13/03/24

Classificado
















O Botafogo segurou o 1 a 1 com o Bragantino e garantiu a sua vaga na fase de grupos da Libertadores.

Foi com emoção, levando gol de empate no final e atuando quase toda a segunda etapa com um jogador a menos.

Teste de saúde para o torcedor botafoguense, que mais uma vez, sobreviveu.

Hoje era para classificar e nada mais. E foi o que fizemos, mesmo com uma péssima partida. 

Fica o sinal de alerta que muita coisa precisa melhorar? Com toda certeza, mas espero que isso seja trabalhado a partir de amanhã, pois nessa quarta-feira eu só quero dormir aliviado...
...e classificado.

Agora é trabalhar bastante, já que os adversários na Libertadores serão cada vez mais complicados. 


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

15 comentários:

higor disse...

Partida muito boa do Marçal, pra mim o melhor em campo. Halter não pode ser titular e o Tche é um jogador que está fazendo hora extra no Botafogo, sempre entra desligado.

Convém dizer a leitura de jogo do Matias, que fez um excelente duelo tático com o Caixinha. Finalmente o Gatito voltou a mostrar serviço.

Rodrigo Federman disse...

Higor, eu fiquei entre o Gatito e Marçal também, mas aquela defesa final pesou. Hehrhe
Abs e SA!!!

Marcio disse...

No 1º tempo o Botafogo não entrou no jogo e se defendeu mais do que atacou, muito porque o meio de campo não contou com a participação, mais uma vez, daquele que deveria organizar o jogo, Eduardo.
Com isso, Jr. Santos e Savarino foram figuras nulas, já que não foram acionados; já o T. Soares e a sua saída para fazer o tal pivô já está manjada e assim não criou jogadas para os companheiros e nem “jogou” de centroavante.
No 2º tempo, por volta dos 10 minutos, D. Suárez recebeu vermelho em uma jogada onde o Botafogo finalizou após um escanteio e no tiro de meta, o lateral estava na marcação do adversário e sem um sobra. Uma situação que não poderia ocorrer em hipótese alguma com um placar favorável.
De imediato o F. Matias colocou o Ponte no lugar do completo inoperante Eduardo e viu, obviamente, o adversário ir para a pressão.
Sem o panorama se modificar, F. Matias mandou a campo, aos 26 minutos, Gregore e Hugo nos lugares do D. Barbosa, que tinha amarelo, e Savarino.
E a mudança trouxe resultado, pois aos 30, em uma bola lançada pelo Gatito, Hugo ganho do Zagueiro e entregou de bandeja para o iluminado Jr. Santos, como um centroavante, fazer 1 a zero.
Aos 37, Matias sacou Jr. Santos e o T. Soares, outro inoperante, e colocou Tchê² e Janderson.
Aos 40 sofreu o empate em uma jogada onde o Halter foi driblado de maneira tosca; nos acréscimos, aos 49, Gatito fez uma defesa sensacional e evitou a disputa das penalidades. Depois foi só segurar as tentativas desesperadas do adversário fazer o gol.
Observações:
Gatito apareceu e foi decisivo no jogo;
D. Suarez, fazia um jogo normal e não poderia ter ficado sozinho na marcação; Halter muito titubeante e com sinais claros de que não pode ser titular; Hernández fez um jogo em bom nível; Marçal com a burocracia habitual, parecendo estar em um jogo qualquer.
No meio de campo, D. Barbosa lutou muito enquanto esteve em campo e não pode ser reserva; M. Freitas fez um jogo aceitável e Eduardo escondido.
No ataque, Jr. Santos é o cara; T. Soares nada fez mais uma vez e Savarino, pouco acionado, pouco contribuiu.
Dos que entraram, o melhor, obviamente foi o Hugo e os outros apenas correram em campo para segurar o jogo.
F. Matias. Fez muito mais do que os últimos técnicos e sem contar com L. Henrique e Jeffinho.
Penso que poderia ter pensado em substituições mais cedo no meio de campo, mas ele parece ter estrela.
Para terminar, o futebol é esporte coletivo, mas se chegou à fase de grupo tem muito do Jr. Santos.
E outros mostram que não são para decisões.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, muito por aí também. Só acho que temos que melhorar bastante ainda. O jogo do time continua não fluindo. Estamos na base do vigor apenas.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sim, Rodrigo, há muito o que melhorar.
Mas lembro mais uma vez que o Matias não está contando com algumas opções, Pablo, Jeffinho, John e L. Henrique e além disso herdou um time completamente desmotivado.
Dentro do que poderia fazer ele fez, ganhou os jogos no carioca, o que confirma que não tem culpa na desclassificação vergonhosa e colocou o time na fase de grupos da Libertadores, o que seria impossível com o comando do técnico anterior.
Um outro fato que julgo importante é que muitas vezes o técnico faz a substituição e o time não retorna o resultado esperado; ele no jogo frente ao Sampaio Correa, colocou o Yarlen e o Sapata e os caras decidiram, hoje colocou o Hugo e ele fez a jogada do gol do Jr. Santos.
Até o Emerson Urso entrou no jogo frente ao Fluminense e marcou o 4º gol.
Trabalhar todos trabalham, uns bem e outros mal, mas uma dose de sorte é sempre bom.
SA!!!

Tiago Almeida disse...

O Lucas halter fez uma boa partida, falhou no gol do bragantino é verdade mas no geral fez uma boa partida,pra mim os melhores em campo foram gatito Fernandez e Alexander Barbosa

Anônimo disse...

Marçal fez um jogo mto bom, pois, ele tinha 13 anos a mais que o melhor jogador do Braga e que ele tinha que marcar. Fez cera e ganhou amarelo. Foi bobo? Foi. Por experiência poderia ter cavado tempo sem correr o risco do amarelo mas, no geral, não comprometeu como já fez em jogos anteriores.
Me recuso a falar do cara que, literalmente, classificou o Botafogo: Jr Santos.
Gatito foi mto bem hoje. Ele que vinha vacilando foi seguro, fez cera e salvou na prorrogação.
Então, Jr Santos é Gatito.
Importante era passar. Agora com quem tá pra chegar de jogador e LH o time encorpa.
Problema é que o time tá desbalanceado. Defesa não tá bem. Ten que chegar alguém pra jogar de titular no lugar do Halter.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcio. Dose de sorte é sempre bem-vinda. Rs

Tiago, eu acho ele estabanado demais.

Pai, o lance é que se alguém vier a mais será apenas em julho. E concordo: A defesa é limitada demais.

Abs e SA!!!

Klaus disse...

A zaga deu mole em alguns momentos cruciais. levamos mais um gol no final e quase outro gol nos acréscimos. No conjunto, jogamos mal com menos um quase todo o segundo tempo, Júnior Santos como tem sido sem variar, decisivo.. no lugar certo na hora certa.

Rodrigo Federman disse...

Klaus, é...o time é desequilibrado demais. Falta um pensador e zagueiro bem mais confiável que o Halter.
Abs e SA!!!

Salomon disse...

Márcio concordo com tudo que vc falou,e em relação ao Tiquinho, está deixando a desejar,mas ontem ele desviou de cabeça a bola que foi para o Hugo dar a assistência para o J.Santos.
Abs.

Damião disse...

Por motivos de saúde na família, não assisti ao jogo. Vi hoje os melhores momentos e os gols, mas deu para concluir, que se o Pablo não resolver, o Botafogo tem que arrumar outro zagueiro para jogar ao lado do firme, mas estabanado Hernandez, porque o Halter tem vacilado demais. De resto, há de se ressaltar a boa atuação do Gatito e as estrelas, do Jr Santos e do F. Matias. Agora só vem pedreira....

Rodrigo Federman disse...

Salomon, e putz, não chega uma bola decente. Só chutão. É difícil também.

Damião, sim...se o Pablo não arrumar, precisaremos correr atrás de um outro zagueiro, pois definitivamente Halter e Bastos não são jogadores para titularidade no Botafogo. O Barboza, aos trancos e barrancos, ainda dá conta.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Verdade, Salomon, escrevi o comentário logo após o término do jogo e deixei de mencionar que a bola não foi direta para o Hugo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Marcio.
Abs e SA!!!