faz. Insiste com esquema e peças erradas. Já cansou a paciência de muitos torcedores - 4,0

56 comentários:

Celso Ricardo disse...

Jogar contra o Flamengo é como morar no Rio de Janeiro. Você vai ser roubado, só não sabe quando.

Rodrigo Federman disse...

Celso, isso é um fato que não tem como ser contestado!
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
E enquanto o time vai ladeira abaixo os dirigentes devem entrar com nova representação contra a arbitragem.
TIME PEQUENO.....

Lucas lima disse...

Boa noite Rodrigo e amigos do blog grande vitória rubro negra melhor que nós em qualidade técnica e números de jogador em campo kkk contra 14 fica difícil, não sei se foi a notícia dos Moreira Sales ou jogar contra os mulambos vi hj uma partida de uma equipe briosa com vontade de ganhar diferente de muitas outras uma pena uma arbitragem das mais tendenciosas dos últimos tempos! Saudações alvi negras !

Rodrigo Federman disse...

Ok, Ricardo.

Lucas, o nosso time é muito ruim, mas realmente hoje jogaram com vontade. Pena que fomos assaltados.

Abs e SA!!!

Sergio disse...

A arbitragem brasileira é uma grande porcaria. Tendenciosa e covarde.
O Barroca tá perdidinho: lê mal o jogo, arma mal e insiste em 3 volantes e ninguém marca. Os laterais estão sempre no mano a mano. O terceiro gol dos mulambos foi um show de incompetência do time, parecia gol de pelada.
Infelizmente não temos ataque e o meio nada cria, sem contar na falta de mobilidade dos jogadores. Até que para um time que joga com 2 ou 3 a menos e uma arbitragem canalha não foi das piores partidas, pelo menos o time lutou. Uma pergunta: por que esse var fdp não acompanha lances criminosos como a entrada do Cuellar ou daquele ld mulambo que já tinha cartão amarelo cuja entrada era para ser o segundo amarelo e vermelho em seguida? Realmente essa porcaria de país é um lamaçal de merda sem tamanho, é um túnel no fim da luz. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, tudo nesse país é uma porcaria! Quanto ao Barroca - e independente da péssima arbitragem -, fecho contigo: Está perdido e complicando o que já é difícil!
Abs e SA!!!

Adelson disse...

Jogar contra o Flamengo é jogar contra Time do Flamengo + Juiz + GloboLixo + CBF ... é uma luta desigual. Tem que ter time para vencer tudo isto. E não temos time, nem técnico e nem diretoria.
Eu temia o início de um série de derrotas. Vamos ser eliminados na sul americana... Mas a coisa vai ficar como está até perdermos mais trocentos pontos e ficarmos à beira do abismo ou literalmente mo abismo.
O projeto da diretoria é lutar na faixa do Z4. Eles devem ficar emocionados e, se escaparmos, vão considerar como um título e como dever cumprido.

Rodrigo Federman disse...

Adelson, contra eles é sempre mais difícil, mesmo quando estão com times ruins, afinal, jogam com mais do que 11 dentro de campo. E hoje em dia, até fora do campo têm os seus atletas (VAR).
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo e turma.
De volta à cena, depois de algum tempo...
Vi uma boa partida do Botafogo, melhor no segundo tempo do que no primeiro.
E de fato, razão te assiste. Só faço um reparo. Jogamos contra 17 (esqueceste de incluir os 3 do VAR!).
Raphael Claus é o melhor árbitro do país e se fez o que fez, não tenho dúvida, o fez mandado por alguém. A ordem é que os investimentos do Urubu não fiquem sem algum título. Foram sacados da CB pelos paranaenses, serão eliminados da LA pelo Emelec e só restará o Brasileiro.
A falta do Cuellar foi criminosa e era vermelho direto. O marginal Gabigol já tinha amarelo, fez uma falta por trás e chutou a bandeira de escanteio na reclamação. Outro amarelo e rua. E a falta do Rafinha foi a maior "ladroagem" dos últimos anos no futebol. Todos viram que era falta pra amarelo, e ele já tinha...Era outro vermelho.
Falhou também o time na reclamação. Quando o árbitro se fragiliza como no lance do Rafinha, cerca-se o cara com os 11 jogadores (inclusive goleiro) e exige a marcação. E se diz, ou tira ele, ou nos expulsa a todos...é assim que se faz. Isso é orientação que se passa pro time que tá em campo. Cercar o juiz...sempre...é psicológico, ele não terá coragem de fazer dois ou três prejuízos depois de uma clara "pipocada".
Cabe à diretoria ir à imprensa e abrir a boca. O time foi roubado em campo. Todos os comentaristas de arbitragem viram as três expulsões...
Não dá pra criticar o time. Foi bem, jogou melhor o segundo tempo e foi massacrado pela arbitragem.
Saudações
Paulo, de POA

Reinaldo disse...

O var tem lado, imaginavam que isso acabaria, mas...
Nem falo dos cartões amarelos, o do Rafinha era indiscutível se fosse ão contrário, mas a entrada do cuellar mostrou que eram 17 contra.
Não perdemos por isso, que pesou, pesou

Rodrigo Federman disse...

Sim, Paulo. Hoje o time ao menos foi brioso. Pena que nosso elenco é muito fraco tecnicamente. E isso, claro, sem entrar na questão da arbitragem, que determinou o resultado do jogo.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fecho contigo, Reinaldo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Como comecei a assistir ao jogo após a metade do segundo tempo, não posso comentar de forma mais precisa.
Do que assisti, enumero algumas coisas.
1- Barroca demorou a proceder as substituições, não observou a marcação pelo lado esquerdo de defesa.
2- Pimpão sempre desperdiçando oportunidades decisivas. Só contra o Flamengo é a segunda. Muito fraco.
3- Me parece que o Fernández está desconcentrado durante os jogos.
O terceiro gol saiu em uma jogada do Rafinha, que deveria ter sido expulso no segundo amarelo que o soprador deixou de aplicar, mais o não vermelho no Cuéllar.
Problemas à parte, em um jogo que termina 3 a 2, fica claro que a arbitragem decidiu o jogo.
O que vai acontecer? Nada!
Se os dirigentes tivessem vergonha, recusariam convites para chefiar delegação da cbf, entre outras coisas. Pisar na federação, somente para defender interesses do BOTAFOGO.
Analisar como foi o BOTAFOGO na parte técnica, tática, física, individual é uma coisa, outra é sofrer influencia de onde não pode ocorrer.
Por certo os comentaristas dirão que time bom supera arbitragem ruim, que no fim todos são ajudados e prejudicados; tudo isso para proteger os seus preferidos, coisas do Brasil.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, de fato, houve de tudo. Uma arbitragem tendenciosa e que determinou o resultado, mas também teve o Barroca e suas insistências, demoras e até mesmo, certa incoerência.
Abs e SA!!!

Felippe Gama disse...

Já passou da hora do João Paulo sair do time. Mas o Bochecha também não pode ser o substituto. Se for o caso, que mude o esquema. O time não é compacto. Nem atacando nem defendendo. Deixa espaços. É fácil jogar nas costas do Cícero. Até pela idade dele. Mas ao menos sabe chutar e é importante nas bolas aéreas. Ofensivamente e defensivamente. João Paulo só cerca e toca de lado. Não dá mais. Precisamos de um jogador vertical. Que seja o Perninha, mesmo não sendo rápido. Fraco, esquentadinho mas seria mais produtivo para o ataque. Em que testar no jogo. Não só em treino. Difícil sem opções. Mas como está não dá. Que situação...Sofrimento até dezembro...

Anônimo disse...

Ricardo
Discordo dessa "certa incoerencia".Pra mim total incoerencia.Pode ser por pressão.Mas muita incompetência do Barroca.

Rodrigo Federman disse...

Fecho contigo, Felippe. O Barroca recebe um bom salário para pensar em coisas diferentes. Principalmente em sinais que não estão dando certo. E se até hoje ele não percebeu que o meio de campo está lento e espaçado, precisa rever a profissão que escolheu, pois está evidente para todo torcedor, né?
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, ele tem sido incoerente mesmo! Está errando e insistindo nos mesmos.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Vejo alguns comentários condenando tanto o Jonathan quanto o Marcinho. A verdade é que quem vê oi lance isoladamente e quer simplesmente culpar este ou aquele jogador se esquece que ambos são atacados sempre no mano a mano e quase sempre com dois ou três contra um, e os jogadores do meio nunca estão ajudando os laterais. Além disso o espaçamento do time dá a impressão que o time tem 3 setores independentes, a zaga e os laterais, o meio lento que não marca e o ataque que não dá opções de jogadas.
Perder faz parte e do modo como o time foi garfado pela arbitragem é triste, mas vou ser sincero: apesar da fraqueza do time, hoje pelo menos lutaram e se o Barroca tivesse mais inteligência poderia até ganhar o jogo, mas parece que o engessamento tático do treinador é óbvio: não consegue pensar em mudança de jogo e as substituições são sempre ruins. Agora, quem foi o infeliz que teve a ideia de contratar esse Vitor Rangel? Esse cara briga com a bola, é muito ruim. João e Walter Moreira Salles, assumam logo antes que esse time vá para a segundona. Abs e SB!

Anônimo disse...

Não vi o jogo. Ando desanimado com o futebol brasileiro. Mas as matérias sobre o jogo em diversos sites ou são explícitas sobre a garfada ou deixam isso nas entrelinhas, como o site flamenguista Globo Esporte. Semore digo que jogar contra os Molambos tem de ser bem superior em elenco e no desenrolar da partida, pois tudo irá conspirar contra os adversários deles. Aí eles ainda se saem cinicamente com a história de chororô.

Miguel

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, isso mesmo. O problema maior não são os laterais, mas esse esquema com 3 volantes e que mesmo assim é fácil de ser passado. Quanto ao VR, bom, com o currículo que tem, nem deveria ter sido contratado.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Miguel, hoje foi descarado como há muito tempo eu não via.
Abs e SA!!!

Assimos disse...


Salve salve, amigos do CB!

Depois de um tempo, resolvi dar o "ar da graça" novamente. kkkkkkk
Peço desculpas pela minha ausência... Continuo acompanhando as postagens, mas às vezes não dá para escrever.

Sobre o jogo de hoje:

1) Nesse formato que o Barroca montou fica uma "CRATERA" aberta no meio-campo, e além disso o AS e Cícero são muito lentos e sem qualquer poder de marcação. Na minha humilde opinião, ambos precisam jogar "SEM" ter a incumbência de marcar, e por isso eu gostaria que o Jean voltasse ao time. Na verdade, precisávamos mesmo de um meia rápido e inteligente, mas isso é outra questão que está bem distante.

2) "Sangue nos olhos" ajuda muito. Hoje o Botafogo teve vontade, não se escondeu (graças a Deus não teve toques laterais), de fato não jogou mal, mas no quesito principal — qualidade técnica — que é o que pode mudar o panorama de um jogo, NÓS SOMOS MEDÍOCRES. Não temos 1 jogador que pode desequilibrar uma partida, já no time deles, existem vários — e por isso decidiram a partida.

3) Quero destacar o Gabriel. Esse garoto sai jogando com uma facilidade incrível, além de ganhar quase todas lá atrás. Se hoje temos um setor que aplaudo é nossa zaga.

4) ASSUME AMANHÃ MOREIRA SALES.

Abraços e SA!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Assimos. Concordo com todas as suas observações.
Abs e SA!!!

Carlos David disse...

Creio que a arbitragem realmente beneficiou o urubu, só pra variar! Mas faltou ao Botafogo um poder de fogo maior, ser mais incisivo e também sabedoria do treinador pra aproveitar os vários desfalques do adversário! CRVG.

Anônimo disse...

Em trânsito, por opção, não vi o jogo.
E não verei, enquanto, como medida de caráter imediato e urgente, Mr Barroca não for demitido do cargo para o qual ele não possui a qualificação mínima necessária. Os demais poderiam ser escorraçados durante a semana.
Pelo que li da postagem e de alguns comentários, houve interferência da arbitragem. Quem , por descuido, lê o que aqui escrevo de quando em quando, sabe que tenho verdadeira ojeriza por qualquer resultado em futebol - contra ou a favor - obtido por força de uma arbitragem errada/mal intencionada.
No entanto, o resultado de hoje não me surpreende. A caricatura do Botafogo há algum tempo permite que se lhe cole a pecha de clube habituado a derrotas. Perder e não se incomodar com isso já se tornou marca registrada do Botafogo.
Ah, mas o árbitro deveria ter expulsado fulano de tal do adversário. Sua Senhoria, o soprador de apito não tomará tal atitude contra o clube da mídia quase nunca, especialmente se do outro lado estiver uma instituição que tem se caracterizado por não se dar o respeito, como é o caso do Botafogo, ou o que dele sobrou.
Em condições normais, ambos os contendores com os times completos, sem desfalques e sem interferência do árbitro, sinto dizê-lo, mas o Botafogo do Monsieur Barroca teria perdido o jogo, mais uma vez, dado o cenário que caracteriza o clube dirigido pelo Seu Nelson, pelo Seu Anderson e tutti quanti.
Termino reproduzindo o que o dono do blog disse no final da postagem: Moreira Salles, pelo bem do Botafogo, assumam amanhã e toquem pra fora aquela gente esquisita a pontapés na bunda, com direito a que se lhes imponha humilhação pública, como justa penitência pelo que vêm perpetrando em desfavor do Glorioso Botafogo.
Termino mesmo, dizendo que ganhei mais um dólar, apostando contra o Botafogo, clube para o qual torço desde 20 minutos antes da fundação do universo, no dizer do genial Nelson Rodrigues, não o Mufarrej.
Levi

Anônimo disse...

RODRIGO,quando li a escalação fui passear com a madame,rsrsrsr.
Há alguns dias,conversei com um ex jogador e treinador,amigo dos meus cunhados,que disse algo interessante,sobre o nosso time: "o CÍCERO não deveria ser escalado de primeiro ou segundo volante,pois não tem poder de marcação e a idade pesa.Como finaliza e cabeceia bem,eu colocaria o ERICK,um outro atacante e o CÍCERO como quarto homem,tendo liberdade para circular.O meio alvinegro como está fica muito vulnerável,o que dificulta o trabalho dos laterais".
Aí provoquei perguntando onde ele escalaria o DS.Ele pensou,pensou e rindo disse que atualmente no banco,pois abandonou o futebol já faz tempo.
Sem ter assistido a partida,não poderei dar pitacos,mas pelos comentários o BARROCA BOL PM continua o mesmo.
É bom ligar o sinal de alerta,POIS ERRAR É HUMANO,MAS INSISTIR NO ERRO É BURRICE OU BARROCA BOL.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Carlos, o problema é que não temos esse poder de fogo. E o técnico também não se mostrado diferenciado.

Levi, felizmente você não assistiu hoje. Nem tanto pela partida do Botafogo...Mas por não passar raiva com a arbitragem.

Jota, e está havendo burrice demais por parte do EB.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,não me alonguei na MSG anterior,mas volto para dizer que o ASSIMOS tem o mesmo pensamento do ex treinador que citei.Ele colocaria o MARCELO na zaga,o GABRIEL e o JEAN na contenção,liberando o AS que tem bom chute e tentaria o CÍCERO mais a frente.
Muito bem ASSIMOS,a mesma visão de um cara que foi vitorioso no campo e como treinador.JOTA.


Rodrigo Federman disse...

Valeu, Jota.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Diria o Neném Prancha que "quem tem a bola ataca, quem não tem defende"; João Saldanha lá nos anos 80, em um comentário sobre a seleção, se não me engano, disse que "os selecionadores queriam adaptar o homem a roupa e não a roupa ao homem".
Obviamente que com o passar do tempo tudo evolui, mas o principio lógico permanece e devem ser seguidas.
O Barroca gosta da posse de bola e por certo deve admirar o estilo Guardiola. Entretanto, será que deu-se ao trabalho de observar o Liverpool do Klopp?
Eu gosto mais do jogo do City, mas não posso ignorar o do Liverpool; estilos diferentes e igualmente vitoriosos.
O que adianta jogar com três atacantes que não causam damos ao sistema defensivo adversário?
Não digo que o Barroca tem de abandonar a idéia da posse de bola, mas essa posse não seria mais eficiente/eficaz em um 3-5-2, 4-4-2, 3-4-3, ou outra combinação qualquer?
O Sampaoli alterna o esquema de um jogo para o outro e dentro do próprio jogo, mesmo perdendo jogadores, recebendo outros e recuperando alguns.
Por que jogadores que não recebem oportunidades normalmente, são colocados na hora do sufoco de uma desvantagem no placar?
Com um pouco de boa vontade há como movimentar as peças na escalação, mss é preciso convencer os jogadores dentro de uma lógica.
O Time do BOTAFOGO tem deficiências óbvias, mas há como melhorar a sua organização.
Saldanha e Neném Prancha, mais atuais do que nunca.
Lógica e simplicidade ainda trazem resultados.
SA!!!

Assimos disse...

1) Realmente a arbitragem favoreceu eles, mas não podemos usar isso como muleta.

2) Vou resumir tudo que vocês falaram sobre EDUARDO BARROCA em uma palavra: FRACO.


OBS: Desculpa, Jota, mas qual foi o treinador que você citou?



Abraços e SA!

Sergio disse...

Realmente na arbitragem é um grave problema para o Botafogo há décadas.
Nesse campeonato o var foi utilizado indevidamente contra o Porco, não deu em nada, apesar da regra ser clara.
Contra O Peixe um jogador foi expulso sem sequer ter feito falta,né hoje, bom já escrevemos sobre hoje, inclusive estou me lembrando de um braço dentro da área que o Vargabundo sequer questionou. Mas que tem dinheiro corrompe, e sempre tem quem é corrupto. Tá feia acoisa. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, o que falta ao Barroca é jogar de acordo com o adversário e não de acordo apenas com suas preferências, desconsiderando por completa a matéria prima que tem à disposição.

Valeu, Assimos.

Sérgio, ninguém respeita mais o Botafogo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Além da péssima e tendenciosa arbitragem o mapa da mina foi o Jonathan, reveja o gool do Santos cortou para dentro chuta como quer, ele só cerca.
Muito fraco esse Jonathan como lateral, mil vezes o Gilson.

Antonio

Uendel disse...

Cara, Victor Rangel entrou aos 41 minutos e ainda participou do jogo, na pior das hipóteses sem nota.

Anônimo disse...

ja é a 3 derrota que sofremos pelo lado esquerdo coincidencia ou não com Jhonatan no setor goias 1x0 gol de cruzamento do lado esquerdo encima do jhonatan santos 1x0 gol do marinho passando por jhonathan no setor e agora flamengo 3x2 3 gols com jogadas nascendo do setor esquerdo o treinador tambem é muito culpado de não proteger os laterais mas sempre estoura encima deles é burrice .
Fabim

Rodrigo Federman disse...

Antonio, eu já discordo mil vezes da sua preferência pelo Gilson.

Pois é, Uendel. Em poucos minutos, uma dominada bizarra e incrível dificuldade com a bola. Poucos minutos já deu para perceber que o cara é um pereba.

Fabim, um time que tem 3 volantes que não marcam...

Abs e SA!!!

Pessini87 disse...

O time resolveu jogar só por que era contra o Flamengo. Na próxima partida será a mesma moleza de sempre

Rodrigo Federman disse...

Pessini, tomara que não.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

ASSIMOS,por questão ética esse amigo não gosta de se expor ao discordar de colegas de profissão.
Mas garanto a você que foi um baita jogador e treinador vitorioso.JOTA.

Marcio disse...

Se formos procurar, encontraremos inúmeros gols sofridos em jogadas pelo lado esquerdo e com o Gilson em campo.
Ele, Gilson, por várias vezes evita o combate com o atacante e se posiciona na linha lateral da grande área, ou seja, não se expõe.
Quantas vezes o Pimpão foi elogiadíssimo por ajudar na marcação? E o Pimpão fez muitas "parcerias" pelo lado esquerdo justamente com o Gilson; logo, se o Gilson fosse bom, o Pimpão não seria elogiado pelo auxilio à marcação pelo lado esquerdo.
Claro que tudo depende da visão de cada um, só que entre o Gilson e o Jonathan eu fico com o segundo, pois é jovem e pode melhorar, além de ser mais barato.
Para terminar, não há como esquecer que o Barroca não observou que a cobertura deveria ser melhorada, mas Cicero, Carli, D. Souza, A. Santana, J. Paulo, Pimpão e Gatito não são novatos no futebol e poderiam tomar atitudes dentro de campo sem esperar a definição do técnico.
Se contra o Bahia, pela Sul-Americana 2018, o Pimpão e Moises mudaram a ordem de suas cobranças de penalidades, por que não fazem nada com a bola rolando?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Jota!

Marcio, pois é, eu fico surpreso como alguns amigos ainda esquecem os mais de 2 anos do Gilson no clube e comparam com duas ou três partidas do Jonathan.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, o Gilson cometeu uma penalidade máxima infantil no Wellington Paulista, no jogo contra o Fortaleza; o árbitro não assinalou, o VAR não chamou... E vencemos por 1 a zero. Respeito quem não tenha achado pênalti, mas essa foi a minha visão.
Nem precisei ir muito longe para encontrar uma de suas inúmeras falhas.
E, rapidamente, para não ser injusto, me lembro de dois jogos de maior destaque do Gilson, contra o A. Mineiro pela Copa do Brasil 2017 e em um jogo contra o Grêmio, onde marcou o gol da vitória.
O que sei é que na maioria das vezes eu não gosto das atuações do citado.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, somos dois! rs
Abs e SA!!!

Assimos disse...

Tranquilo, Jota.

Abraços e SA!

Assimos disse...

Aproveito o ensejo e lanço uma pergunta: se hoje os MS assumisse e o time fosse todo reformulado, quem você manteria?

Eu só ficaria com Carli, Gabriel e no máximo DS. Acho que DS em outra função, pode mostrar um bom futebol.

Abraços e SA!

Anônimo disse...

ASSIMOS,se foi para mim a pergunta,lá vai meu pitaco.Como o nível atual do futebol brasileiro é muito fraco,seria praticamente impossível se desfazer do time todo.Eu manteria GATITO,CAVALIERI,CARLI,MARCELO,GABRIEL,AS,JEAN,L VALÊNCIA e testaria alguns jovens da base,que quase nunca têm chance e alguns podem dar algum caldo.
Na década de 60,70 e 80,vi alguns jovens que,após algum tempo,se destacaram na equipe de profissionais.Mas como muitos dizem,tem que ter um treinador que saiba identificar o potencial do atleta,onde ele se coloca melhor e campo,etc,etc.Como nos dias atuais os treinamentos duram apenas duas horas,quando muito,fica difícil.Apenas um pitaco,afinal BEOCUTAS.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Jota, eu só não sei se esses jovens da base são mesmo tudo que imaginávamos. Mas concordo: Precisam ser pelo menos testados.
Abs e SA!!!

Assimos disse...

Jota, a pergunta foi para todos.

Não citei Gatito e Cavalieri porque de goleiros estamos muito bem.
Também ficaria com o Jean, tinha me esquecido dele. O AS não.

Abraços e SA!

Rodrigo Federman disse...

Assimos, também acho o AS superestimado.
Abs e SA!!!

Assimos disse...

Rodrigo, o AS não é mau jogador, mas tem oscilado muito e isso que me torra a paciência.

Abraços e SA!

Rodrigo Federman disse...

Assimos, também não acho mau jogador, mas acredito que o fato dele chutar bem acaba iludindo muita gente na avaliação final do futebol dele.
Abs e SA!!!

Assimos disse...

Exatamente, Rodrigo.

Abraços e SA!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Assimos!
Abs e SA!!!