terça-feira, 14 de julho de 2020

Corrigindo o valor




Notícia retirada do site FogãoNet:

"Botafogo vê Willian Arão ‘ganhando tempo’, mas tem previsão para receber R$ 4 milhões mais juros".

Palavras do Domingos Fleury, vice-presidente jurídico do GLORIOSO:

"- Nossa expectativa é que os embargos sejam julgados em setembro, para o processo finalmente retornar ao Rio de Janeiro para que o Willian Arão seja intimado a pagar os R$ 4 milhões corrigidos e com juros, desde novembro de 2015 até hoje, sob pena de incidência de multa de 10%. Nossa expectativa é que no mês de setembro esse recurso será julgado e voltará ao Rio".

Meu comentário: Sou péssimo em exatas, mas chutando por alto, esse imbróglio certamente já deve ter passado dos R$5 milhões. 

Agora espero que os advogados do clube façam de tudo para que seja resolvido o quão antes possível, afinal, já se foram cinco anos.

Algum amigo advogado pode ajudar com informações sobre as questões processuais de praxe, prazos regulares, etc?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

22 comentários:

Anônimo disse...

Ricardo
Nao sou advogado.Mas tenho certeza que no final o Botafogo vai aceitar um milhão ou parcelar a dívida em 50 anos.E ainda vão falar que foi bom para o clube....

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, o tal acordo para acabar logo o impasse! hehehe
Abs e SA!!!

Unknown disse...

Concordo, isso vai acabar sendo parcelado em 360 parcelas, se não for +

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Unknown. Dependendo do nosso jurídico, bem capaz de aceitarem mesmo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Em uma conta absolutamente genérica, considerando uma correção anual de 12% a.a, de novembro de 2015 até novembro de 2020, 5 anos, teríamos um montante aproximado de 7 milhões de reais.
A questão é que se for possível, não sei se é ou não, deixo claro, depois disso tudo, poderão jogar uma proposta na mesa do BOTAFOGO...
E ainda periga, vai saber, tentarem retornar para o BOTAFOGO algum percentual dos direitos econômicos do citado jogador, como parte do pagamento; aquele que comemoram na expectativa de uma negociação futura.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, ou seja, que não aceitem apenas os 4 milhões para finalizar logo o imbróglio, né?
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Será, Rodrigo?
Espero que as tais correções sejam obrigatórias, ou seja, que após o julgamento dos embargos e caso sejam indeferidos, não haja previsão legal para qualquer negociação.
SA!!!

Unknown disse...

Caros, caso foi julgado em última instãncia, no TST, portanto, não tem acordo. Agora é só burocracia, pedido de esclarecime nto sobre o resultado, pandemia, etc, pro dinheiro cair na conta.

Rodrigo Federman disse...

Marcio, torcemos por isso. Mas conhecendo nossos dirigentes e setor jurídico, nada me causaria espanto.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, para não parecer perseguição, parece que o jurídico acertou no caso da não contratação do Rony; o jogador está suspenso pela fifa por 4 meses e terá de pagar uma multa ao clube japonês, Albirex Niigata, o qual pertenceu; já o A. Paranaense está impedido de contratar por duas janelas de transferências.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Unknown, não tem acordo perante o juiz. Aqui é Brasil. Dá-se jeitinho em tudo. É bem fácil o clube, por fora, tentar negociar esses juros.

Sim, Marcio. Ufa!

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo.
A combinação é perfeita. Departamento jurídico fraco, com rábula parcimoniosos e juízes parciais que só olham o lado do empregado, tido como o mais fraco. O que não é o caso desse canalha.
Me arrisco a dizer que no fim da novela a dívida seja acordada em 1,5 parcelado em 48 vezes e todos saiam felizes.

Patinhas.

Rodrigo Federman disse...

Hahaha. Patinhas, a maior probabilidade com certeza é essa.
Abs e SA!!!

Sergio disse...

Quando as ações são contra o Botafogo não há acordo,as quando é o contrário tudo pode acontecer. Estou com o Patinhas. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Com certeza, Sergio.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E a ferj?

Entrou na justiça contra o BOTAFOGO e Fluminense e ainda pede indenização por danos morais.

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/ferj-entra-na-justica-contra-botafogo-e-fluminense-chama-manifesto-de-chilique-e-pede-danos-morais.ghtml

Não sei se pode ser aplicado no caso, mas seria interessante o BOTAFOGO fazer um pedido de reconvenção, onde o réu, dentro da própria ação, faz as suas demandas contra o autor.

Um trecho me chamou a atenção:

"Essa retórica vazia e oportunista somente tem o condão de desvirtuar o foco da questão, qual seja, a inabilidade em gerir a crise em um clube falido. O suposto motivo nobre nada mais do que mascara uma triste realidade de bancarrota absoluta, bancada por sucessivas administrações incompetentes"

A ferj chama os clubes de falidos e diz que estão em bancarrota absoluta e quer indenização, como assim?

SA!!!



Rodrigo Federman disse...

Marcio, a FERJ...bom, a FERJ. Isso resume! hehehe
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Ferj não Federj. Processar por danos morais como, se uma entidade sem um mínimo de moral, uma entidade indecente. Eita brasilsão de merda! Só para lembrar que no rio são 11.474 mortes e no país 72.873 até o último boletim, e esses genocidas ainda querem processar os dois únicos clubes do rio que foram contra essa estupidez da volta do futebol, naturalmente manipulada pelo coisa ruim. Bom, quem não quer indenizar as famílias dos garotos mortos em seu ct, tá andando prá qualquer um. Eita brasilsão de merda! Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, só não ficamos perplexos com essas coisas porque aqui é Brasil. rs
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Multa e juros são a partir da sentença, e não da saída dele.

Fatos disse...

FLAERJ

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Fatos.
Abs e SA!!!