quarta-feira, 11 de janeiro de 2023

Briga acirrada no meio














O volante Marlon Freitas foi oficialmente apresentado e falou em qual ponto do canto se sente mais confortável para atuar:

"- Em relação à posição, eu me sinto bem à vontade nas três posições. A gente vai conversar, mas eu estou apto a ajudar. É uma alegria imensa vestir a camisa do Botafogo. O que o mister precisar, vou fazer para ajudar".

Considerando a real possibilidade do Luis Castro não mexer no 433, é bem capaz do Marlon disputar a posição com Gabriel Pires e Patrick. E quando o Eduardo retornar, fica mais difícil ainda prever, pois eu, hoje, não consigo imaginar o time sem Tchê Tchê e Lucas Fernandes entre os titulares. 

Boa dor de cabeça, apesar de eu realmente não ter assistido sequer cinco jogos do MF no último Brasileirão. E o que vi, não me mostrou nada de tão especial. 

Tomara que seja uma grata surpresa.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

15 comentários:

JOTA disse...

RODRIGO, também espero que seja uma boa surpresa, pois não me lembro de vê-lo jogando.
Espero que o LC caia na real e entenda que não adianta querer impor apenas o seu esquema 4x3x3.
Já que temos alguns bons jogadores de meio campo, por que o treinador não muda ou tenta outro esquema ?
Por que não experimenta somente a dupla TIQUINHO e JEFFINHO na frente. E o mais importante, sem o veloz JEFFINHO ter que ajudar o lateral a marcar adversário.

Rodrigo Federman disse...

É, Jota. O que vi, não me mostrou ser especial. Inclusive, na reta final do Brasileirão, não sei se por opção técnica, física ou algum outro motivo, estava até iniciando alguns jogos do Atlético/GO no banco de reservas. Vai saber!? rs
Abs e SA!!!

Marcio disse...

No "futebol moderno", os "professores" adoram os chamados jogadores polivalentes, aqueles que fazem várias funções.
Não faltam jogadores notas 6, 7, que ajudam muito, verdade, mas não resolvem muita coisa nos jogos; raríssimos os que são quase 10 e o último que surge na lembrança é o Philipp Lahm, jogava nas duas laterais e ainda no meio de campo, sempre com enorme categoria.
Um jogadoraço!
Assim, na minha modesta opinião, prefiro um nota 9 decisivo a um que faça várias funções nota 6... Mas isso é um outro debate, pois o L. Castro parece ser mais um adepto dos polivalentes, tirando assim a importância dos chamados "protagonistas".
Desta forma, pelo que foi dito pelo M. Freitas, sem que eu conheça muito do seu futebol, arrisco que deverá ser bastante utilizado, mas vai entrar e sair do time como praticamente todos os que jogam pelo meio de campo, sem que ocorram mudanças na parte técnica do setor.
Caso seja desta forma, fico meio desconfiado, já que nem sempre a substituição necessita ser de nomes, também deve considerar características técnicas diferentes daquele que é substituído.
De qualquer forma, vestiu a Camisa, todos remaremos para o mesmo lado.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, aí cabe a análise. Melhor um jogador medíocre (e nem estou afirmando que seja o caso do MF) em várias funções ou um bom em uma específica? Preferido a segunda opção! hehehe
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, com essa sua preferência, bom jogador em uma posição específica, você não poderá participar das mesas redondas e ter o privilégio de demonstrar no telão tátil as movimentações táticas dos jogadores e os respectivos mapas de calor.
Sem contar que não poderá demonstrar o seu conhecimento sobre "jogo apoiado", "homeostase de entrosamento" e por fim, tudo da "zona 1" até a "zona 18"...
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, graças a Deus. Hahaha
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Vai tomar a vaga do Tche Tche. Quem viver verá.

Rodrigo Federman disse...

Fatos, então ele vai ter que jogar muita bola, cara. E eu realmente não acredito que tanta gente assim tenha acompanhado várias partidas dele antes de começar o suposto interesse. Enfim, tomara então.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Eu disse na vaga do Tche Tche, não do Toni Kross kkkk

Fatos disse...

Brincadeiras a parte, apesar da subida de produção e muito bom segundo turno do Tche Tche, pelos (poucos) jogos que vi MF parece mais jogador tanto marcando, com mais pegada, mais desarmes, quanto atacando, finalizando de fora e entrando na área também. Se não estou enganado anotou 10 gols e 7 assistências em 70 jogos ano passado.
Porém, nesse primeiro momento, com Eduardo lesionado e nenhum camisa dez contratado, creio que sobrará pro Gabriel Pires. Mas com os jogadores do atual plantel acho improvável MF não virar titular do time em algum momento.

Fatos disse...

O motivo é que ele já tinha assinado pré contrato com outro clube.

Rodrigo Federman disse...

Tomara então, Fatos. Repito: Vi 3 ou 4 jogos dele e não me chamou atenção assim. Agora, se alguém realmente acompanhou 9, 10 jogos (o que eu realmente duvido), certamente tem mais argumentos. Vamos ver...e torcer.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Penso que esse meio de campo, considerando o elenco do Botafogo, deve ser escalado com quatro jogadores.
M. Freitas pode até iniciar titular, mas Tchê² e L. Fernandes, no meu entendimento, são titulares hoje; e isso independe do próprio M. Freitas ser ou não titular e do 4º nome no setor.
Não sabemos como o Eduardo retornará de contusão; G. Pires, P. de Paula, Sauer e D. Barbosa ainda não mostraram um futebol convincente...
Se nesse inicio de temporada alguns jogadores não apresentar uma melhora considerável de nível de atuação, será necessário repensar um pouco o elenco, que hoje já possui necessidade de acertos.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Penso igual a você, Marcio. Com tantos jogadores interessantes no meio (e no ataque, nem tantos assim no mesmo nível), não há razão em manter o 433 semrpe.
Abs e SA!!!

Fatos disse...

Bom, não vi 9 ou 10 jogos, vi uns 4 ou 5, e ele foi muito bem. Porém me baseio mais pelos números dele.
Em relação a jogar com 4 no meio, é utopia. Quase ninguém mais joga assim, nem no Brasil nem no mundo, e LC desde que chegou ao Botafogo jamais fez isso. Ou joga no 4141, seu esquema padrão, ou no 424, quando resolveu na reta final em casa tentar Tiquinho e Jr Santos por dentro, além de Jeffinho e Victor Sá pelas pontas. Fato é que LC não abre mão dos "pontas", seja com mais um no meio, seja com mais um no ataque.
Independente de como jogar, repito, em algum momento MF provavelmente ganhará uma vaga entre os titulares, e apostaria um dedo da mão que vai sobrar pro Tchê tche, pelas razões expostas no comentário anterior.

SA!