25/02/24

Coisas boas...
















Auxiliar permanente do Botafogo, o Fabio Matias foi o técnico interino na sonolenta vitória de ontem sobre o horrível Audax.

E fez questão de fazer a seguinte avaliação da partida:

"- O primeiro passo é enaltecer o trabalho do Tiago, é um técnico que conheço há muito tempo, teve muitas coisas positivas que foram deixadas. Sobre o jogo de hoje, a ideia foi rodar um pouco alguns atletas, dar minutagem, dar descanso a alguns jogadores que já vem atuando com mais sequência. E dar oportunidade aos jovens também, como foi o caso do Kauê".

Bom, se eu fosse jornalista faria a seguinte pergunta ao "professor": Enumere duas (somente duas) coisas positivas que foram deixadas pelo trabalho anterior?

Ontem eu vi apenas a mesma bagunça, desinteresse e briga com a bola...
...contra o pior time do campeonato.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

21 comentários:

Salomon disse...

Enaltecer o trabalho de quem foi demitido por um fiasco de trabalho?
Fica calado que é melhor.


Rodrigo Federman disse...

Salomon, pois é, muitas vezes o silêncio é melhor do que qualquer outra coisa.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Vou dizer algo que não diria ao longo de 23 mas que, de alguma forma, tenho que admitir: apesar de ter sido crítico em boa ou maior parte do trabalho do LC vejo hoje que, de todos, foi o melhor. De certa forma arrogante, teimoso, insistente etc etc foi entre todos o que teve visão sistêmica de onde tava inserido. Foi o mais profissional no sentido de estabelecer um rumo à SAF e ao modelo de negócio e na implementação de uma idéia de grupo e estilo de jogo. Imagino que seja um cara de perspectiva, de visão de conjunto, de estabelecer meta de médio prazo e consolidar uma filosofia de trabalho.
Na ocasião, pelas características pessoais do LC não percebi essa característica positiva. Em algum momento o objetivo teria sido alcançado, Imagino eu e, não Seia tão longo e/ou tão frustrante quanto foi 23.
São poucos os treinadores com essa visão de grupo, conjunto, valores. Aqui no Brasil nem sei se existe. Klopp e Guardiola são esse modelo de treinador.
Nada como um dia após o outro. LC queimou minha língua e não vejo motivo em eu não reconhecer seu mérito enquanto eu não me dei conta.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

Pai, eu caguei pro LC. Não sinto falta alguma. E para mim, é muito passado. Até porque, o Botafogo não o dispensou. Ou seja, o Textor queria que ele continuasse. Foi o próprio que quis sair (e nem entro no mérito do motivo) e não queria receber críticas também. Enfim, passou...tem gente boa. Basta atentar e não deixar que as escolhas passem pelo Mazzuco e esse Scouting de bosta também.
Abs e SA!!!

JOTA disse...

RODRIGO, não seja injusto, pois o JT deixou muitas "COISAS BOAS" no BOTAFOGO.
Citarei alguns grandes craques do time que vai encantar o mundo no dia do "SÃO NUNCA": EDUARDO, MF, MN(a joia da coroa), TIQUITO e outros perebas.
Fique calmo meu amigo, pois o MAZZUCO deve ser fluente em inglês e é muito competente.
O pior para mim é que no início eu acreditei no JT. Tudo bem que fez coisas boas para o clube, mas deixar o time nesta situação vergonhosa é uma decepção completa.
Desculpe o desabafo, mas vou viajar e só volto em meados de março. O BOTAFOGO atual cansou a minha beleza, rsrsrs.
Um bom domingo para os amigos do CB.

Rodrigo Federman disse...

É, Jota! Está complicado ter calma e/ou boas expectativas! hehehe
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Maldito corporativismo.
Essa fala apenas serve para a manutenção da chamada reserva de mercado.
Uma situação é o Matias, por motivos éticos, não querer avaliar o trabalho do antecessor; outra muito diferente é enaltecer o trabalho do T. Nunes.
Eu queria ver o Matias enaltecer o trabalho de qualquer profissional, caso fosse um mau serviço prestado de modo particular.
Esse pessoal que trabalha no futebol é de uma vaidade ímpar, tanto que jamais assumem que fizeram um mau trabalho, são os únicos com competência incontestável.
Em resumo, se não tem o que falar, escolha o silêncio!
Matias, você não está lidando com pessoas sem capacidade de análise crítica.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Disse tudo, Marcio. E se, de fato, ele acha que foi um bom trabalho, já me mostra ser outro medíocre por lá.
Abs e SA!!!

JorgeFs disse...

Marzuco, será que é assim mesmo o nome da fera? Escolhendo o novo técnico (fogãonet) com muito cuidado! É exatamente isso que assusta, essas cuidadosas Escolhas, deve ser um saco cheio (que não seja o do torcedor) de papeizinhos amassados e quem tiver coragem ponha a mão e tire um, está feita escolha mais do que cuidadosamente planejada

Marcio disse...

Rodrigo, eu posso até entender que nas internas o T. Nunes tenha algo positivo a ser aproveitado, já que parto do princípio que ele aceitou o desafio para acertar.
Cabe ao Matias, saber identificar os pontos pisitivos e negativos e fazer os devidos ajustes.
O que não cabe ao Matias é fazer esse discurso de trabalho em alto nível, quando os resultados são pífios.
Nós, torcedores, somos praticamente iguais a qualquer consumidor, ou seja, queremos um produto/serviço de qualidade. A diferença é que não trocamos de fornecedor.
Não tenho a minima paciência com esses profissionais que desandam a dar declarações querendo se proteger e querendo ditar padrões de comportamento ao torcedor.
Aliás, ontem teve o Mazzuco afirmando que a torcida pideria cririca-lo, mas deveria aliviar os jogadores; ou algo parecido.
E desde quando as críticas não podem ser individualizadas?
Se o Botafogo contratar o Klopp e ele fracassar por um trabalho ruim e não outras causas, vamos criticar o alemão e não quem o contratou.
Então, Mazzuco, tem jogador errando e merecendo criticas, da mesma forma que você está errando.
Podemos e devemos criticar ou elogiar quando assim entender; e sem essa de ser mais oy menos Botafogo como vocês tentam fazer parecer
SA!!!

higor disse...

Como eu moro em BH há muito tempo, gosto sempre de usar o exemplo do Galo, pois era um time que até 10 anos atrás não havia vencido quase nada no cenário nacional. Pois bem, ontem eles empataram com o América-MG e o trabalho do Felipão já começa a ser questionado. Diferença de um time que se tornou vencedor em relação a um time que nunca vai ganhar nada com essa mentalidade.

Rodrigo Federman disse...

Jorge, quando algo tem participação do Mazzuco, eu sempre fico preocupado.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, eles continuam querendo ensinar (ou doutrinar) o torcedor a "torcer". Acham que somos todos foquinhas iguais muitos que aplaudem a mediocridade.

É isso, Higor. A diferença é enorme.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Luis Castro foi o técnico que tirou leite de pedras desse elenco infestado de enganadores. Fez até o Abalado jogar, coisa que, após a saída dele, não mais ocorreu. Fazer beicinho porque o cara saiu pra ganhar dinheiro que sustentará até a terceira geração da família dele é acreditar que existe amor no mundo profissional do futebol. E, por ser uma atividade profissional, não cabe ficar passando a mão na cabeça de quem não produz, não rende, não sua a camisa. São pagos pra isso. Nesse angu entram jogadores, treinadores, dirigentes e outros mais. Amor é coisa de torcedor igual a mim, que tolamente acredita que o futuro será melhor em clube mal dirigido como é o Botafogo.
Miguel Silva

Rodrigo Federman disse...

Miguel, mas quem tá fazendo beicinho? Ele saiu porque quis e falar dele hoje é falar de passado. Nada vai melhorar. Que ele fique aonde quiser. O Botafogo é maior que LC ou qualquer outro.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sobre o L. Castro, uma observação.
Com ele no comando, enquanto esteve, o time demonstrou uma preguiça gigantesca na Sul-Americana.
E ele, embora tenha saído bem na parte que comandou no brasileiro, era um dos que se referia e muito a tal "familia".
Com todo o inegável direito de sair para ganhar mais, não se pode perder de vista ser meio "estranho" um líder abandonar a sua "familia".
Há de se questionar também, fora os trabalhos técnicos ruins, se uma das causas do fracasso desde o comando do B. Lage esteja relacionado ao fato de não entrarem nessa conversa de "familia".
Por mais que queiram relacionar "familia" a união, entendo que não é um termo adequado a quem deseja um profissionalismo em seu nivel máximo.
SA!!!


Rodrigo Federman disse...

É isso, Marcio. Falar de LC ainda hoje é perda de tempo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Disse o Mazzuco sobre a busca pelo próximo técnico:

"Precisamos de treinador que entenda o momento, entenda o ano que temos pela frente, passa por quarta-feira pelo calendário, independe da nacionalidade. Alguém que atenda o que queremos de ter time competitivo, como já tivemos. É importante que seja treinador de experiência. Temos estafe muito bom no clube, facilita para o treinador que chega. Não tem fórmula ideal, mas estamos procurando treinador que venha agregar ao projeto Botafogo como um todo, não só para um momento do clube. Essa é a ideia."

Mazzuco, formula não tem, mas lógica em toda e qualquer contratação deve existir.
O que vocês querem de futebol em campo para o Botafogo?
Klopp e Guardiola são técnicos de excelência comprovada, mas não enxergam futebol do mesmo modo, basta olhar como suas equipes se comportam.
Então, em tese, não dá para pensar em substituir um pelo outro em uma temporada em andamento e um elenco montado.
O cara fala em técnico de experiência e um dia não tão distante efetivaram o L. Flávio...
Em resumo, essa fala do Mazzuco apenas mostra que estão perdidos, pois pelo elenco do Botafogo e o que pensam sobre futebol, já deveriam ter os nomes adequados e pela ordem de preferência.


SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, o que o Mazzuco fala, a gente faz questão de considerar totalmente o contrário. Rs
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, se colocar na balança, o Mazzuco é o pior responsável pelo futebol que o Botafogo já teve, pois é disparado o que teve mais recursos financeiros recebe e com resultados medianos, para não pegar pesado.
Justifica no projeto de longo prazo, classificações para Sul-Americana e Libertadores, coisas que os que jamais tiveram projeto também conquistaram.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, eu não tenho dúvida alguma disso! De longe, o mais incompetente.
Abs e SA!!!