quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Pensar fora da caixa














Palavras do técnico Eduardo Barroca, após a eliminação de ontem:

"- A proposta era atacar porque precisávamos da vitória. Não caímos de produção por cansaço. Acredito que o Botafogo continuou com a bola no segundo tempo, mas passou a ter dificuldades para progredir. O tempo passou e a ansiedade aumentou. Tivemos dificuldade em fazer a bola chegar em condições de conclusão. Dificuldade foi de progressão, não de controle. O Rodrigo adiantou o Elias para tirar o Gustavo do jogo. Ficou mais difícil fazer a bola chegar rápido ao João e ao Alex. Até o momento do pênalti o jogo estava totalmente aberto. Com o Atlético em vantagem, o Botafogo precisou se abrir e fazer dois gols em 15 minutos seria muito difícil". 

Já discordo um pouco. Para mim, além da melhora do adversário na segunda etapa, houve sim, um cansaço do Botafogo. Os caras simplesmente passaram a correr com menos gás e intensidade. 

Quanto a dificuldade em progredir, por mais que seja arriscado, gosto de treinadores que têm a capacidade de pensar em situações diferentes, fora da caixa.

Se precisávamos de mais mobilidade, jogadas individuais e até mesmo chutes ao gol adversário, por que ele, ao invés de trocar seis por meia dúzia, não ousou? O João Paulo já estava cansado e sem chegar na frente? Pô, de que adiantaria colocar o péssimo Alan Santos e adiantar o tartaruga do Bochecha? Por que não deslocou o Marcinho ali para a meia? Ele ao menos tem mais habilidade, bom chute e arrisca um ou outro drible. 

Garantia de que daria certo? Obviamente que não...
...mas ficar sempre no básico (que não vem dando resultados) é chato pra cacete. 

Para mim, mais uma vez, eliminação - em grande parte - na conta do Barroca.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

60 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com você. Disse a mesma coisa em um grupo de WhatsApp na hora da substituição. Porque ele não colocou o Fernando ou Jonthan na lateral para liberar o Marcinho (drible e chute) ou Gilson (Velocidade) como meias abertos?

Sei que as opções no banco são limitadíssimas, pra ter ideia ontem tinha Wenderson e Rickson no banco. Mas barroca está complicando em substituições em TODOS os jogos. Lamentável.

Resende

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Resende. O técnico precisa mais do que simplesmente substituir jogadores. Tem que avaliar possibilidades diferentes do trivial. O Barroca não parece ser desse tipo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,não assisti a partida,pois com a escalação de sempre do BARROCA BOL, dificilmente ganharemos de alguém.
Parece que alguns já perceberam que o DIEGO SONO é ex jogador em atividade e o pior,totalmente desinteressado pelo que acontece em campo.Vez ou outra dá uma corridinha de araque só para enganar os que não querem cair na real.
Insisto que com esse ataque patético e um meio de campo frouxo,sempre estaremos próximos das derrotas.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Jota!
Abs e SA!!!

Rafael Santos disse...

Cara vocês tem que acordar, não tem treinador que dê jeito nessas tranqueiras que temos no time, a dupla de zaga Gabriel e Carli é de medio pra bom, mas talvez seja o que o time tem de melhor, de lateral temos Jonathan (fraco), Gilson (fraco), Marcinho(fraco) e Fernando(fraco). No meio campo, João Paulo (Médio), Alex Santana (Médio), Alan Santos (Fraco), Bochecha (fraco), Valencia (fraco), Cícero (Médio), Jean( médio), e no ataque Pimpão (fraco) Luiz Fernando (fraco) Diego Souza (médio) Igor Cassio (fraco) e Vitor Rangel (Fraco). Como esse treinador pode pensar fora da caixa com um elenco merda como esse, que pra piorar está com 2 meses de salários atrasados?

Marcio disse...

Disse o Barroca:

"- A proposta era atacar porque precisávamos da vitória..."

E nas partidas anteriores o BOTAFOGO não precisava vencer?
Por que a preocupação em vencer apenas quando se tem a desvantagem no confronto?
Não seria melhor ter jogado para vencer também no primeiro jogo?

Além de tudo, me parece que nas preparações para os jogos a recomendação é um pouco diferente, ainda mais se considerarmos uma declaração recente do João Paulo;

" Vejo o Botafogo como uma equipe equilibrada, que não finaliza tanto, mas também não dá oportunidades ao adversário. Nosso objetivo no terço final é, primeiramente, não dar a bola ao adversário e dar contra-ataques, por isso muitas vezes opta por voltar, tentar uma jogada do outro lado"

O objetivo no ataque não é fazer gol, J. Paulo foi bem claro.
E isso explica porque o BOTAFOGO no primeiro tempo criou algumas chances e finalizou tão mal; não está preparado para atacar, não monta a estratégia pensando no gol adversário.
As dificuldades enfrentadas no jogo passam pela cultura de jogo implantada.
E nos 5 jogos feitos após a Copa América, o BOTAFOGO sofreu 7 gols e fez apenas 2 gols.
Mais uma conversa "engana trouxa".

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Rafael, eu dei - na postagem - um exemplo de como poderia ter pensado fora da caixa simples. Desculpe, mas dificuldades existem, mas não podem ser desculpas para tentar justificar mediocridade ou conformismo.

Marcio, ele mesmo acabou de confessar que antes a proposta era não perder, apenas. heheheh

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Nossa situação tá tão ruim , que a única opção ofensiva pro segundo tempo seria colocar um lateral (Marcinho) no meio. Sem duvidas esse é o pior e o mais mal montado elenco da história recente do Botafogo
Abraços Renato

Marcio disse...

João Paulo

Defendendo o A. Santos:
"Temos total confiança no Alan. É um jogador experiente, que vem treinando muito bem. Foi um lance normal de jogo, ainda não consegui rever a jogada, como ela se desenhou. Mas o grupo está do lado dele. Vai dar sequência naturalmente."

Sobre a eliminação:
"Não faltou entrega e nem luta. Saímos de cabeça erguida. Chateados, mas vendo coisas boas pela frente"

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/joao-paulo-da-apoio-a-alan-santos-apos-penalti-em-eliminacao-do-botafogo-temos-confianca-nele.ghtml

1- Se o A. Santos está treinando bem, não quero nem imaginar os que treinam mal.
Se ele não reviu o desenrolar da jogada, como pode afirmar que foi um lance normal de jogo?
Se foi um lance normal e ele não tem dúvidas, não precisa rever rigorosamente nada.

2- Que coisas boas o J. Paulo consegue ver pela frente?
2.1- Não chegou as finais do Carioca;
2.2- Eliminado na Copa do Brasil pelo Juventude, 2 a 1 de virada, que está na Série C;
2.3- Eliminado pelo A. Mineiro, 3 a zero no agregado e jogando uma primeira partida pífia.

Qual tipo de avaliação o J. Paulo faz da atual temporada?
Não há o menor senso crítico por parte desse futebol, são declarações estapafúrdias.
São seis jogos sem vencer, 5 derrotas e um empate, 7 gols sofridos e apenas dois marcados.
O viés é de baixa!
A única coisa que desejo é que esses caras deixem o BOTAFOGO na primeira divisão, pois para a próxima temporada, uma reformulação completa é necessária. O perfil dos jogadores precisa ser modificado, claro que considerando o futebol com outro comando.
SA!!!


Rodrigo Federman disse...

Mas Renato, seria uma opção a ser testada. De repente até sairia uma boa.

Marcio, é levantar a cabeça e continuar trabalhando. Hehehehe

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Se o Barroca não puder ser cobrado, quem será?
Ele teve a opção de recusar o convite, pois já tinha conhecimento antecipado do elenco; já que aceitou, está subentendido que julgou-se capaz e, portanto, em condições de maximizar o rendimento do elenco.
SA!!!

Jones disse...

Eu assisti o jogo do sub 20, contra o Flamengo , temos poucos bons jogadores no máximo 3 2 volantes + o Rhuan camisa 10,que é o melhor disparado, e joga na ponta esquerda,hj ele foi integrado definitivamente aos profissionais
o barroca tem que coloca lo de titular(sem frescura de idade) pois ele sabe driblar é arisco e saber bater faltas ,vamos ver se a panela vai continuar, e outra vale lembrar que ele gosta de jogar na esquerda cortar pro meio e chutar, o treinador tem que coloca lo na sua função posição preferida de e dar chances ao garoto que já está a 6 anos no clube,não acho que seja a solução mas precisamos de novas opções ofensivas e jogadores bom no 1 contra 1 tem que serem testados independente de idade.

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Marcio. Daqui a pouco vão falar que a torcida precisa cobrar a própria torcida. rs

Possa crer, Jones.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Toda esse arremedo de estrutura está levando o Botafogo diretamente para o abismo.
Já nem sei qual é o próximo jogo/derrota/declarações idiotas e inúteis.
Só sei que no próximo domingo estarei no Gigante da Serra, Estádio Atílio Marotti (cabem lá umas cinco ou seis mil pessoas) para prestigiar o Serrano, o Azulão da Serra contra o América, num jogo válido pelo Carioca B1.
América é aquele time que veste vermelho e que um dia foi grande. Hoje não passa de uma pálida lembrança. Trago ainda na memória do tempo em que o América disputava CLÁSSICOS nos domingos à tarde, no horário nobre. Edu, Elói, Ivo, Bráulio, Neca, Orlando Lelé,Maneco, Gílson Nunes, Gílson Gênio e outros compuseram grandes times do América. Lembro-me, ainda moleque, de temer os jogos do Botafogo contra o América.
Hoje, disputa, juntamente com o Serrano, a Série B1 do estadual. E mesmo assim irei de azul para torcer pelo Azulão.
E por quê estou aqui a falar do América e do Serrano?
Resposta óbvia: saco cheio de dar atenção ao Botafogo. Prefiro pagar, sei lá, dez, vinte reais para ver Serrano x América, na companhia dos meus amigos de Leffe a ter de me irritar com o Botafogo.
Mais ainda, continuarem as coisas do modo como vem acontecendo no Botafogo, não demora e estaremos comemorando a conquista do Carioca B1, contra o Serrano!
Nos anos 70, assisti no mesmo estádio, Serrano e Botafogo. Um a zero para o Azulão. Depois eu conto a história.
Levi

Rodrigo Federman disse...

Levi, o pior é que corre o risco - se continuar tudo como está - de no futuro o Botafogo se juntar ao América e Serrano de hoje! heheheh
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
(Rhuan)
É bem possivel o Barroca coloca-lo para marcar o lateral adversario

Anônimo disse...

Rodrigo, se isso acontecer (toc, toc, toc), viro a casaca de tão irritado e passo a comprar as camisas do Serrano, que se juntarão às da Fiorentina, da Celeste e da Itália.
Levi

Rodrigo Federman disse...

Não duvido, Ricardo! rs

Levi, se os Moreira Salles não assumirem logo, o risco se torna cada vez maior.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, os técnicos quando dizem que tem responsabilidade sobre os resultados, estão jogando pra galera.
Embora a responsabilidade deles seja óbvia, o comportamento deles é sempre no sentido de que precisam de tempo para trabalhar e que se tivessem esse ou aquele jogador, os resultados seriam outros; deixam nas declarações o sentimento de que todos os técnicos são competentes.
Diziam que R. Simões, R. Gomes e J. Ventura tiravam leite de pedra aqui no BOTAFOGO... Por que fracassaram nos clubes que treinaram após saírem daqui?
Vejam como o Zé Ricardo foi eliminado pelo San Lorenzo da Libertadores 2017, quando treinava o Flamengo ou como perdeu o carioca 2018 para o BOTAFOGO, quando treinava o Vasco e veremos que a fraca campanha no carioca e a patética eliminação na Copa do Brasil não se deu apenas por falta de elenco.
Técnico deve ser cobrado igual a qualquer profissional.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio. Eles só "assumem" responsabilidades quando algo, sem querer, dá certo! hehehe
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Não vi o jogo, mas posso dizer pelo que vi até agora que o Barroca me decepcionou, e muito. Eu acreditava que ele faria um bom trabalho, mas é mais do mesmo.
Avaliar jogadores que vieram da base como fracos, nesse time, acho temeroso. Em 88 tínhamos o time que com pequenas modificações foi campeão no ano seguinte, e eu cansei de criticar o CA Santos, achava a zaga uma M (imagina!), mas bastou o Espinoza definir um esquema que aproveitava as características dos jogadores que tinha que tudo melhorou. No Botafogo atual se colocar o CR7 no ataque, o Barroca vai botar ele para correr atrás dos adversários. Nesse time atual não dá para avaliar com precisão ninguém que subiu.
Algumas perguntas: o Gérson no flamengo era escalado como ponta esquerda, e era fraco, era mesmo? O time que tomou de 7 da Alemanha era fraco? Ou que foi eliminado pela Bélgica em 2018? Técnico ajuda a ganhar, mas contribui e muito para perder, principalmente os teimosos.
Não digo que essa garotada que subiu seja a solução, mas estão sendo queimados, e muito, igualzinho aos juniores de 78/79, toda uma geração queimado por precipitação e má gestão.
Uma coisa que me chamou a atenção hoje, e mostra a incompetência dessa turma que destrói o Botafogo: ontem anunciaram dois reforços estrangeiros, no último dia da janela de transferência, e o que aconteceu? Não deu tempo da documentação chegar (pelo menos até agora parece ter acontecido tal fato). Cara, contratar no último dia é coisa de maluco ou uma tremenda cortina de fumaça. Pobre de nós torcedores, pobre Botafogo. Essa turma do feudo de GS é flórida! Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, o Barroca tem se mostrado do mesmo nível do elenco. Ou seja, limitado também. Muito teórico, cheio de palavras bonitas, mas muito convencional.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Seguimos falando do América...
O América do zagueiro Alex, alemão naturalizado brasileiro e que ganhou o prêmio Belfort Duarte. Consta que quando assinou com o Sport, incluiu uma clausula para não jogar contra o América;
Do volante Ivo Wortmann;
Do centroavante Luizinho Tombo;
Do ponta direita Canário, que depois foi jogar no Real Madrid e tornou-se o primeiro brasileiro a vencer a Champions League.
Do zagueiro Nonato.
Do Mauricio, autor do gol que acabou com o nosso sofrimento naquele 1989.
Será que por lá também culpam a torcida?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Hhahaha! Boa, Marcio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Tinha o Flecha também, Marcio. Um atacante incisivo. Corria como o objeto que lhe deu o apelido. Era ponta direita, acho.
Não sabia que o Alex era alemão. Não me lembro muito, mas segundo os relatos da época, era um Senhor Zagueiro e que não batia, o que lhe rendeu o prêmio Belfort Duarte.
O Moisés, bom também, mas que batia muito, dizia que zagueiro que se preze não podia ganhar o prêmio Belfort Duarte.
Mas alto lá!! O blog é do Botafogo!
Tudo porque vou ver o América no domingo (acho que é a primeira vez!). Não fosse contra o Serrano, eu torceria para os caras, mesmo trajando vermelho.
Sigamos.
Para não perder a viagem, FORA BARROCAS E NÉLSONS!
Levi

PAULO FERNANDO disse...

Rafael Santos falou tudo.

PAULO FERNANDO disse...

Desse elenco ficaria ainda com o Gatito, Carli, Gabriel, João Paulo, Alex Santana, Cícero, Diego Souza e Diego Cavalieri. O resto poderia pedir as chuteiras de volta. São 8, faltam ainda 22 para formar um elenco para disputar qualquer competição.

Rodrigo Federman disse...

Hahaha! O resumo foi perfeito, Levi.

Paulo, e isso com muito boa vontade.

Abs e SA!!!

fabio lucas disse...

Num sei se pra ir ou pra chorar tentaram a contrataçao do Nicolas Blandi e Dario Aimar no ultimo dia do mercado e que se fudeu foi a gente... tragam o Denilson mesmo ou Clayton do Bahia estes dois mesmo nivel do Erik e Walisson Maia do Coritiba.

JorgeFS disse...

Uma vergonha atrás da outra, até quando? Não dá nem pra sonhar!

Rodrigo Federman disse...

Fabio, para gastar dinheiro com essas dragas, melhor terminar o ano sem trazer mais ninguém e poupar o pouco dinheiro que já temos.

Jorge, tá difícil mesmo. Cada vez mais.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Levi, ainda tinha o Geraldo, que formou dupla com o Alex.
Depois o Geraldo foi contratado, junto com o Orlando Lelé, pelo Vasco e lá participou da zaga conhecida como "Barreira do inferno". A linha completa era Orlando, Abel, Geraldo e Marco Antônio.
Quando não paravam os atacantes na bola, não tinha jeito, desciam o sarrafo.
O futebol de hoje, de futebol não tem mais nada; nem a categoria e nem a disposição.
SA!!!

Anônimo disse...

Quer dizer então que o Botafogo ia contratar um atacante argentino e um zagueiro de sei lá onde e, para surpresa de ninguém, o treco deu errado?
Olha! Difícil de aturar...
Levi

Rodrigo Federman disse...

Verdade, Marcio.

Levi, já era de se esperar! rs

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Eu era fã daquelas zagas que, se não dava na bola, o pau comia, ou, no mínimo, os caras chegavam com muita, MUITA DISPOSIÇÃO, para usar um eufemismo. Pobre daquele sujeitinho que joga lá no PSG. Se o Moisés bufasse perto dele, o cara iria pra casa chorando.
Nada desse narcisismo insuportável que essas ladies ostentam nos dias que correm.
Marco Antônio chegou a jogar no Botafogo um tempo. Moisés também, por um curtíssimo período.
Lembro-me nitidamente do Renê. Jogou no time da cruz errada e no Botafogo. Integrou o time do camburão (inesquecível, aquele time!).
Renê estava no time que vi jogar em Petrópolis, contra o Serrano, no Gigante da Serra.
Uma das tardes mais inesquecíveis para mim quando se trata de futebol. Já disse, o Botafogo perdeu por um a zero, mas as circunstâncias que cercaram aquele jogo... Outra hora eu conto a história (adianto que o Russão invadiu o campo e deu uma porrada no árbitro).
E não foi somente o Botafogo que perdeu para o Azulão. O time da mídia foi eliminado com um gol do Anapolina - RIP. E também o time da cruz errada, com Emerson Leão no gol, perdeu por um a zero.
Hoje eu estou saudosista...
Não quero falar do Diego Sono.
Levi

Marcelo Botafogo disse...

Só vamos saber se o barroca é bom, quando ele treinar um bom time, pois aí não terás desculpas, mais com esse timeco fica difícil avaliar. estamos sem dinheiro e sem elenco acho que nem os jogadores têm culpa, porque eles são assim mesmo fracos. o que cobrar de alguém que não era pra estar vestindo a camisa gloriosa ?

Rodrigo Federman disse...

Grandes histórias, Levi. Hahaha

Marcelo, não acho. Técnico bom a gente percebe, mesmo com time limitado.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Voltando ao BOTAFOGO, não posso afirmar categoricamente que o problema reside somente no elenco.
Alguns exemplos do Sampaoli no Santos:

O Jean Mota vinha há dois anos sofrendo críticas da torcida e estava para ser negociado.
Disse o Jean Mota:

"O Sampaoli me deu confiança maior, me ajudou em posicionamento. Era diferente no ano passado, de ter que acompanhar lateral, com função diferente do meio-campista de origem. Hoje estou na posição certa e tenho procurado melhorar para manter a regularidade. Tenho muito a aprender e evoluir"

Uma outra situação do trabalho do Sampaoli:

"Victor Ferraz, Jorge e Felipe Jonatan são treinados para ajudar na criação pelo meio e/ou para formar a segunda linha de quatro, como pontas.
A múltipla função é característica do trabalho de Sampaoli. Além dos laterais como extremos ou meio-campistas, Lucas Veríssimo já foi lateral-direito, Pituca lateral-esquerdo, Jean Mota volante, Eduardo Sasha se firmou como centroavante"

O técnico Jorge Sampaoli implementou desde sua chegada ao Santos um esquema de rodízio no time titular. As trocas e variações táticas são tão intensas que até aqui, em 39 jogos disputados, o argentino só repetiu duas vezes os 11 que iniciaram o jogo, ou seja, foram 37 escalações diferentes."

Citei o Sampaoli porque ele jamais treinou qualquer equipe aqui no Brasil e depois que chegou perdeu jogadores, outros foram contratados e mesmo assim descobriu capacidades, recuperou jogadores e consegue implantar a sua filosofia de trabalho, com variações táticas e de escalações.
Por que o argentino testa e encontra soluções e os outros técnicos não?

https://www.gazetaesportiva.com/times/santos/jean-mota-atribui-melhora-no-santos-a-sampaoli-estou-na-posicao-certa/

https://www.gazetaesportiva.com/times/santos/jorge-sampaoli-ve-para-como-reforco-duplo-no-santos/

https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2019/08/01/em-39-jogos-do-santos-no-ano-sampaoli-repetiu-apenas-duas-escalacoes.htm

SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Já que é dia do Varandão da saudade, eu vi GARRINCHA, eu vi Nilton Santos, Quarentinha, Zagallo, Jairzinho, Gerson, Mura, Rildo, Marinho Chagas, Ferreti, Rogério, Zequinha, Afonsinho, Abel (no Fogão), Ney Conceição, CA Torres, PC Cajú, Chega do Fogão (estou chorando. Agora vamos para outros times. Eu vi Tostão, Dirceu Lopes,Ladeira, Rivelino, Edu, Paulo Borges, Cafuringa, sim Cafuringa! Mário Sérgio, Nelsinho, Carlinhos, Doval, Pedro Rocha, Figueroa, Manga, Castilho, Ademir da Guia, Zé Carlos(do Cruzeiro, jogou no Fogão também), Andrada, Silva, Eduzinho (jogava mais que o Zico), Zequinha, e para terminar PELÉ. Tem muito mais, muito mais mesmo e a memória está fraca, mas estou chorando copiosamente, não só pelo eterno e Glorioso Botafogo, mas pelo futebol brasileiro que tá uma porcaria. Imagina quem viu isso, ou o JOTA que viu mais craques ainda, como deve se sentir hoje. Continuo chorando. Abs e SB!"

Rodrigo Federman disse...

É isso mesmo, Marcio. Técnico bom aparece, independente do elenco.

Aí você humilhou, Sérgio. Rs

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Levi, esse gol do Anapolina impediu que eles brigassem pelo título carioca de 1980; se eu não estiver enganado, o goleiro era o Acácio, jogou no Vasco e foi preparador de goleiros no BOTAFOGO.
Não sei se nesse jogo, o Paulo Verdan, foi lateral do do BOTAFOGO nos anos 80, estava presente.
SA!!!

Anônimo disse...

Ricardo
E o clube perde mais uma na justiça. Segundo a materia , por pura falta de competência do jurídico.
A luz no fim do túnel fica cada vez mais fraca.

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Marcio.

Ricardo, mais do mesmo.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

E ainda tem mais essa:

Contra execução milionária, Botafogo falha em recurso, que acaba negado
Colegiado da 17ª Câmara Cível do TJRJ, por unanimidade, não atende a pedido contra execução de R$ 1.862.731,18, devido ao Alvinegro não ter feito o recurso corretamente

Por unanimidade, a 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), com a relatoria da desembargadora Flávia Romano de Rezende, negou recurso do Botafogo contra execução de R$ 1.862.731,18 a favor da empresa "B&C Consultoria e Assessoria Esportiva Ltda"O acórdão foi publicado na noite da última quarta-feira. A dívida do clube é decorrente de inadimplência das mensalidades de consórcio para aquisição de automóvel.
A desembargadora já havia, de forma monocrática, deixado de conhecer recurso do Botafogo em virtude da "ausência de impugnação específica dos fundamentos da sentença". Na apelação, de acordo com a decisão de agora do colegiado, a magistrada afirmou que o clube, novamente, falhou no recurso, não impugnando especificamente os fundamentos da sentença atacada, "se limitando a reproduzir os termos da sua peça de defesa", o que afronta o Código de Processo Civil.
Afirmou a desembargadora na sentença deste julgamento: "Dessa forma, ainda que o recurso de apelação trate de matérias de ordem pública, estas não podem ser apreciadas de ofício em grau recursal, em virtude da manifesta inadmissibilidade do recurso". Com a rejeição deste novo recurso, a execução milionária contra o Botafogo é mantida. O clube ainda tem a possibilidade de fazer outros recursos para a tentativa de reforma da decisão, em instâncias superiores.

https://www.lance.com.br/botafogo/contra-execucao-milionaria-falha-recurso-que-negado.html

Divida de mais de 1,8 milhão de reais por inadimplência em um consórcio de automóvel, mas a empresa é de consultoria e assessoria esportiva, como assim?
E o Jurídico impetra um recurso que afronta o código de Processo Civil, como assim?
Como assim?
Como assim?

E segundo as noticias, o negócio com o Blandi não avançou porque o San Lorenzo mudou de ideia e exigiu pagamento à vista pelo empréstimo.
Como assim?

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Absurdo demais, Marcio.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, encontrei a explicação:

Um exótico carro com cara de helicóptero rouba a atenção de quem está no Salão de Genebra. O PAL-V Liberty Pioneer Edition é um carro voador projetado na Holanda -- e que será vendido no Brasil. Até preço ele já tem: a versão Sport será oferecida por US$ 499 mil, ou aproximadamente R$ 1,8 milhão.

https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2019/03/05/conheca-o-carro-voador-que-sera-vendido-no-brasil-por-r-18-milhao.htm

Uma pena não ser também anfíbio e estar ainda mais à altura de um clube campeão de terra, mar e ar.

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Hahahahaha. Boa, Marcio.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Eu acho que ele poderia ter entrado com o Igor Cássio ou Leo Valencia no lugar do João Paulo, e não o Alan Santos mantendo os 3 volantes. Além da desvantagem no resultado agregado, o Botafogo não conseguia sair de trás e não criava nada. Se pensasse ou quisesse pensar um pouco ele levaria o Rhuan como opção pro banco, criaria um fato novo. Não deveria ser tão difícil assim pra um treinador pensar fora da caixa.

SA

Fatos disse...

É verdade.. muito escrota e estranha essa história, e de incompetência ímpar, po no último dia da janela que você vai fechar negócios? Essa diretoria elevou o nível da palavra amadorismo

Anônimo disse...

Barroca vai colocar o Rhuan no 2 tempo contra o Avaí so não pode queimar o garoto o colocando num placar adverso e outra João Paulo Buchecha e pimpão já deram..até o Gilson joga melhor que esses caras no meio de campo.
Fabim

Rodrigo Federman disse...

Fatos, que seja....qualquer coisa fora do convencional já estaria de bom tamanho. Ao menos não pecaria pela omissão.

Fabim, menos...menos. rs

Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

O Barroca não consegue pensar dentro da própria caixa, que dirá fora dela. Engessado e burro.

Rodrigo Federman disse...

Hahaha. É, Vinny...tá difícil mesmo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Botafoguenses ilustres bancarão reforços e salários até dezembro...

"...o Botafogo contará (mais uma vez) com a ajuda de um grupo de torcedores ilustres para buscar reforços e deixar os salários em dia. O grupo, que prometera não mais "salvar" as finanças assim, resolveu se movimentar ao entender que um fracasso em campo poderia ameaçar o sonhado projeto dos irmãos Moreira Salles."

https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2019/08/02/botafoguenses-ilustres-bancarao-reforcos-e-salarios-ate-dezembro.htm

Como em outras oportunidades, mais uma vez os chamados "ilustres" irão ajudar o BOTAFOGO; e como sempre escrevemos por aqui, colocar dinheiro sem uma mudança na forma de administrar, nada resolve.
Essa gestão deveria reconhecer que fracassou e renunciar.

Noticias dão conta de que os funcionários estão com os salários atrasados, que eles sejam contemplados pela ajuda dos tais "ilustres".

E essa penhora relativa à inadimplência do consórcio de automóvel, será explicada?

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, é por isso que os "ilustres" (sempre os mesmos) nunca largam o osso! hehehe
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Pois é, Rodrigo.
O interessante é que os responsáveis pelo futebol não aparecem para falar nada.
Se eu fosse endinheirado e tivesse a intenção de ajudar a bancar o futebol até dezembro, encostaria o presidente na parede e exigiria a saída de uma porrada de gente e ainda falaria para ele se abster de falar de futebol.
Como não sou o dono da verdade e nem tenho receio de reconhecer que errei em determinadas opiniões, afirmo que errei absurdamente ao acreditar e escrever por aqui que o Mufarrej era o melhor candidato à presidência; não sei se o outro seria melhor, mas ele não é.
Não vivo o BOTAFOGO internamente, mas as declarações que chegam ao lado externo, não passam a mínima confiança.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, eles nunca aparecem. Até porque, se aparecerem, será para explicar muitas cagadas.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Incrivelmente, tenho que concordar. Sem dúvida, ofensivamente, melhoria o meio campo com Gilson no lugar de qualquer um dos citados.

Fatos disse...

Rodrigo, concordo contigo, mas não vejo nada de "não convencional" em sacar um dos 3 volantes pra entrar com um meia ou um atacante (recuando outro, no caso DS, pro meio), ou promovendo a estréia de um garoto dos juniores. Aliás a mulambada fez isso no mesmo dia, colocou um garoto de 17 anos (mais novo que o Rhuan) num jogo mata mata de Libertadores.

Rodrigo Federman disse...

Fatos, o Gilson só melhora (em qualquer posição), estando bem longe de GS. rs
Abs e SA!!!